Putin alerta (Hospício do) Ocidente sobre consequências de Atacar a Rússia

Os apoiadores ocidentais (a Besta do G-7/OTAN/Israel) de Kiev precisam compreender que ataques de longo alcance em território russo, utilizando armas que eles forneceram, representariam uma escalada do conflito que teria “sérias consequências”, alertou o presidente russo, Vladimir Putin. Falando aos repórteres no final de uma visita de dois dias ao Uzbequistão, Putin abordou as recentes exigências ucranianas para que a OTAN permita o uso de suas armas para atacar nas profundezas da Rússia, bem como comentários do chefe do bloco liderado pelos EUA, Jens Stoltenberg, aparecendo para endossar essa tática.

Moscou sabe quem estaria por trás dos ataques “ucranianos” de longo alcance à Rússia, disse o presidente

Fonte: Rússia Today

“Para ser honesto, não sei o que o secretário-geral da OTAN está dizendo”, disse Putin aos jornalistas, acrescentando que Stoltenberg “não sofria de qualquer demência” quando trabalhou construtivamente com a Rússia como primeiro-ministro da Noruega (2005-2013).

Esta escalada constante pode levar a consequências graves. Se estas graves consequências ocorrerem na Europa, como se comportarão os EUA, tendo em conta a nossa paridade no domínio das armas estratégicas? Difícil de dizer. Eles querem um conflito global?

Putin explicou que os ataques de precisão de longo alcance ao território da Rússia requerem meios de reconhecimento espacial – que a Ucrânia não possui, mas os EUA possuem – e que a sua mira já é feita por “especialistas altamente qualificados” do Ocidente, sem a participação ucraniana. 

“Portanto, estes representantes dos países da OTAN, especialmente na Europa, especialmente nos países pequenos, devem estar conscientes daquilo com que estão brincando”, disse o presidente russo, notando que muitos destes países têm “um território pequeno e uma área muito densa de população”. [uma referência aos pequenos estados bálticos, Estônia, Lituânia e Letônia]

Putin lembrou aos repórteres que os seus colegas ocidentais nunca relataram os ataques ucranianos a Belgorod e outras regiões russas ao longo da fronteira, apenas sobre o avanço russo sobre Kharkov.

“O que causou isso? Eles o fizeram, com suas próprias mãos. Pois bem, eles colherão o que plantaram. O mesmo pode acontecer se forem utilizadas armas de precisão de longo alcance”, acrescentou o presidente russo.

Questionado sobre se a Rússia se recusava a negociar com a Ucrânia, Putin disse aos jornalistas que tais afirmações do Ocidente eram desconcertantes.

“Nós não recusamos!” ele disse. “Já disse isso mil vezes, é como se eles não tivessem ouvidos!” 

O lado ucraniano rubricou um acordo com a Rússia em março de 2022, depois renegou publicamente e recusou-se a negociar mais, explicou Putin. Ele descreveu o atual esforço de Kiev na “conferência de paz” na Suíça como uma tentativa de obter algum tipo de adesão internacional para a sua “plataforma de paz” totalmente irrealista, que não está funcionando.


]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.326 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth