browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Recessão global é pior do que o FMI esperava. Impacto nos empregos é ‘catastrófico’

Posted by on 25/06/2020

A recessão global pelo Covid-19 é muito pior do que o FMI esperava e o impacto nos empregos é ‘catastrófico: O Fundo Monetário Internacional cortou suas previsões econômicas globais para 2020, dizendo que a pandemia de coronavírus está causando uma recessão muito mais acentuada e uma recuperação mais lenta do que o inicialmente esperado. A organização disse quarta-feira que acredita que o PIB global se contrairá em 4,9% este ano, rebaixando sua estimativa a partir de abril, quando a produção deverá diminuir em 3% .

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

A recessão global pelo Covid-19 é muito pior do que o FMI esperava e o impacto nos empregos é ‘catastrófico: 

Fonte:  CNN Business 

Por Julia Horowitz

Londres (CNN Business): Essa já é a mais profunda queda na atividade econômica global desde a Grande Depressão da década de 1930, segundo estudo efetuado pelo FMI.

A pandemia global pelo Covid-19 está causando um “declínio sem precedentes na atividade econômica global”, segundo o FMI. O órgão disse que o mercado de trabalho global sofreu um golpe de desemprego “catastrófico”, o movimento fora das casas continua deprimido, as empresas diminuíram os investimentos e os gastos dos consumidores caíram significativamente.

“A pandemia de Covid-19 teve um impacto mais negativo sobre a atividade no primeiro semestre de 2020 do que o previsto, e a recuperação é projetada para ser mais gradual e lenta do que o previsto anteriormente”, afirmou o FMI em seu relatório.

A perspectiva é um pouco mais positiva do que as fornecidas pelo Banco Mundial e pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico , que previram recentemente que o PIB global encolheria 5,2% e 6%, respectivamente, antes de se recuperar em 2021.

Mas o FMI alertou para um “grau de incerteza acima do normal” em torno de sua previsão, que segundo ela se baseia em várias suposições, incluindo condições financeiras estáveis.

E apontou a dificuldade de traçar a trajetória de disseminação do vírus e as medidas para contê-lo, bem como o impacto do distanciamento social voluntário nos gastos das pessoas e seu reflexo na economia, as consequências de novas medidas de segurança no local de trabalho e o persistente aumento do desemprego.

Embora todas as regiões devam enfrentar uma recessão em 2020, haverá “diferenças substanciais entre as economias de países individuais”, afirmou o FMI.

Espera-se que a China, que obteve um avanço na sua recuperação, registre um crescimento de 1%, em parte devido ao apoio político do governo comunista. Enquanto isso, a economia da Índia deve diminuir 4,5% após um bloqueio mais longo e uma recuperação mais lenta do que o esperado.

A economia dos EUA deverá diminuir em cerca de 8%, enquanto a produção nos 19 países que usam o euro poderá cair em até 10,2%. Os países da América Latina que ainda lutam para conter o vírus também serão fortemente atingidos. A economia brasileira deve contrair 9,1%, enquanto a produção no México poderá cair 10,5%.

O FMI espera que a economia global cresça 5,4% já em 2021, ainda 6,5 ​​pontos percentuais abaixo das projeções pré-coronavírus. No entanto, muito desta recuperação dependerá do apoio contínuo dos governos aos mecanismos de estímulos para a retomada do emprego e crescimento econômico, disse o órgão. Até agora, os governos das principais economias do mundo, EUA, Canadá, da zona do Euro, China, Japão, Índia, anunciaram quase US$ 11 trilhões em medidas fiscais, para incentivar o consumo e reerguer suas economias, segundo o FMI.


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores.  Mateus 24:6-8

“E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis“.  –  Apocalipse 13:11-18


Leitura adicional:

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.