browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Seres humanos sem ALMA – Portais Orgânicos (3)

Posted by on 09/04/2019

“Uma porcentagem considerável das pessoas que encontramos na rua são pessoas que estão completamente vazias por dentro, ou seja, elas já estão mortas. É afortunado para nós que não as vejamos e não as conheçamos. 

Se soubéssemos dessas muitas pessoas que estão realmente mortas e quais são essas pessoas sem alma que governam nossas vidas, deveríamos ficar bravos e horrorizados “.  –  G.I. Gurdjieff

“Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada. E muitos deles estão tão acostumados, tão irremediavelmente dependentes do sistema, que vão lutar para protegê-lo”…  –  Morpheus em “The Matrix

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

PORTAIS ORGÂNICOS – SERES HUMANOS SEM ALMA

Por Bernhard Guenther  – Fonte: https://veilofreality.com/

Parte 1 AQUI, – Parte 2 AQUI

Estes são momentos interessantes. Por um lado, há mudanças acontecendo em uma escala global que não podem ser realmente ignoradas por muito mais tempo. Por outro lado, a maioria da população parece viver suas vidas como se tudo fosse exatamente como sempre foi e sempre será, encerrado em uma visão de túnel de interesse meramente egoísta, pessoal e material.


“Mas os homens e mulheres maus e enganadores (Traidores de si mesmos) irão de mal para pior, enganando e sendo enganados. Tu, porém, permanece naquilo que aprendeste, e de que foste inteirado, sabendo de quem o tens aprendido, E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus”.  –  2 Timóteo 3:13-15


CRUZAMENTO DAS DUAS RAÇAS

É extremamente importante entender que as duas raças foram cruzadas durante milhares, senão por dezenas de milhares de anos. É impossível olhar para as raças na Terra hoje, o vermelho, o branco, o negro ou o amarelo, e argumentar que uma ou outra é esta raça “pré-adâmica” e sem alma. Não podemos falar de grupos, nações, tribos, nem povos que são membros da raça “sem alma” como um grupo. O DNA das duas raças é completamente misturado e esse é o verdadeiro significado da poluição da linhagem adâmica.  Somente aqueles com a genética apropriada são realmente capazes de acomodar uma alma e, portanto, buscar o trabalho evolutivo, o que significa que nenhuma cor ou grupo étnico está excluído ou tem vantagem sobre as demais.

Considere isso ainda mais. O DNA dessas duas raças é tão misturado que ambos podem ser encontrados dentro das mesmas famílias.

 Desejamos insistir nesse ponto para que o pensamento tacanho não nos acuse de racismo. As duas raças estão tão interligadas que é uma questão de genética individual de cada pessoa no planeta.

Você notará que os C’s (seres de Cassiopeia)estão nos apontando na direção dos indivíduos e longe dos grupos raciais.  Não é “agrupamentos ou classificações”, é o “perfil de aura-energia individual”. E isso coincide com as declarações de Mouravieff sobre o assunto, como ele observa aqui:

… Mas a mistura de cromossomos já era um fato consumado, de modo que a simetria hormonal das espécies naturais diminuiu naturalmente através das gerações até se estabilizar no ponto em que chegou. … certas indicações no Evangelho nos levam a acreditar que as duas raças humanas que convivem na Terra são numericamente iguais … (p.194)

Repetimos: o DNA dessas duas raças é tão misturado que ambos podem ser encontrados dentro das mesmas famílias. Seu irmão, sua irmã, mãe, pai, filha ou filho. Não é algum “outro” do outro lado do mundo ou do outro lado da rua adorando um deus diferente ou com uma cor de pele ou olhos diferentes. Pode ser alguém com quem você mora todos os dias da sua vida e, em caso afirmativo, eles têm apenas uma razão para estar aqui, para drenar, vampirizar, distrair e desviar os seres espirituais do caminho da evolução.

O caminho de volta para a ativação do DNA necessário para alcançar o contato com os centros superiores não é através de manipulação genética, que está vendo a questão através das influências meramente materiais pregadas pelo sistema de controle. O caminho de volta é através da antiga ciência espiritual, o verdadeiro trabalho dos alquimistas , … que através do aquecimento do cadinho, o neo-córtex, reúne os hemisférios esquerdo e direito do cérebro para que a conexão antiga e quebrada com os centros superiores possa ser restabelecida. É a fusão do “centro magnético” o estabelecimento do insolúvel, o “EU” real. Esta é “modificação genética” vista como uma influência “espiritual”. Grande diferença. […]

Portais Orgânicos e o Grande Quadro



Que existe uma raça sem alma, agora com cerca de 3,5 bilhões de habitantes desse planeta, certamente ajuda a explicar por que o planeta está em seu estado atual. Que esta raça sem alma são portais usados ​​pelos seres não físicos como nós, mas seres da 4D STS (reptilianos e outros) para manter seu controle sobre nós, além disso, explica a profundidade das manipulações que nos afetam e controlam, limitando-nos.
[…]
Parece totalmente possível que a função de um PO tenha sido cooptada pelos seres 4D STS como um canal de alimentação para eles. Por isso, quero dizer que o propósito ou função original para um PO pode não ter nada a ver com a alimentação na “raça adâmica”.

[…] Os Cs também disseram que os POs recarregam a energia da força vital de uma “piscina”, como se fossem parte de uma alma grupal da mesma forma que as árvores e os animais fariam …

Mas a questão é qual é a natureza desta ponte entre a função de 2ª e 3ª densidade, em que os POs foram originalmente destinados? … e de que maneira foi usurpado … É que eles são de fato almas de 2ª densidade ou partes de uma Alma grupal 2D que está habitando corpos 3D?

Mais uma vez, vemos que os portais orgânicos não são “ruins” ou “malvados” no sentido de que podemos atribuir-lhes sem entender sua natureza. Podemos ver do acima que sua função original era servir como veículos para as almas de segunda densidade, recentemente individualizadas, que, por definição, ainda não têm almas integradas. No entanto, a palavra-chave acima é “originalmente”- eles eram originalmente parte da ponte entre as 2ª e 3ª densidade. Isso sugere que sua função ou propósito foi corrompido ou usurpado e agora estão sendo desviados para algum outro uso … algumas palavras vêm à mente … drenagem e vampirização de energia, distração, confusão, controle, manipulação,  … dos seres com alma…

[…] Minha impressão é que os POs são o meio para que os seres em 2D se manifestem em 3D como uma parte natural de seu crescimento, a próxima etapa. Seria o primeiro passo. Mas porque eles eram portais, eles também poderiam ser usados ​​ao serem cooptados pelos seres 4D. Especialmente porque não teriam conhecimento com o qual poderiam se proteger. Há essa daquela sessão:

P: Os “centros”, como descrito por Mouravieff, se relacionam com a ideia de “chakras”.
A: bem perto. Em um indivíduo da variedade orgânica PO, os chamados chakras superiores são “produzidos de fato”, roubando essa energia dos seres com alma. Isto é o que lhes dá a capacidade de emular serem seres espiritualizados. O ser com alma esta, de fato, percebendo um espelho de sua própria alma quando atribui “qualidades da alma” a tais seres PO.

Ocorreu-me que esta poderia ser a forma como um PO entra em contato com a energia da alma e, portanto, é capaz de crescer. Este “espelhamento” da alma dos seres com alma que eles fazem pode ser semelhante ao processo que Gurdjieff discute quando fala sobre indivíduos que se dizem “EU SOU”. Eles ainda não são, mas, ao dizer isso, eles podem começar a agir “como se” fossem. Os indivíduos afligidos que estão tentando entrar em contato com essa parte superior de si mesmos “fingem” já estar “EU SOU” – desculpe a gramática. Eles podem fazer isso porque sabem que esse nível superior existe. Eles têm esse conhecimento a nível meramente intelectual. O PO, sem ter nenhuma pista experiencial de que uma alma existe, aprende sobre isso “roubando essa energia de seres com alma”.

Isso tornaria esse processo de “roubar – vampirizar – energia” uma parte natural do plano de crescimento, criando ao mesmo tempo a existência da “porta” que pode ser usada pelos seres 4D STS para vampirizar, se alimentar da energia da alma dos seres com alma.

Eu acho que todos nós começamos a ver o quão generalizado é esse cenário de seres PO e como isso nos afetou em todos os tempos. Se o “conhecimento protege” é verdade, talvez este seja um dos maiores exemplos ainda. Também é possivelmente a coisa mais importante que sempre dominaremos – em termos de ver o “invisível”. Certamente, nosso trabalho está cortado para nós. A discussão trouxe e desenvolveu algumas idéias interessantes:

  1. A função do Portal Orgânico como uma ponte.
  2. Suas relações com grupo de alma como o reino vegetal e animal.
  3. A ideia de que não há nada aqui para “consertar”. O Portal Orgânico está desempenhando uma função no universo. Tem o seu lugar.

Mas a discussão estava deixando de fora uma função muito importante do Portal Orgânico, que é mencionado acima: a cooptação deles acima citada efetuada por seres (reptilianos) da 4ª D STS como meio de drenar e vampirizar a energia daqueles que optarem por sair da Matrix ao entrar no seu processo evolutivo. Isso foi trazido para casa por uma publicação da M ***, que vale a pena ler na íntegra. Um dos argumentos dele é apresentado desta maneira:

Eles são veículos genéricos ou portais, de forma humana, abertos para o uso por uma variedade de forças, e é por isso que eles se prestam como excelentes marionetes matriciais. Acontece que eles estão sendo usados ​​agora pelos reptilianos de 4D STS para controlar os candidatos 3D STS / 4D STO através de funções de “apoiadores” e “vampiros” – mantendo-nos trancados em um padrão de comportamento que combina com a norma orquestrada e estando fisicamente perto de nós para roubar nossas energias e evitar que possamos ter “velocidade de escape” suficiente para nos separar da manipulação do Sistema de Controle da Matrix, através do desenvolvimento de nossos centros superiores.

Assim, vemos que a função” natural “do PO de imitação da energia da alma, o processo pelo qual eles conseguiram progredir e evoluir, assume um caráter específico com o fluxo de desenvolvimento STS de colecionar a energia da alma de indivíduos com alma para passá-la ao longo da cadeia de alimentação da energia vampirizada para seres 4D STS. O principal papel do PO é agora evitar que o buscador genuíno avança ao longo do Caminho Evolutivo e escape de sua influência nefasta. Isso é claro quando olhamos para o seguinte:

  • POs coletam energia da alma de indivíduos com alma.
  • Essa energia é transmitida para seres reptilianos 4D STS.
  • POs são misturados em famílias com indivíduos com alma.
  • Quando um indivíduo desperto assume o compromisso com o “trabalho evolutivo”, ele ou ela precisa aprender a conservar a energia da sua alma, sem ela o trabalho não pode ser feito.
  • Quando alguém se compromete com o “trabalho” evolutivo, é atacado imediatamente.
  • Este “ataque” vem dos indivíduos mais próximos de você: família, colegas e amigos.
  • “MAS”, quando alguém está no processo de “crescimento” e fortalecendo a alma, o Sistema de Controle da Matrix procurará inserir ainda mais “unidades” POs na rotina dessa pessoa”. Um modo muito eficaz de impedir o processo evolutivo de alguém é através do jogo da sedução e do sexo promíscuo e fácil, um momento em que muitos seres em processo evolutivo são interceptados por IMPLANTES alienígenas durante o ato sexual.

Assim, de muitas maneiras, o trabalho real de aprender a discernir as influências “A” das influências “B” envolve aprender a discernir a verdadeira natureza de seus relacionamentos, a fim de conservar sua energia de ser vampirizada pelos POs ao seu redor para que você tenha essa energia para crescer e fortalecer sua alma. Isso é esclarecido por Mouravieff quando faz os seguintes comentários sobre a compreensão do “filme” de sua vida:

Em teoria, o modo como nasce um homem-mulher e como ele(a) vive pode continuar até o fim do mundo, desde que seja feliz, esteja satisfeito consigo mesmo, atribuindo suas virtudes a si mesmo e culpando os outros por seus erros e desgraças. Falando corretamente, esse tipo de existência não pode ser considerado humano; poderia ser descrito como antropoide. Este termo é justificado no sentido de que o homem exterior, imerso em auto-satisfação e egoísmo, representa a “conquista” de milhões de anos de evolução das espécies de seus antepassados ​​animais, no entanto, do ponto de vista da evolução espiritual e esotérica, ele é uma possibilidade potencial que ainda não foi realizada.

Se considerarmos o problema da evolução do ponto de vista do enredo da vida e das diferentes partes que o homem pode desempenhar, é claro que esse tipo de evolução é impossível desde que a experiência sempre possa ser considerada como executada no mesmo círculo. As pessoas que atuam nesse modo são aquelas que chamamos antropoides, fantoches, marionetes, os mortos que, nas palavras de Jesus, “acreditam estar vivos”. A evolução espiritual e esotérica começa quando o homem, por meio de seus esforços conscientes, prova ser capaz de quebrar o círculo vicioso e transformá-lo em uma espiral ascendente.  [Gnose, Livro I, pp. 234-5]

Para aqueles que aspiram a ser conscientes e a aprender a “crescer” no sentido esotérico, devem sair do seu modo de vida pessoal povoado com Portais Orgânicos. É preciso dois para dançar um tango, e geralmente nenhuma das partes vai encontrar o compasso certo.

Como acabamos de dizer, o homem geralmente chega a ideia de evolução depois que ele já complicou o enredo do filme ao qual ele pertence. Mas a verdadeira evolução, a jornada em direção à pureza cristalina e iluminada dos centros superiores, especialmente o centro emocional que – no final, no começo – é o único receptáculo das influências do “B” e o assento do centro magnético, não pode ocorrer enquanto ele está manco no filme original. A purificação do coração (Anahata) é a condição sine qua non do sucesso do progresso espiritual evolutivo.  [Gnose I, p. 238]

O coração não pode crescer em direção à pureza enquanto se dedica a uma dança com portais orgânicos.

Como um portal orgânico vê o mundo orgânico



Felizmente, porque os seres POs podem ser inteligentes, observadores e analíticos, e porque eles parecem incluir alguns de nossos cientistas, artistas, políticos, etc… mais famosos, eles são capazes de descrever para nós como eles vêem o mundo e sua “vida” interior com muita precisão e em grande detalhe. No fundo esta é talvez a resposta quanto à origem de um dos debates mais duradouros da história humana, isto é, o bem contra o mal.

Por que é que há tantas conflitos no mundo, fome, ódio, por que tantos estão divididos em relação à promoção da guerra ou da paz, respeito ou desrespeito, proteção ou destruição do meio ambiente, em suma, uma visão puramente material de auto-serviço egoísta ou um serviço espiritual com outras perspectivas?

Talvez fiquemos perto da resposta, pois a verdade parece ser que não existe e nunca houve um “nós” (o gênero humano) homogêneo no planeta, “nós” não somos todos iguais, “nós” não percebemos o mundo da mesma forma, “nós” não somos apenas uma raça dividida, somos duas raças diferentes em termos de POTENCIAL DIVINO.

Torna-se mais claro, então, porque a maioria dos “principais cientistas”, em suas teorias, não consideram a dimensão espiritual, não respeitam a natureza, e descartam rapidamente quaisquer teorias “não convencionais”. O cientista PO (e apenas quantos cientistas humanos PO há são discutidos mais adiante) não tem nenhuma noção sobre o “espírito” ou da existência de centros superiores, os chakras, no corpo humano. 

Eles são incapazes de experimentar esses centros superiores e, portanto, suas descrições do mundo estão em falta da compreensão de como a vida e a natureza é sagrada. E porque eles não podem experimentá-los, eles negam sua existência para todos, inclusive para aqueles que são capazes de “ver” o que o PO é incapaz de ver. Em um mundo extremamente materialista, onde os Portais Orgânicos estão em seu Elemento Natural, e os Seres com Alma estão deslocados, com a ciência do Portal Orgânico que traça a fronteira entre o que é verdadeiro e o que é falso, não há lugar para consideração aos reinos mais elevados e a busca da evolução.

Os portais orgânico em seu papel de cientistas são obrigados a chegar a uma explicação materialista e mecanicista para o funcionamento do universo, porque isso é tudo o que eles sabem e são capazes de ver.

 Isso é muito claro quando examinamos a questão da própria consciência. As respostas são muito reveladoras.

A aparente habilidade dos seres humanos de ser “conscientes de si mesmos” (Sapiens Sapiens) e a questão da consciência é uma que perturbou as mentes dos filósofos, dos psicólogos, dos cientistas e dos leigos ímpares, desde tempos imemoriais. Hoje, mais do que nunca, a existência da consciência é um dos problemas mais desconcertantes da ciência, e que reflete nossa própria natureza e relação com a realidade.

A cultura ocidental viu surgir várias teorias apresentadas quanto à natureza da consciência humana. A maioria delas pode ser incluída em uma das duas principais escolas de pensamento, ou seja, a abordagem materialista, darwinista, evolutiva / “sobrevivência do mais apto” que propõe que a mente / consciência é um epifenômeno que surge sobre a existência material. A partir desse ponto de vista “científico”, o cérebro é um computador, com neurônios e sinapses atuando como interruptores básicos e “bits”, e a consciência é pensada para “emergir” como uma nova propriedade de computação complexa em uma máquina, o corpo humano.

Por outro lado, temos a escola de pensamento mais “espiritualmente” inclinada, que mantém o acima exposto como sendo totalmente insuficiente para explicar o fenômeno (sem dúvida alimentado por vários ensinamentos e credos religiosos) e que mantém o conceito de espírito etéreo habitando o corpo / mente e expressando-se na forma de consciência e que este é o aspecto fundamental da vida. Outras escolas que misturam e combinam as duas variantes também existem.

Para este ponto, é interessante olhar para quem são os vários expoentes em lados opostos do debate. Em um canto, temos muitos cientistas e médicos de várias disciplinas, como o “darwinismo neural” de Edelman e os “memes” de Dennet e Dawkins. No outro campo, encontramos gurus e autores de movimentos da “nova era” e o  respeitável cientista, como David Chalmers, também, é claro, temos a Igreja, religiões, seitas e as muitas variantes  do catolicismo romano.



Encontramos que muitos conceitos de POs foram utilizados para cooptar a verdade espiritual.  Encontramos muitos POs, imitando seres espirituais em sua “busca espiritual”, promovendo idéias e teorias que são fundamentalmente imperfeitas porque são “imitações” do real, que os POs nunca podem, por sua própria natureza, perceber a “realidade espiritual” com precisão.



Uma e outra vez, eu só posso apontar para o popular Movimento da Nova Era fácil de engolir suas meias-verdades pseudo-espirituais. À luz da informação que acabamos de examinar, poderia ser possível que certos gurus populares da Nova Era, muitos deles que são milionários e se alimentem de múltiplas formas, são de fato os POs, imitando algo que não são e não possuem? Seja o professor de ioga bem-sucedido que tem o seu seguidores, comercializando-se sem vergonha ou o típico guru de auto-ajuda da Oprah vendendo milhões de livros com base em “conceitos” espirituais re-lavadas. A ideia de Portais Orgânicos abre um poço de vermes e perguntas se alguém realmente é quem ele / ela afirma ser ou apenas finge ser. Para a mente preguiçosa, é mais uma armadilha do Sistema de Controle da Matrix.

Os surpreendentes números divulgados recentemente mostram que 50% de todos os trabalhos médicos e científicos são publicados pelo mesmo pequeno grupo de “eruditos acadêmicos”, que representam apenas 6% do número total. Se considerarmos muito real que a nossa realidade seja manipulada em grande medida, o passo lógico para manter o mundo científico sob controle seria garantir que seja povoada com pessoas que refletem as opiniões e conceitos que se adequam a uma agenda específica (de controle).



O mesmo é verdade para o mundo espiritual e esotérico. O ser STS da 4ª Densidade garante que as religiões, os conceitos espirituais e quase todo o “mundo” metafísico sejam dominados por POs para manter o “gado no cercado”.

Como mencionei acima sobre o Movimento da Nova Era e os populares “Gurus”, isso também se relaciona com material canalizado questionável, que pode ser transmitido por fontes 4D STS. Por exemplo, alegando ser “A Federação Galáctica da Luz” e vir aqui para “salvar” a humanidade é, de fato, desinformação (para saber mais sobre por que os seres evoluídos mais elevados e os ETs ainda não nos “salvaram”, confira esse vídeo ) para manter o “gado no cercado”, por assim dizer, visando a credulidade e o pensamento ilusório do canal e da audiência (com os ganchos emocionais habituais). Em outras palavras, eles são forças “negativas” posando como “positivas”.  Há muita decepção através do éter e há corrupção / distorção em quase todo o material canalizado.

Na verdade, uma estratégia perfeita pode ser garantir que os principais posts sejam mantidos por portais orgânicos, permitindo que os controladores descansem com segurança sabendo que todas as teorias e pesquisas atualizadas terão uma inclinação materialista e não espiritual definitiva, perpetuando assim o “macaco” desenvolvido darwinista agarrando-se a um pedaço de rocha sem deus que gira no espaço “, mantendo aqueles seres malvados sob seu feitiço. Um “top man” PO com um machado relativamente novo para moer é Richard Dawkins.

“GRANDES” figuras da humanidade, religiosos (“pastores”), políticos, esportistas, ARTISTAS, enfim, pessoas “importantes”, em sua maioria são indivíduos SEM ALMA, mas com mensagem muito sedutoras para a imensidão de DISTRAÍDOS e IGNORANTES …

Richard Dawkins, ao desenvolver a “teoria singular” de que os seres humanos eram o método desenvolvido por genes para se perpetuar, criou o termo “meme” em 1976 como forma de descrever e validar a idéia descrita acima, ou seja, que a consciência é meramente uma função de grupos de idéias ou conceitos em nossas mentes. O que difere, no entanto, em sua interpretação é que não é a “máquina” que coleta e organiza dados e, em seguida, toma uma ação predeterminada com base nela, em vez disso, esses “memes” assumem uma atitude mais hostil como um “vírus” de maneira semelhante, eles invadem a mente humana (individual e de massa) e competem uns com os outros pelo domínio e, portanto, pela sobrevivência no solo fértil que é a rede neurológica humana.

Nas palavras da Dra. Susan Blackmore (outro chefe PO “meme head”):

Memes são idéias, habilidades, hábitos, histórias ou invenções, que são passados ​​de pessoa para pessoa por imitação. Como genes, eles competem para serem copiados, mas, ao contrário dos genes, sua competição é para ocupar o espaço em nossas memórias e para a chance de entrar em livros, revistas e programas de televisão. Os sobreviventes neste jogo são os que vemos ao nosso redor. Assim como os genes criaram nossos corpos, os memes criaram nossas mentes e nossas culturas.

Isso explica, então, em tese, nossa natureza incuravelmente religiosa, nossas formas incomuns de cooperação e altruísmo, nosso uso da linguagem e nossa capacidade de desafiar nossos genes com controle de natalidade e engenharia genética. Nós humanos, sozinhos neste planeta, somos máquinas meme. O termo “meme” (para rimar com creme ou sonho) foi cunhado em 1976 por Richard Dawkins, em The Selfish Gene. O propósito de seu livro era explicar o poder e a generalidade da grande visão de Darwin. O que Darwin percebeu era que um simples processo sem mente pode explicar a evolução – sem um designer. 

Se você tem criaturas que variam, e se apenas algumas delas puderem sobreviver, e se os sobreviventes passassem a sua prole, seja lá o que for que os ajudasse a sobreviver, a próxima geração deve ser melhor adaptada do que a primeira – e assim o processo vai em frente. Em termos mais modernos, se você tiver variação, hereditariedade e seleção, então você deve obter, como o filósofo Dan Dennett coloca “Design do Caos sem o auxílio da mente”. E esse processo inevitável funciona em qualquer coisa que seja copiada – não apenas nos genes. Dan Dennett teve isso a dizer sobre memes e vírus:

Dawkins aponta que podemos pensar em itens culturais, memes, como parasitas, também. Na verdade, eles são mais como um vírus simples do que um verme.  Considera-se que os Memes são análogos aos genes, as entidades replicantes dos meios culturais, mas também possuem veículos ou fenótipos; Eles são como genes não tão nus. Eles são como vírus (Dawkins, 1993). Tal como acontece com os vírus, existe uma distinção fenótipo / genótipos, mas apenas mal. Basicamente, um vírus é apenas uma série de DNA (ou RNA) com atitude. E de forma semelhante, um meme é um pacote de informações (a informação, e não o veículo) com atitude – com algumas roupas fenotípicas que têm efeitos diferenciais no mundo que influenciam suas chances de serem replicadas.

Dan Dennett é um dos defensores mais ardentes da teoria “mente como programa”, embora na teoria de Dennett, a mente não é um programa, é uma coleção de programas muito simples que cada um faz uma coisa muito bem. Isto é detalhado em seu livro Consciousness Explained.

Dennett propõe que essa coleção de programas dê a impressão de uma unidade que é o “eu”, mas que esse eu como unidade não existe. Dennett está dando uma descrição muito precisa da maneira como a mente funciona em um Portal Orgânico. É também o caminho da mente para um Homem Externo, isto é, o homem “com alma” que ainda não iniciou o trabalho de construção da conexão com seus centros magnéticos superiores, que permitirá o equilíbrio e a fusão de seus três centros inferiores com o chakra Anahata (Coração) e o estabelecimento de uma ligação permanente com os centros superiores, assim se elevando em consciência espiritual (NÃO EXISTEM “ATALHOS” NA SENDA DA EVOLUÇÃO ESPIRITUAL)CONTINUA …




Sobre seres sem alma:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.