browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Serpo-Zeta Reticuli-26-Programa secreto de Intercâmbio EUA-ETs

Posted by on 21/06/2017

serpo-zetaO Projeto SERPO, um Programa de Intercâmbio secreto com doze militares, do governo dos EUA, com alienígenas habitantes do sistema solar binário de Zeta Reticuli 1 e 2 – 

Postagem nº 26:

A liberação gradual de insiders de dentro do governo dos EUA (Agência de Segurança Nacional-NSA) dos documentos confidenciais relativos a um programa de intercâmbio ultra-secreto de doze militares dos E.U.A. com alienígenas habitantes de SERPOum planeta do sistema solar duplo de ZETA RETICULI I e IIentre os anos de 1965-1978. 

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

Postagem número 26 – Registro de um contato violento com ETs e sua captura junto com sua espaçonave na RÚSSIA em 1985.

Fontehttp://www.serpo.org/release26.php

VICTOR: A fim de tornar o relatório mais legível para as suas listas enormes de endereços de e-mails, aqui esta o léxico usado pelo serviço de inteligência da CIA em seus relatórios, que vai fazer o seguinte material, ainda muito secreto (classificado), muito mais compreensível.

zetareticuli1e2-solarsitema

Sistema estelar-solar duplo de Zeta Reticuli 1 e 2, onde fica o planeta SERPO

Glossário usado nos relatórios de inteligência da CIA:

  • CAC: Controlled Agency Contact – Contato controlado pela CIA
  • CIA: Central Intelligence Agency 
  • CO: CIA Case Officer-Oficial de caso   
  • CRAFT: alien spacecraft – Espaçonave alienígena
  • FAC: Foreign Agency Contact – Contato estrangeiro da CIA
  • HQ: Headquarters – Sede central
  • KGB: Komitet Gosudarstvennoy Bezopasnosti (Committee for State Security-Comite para Segurança do Estado) 
  • NOC: Non-Official Cover (NO diplomatic immunity extended-Sem cobertura oficial, sem imunidade diplomática extendida) 
  • NSA: National Security Agency – a famigerada Agencia Nacional de Segurança.
  • OCCUPANTS: alien beings – Seres alienígenas
  • PG: Polygraph – Polígrafo
  • RA-049: Moscow CIA Station – Unidade da CIA em Moscou/Rússia
  • CAC-049-0031: Reporting station for Controlled Agency Contact [49] followed by his number [31] – relatório de unidade da CIA de contato controlado pela agência, seguido pelo seu número.
  • SC: Station Chief – Chefe de unidade da CIA
  • SEVEN PRINCE: Codeword for intelligence collection within a foreign country – palavra código para coleta de informação em país estrangeiro.
  • SEVEN PRINCE COBRA: Codeword for foreign intelligence collection within the old Soviet Union – palavra código para coleta de informação dentro da antiga URSS-União Soviética.

Meu grupo e eu lhe damos uma grande margem de manobra para acrescentar qualquer informação adicional que você acha que seja relevante como você fez com Projeto SERPO” postagens 23, 24 e 25, estamos todos muito satisfeitos. Por favor use o seu bom senso continuamente e forneça qualquer material adicional ao seu público-alvo.

ufo-crash

Muitos de seus leitores mais astutos vão notar que há algumas discrepâncias flagrantes neste relatório e ficarão surpresos com a sua brevidade e muitas vezes com a construção da sintaxe quebrada. É importante para todo mundo ler minhas notas no final SOBRE ESTE RELATÓRIO que eu vou pedir para você colocar imediatamente após o “Relatório de contato.” Mais para vir ….   Anonymus     

Notas do Moderador (Victor):

Como é meu costume, eu ter corrigido o relatório original para a falta de artigos, pontuação (ausente ou desnecessária), defeituoso ou com paralelismo e ou mudanças de tempo verbal e hífens inseridos no texto, etc…

A única intenção é fazer com que este  fantástico relatório fique mais legível e tenha um fluxo melhor … é isso (n.T. mas passar para o português dá uma mão de obra e tanto, mas vale muito a pena…).

No entanto, o ORIGINAL do relatório da CIA de 2 páginas foi incluído (cópia mais abaixo) como uma imagem inline e aparecerá no site SERPO.org como miniaturas que qualquer um pode clicar para ampliar a imagem como foi feito na postagem nº 23 em: http://serpo.org/release23.asp

Para aqueles que têm acompanhado as mais recentes postagens do “Projeto SERPO”, o seguinte incidente UFO-ET na ex-União Soviética vai lembrar um pouco o infame Incidente do Portão 3″(na ÁREA 51).  Desta forma, os pesquisadores podem examinar e analisar o documento por si mesmos para ver se acreditam que ele seja uma representação autêntica e genuína do artefato .


Projeto SERPO”, Postagem n º 26 –  

Palavra-chave: SEVEN PRINCE – Resumo das Atividades de Inteligência, RELATÓRIO DE CONTATO 

STATION: RA-49 

FONTE: CAC-049-0031 (um russo agente da CIA)

DATA: 12 de janeiro de 1985 

RESUMO DAS INFORMAÇÕES:

O CAC (um cidadão russo agente da CIA) informou que houve um confronto das forças militares soviéticas com um suposto UFO com extraterrestres em Ceremchovo. O CAC foi levado para o local, após uma espaçonave alienígena ter aterrissado (“UFO”) a noroeste de Ceremchovo base local ICBM 62 (Saskylach-Kovo-Base de mísseis ICBMIntercontinental Ballistic Missile com ogivas nucleares). Os Militares soviéticos enfrentaram os ocupantes alienígenas da espaçonave extraterrestre. Houve um confronto e os militares soviéticos acertaram vários tiros em um dos ocupantes do UFO.

Após o tiroteio, vários outros ocupantes da espaçonave alienígena recuperaram seu companheiro ferido e voltaram para a sua espaçonave. Um feixe de luz (laser?) saiu da espaçonave e atingiu um jipe militar soviético M40, vaporizando COMPLETAMENTE o veículo. Nenhum militar soviético estava no jipe durante o ataque.

Os militares soviéticos dispararam várias rajadas de tiro calibre 12,7 milímetros contra a espaçonave. Uma das rajadas atingiu o trem de pouso da nave extraterrestre. O UFO brilhava com energia de uma cor verde-azulado. Os ocupantes (aliens), em número de quatro, abandonaram e saíram da nave e foram levados sob custódia pelos militares soviéticos. Os tripulantes extraterrestres da espaçonave foram transportados para a base de Saskylach-Kovo  e lá foram detidos.

Ao CAC foi dado acesso aos extraterrestres ocupantes do UFO. CAC relatou que os ocupantes aliens da espaçonave estavam vestidos com uma espécie de macacão justo de cor cinza. Todos os ocupantes tinham a mesma aparência física (n.t. são clonados do mesmo material genético). Foram descritos como:

  • Altura: cerca de 1 metro de altura,
  • Peso: cerca de 25 kg, 
  • Sem nenhum cabelo, 
  • Quatro dedos e nenhum polegar nas mãos,
  • Pés estreitos sem o dedão. 
  • Os olhos eram muito grandes em comparação com o tamanho de sua cabeça. 
  • A cabeça era em forma de pêra. 
  • Não foram observados ouvidos (n.T. Não precisam, são 100% telepáticos).
  • A boca consistia de apenas uma pequena fenda. 
  • Um pequeno nariz foi observado, mas não foram vistas as narinas.

Os extraterrestres foram interrogados, mas ou não entendiam russo, ou não queriam responder. Vários outros idiomas foram tentados, incluindo Inglês, Francês, alemão e espanhol. Os alienígenas ocupantes da espaçonave nunca se comunicaram. Vinte e quatro horas depois os extraterrestres foram transferidos para dentro de uma prisão soviética, e desapareceram. A espaçonave foi retida pelos militares soviéticos, e [também] desapareceu.

RELATÓRIO DE CONTATO: – Detalhes:

Em 22 de Janeiro de 1985, CAC fez contato através de agente de comunicação-device-AN23, sinalizando ao CO que foi solicitado um contato. Em 23 Jan 85, o SC aprovou um plano para realizar uma entrevista fechada do CAC no local 4-SO-P-6. O CO, com o auxílio de CO2, CO3, CO4, CO5 e NOCS-223 e NOCS-101, entrou em contato com CAC. O relatório de contra-vigilância esta anexado.

O contato foi feito no local 6. Um polígrafo (SC solicitou uma rotina PG) foi utilizado. Nenhuma dúvida foi notada. Toda a entrevista foi gravada em áudio e em vídeo pelo CO3. A linguagem utilizada durante a entrevista foi em russo. O CAC relatou o seguinte:

Em 12 Jan 85, enquanto trabalhava em suas funções normais na Regional II, no  Centro de Comando de Controle soviético, CAC foi informado de um incidente no Ceremchovo instalação de mísseis nucleares ICBM envolvendo um UFO-OVNI. Informação específica foi solicitada pelo Comando Central. CAC leu a mensagem inicial do comandante soviético no local da ocorrência.

A mensagem inicial relatou que um OVNI havia pousado a noroeste da base de mísseis ICBM local K3. Militares soviéticos imediatamente se dirigiram à região. Um UFO de cor escura foi encontrado pousado no solo, à leste do comando da Base de mísseis ICBM. Um técnico da base estava em pé perto da fronteira leste, olhando para o UFO. Na medida em que os militares soviéticos se aproximaram a uma curta distância do UFO, 2 (dois) ocupantes extraterrestres da espaçonave saíram através de uma portada espaçonave. Os alienígenas se aproximaram da cerca do perímetro leste das instalações da base ICBM K3.

ets-ufos-greys

Então os militares soviéticos gritaram para que os extraterrestres parassem. Três (3) dos 4 (quatro) ocupantes pararam. O quarto alienígena continuou avançando em direção à cerca. Um oficial de Segurança Militar Soviética disparou várias rajadas de um fuzil automático AK-47a, acertando o extraterrestre, que caiu no chão.

Os três (3) outros alienígenas avançaram em direção ao seu parceiro ferido e recuperaram o seu corpo. Os quatro (4) então voltaram rápido para dentro da espaçonave. Aproximadamente 2 minutos mais tarde, surgiu uma abertura no lado externo do UFO. Um forte raio de luz verde-azulada saiu da embarcação e atingiu um jeep desocupado, VAPORIZANDO-O COMPLETAMENTE. Como o autor do relatório sendo lido pelo CAC disse, o JEEP simplesmente desapareceu, desintegrou-se totalmente.

Um veículo blindado se posicionou contra o UFO e disparou uma saraivada de balas calibre 12,7 milímetros na espaçonave. A nave foi atingida perto do trem de pouso. Os 4 (quatro) ocupantes, menos o ocupante ferido, saíram do interior do UFO e caminharam na direção dos militares soviéticos. Como um dos comandantes no local afirmou, os 4 (quatro) extraterrestres não pareciam ter medo. Eles abordaram o veículo blindado e sentaram-se no chão. O comandante Soviético em cena assumiu que os extraterrestres estavam se rendendo.  

Várias tentativas foram feitas pelos russos para se comunicarem com os alienígenas utilizando a língua russa. Os ocupantes não pareciam compreender o seu interlocutor russo. Os alienígenas foram colocados num jipe e transportados para o Quartel Militar em Saskylach-Kovo, no Edifício Número 45. (Nota: CAC-049-63 relatou que o Edifício Número 45 era a sede do centro de comando da KGB para a Região II. Esta informação foi verificada pela NSA fonte Echo-3.) 

Os ocupantes alienígenas foram colocados no interior de células de detenção, um (1)  ocupante por cada célula. CAC chegou ao Quartel Militar Saskylach-Kovo, Edifício Número 45 em 13 de Janeiro de 85. CAC foi permitido a entrada em cada célula para tentar se comunicar com os alienígenas capturados. CAC falou em Inglês, Francês e Alemão. Os extraterrestres pareciam ouvir enquanto CAC estava falando, mas não responderam. Os ETs ocupantes da espaçonave pareciam ser muito passivos.

Mais 2 (dois) outros funcionários da KGB, um de língua espanhola e o outro falando em Inglês, tentaram se comunicar, mas sem sucesso. O comandante militar soviético do Centro de Comando informou que Moscou estava solicitando que os alienígenas capturados fossem levados para o quartel militar 10 (registros históricos de inteligência indicam que o Quartel 10, era localizado em Obninsk, no sul de Moscou). 

Em 14 de Janeiro de 1985, às cerca de 06:30 horas da manhã, as células onde os aliens estavam retidos apareceram completamente vazias. Não havia sinais de uma saída forçada que fosse observada. A espaçonave, que estava sendo vigiada pela elite militar soviética, a Border Patrol Filial G, também desapareceu do local onde estava sob vigilância. O CAC relatou que os funcionários da KGB soviético tomou mais de 100 fotografias e uma gravação de vídeo de cerca de uma hora dos alienígenas ocupantes da espaçonave. O CAC forneceu 25 cópias das fotografias a esta unidade [da CIA] CO.

ANÁLISE – FONTE: O agente CAC é bem conhecido por HQ(CIA). Ele relatou ser CONFIÁVEL em suas informações pelos últimos 22 anos. CAC é o melhor agente de acesso profundo disponível para o nosso local de operação. As informações fornecidas pelo CAC são algo inacreditável com base no assunto. 

aliens-india

No entanto, este CO sente que a informação justifica estudos adicionais. CO sente que ativos (agentes da CIA) adicionais devem ser direcionados para a área de destino para confirmar informações fornecidas do CAC. O exame das fotografias revelou que os ocupantes da espaçonave não pareciam ser humanos. Vamos permitir que analistas HQ para fazer uma interpretação mais precisa destas fotografias. 

PLANO DE OPERAÇÃO: Depois de conferenciar com o SC, o CO irá planejar um curso de ação para determinar a confiabilidade do CAC e a credibilidade da informação fornecida por ele. Sierra relatório vai acompanhar esse relatório.

[Apaguei informações.]

049-004

– Fim POSTAGEM N º 26 do “Projeto SERPO”


Notas suplementares de Anonymous:

VICTOR:

Você pode apresentar as notas de fundo que eu aqui estou apresentando em qualquer ordem que você desejar. [Eu vou usar o que é conhecido na escrita expositiva como “escrita estilo de transição”.]

1) O “Relatório Inicial” do contato (CAC) foi feito a partir da principal estação de campo na Rússia diretamente para a sede da CIA em Langley, VIRGÍNIA.

2) O que eu providenciei para você é apenas um “Relatório de contato” a que nós nos referimos como “inteligência bruta”, você chamaria de um “rascunho”, como um professor de Inglês. Este “Relatório de Contato” é a primeira coisa saindo “fora do portão” e, basicamente, serve mais como um resumo dos eventos que foram compilados enquanto a memória das pessoas ainda estão frescas, é por isso que é tão curto.

3) O relatório atual, e FINAL é chamado de SIERRA REPORT e é uma apresentação extremamente detalhada de todas as atividade de coleta de dados de inteligência em um evento especial, com todos os COs [da CIA] Oficiais do caso, bem como NOCs submetendo os seus próprios relatórios. Além disso, o Relatório SIERRA REPORT conterá todas as fotografias conhecidas, feitas, gravações (e um resumo do que está nas gravações e um breve resumo do que as fotos supostamente mostram), os resultados dos testes de polígrafo [o detector de mentiras], e é claro, todos os relatórios de campo individuais.

et-silencioTudo isso é dado a um ou dois analistas da CIA que então – trabalho muito com o de um editor ou um professor – montar todos os dados e colocá-los no formato e estilo próprio para apresentação aceitável. Depois disso, a CIA SC assina sobre o Relatório SIERRA REPORT. Esta informação é então encaminhado via malote diplomático para a sede central da CIA em Langley e depois distribuídos em cópias para o pessoal de topo da CIA com “necessidade de saber” e encaminhada a partir daí.

No caso deste incidente de contato Extraterrestres-humano Soviético, se bem me lembro, o relatório SIERRA REPORT estava em algum lugar entre as páginas 66 a 70 descrevendo este evento sozinho.

4) Quando o nosso CAC primeiro fez-nos conscientes deste incidente – antes mesmo do “Relatório de Contato” ter sido finalizado – o SC enviou um teletipo da Estação de Moscou sobre o caso ao CIA HQ (quartel general em Langley). As mensagens de teletipo são divididas em 4 (quatro) categorias:

a) FLASH Message: urgente, T / S [Top Secret] palavra-código dado / obrigatório;

b) IMMEDIATE Message: classificados pelo menos no nível “secreto”, deve ser enviado dentro de 24 horas;

c) PRIORITY Message:  mensagem “confidencial” ou “secreta”, esta é uma mensagem de backup e / ou fornece informações adicionais para uma mensagem de nível “imediato”;

d) ROUTINE Message:  tráfego normal; não pode conter qualquer Informações de inteligência, deve ser de material não-classificado; muitas vezes são informações acessíveis publicamente, tais como artigos de jornal, artigos de revistas e outros relatos da mídia publicados.

De particular interesse, são as NOCs [pessoal oficiais sem cobertura diplomática], que são os nossos “James Bonds”, tipos de capa e espada que você vê retratado no cinema, TV e literatura popular, NÃO COs da nossa CIA [oficiais de casos].

Esta informação deve fornecer ao seu grande público leitor o contexto adequado e o enquadramento deste relatório de 2 páginas que nos foi apresentado. Mais para vir…  –  Anonymus

CÓPIAS (02 páginas) FAC SÍMILE DO RELATÓRIO (Clique nas imagens para ampliar):

serpo-russia-01

PÁGINA 1

serpo-russia-02

PÁGINA 2

NOTAS finais do Moderador:

1) O uso de arma com feixe de energia dirigida que vaporizou o jipe soviético lembra muito o episódio de um segurança da ÁREA 51 sendo vaporizado pelo CBE-1 [Cloned Biological Entity-1, também conhecido como um “Archquloid”] como relatado no “Incidente do Portão 3” agora imortalizado em “Projeto SERPO” POSTAGEM 23A

NOTA: eu retenho informações sobre o uso do dispositivo de feixe de energia pelo alien CBE-1  direcionada para uma futura postagem sobre SERPO pendente  por causa de alguns informações específicas.

2) Como você, eu também observei as duas (2) grandes discrepâncias no relatório que você acabou de ler. No entanto, sinto que elas foram suficientemente abordadas nas notas SUPLEMENTARES de ANONYMOUS. Baseado no que ele disse, o relatório bruto inicial foi certamente “polido”, mais tarde, para a gramática, estilo, uso e acordo/consistência de todos os fatos relatados e conhecido como esta estabelecido no “Relatório de contato.”

3) No relatório de contato, é notado que dois (2), e não três (3) ocupantes aliens sairam de dentro da nave e, em seguida, diz que três dos quatro pararam sob o comando soviético. Em que ponto o terceiro e quarto ocupantes alienígenas sairam de sua espaçonave? Como eu disse, esse foi o primeiro,  (“rascunho”) RELATÓRIO e lacunas de informação como esta foram certamente cobertas, dirigidas e respondidas quando o relatório final SIERRA REPORT foi emitido.

4) Eu sou apenas o mensageiro para fornecer este relatório … é para a comunidade de investigadores profissionais sobre UFOs, autores e até mesmo pesquisadores de “poltrona” de OVNIs  para determinar a validade deste fato verdadeiramente surprendente – Se ele for verdade – o encontro (com combate) ETs-humanos na antiga União Soviética já a mais de 22 anos atrás ….


Informações complementares sobre as duas (CIA e KGB) agências de inteligência-chave envolvidas no INCIDENTE SOVIÉTICO de encontro com tripulantes aliens de um UFO na Rússia EM 1985

CIA-Central Intelligence Agency: A Agência Central de Inteligência foi criada pelo presidente Truman para coordenar serviços de inteligência dos EUA e se tornou a agência global para a recolha e avaliação de dados e informações de inteligência e para estender a influência dos EUA através da ação secreta de seus agentes.

A CIA foi concebida pelo Major General William “Wild Bill” Donovan, diretor do Escritório de Serviços Estratégicos [OSS = “Oh, So social!”]. Piadistas disseram que por causa de um grande número de agentes do OSS veio junto as origens aristocráticas de universidades da Ivy League que tinham sido recrutados por Arnold Wolfers, mestre do Pierson College.

Em 1944, Donovan sugeriu ao presidente Roosevelt que, após a Segunda Guerra Mundial, os Estados Unidos deveriam criar um tempo de paz, e um serviço de inteligência atuante em todo o mundo. Numa quinta-feira, dia 18 de setembro de 1947, a Agência Central de Inteligência-CIA foi criada.

Uma emenda foi feita em 1949 à lei 1.947 que permitia a CIA para manter seus funcionários títulos e salários secretos, esconder o seu orçamento, e os contratos de concessão para empresas privadas sem licitações. A agência também foi autorizada a premiar com residência e cidadania permanente para estrangeiros e suas famílias que fornecessem informações valiosas. Isso geralmente significa dando abrigo a desertores e agentes estrangeiros.

 ufocerrogordojunho2006

A CIA criou um Escritório de Operações Especiais (OSO) para lidar com ação encoberta. Em junho de 1948, uma outra ação diretiva do NSC-National Security Council (Conselho de Segurança Nacional) autorizou “ação direta preventiva, incluindo ação de sabotagem, anti-sabotagem, medidas de demolição e evacuação, de subversão (interna) contra estados hostis aos EUA (n.T. ou aos “interesses” de quem realmente controla e governa os EUA), incluindo a assistência a grupos de resistência subterrânea em países estrangeiros…. “

Durante o incidente do encontro imediato com aliens e UFO na União Soviética, o diretor da CIA era William J. Casey, nomeado pelo presidente Ronald Reagan, e serviu como DCI de 28 de janeiro de 1981 – 29 de janeiro de 1987. Servindo como o DDCI foi N John McMahon, também nomeado por Reagan, e serviu de 10 de junho, 1982- 29 de Março de 1986.

Nota de rodapé: O atual secretário da Defesa (em 2007), Robert M Gates, temporariamente  atuou como diretor interino durante a doença de Casey de 18 de dezembro de 1986 – Maio 26, 1987.


Sobre GRUPOS DE INTELIGÊNCIA da CIA e KGB:

GRUPO ESPECIAL da CIA: O Grupo Especial era uma organização interdepartamental sênior encarregada de supervisionar operações ocultas de alto risco da CIA durante a década de 1950 e início de 1960. Também conhecido como o Grupo 5412, o Grupo Especial traçou sua linhagem desde o início das operações do Conselho de Coordenação (OCB). O OCB foi posteriormente rebatizado de Group 5412, ou simplesmente o Grupo Especial.

Durante o governo do presidente John Kennedy, o Grupo Especial era conhecido como o Comitê 303 – depois com uma sala no escritório executivo do complexo de governo em Washington. O grupo mais tarde ficou conhecido, respectivamente, como Comitê 40 e, em seguida, o Grupo Consultivo de Operações. Os membros da Grupo Especial incluia representantes do Departamento de Estado dos EUA, do Departamento de Defesa dos EUA, do Joint Chiefs of Staff (JCS), do Escritório Oval (Presidência) e a CIA.

OPERAÇÕES DE GRUPO CONSULTIVO: Durante a administração de Richard Nixon, o Comitê  303 tornou-se conhecido como o Comitê 40. Depois que houve a Audiências do Comitê de 1975, e o subsequente estabelecimento da (IOB) Intelligence Oversight Board, o Comité 40 foi renomeado Grupo Consultivo Quartel General-HQ de Operações.

MESA DE COORDENAÇÃO de OPERAÇÕES: As Operações de Coordenação de Administração ou OCB foi a  primeira de uma série de altas organizações interdepartamentais encarregada de supervisionar as operações secretas de alto risco da CIA. Em 3 setembro de 1953, o presidente Dwight Eisenhower emitiu a Ordem Executiva (EO) 10483, que criou a OCB (EO 10483 também eliminou a Conselho de Estratégia Psicológica). Em 19 de fevereiro de 1961, o presidente John Kennedy emitiu uma abolição diretiva da OCB. Todas as funções da OCB foram transferidas para o Grupo Especial.

CIA-entrada A sede da CIA: É em Langley ou McLean, VA? Tecnica e paradoxalmente, a sede da CIA  esta em ambos. “Langley” é o nome do  bairro McLean em que a sede da CIA, também conhecido como o Centro de Inteligência George Bush, está localizado. A cidade de McLean foi fundada em 1910. Antes dessa época, a área onde está localizada a sede da CIA era conhecida como Langley.

Em 1906, a ferrovia começou a operar, e a população de Langley e nas proximidades de Lewinsville cresceu rapidamente. Em 1910, os correios destes cidades fecharam, e uma nova estação de correios, em McLean, foi aberta. Em 1959, o Governo dos EUA abriu caminho para construir o edifício sede da CIA. A construção foi concluída em 1961, acrescentando mais um capítulo na longa história de McLean. Apesar da mudança de nome, em 1910, o nome “Langley” é ainda hoje usado para descrever a área.

– A KGB da União Soviética –

KGB – Komitet Gosudarstvennoy BEZOPASNOSTI [Comitê de Segurança do Estado ]: Foi a agência soviética responsável pela segurança do Estado comunista de Março de 1954 até outubro de 1991 – véspera do fim da União Soviética em Dezembro de 1991.

Posteriormente, as principais funções de inteligência estrangeiros da KGB foram designados para o Serviço de Inteligência Central recém-criada. De 1960 a 1966, a KGB era também responsável pela segurança interna da União Soviética. As funções do KGB incluíam contra-espionagem, inteligência estrangeira, coleta e análise de informações, contra-espionagem para as forças armadas, proteção de fronteiras terrestres e marítimas e certas FUNÇÕES especiais de segurança, entre elas o controle de armas nucleares, comunicações para liderança nacional e o fornecimento da guarda do Kremlin.

A KGB foi a maior agência de inteligência e polícia secreta do mundo, maior até do que todas as agências de inteligência ocidentais combinadas. Durante a maior parte da sua existência, foi responsável pelas funções que, nos Estados Unidos são realizadas por diversos serviços e agências: pela CIA, NSA, FBI, DIA, guardas de embaixadas dos Marine Corps, agências de contra-inteligência militar, a Patrulha de Fronteira dos EUA, Guarda Costeira e o Serviço Secreto dos EUA. 

Durante o tempo do desembarque da nave alienígena em janeiro de 1985, V.M. Chebrikov era o presidente da KGB desde dezembro de 1982 – agosto 1988. 

ORGANIZAÇÃO KGB: A organização básica da KGB em seus últimos anos era constituída de nove (9) principais diretorias.

Durante os anos 1980, a KGB foi estimada como tendo mais de 400 mil funcionários ativos, incluindo aproximadamente 230 a 250 mil tropas de fronteira.  Sinalização e segurança com cerca de 50 mil tropas de apoio a nível nacional e Liderança do partido Comunista. Havia também várias centenas de milhares de informantes KGB dentro da sociedade soviética, incluindo o governo e as forças armadas.

Estimou-se que entre 40% a 60% dos funcionários da Embaixadas Soviética  em Washington, DC, eram agentes da KGB. Diretores da KGB também atuavam nas áreas de combate, de apoio militar soviético e dos interesses do estado . De 1954 a 1989, um total de 572 funcionários da KGB foram mortos durante “Prestação de assistência técnico-militar com outros países” – incluindo países árabes, Vietnã do Norte e no Afeganistão – e em conflitos na fronteira soviética.

manipulação-ocidente-nwo

A KGB e seus antecessores operou uma grande rede de treinamento e formação de agentes, com várias escolas de espionagem para treinar agentes de segurança e inteligência soviética e do Leste Europeu. O centro de treinamento em Pushkina, perto de Moscou, foi amplamente utilizado para treinar terroristas árabes.


Fontes: 

Enciclopédia da Agência Central de Inteligência – By W Thomas Smith,

Jr, ISBN # 0816046670, R $ 19,95, 282 págs, pp 180, 213, 258, 260-62. 

SPY LIVRO: Enciclopédia de espionagem, 2nd ed, – por Polmar e Allen, ISBN # 0375720251, $ 21,95, pp 719, pp 126-134, 355-358.


SUGESTÕES / Leitura recomendada:

http://www.amazon.com/Soviet-Ufo-Files-Paranormal-Encounters/dp/1858338581

http://www.amazon.com/Soviet-Ufo-Files-Paranormal-Encounters/dp/0756775116

SOVIETIC UFO FILES: Encontro Paranormal por trás da Cortina de Ferro – Por Paul Stonehill (Autor), Philip Mantle (Prefácio)

DETALHES DO PRODUTO: 

Lista Preço: $ 25.00

Hardcover: 123 páginas

Editor: Diane Pub Co (Fevereiro de 1998)

Idioma: Inglês

ISBN-10: 0756775116

ISBN-13: 978-0756775117

Dimensões do produto: 10,5 x 8,5 x 0,7 polegadas 

Peso: 1,6 £ (ver os melhores preços e as políticas de envio)

Média Customer Review: 3 Opiniões

Amazon.com Classificação das Vendas: # 1737882 em Livros

COMENTÁRIOS DO AUTOR:

Eu sinto que preciso acrescentar algumas palavras sobre o livro. Os editores me deram apenas 124 páginas para escrever sobre o  fenômeno UFO soviético e russo. Eu fui capaz de incluir o máximo de informação fascinante o tanto quanto possível, para dar muito mais detalhes e a discussão de casos e padrões, eu precisaria de centenas de páginas.

Mas este é um grande livro e uma boa introdução ao assunto para aqueles que sabem pouco sobre os segredos de fenômenos paranormais soviéticos. Há endereços de pesquisadores russos e ucranianos, que você deve entrar em contato com eles.

Leitores ocidentais vão aprender dessas histórias incríveis como o incidente Ishimba de 1953 sobre a taiga; estranho relato do desaparecimento da sonda Phobos II; vontade de ver trechos dos arquivos da KGB, e segue relatos de militares soviéticos observadores que tiveram que relatar objetos estranhos no céu sobre os SILOS nucleares de mísseis, submarinos, cosmódromos secretos … Chernobyl, Monchegorsk, Dalnegorsk, Tunguska, os avistamentos da Segunda Guerra Mundial, antigo avistamentos de OVNIs Russos … o livro aborda muito.

Mais uma vez, estou orgulhoso dos nossos esforços, e sou eternamente grato aos meus contatos na antiga URSS – União Soviética, a Rússia moderna, o meu país de nascimento Ucrânia, ao Uzbequistão, e todos os outros. Se você comprar o livro ou não é com você ….

– Paul Stonehill – rurcla@hotmail.com

© 1996 – 2007, Amazon.com, Inc. ou de suas afiliadas. Para discutir esta versão no Open Minds Forum, por favor  clique aqui .

Para ver demais postagens anteriores sobre SERPO acesse

  1. http://thoth3126.com.br/category/serpo-zeta-reticuli/

Permitida a reprodução desde que respeite a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

2 Responses to Serpo-Zeta Reticuli-26-Programa secreto de Intercâmbio EUA-ETs

  1. HÉLCIO GONCALVES DA SILVA

    SENHORES
    09/01/2.017

    ETES SERES POSSUEM UMA COMPOSIÇÃO SEMELHANTE AO NEUTRINO QUE ATRAVESSA QUALQUER COISA SEM QUE NUNCA ESTIVESSEM DENTRO DESTAS COISAS E O SUMIÇO DA AERONAVE DELES FOI PELO BLOQEIO ÓTICO COISAS QUE NOS AINDA NÃO DOMINAMOS.
    A CONSTITUIÇÃO DELES É MUITO DIFERENTE E AO PERGUNTAR EM VÁRIAS LINGUAS ELES FIZERAM EM SILENCIO UMA VARREDURA NAS MENTES DOS CÉREBROS DOS PERGUNTADORES.
    ISTO É O QUE OCORREU.

    HÉLCIO GONÇALVES DA SILVA
    LABREA – AMAZONAS
    B R A S I L

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *