browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Serpo-Zeta Reticuli, o Programa de Intercambio, Post 23a

Posted by on 13/12/2016

serpo-zetaO Projeto SERPO, um Programa de Intercâmbio secreto do governo dos EUA com alienígenas habitantes do sistema solar de Zeta Reticuli 1 e 2 – 

Postagem nº 23A, liberada em 15 de dezembro de 2005.

A liberação gradual dos documentos confidenciais relativos a um programa de intercâmbio ultra-secreto de doze militares dos E.U.A. com alienígenas habitantes de SERPOum planeta do sistema solar duplo de ZETA RETICULI I e IIentre os anos de 1965-1978.


Portanto, não os temais; porque não haverá nada encoberto que não seja revelado, nem oculto que não seja descoberto”.  Mateus, 10:26.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

 “O Incidente do Portão 3”, a tentativa de fuga de um extraterrestre do nível “S” da ÁREA 51.

Fontehttp://www.serpo.org/release23.php

Nota do tradutor: Devido ao tamanho do documento e a quantidade de informações, essa postagem que no site original é uma só, foi dividida em duas: 23a e 23b para uma melhor compreensão do conteúdo da mesma.

O Projeto SERPO – O Programa de Intercâmbio com Zeta Reticuli 1 e 2 – Post nº 23 – (liberada em 15 de Dezembro de 2005)

 “O Incidente do Portão 3″, a tentativa de fuga de um extraterrestre do nível “S” da ÁREA 51.

 Este e-mail foi originalmente recebido na terça – feira, do dia 04 de junho, ano de 2007, às 09:26 pm.  O que eu tenho feito é reproduzir o fluxo original de informações, incluindo alterações posteriores  e, em seguida, adicionando as seguintes novas subseções  no FIM da postagem original…

Um relatório especial por Victor Martinez

NOTA do moderador Victor Martinez:  Tópico da lista sobre UFO

  •  ADENDO sobre o local da prisão do visitante alien: INFORMAÇÕES DETALHADAS que levou ao tiroteio no “Incidente do Portão 3” !
  •  Uma revelação bombástica! Conheça o “segredo” que conecta e põe todas as 5 espécies de ALIENÍGENAS juntas e a identidade OFICIAL DO ALIEN FERIDO  à bala (no incidente do portão 3) que nunca foi antes publicada !
  •  O DISPARO  no Portão 3:  O sangrento tiroteio, e os detalhes do infame “INCIDENTE DO PORTÃO  3”, revelado aqui em primeira mão!
  •  Espécies exóticas extraterrestres catalogadas e suas origens Cósmicas;
  •  Os dados astronômicos dos planetas de origem das civilizações alienígenas;
  •  Mais : citando documentos CLASSIFICADOS Top Secret com + de 20 anos, ANONYMOUS divulga 2 espécies EXÓTICAS originárias de uma constelação particular. E agora um novo livro e um artigo de revista CONFIRMAM que vida alienígena EXISTE em um planeta dentro dessa constelação: o braço de CYGNUS** … Uma leitura obrigatória!
  • A estrutura física da Via Láctea: Uma breve descrição da nossa Galáxia Via Láctea em espiral – TIPO SABbc – com seu Sol Central em Sagitário;
  • Anos-luz como unidade de MEDIÇÃO … O que é exatamente isso?
  • Fontes de referência SUGERIDA.

(**) n.t.: A Constelação de CYGNUS (o Cisne): Cygnus (Cyg), o Cisne, é uma constelação do hemisfério celestial norte. O genitivo, usado para formar nomes de estrelas, é Cygni. Esta constelação possui 50 estrelas visíveis a olho nu e numerosas estrelas duplas ou múltiplas e as mais brilhantes são Deneb e Albireo. A estrela 61 Cygni foi a primeira a se medir, em 1838, a distância em relação à Terra que fica a 11 anos-luz. As estrelas principais dessa constelação desenham na Via Láctea a figura de um cisne de asas abertas e às vezes é chamada de Cruz do Norte.

cygnus (2)

As constelações vizinhas são Cepheus, DRACO (origem da espécie reptiliana dos Draconianos), LYRA (origem de uma raça de extraterrestres GREYs, aliada aos reptilianos de DRACO), Vulpecula, Pegasus e LACERTA (também a origem de outra espécie extraterrestre de reptilianos que vivem no subterrâneo da Terra.

Saiba mais a respeito em:

http://thoth3126.com.br/category/reptilianos/).}

Para aqueles de vocês que leram o e-mail original de 06-04-2007, desloque-se para: “Habitação do visitante” e leia a partir desse ponto para todo o novo material publicado. Este constitui agora a terceira versão – e espero que seja a FINAL! – deste assunto e estamos nos prepararando para passar para outros tópicos de divulgação sobre SERPO, o planeta com vida humana no sistema solar duplo de Zeta Reticuli 1 e 2.

“O Incidente do Portão 3 ” é um assunto que veio à tona originalmente em dezembro de 2005, quando eu estava em comunicação regular com as divulgações de Anonymus sobre o Projeto “Serpo”

Porque alguém deixou escapar o “gênio de dentro da garrafa” (Paul McGovern?), Eu já tinha recebido autorização para liberar a informação a seguir ainda CLASSIFICADA como secreta. O relato seguinte é a verdadeira história do “Incidente do Portão 3” como foi dito por ANONYMOUS e seus colegas da D.I.A. (Defense Intelligence Agency). Como sempre, os meus próprios comentários / observações são colocados eentre [ ] colchetes.

Acima: Sistema solar binário Zeta Reticuli 1 e 2 (Zeta Ret, ζ Reticuli, ζ Ret) é a designação Bayer para um amplo sistema binário de estrelas na constelação austral do Retículum. Do hemisfério sul o par pode ser visto como uma estrela dupla a olho nu em céus muito escuro. Com base em medições de paralaxe, este sistema está localizado a uma distância de cerca de 39 anos-luz (12 parsecs) da Terra. Zeta2 Reticuli é orbitado por um disco de detritos circumstellar. Ambas as estrelas são análogas solares que compartilham características semelhantes com o nosso sol.

—————————————————————————–

Vamos ao E-mail:  De: ANONYMOUS – Data: Qui, 15 de dezembro de 2005, 8:39 pm (PST 3)

Para: Victor ** @ ***** net. (Victor Martinez)

Assunto: O alienígena que tentou fugir e o Incidente do Portão 3″

VICTOR: Obrigado por sua pergunta recente, que lhe disseram sobre esse evento? É ainda altamente classificado como secreto, a menos que receba outras instruções de mim ou de qualquer membro do nosso grupo [DIA-6], este assunto é para permanecer entre você e eu apenas.

Esta é a verdadeira história do incidente do Portão 3.

DATA: Este incidente ocorreu em abril de 1983.

JUSTIFICATIVA: Portão 3 era uma designação para uma entrada no Complexo Groom Lake/ÁREA 51. Esta porta é ligada ao complexo de Groom Lake com Área51. Os portões que cercam o complexo de Groom Lake eram de responsabilidade de uma empresa de segurança privada [Wackenhut Corp]. Houve uma mistura de segurança privada (mercenários) e segurança militar para guardar o complexo.

SOBRE a ÁREA 51 saiba (informe-se) mais em:

  1. http://thoth3126.com.br/area-51-entrevista-de-david-adair/
  2. http://thoth3126.com.br/area-51-entrevista-de-david-adair-parte-2/
  3. http://thoth3126.com.br/area-51-entrevista-de-david-adair-parte-3/
  4. http://thoth3126.com.br/area-51-e-seus-segredos-por-david-adair-parte-de-final/

EVENTO: O incidente ocorreu quando um “visitante”, [Extraterrestre Entidade / ETE] estando alojado na ÁREA 51, Nível S-2  fugiu, escapou da instalação. Um enorme procura foi iniciada pelas forças militares e de segurança privada. O extraterrestre visitante estava a pé e deixou o estabelecimento S-2 no subsolo através da porta de um cofre aberto.

Narrativa: Como parte da equipe de pesquisa estava o Diretor de Segurança para o complexo deGroom Lake e um agente Especial de Investigação do Escritório da Força Aérea [AFOSI], que era o oficial de contra-espionagem para o complexo. Ambos estavam viajando em um jipe na porta de saída traseira do complexo de Groom Lake para o portão que dá acesso para a Área 51, o conhecido Portão 3.  Na medida que o jipe se aproximou do Portão 3, o agente AFOSI notou que estava faltando a guarda no local de acesso ao portão. Quando o jipe parou no local, o agente saiu do jipe para investigar.

MASSA CRÍTICA: O agente AFOSI foi até o portão para verificar a guarda. Quando ele chegou perto da porta de acesso à frente do portão, oagente notou que o interior da sala do portão estava salpicado de sangue. Oagente também notou que pequenos pedaços de partes de um corpo humano foram deixados no local.

O agente voltou para o jipe e contatou a Central de Segurança, o Controle principal,  escritório primário de segurança para o complexo e relatou o que viu e suas conclusões. O Diretor de Segurança entrou em contato com seu escritório por meio de um telefone celular, montado dentro do jipe. O agente AFOSI, armado com apenas um pistola automática militar .45, procurou pelo local à procura do autor dos disparos no portão que matou o guarda.

Flashpoint: O agente localizou o “visitante extraterrestre”, deitado perto de um bueiro de águas subterrâneas/pluviais. Ele interpelou o visitante alienígena, ordenando a ele para desistir da fuga. O visitante extraterrestre fugiu embora, seguido pelo agente. Em algum ponto da perseguição, o agente AFOSI disparou sua arma no extraterrestre visitante, como um aviso. O visitante extraterrestre, virou-se então apontando algo para o Agente AFOSI.

O agente então disparou diretamente no visitante, atingindo-odiretamente no peito com duas (2) balas da sua pistola automática calibre 45. O visitante extraterrestre caiu no chão alvejado. Demorou cerca de 18 minutos para a segurança adicional chegar no local. O extraterrestre foi colocado dentro de uma câmara de contenção e transportado de volta para a unidade Nível S-2 no interior dos subterâneos da ÁREA 51. O extraterrestre se recuperou dos ferimentos à bala mais tarde.

ACOMPANHAMENTO: O incidente foi investigado pelo FBI e pelo  Escritório de Investigação Especial da Força Aérea [AFOSI-Air Force Office Special Investigations)]. O incidente continua classificado como Top Secret.

A IDENTIDADE do Extraterrestre: A espécie alienígena da criatura envolvida no incidente do Portão 3 foi um extraterrestre da raça alienígena Archquloid.

ÁREA 51 em foto tirada de satélite, uma das bases subterrâneas mais secretas do complexo militar dos EUA, no estado de Nevada, com oito níveis subterrâneos e local de contatos com várias raças de seres extraterrestres e de experimentação genética.

O ser ARCHQULOID: O alienígena é descrito como um dos ” Greys com Grande Nariz”. Era um espécime com 5 ‘6 ” (1,69 metros) de altura, cinza e/ou bege com grandes e negros olhos oblíquos e uma cabeça tipo um cogumelo, com quatro (4) dedos longos nas mãos. Eles têm olhos amarelos com pupilas verticais e grandes (como os RÉPTEIS), nariz de bico. Eles são geneticamente engendrados (fabricados) pelos Ebens de SERPO [clonados] e foram dados ao Governo dos EUA para observação, exames e estudo desses Ebens.

Local de “hospedagem”: Este visitante especial extraterrestre vivia em “The Bubble” oficialmente conhecida como “a esfera limpa”, localizado entre os níveis 2 e 3 do nível 8-S-2, uma  instalação subterrânea na ÁREA 51. Se a memória não me falha, havia 12-15 compartimentos dentro da “The Bubble” ou “a bolha/esfera limpa”, que ficava localizada no extremo sul da instalação S-2.

Tanto o ser Archquloid bem como o outro alienígena hospedado, chamado de J-ROD, ambos viviam em dois (2) dos compartimentos 12-15 marcado como “Hospedagem de Extraterrestres”. Victor, é importante notar aqui que J-ROD e a criatura Archquloid não eram uma e a mesma coisa, e que as afirmações feitas por alguns estão  simplesmente equivocadas. O Archquloid não conseguiu escapar, nem J-Rod.

O que nós especulamos é o por que é que o extraterrestre Archquloid tinha que viver  a sua existência na “esfera limpa” e só poderia passar uma quantidade mínima de tempo em nossa atmosfera, que uma exposição excessiva a nossa atmosfera de alguma forma afetou a sua sanidade mental e o seu intelecto.  Além disso, fez com que a criatura se tornasse delirante, desorientada e perdesse suas faculdades mentais para fazer análise, ter raciocínio e capacidade de julgamento.

Em linguagem de rua, ele “perdeu a sua mente” ou estava de mente doentia, enlouqueceu, o que o induziu para a sua tentativa de fuga da ala de alta segurança de sua instalação “esfera limpa” e o assassinato resultante da guarda de segurança do Portão 3.

——————————————

E-mail De: ANONYMOUS

Data: Sábado, 9 de junho de 2007, 10:46 pm (PDT +3)

Para: Victor ** @ ***** net.

Assunto: O Incidente no Portão 3.

VICTOR: Eu não posso lidar diariamente com o seu quase incessante e constante fluxo de perguntas sobre o Incidente do Portão 3 e os dados  astronômicos que você fica me perguntando por conta da origem estelar dos nossos visitantes extraterrestres. No momento presente, Eu vou liberar mais e mais documentos, alguns dos quais serão liberados para você, para distribuição pública através de sua lista grande de e-mails e o site sobre SERPO durante o verão e o outono.

Porque muitas de suas perguntas exigem alguma pesquisa da minha parte, e elas estão me distraindo a partir deste outro trabalho importante, eu tenho dirigido dois (2) de nossos membros do DIA-6 para se comunicar com você diretamente, todos nós falamos a uma só voz. Se você desejar combinar e reapresentar as suas respostas como uma (1) só ou dividi-las, pouco importa para mim, você tem a minha  plena confiança e do meu grupo também a respeito de como você deseja prosseguir.

——————————————

ADENDO sobre a moradia do visitante extraterrestre:
INFORMAÇÕES DETALHADAS que levou ao “Incidente do Portão 3”

De: MEMBRO DO DIA-6

VICTOR: Aqui está a informação de fundo detalhada sobre “O Portão 3

Incidente “que levou à série infeliz de eventos em abril de 1983. Isso tudo é explicado em um relatório de 300 páginas publicado em “O Portão 3
Incidente “, que combina os esforços de investigação, tanto do FBI e

do AFOSI. Os Ebens de SERPO nos apresentaram criaturas que eles criaram. Sim, eles podem clonar quase qualquer tecido vivo e transformar em uma criatura através de um método chamado de “ciclo rápido de clonagem “. J-ROD era um ser, uma criatura criada pelos Ebens. Ele era inteligente, continha uma mente brilhante e foi capaz de se adaptar rapidamente a nosso meio ambiente aqui na Terra.

A segunda criatura – o fugitivo Archquloid – era mais primitivo. Essa segunda criatura era um tipo de escravo (dos Ebens de SERPO). Ele pode ser controlado, seguir ordens dadas e era seguro, ou pelo menos se pensava que era seguro. A segunda criatura ERA CONTROLADA por um “CHIP NO CÉREBRO”, e era controlada funcional e remotamente por um  caixa preta pequena.

Os Ebens nos “deram” esta criatura para nós, para experiências médicas. J-ROD ficou frustrado com nossos esforços para controlar esta criatura. OArchquloid era plenamente capaz de se comunicar telepaticamente com J-ROD. Em algum momento, a criatura expressou o desejo de ficar livre. J-ROD então libertou a criatura e, por consequência, tivemos o “Incidente do Portão 3”.

Depois do incidente, J-ROD (desenho de sua aparência à direita) foi colocado numa instalação de  confinamento seguro [Contenção]. A criatura Archquloid – que sobreviveu ao tiroteio e ficouclinicamente curado foi colocado dentro de um mundo com instalação mais segura e contido por um sistema fornecido para nós pelos Ebens. A criatura extraterrestre morreu cerca de um (1) ano mais tarde, a partir de uma mistura do trauma associado com o incidente e a sua atividade cerebral, que simplesmente falhou.

Após este incidente, J-ROD nunca mais foi totalmente confiável novamente. Ele estava sob controle rigoroso em todos os momentos. Seus maneirismos se alteraram. Seu humor mudou por causa da detenção aumentada. J-ROD, embora suave, ficou aborrecido com estas novas medidas de segurança.

——————————————

NOTÍCIA BOMBÁSTICA, UMA REVELAÇÃO! APRENDA UM “SEGREDO” que conecta todas as 5 espécies Extraterrestres e a identidade nunca antes publicada do alienígena ferido.

De: MEMBRO DO DIA-6

VICTOR: Você nos fez um monte de perguntas para o nosso grupo.

Existem duas (2) ligações comuns entre cada grupo extraterrestre e os Ebens (habitantes de SERPO). A primeira conexão é que os Ebens descobriram cada grupo, civilizando-os e mais tarde clonando suas espécies com as outras. É um assunto extremamente complicado, e é algo que eu não me importo de informar para você. Enquanto nós não sabemos todos os detalhes, basicamente, os Ebens (de SERPO) usaram o DNA de cada grupo extraterrestre.

O segundo elo comum é o DNA. Cada grupo estrangeiro tem o mesmo e exato DNA. Como isso é possível, não sabemos. As instalaçoes no Nível 2 no S-2é onde J-ROD e o outro estrangeiro [Archquloid] vivem. Eles tem instalações especiais de contençãopara abrigar os alienígenas, J-ROD e o Archquloid.

Victor, uma coisa que nunca foi divulgada é o nome dado ao segundo alienígena, o que foi ferido com um tiro [o Archquloid]. O governo dos EUA chamou/rotulou esse ser extraterrestre com o nome de: CBE-1 (CLONED BIOLOGICAL ENTITY-1) ou Entidade Biológica Clonada 1.

Isso nunca foi oficialmente divulgado ao público, você tem uma informação em “Primeira Mão” aqui. A palavra “Archquloid” foi cunhada pelos cientistas da  A51 [ÁREA 51] para classificar cada raça extraterrestre alienígena diferente. Nós sabíamos de cinco (5), toda essa informação nos foi dada pelos Ebens de SERPO. Desenvolvemos outros nomes para cada raça, especialmente para o “Archquloid” que era a criatura que foi baleada no incidente do Portão 3.

Os Ebens clonaram outras raças de alienígenas. Como um dos meus outros colegas recentemente escreveu e disse, é realmente uma incrível e complexa  história. Mas o Archquloid era uma entidade biológica clonada [CBE-1], criado pelos Ebens. Levaria centenas de horas e milhares de páginas de esclarecimentos escritos para explicar tudo, nem eu  sou preparado para fazer isso.

Os outros seres QUADLOIDS também foram geneticamente criados pelos Ebens. Os seres Quadloids foram clonados a partir de duas (2) outras espécies. Então, como você pode ver, realmente fica muito complicado, portanto, a minha relutância em aprofundar no assunto também.

Quanto à sua pergunta sobre o número de instalações “S” na ÁREA 51: Eu só posso dizer que há nove (9) de tais níveis dentro da instalação S-2 na ÁREA 51, Como o que é feito em cada nível, e em cada instalação, eu não quero divulgar essa informação altamente classificada como secreta pois poderia muito bem comprometer a segurança da base, o nosso grupo foi unânime sobre esta questão.

Em apenas no mais geral dos termos, são nove (9) os níveis do complexo S-2 na ÁREA 51. Eles são:

  • Nível 1: Administração;
  • Nível 2: Contenção para visitantes extraterrestres;
  • Nível 3: armazenamento aberto e locais de trabalho para as espaçonaves (UFOS) dos visitantes extraterrestres (imaginem o tamanho);
  • Nível 4: Quartos de contenção HAZMAT (?);
  • Nível 5: Teste de sistema de propulsão e Estação Experimental APS;
  • Nível 6: Contenção secundária de espaçonaves de visitantes alienígenas;
  • Nível 7: Cofres de armazenamento dos “presentes” recebidos dos extraterrestres visitantes [referenciado em SERPO PUBLICAÇÃO nº 19];
  • Nível 8: local de armazenamento para dispositivos de alta energia dos extraterrestres visitantes;
  • Nível 9: Não era usado, pelo menos até 1995.

Tenha em mente que, por vezes, o nível S-2 é referido como uma instalação, unidade com 8-níveis (subterrâneos), desde que o nível/andar que abriga nossos visitantes extraterrestres muitas vezes não é contado como um andar, eu listei para você exatamente como aparecem no Manual de Segurança da Base.

 Acima: Incubadoras de clonagem de seres híbridos na Base Subterrânea de Dulce: (http://thoth3126.com.br/dulce-book-conexao-draconiana-reptiliana-capitulo-13/) “… O nível 7 é o pior. Fileira após fileira de mais de 1,000 seres humanos e uma mistura com humanos permanece em armazenamento a frio. Aqui também estão embriões de seres humanoides em vários estágios de desenvolvimento (in Vitro). Além disso, muitas crianças humanas permanecem em cubas de armazenamento. Quem são [eram] essas pessoas“

Estamos todos muito bem cientes de que você desenvolveu outros contatos de alto nível governamental, por isso, se uma de suas outras fontes der mais detalhes, gostaria de pedir que você pensasse duas vezes antes de publicá-las pelas razões que lhes indicamos. Uma descrição detalhada de cada  instalação do “Nível S” da ÁREA 51 poderia também trazer-lhe alguns problemas legais muito caros.

Eu não posso responder suas perguntas sobre astronomia, um outro membro do nosso grupo tem extensos dados astronômicos sobre a origem planetária e sistemas solares/estelar de muitas espécies exóticas, eu vou pedir para ele entrar em contato com você.

——————————————

O sangrento, e absolutamente horríveis detalhes do infame “GATE 3 INCIDENTE”, revelados aqui em primeira mão!

De: MEMBRO DO DIA-6

Quanto ao “O Incidente do Portão 3,” todo mundo tem suas próprias opiniões. Com respeito aos agentes da Força Aérea AFOSI diretamente envolvidos na ocorrência, eu não quero colocar ninguém em uma situação perigosa, pegajosa. Algumas dessas informações ainda é extremamente classificada como secreta.

Neste dia do acontecido, muitos dos envolvidos no tiroteio ainda tem grandes diferenças de opinião sobre o que deveria ter sido feito especialmente com uma equipe de rota de contenção e há apenas alguns minutos de distância. Eu não quero ser acusado de ser um defensor na segunda de manhã. Os agentes em cena fizeram o que achava que era certo e enquanto eles foram no geral elogiados, outros divergem sobre esse ponto.

[MATERIAL propositadamente apagado pelo MODERADOR:. 3 PARÁGRAFOS]

Ninguém mencionou o pobre guarda (do Portão 3) que foi morto. O exame da cena revelou que o corpo do guarda foi implodido. O Archquloid tinha uma arma escondida em [dentro do?] seu corpo. A arma, que foi recuperada e depois trancada, continha, transmitia uma forma de um feixe de energia direcionada. O raio atingiu o corpo do guarda  e o implodiu.

A maior parte encontrada do corpo do guarda tinha o tamanho de uma moeda de 25 centavos. Um globo ocular foi encontrado intacto. O Archquloid viveu cerca de um (1) ano depois de ter sido baleado, mas estava com dor constante desde que os nossos médicos não puderam tratá-lo eficaz e adequadamente em  todo o seu problema físico.

De acordo com a informação que foi obtida junto ao extraterrestre Archquloid, e que aparece no relatório de 300 páginas, o guarda o teria ameaçado e ele então matou o guarda em sua auto-defesa. A investigação revelou que a arma (Colt .45 automática) do guarda não havia sido disparada.

A arma não foi destruída, o que nos traz um outro interessante ponto. Se o guarda estava ameaçando o ser Archquloid com uma arma, POR QUE o Archquloid não destruiu essa arma? Como você pode ver, há muitas perguntas sem resposta. O Agente Especial AFOSI disparou seis (6) tiros, atingindo o  Archquloid (4) vezes. O Agente disparou de uma distância de 165 pés (55 metros), o que é realmente um disparo com excelente pontaria.

Mais informações e 22 postagens anteriores em:  http://thoth3126.com.br/category/serpo-zeta-reticuli/

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *