Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Tucker Carlson & Elon Musk juntos ? 

Tucker Carlson & Elon Musk juntos? Carlson planeja os próximos movimentos – mas apenas se a Fox o liberar do contrato até 2025. O ex- apresentador da Fox News, Tucker Carlson, está reunindo forças para convencer a Fox a deixá-lo rescindir seu contrato para que ele possa trabalhar e/ou lançar outra rede, relata Axios, citando fontes próximas a Carlson – que aparentemente “sabe onde muitos corpos estão enterrados e estão prontos para começar a desenhar um mapa”, disse uma fonte que não esta autorizada a falar publicamente.

Tucker Carlson & Elon Musk juntos? Carlson planeja os próximos movimentos – mas apenas se a Fox o liberar do contrato até 2025.

Fontes: AxiosZero Hedge

A rede Fox atualmente possui um contrato com o comunicador que expira em janeiro de 2025 – após a próxima eleição nos EUA. Para trabalhar na disputa contratual contra a FOX, Carlson contratou o poderoso advogado de Hollywood Bryan Freedman, que disse à Axios : “A ideia de que alguém vai silenciar Tucker e impedi-lo de falar com seu público é absurda.”

De acordo com o relatório, “os aliados de Carlson com grandes plataformas estão preparados para atacar a Fox por tentar mantê-lo na geladeira”.

Por que é importante: Tucker vs. Fox pode remodelar o mundo conservador das notícias. A Fox, que viu seus índices de audiência despencarem no horário de Carlson desde que ele foi demitido 13 dias atrás, quer deixá- lo de lado pagando-lhe US$ 20 milhões por ano para não trabalhar.

  • Fomos informados de que Carlson foi contatado por veículos – incluindo os de direita Rumble e Newsmax – que se ofereceram para pagar a ele mais do que seu contrato com a Fox. – Axios

E em uma sinopse que poderia enviar ondas de choque através do cenário da mídia, Axios relata que Carlson e Elon Musk discutiram sobre trabalhar juntos, no entanto, ainda não há mais detalhes a relatar.

O ex- apresentador da Fox também está pensando em construir um meio de comunicação direto ao consumidor através do qual seus milhões de fãs possam pagar para assisti-lo – algo que seu antecessor, Bill O’Reilly, empregou com sucesso.

Vejo vocês em breve? 48 horas depois que a Fox finalizou Carlson, ele twittou um vídeo discutindo os males da indústria, terminando com “Até breve”.

Um amigo próximo de Carlson disse a Axios sobre os aliados do titã da mídia: “Eles estão vindo até ele e dizendo: ‘Você quer que eu ataque a Fox?’

Ao que Carlson tem dito “Não. Quero fazer isso de forma silenciosa e limpa.”

  • Em um sinal do que poderia estar por vir, Megyn Kelly criticou seu ex-empregador por suas classificações pós-Carlson ao twittar uma referência aos ataques conservadores à Bud Light: “Meu público os está chamando de #Foxweiser”. – Axios

Dito isso, “agora, vamos de tempo de paz para o Defcon 1”, de acordo com o amigo. “Sua equipe está se preparando para a guerra com a Fox. Ele quer sua liberdade”. 


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


“O indivíduo é deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana [humana] simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio. . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *