Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Zelensky admite que Ucrânia não se juntará à OTAN à medida que as negociações de cessar-fogo são retomadas

“Há anos ouvimos que as portas [da OTAN] estavam ‘supostamente’ abertas, mas agora sabemos que não entraremos lá. Essa é a verdade, e devemos reconhecer isso”, disse Zelensky durante uma video chamada com a Força Expedicionária Conjunta do Reino Unido, uma reunião dos líderes das nações nórdicas e bálticas organizada pelo primeiro-ministro Boris Johnson. “Estou feliz que nosso povo esteja começando a entender isso e a confiar em nós mesmos e nos parceiros que nos ajudam”, acrescentou. Infelizmente, para o povo ucraniano, ele só “percebeu” isso após seu pais ser destruído.

Zelensky admite que Ucrânia não se juntará [não será aceita] à OTAN à medida que as negociações de cessar-fogo são retomadas

Fontes: Rússia TodayZero Hedge

O negociador ucraniano Mykhailo Podoliak confirmou em uma mensagem postada no Twitter na terça-feira que “as negociações estão em andamento” depois que a reunião foi “pausada” no dia anterior. “Renovam-se as consultas sobre a principal plataforma de negociação. Assuntos de regulamentação geral, cessar-fogo, retirada de tropas do território do país”, afirmou. 

Há uma semana, Zelensky disse que “esfriou” [como se algum dia tivesse ficado “quente”] a questão da adesão à Otan – declarações que aparentemente levaram a maiores interações positivas com a Rússia na mesa de negociações do cessar-fogo.

Isso enquanto a AFP está relatando os últimos comentários surpresa do presidente ucraniano, no 20º dia da invasão da Rússia: “Zelensky diz que a Ucrânia deve reconhecer que não se juntará à OTAN”.

Nos novos comentários de terça-feira, ele também disse que o Artigo 5 da OTAN está “mais fraco” do que nunca . O Artigo 5 define a base de defesa coletiva da aliança militar ocidental, ou essencialmente que um “ataque contra um aliado é considerado um ataque contra todos os aliados”.

“Percebemos que a Ucrânia não se tornará membro da Otan. Entendemos isso, somos pessoas razoáveis”, disse ele, segundo uma tradução. “Kyiv precisa de novos formatos para interagir com o Ocidente e de garantias de segurança separadas”.

Ele fez mais alguns  comentários :

“Alguns estados da aliança se intimidaram, dizendo que não podem responder. Que não podem colidir com mísseis e aviões russos no céu ucraniano. Porque isso, dizem eles, levará à escalada, levará à Terceira Guerra Mundial. … E o que eles vão dizer se a Rússia for mais longe na Europa, atacando outros países? Tenho certeza que a mesma coisa que eles dizem para a Ucrânia. O artigo 5 do tratado da OTAN nunca foi tão fraco quanto agora. Esta é apenas a nossa opinião”, ele disse.

Um comentarista online apontou o óbvio ululante em termos do que muitos podem estar pensando, mas talvez hesitem em dizer abertamente… Ele precisava dizer isso antes que todo o seu país fosse destruído”.

O líder ucraniano aparentemente incluiu as pessoas a quem se dirigia na lista de bons amigos da Ucrânia, apesar de a maioria deles liderar aliados da OTAN. Ele disse que a organização militar não estava em condições de oferecer as garantias de segurança que seu país deseja receber de outras nações. Mas estados individuais poderiam ajudar a Ucrânia mesmo com as portas da OTAN fechadas, ele sugeriu, e vêm fazendo isso há oito anos do que ele descreveu como uma guerra ucraniana contra a Rússia.

“Percebemos que a Ucrânia não se tornará membro da OTAN. Entendemos isso, somos pessoas razoáveis. Kyiv precisa de novos formatos para interagir com o Ocidente e garantias de segurança separadas”

https://twitter.com/b_judah/status/1503736149772279811?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1503736149772279811%7Ctwgr%5E%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.zerohedge.com%2Fgeopolitical%2Fzelensky-says-ukraine-must-recognize-it-will-not-join-nato-ceasefire-talks-resume

Zelensky envergonhou a OTAN por não impor uma zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia devido a preocupações de que isso levaria as hostilidades a uma guerra mundial completa. A recusa em impô-la é compartilhada por todos os membros da organização, com os EUA, seu líder de fato, reiterando-a em várias ocasiões nas últimas semanas. 

O líder ucraniano afirmou que os estados membros da OTAN “se hipnotizaram” com o medo de um conflito global que teria o potencial de acabar com a civilização humana. Ele não escondeu a amargura pelo fato de que os aliados se recusaram a proteger a Ucrânia da forma como devem se defender em caso de um ataque militar.

A Ucrânia fez da adesão à OTAN um objetivo fundamental de sua política externa depois que o golpe armado de 2014 em Kiev colocou um governo anti-russo no poder. A aspiração fez parte de sua constituição nacional em 2019.

Durante muito tempo, ele foi “alimentado” pelos psicopatas europeus com a crença da entrada de seu pais na OTAN não percebendo que simplesmente estava sendo usado para o objetivo de desestabilizar a relação da Europa com a Rússia.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *