browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Obama, um Fantoche

Posted by on 28/02/2016

Obama é um mero fantoche

Não demorou muito tempo para o Lobby Israelense trazer aos calcanhares do presidente Obama o inferno a respeito de sua proibição de novos assentamentos israelenses ilegais em terras palestinas ocupadas.

Obama descobriu que um mero presidente americano é impotente quando confrontado com o lobby de Israel e que aos Estados Unidos simplesmente não é permitido uma política para o Oriente Médio separada dos interesses de IsraelObama também descobriu que ele não pode mudar nada, se ele tencionava fazê-lo . . .

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

Por Paul Craig Roberts –  Fonte: www.Information Clearing House.info/

. . . Os militares e o lobby de segurança tem em sua agenda de guerra um estado policial doméstico para os USA, e um mero presidente americano não pode fazer nada sobre isso. O presidente Obama pode condenar o fechamento da câmara de tortura, seqüestro  e execução de Guantanamo para ser interrompida, mas ninguém leva a ordem a cabo, ninguém a executa.

Essencialmente, Obama é irrelevante !

O presidente Obama pode prometer que ele vai trazer as tropas para casa, e o lobby militar diz: “Não, você vai é enviá-las para o Afeganistão, e, enquanto isso, começar uma guerra no Paquistão e manobrar no Irã para uma posição que irá fornecer uma desculpa para uma guerra lá, também. As guerras são muito rentáveis para nós, para deixá-lo pará-las. “E o presidente tem a dizer apenas:” Sim, senhor! ” aos militares.

Obama pode prometer cuidados de saúde aos 50 milhões de americanos sem seguro de saúde, mas ele não pode anular o veto dos lobbies de guerra e das empresas de seguros. “O lobby de guerra diz que os lucros da guerra são mais importantes do que os cuidados com a saúde e que o país não pode permitir tanto a “guerra ao terror” e a “ socialização da medicina “.

O lobby do seguro de saúde diz que os cuidados médicos tem de ser fornecidos por empresas de seguros de saúde privados, caso contrário, não poderão permitir isso.  Os lobbies da indústria da guerra e de empresas de seguros saúde  sacudiram suas carteiras em contribuição de campanha para eleger Obama e rapidamente convenceram o Congresso e a Casa Branca de que o verdadeiro objetivo do projeto de saúde é para poupar dinheiro, reduzindo os benefícios da Segurança Social e Atendimento Médico, assim, os “direitos dos beneficiários ficam sob controle.”

Os Direitos são uma palavra usada pelos políticos de direita  para dar impressão sobre as poucas coisas que o governo fez para os cidadãos, em um passado distante. Segurança Social e Atendimento Médico , por exemplo, são denegridos como “direitos”. O discurso da direita continua interminavelmente sobre a Segurança Social e Atendimento Médico como se eles fossem brindes de bem-estar para as pessoas sem condições que se recusam a cuidar de si próprias, enquanto que na realidade os cidadãos são muito sobrecarregados com um imposto de 15% sobre os salários e remunerações para os escassos benefícios concedidos pelo governo.

manipulação-ocidente

Na verdade, há décadas o governo federal tem vindo a financiar as suas guerras e os orçamentos militares com o excedente das receitas recolhidas pelos fiscais da Segurança Social sobre o trabalho. Para reclamar, como a direita faz, que não podemos permitir que a única coisa em todo o orçamento que tem constantemente produzido um excedente de receitas indica que a agenda real é de conduzir o cidadão simples para o chão de joelhos.

Os direitos reais nunca são mencionados. Os gastos com orçamento da “defesa” é um direito sagrado imutável para o complexo militar, sobre o qual o presidente Eisenhower alertou-nos desde há 50 anos. A pessoa tem que ser louca para acreditar que os Estados Unidos, “a única superpotência do mundo “, protegida por oceanos em seu oeste e no leste e pelos estados fantoches do Canadá e México em seu Norte e no Sul, necessita de um orçamento de “defesa” maior do que o gasto militar dos países do resto do mundo juntos somados.

O orçamento militar é nada mais que um direito imutável para o complexo industrial-militar. Para esconder este fato, o direito está disfarçado como defesa contra os “inimigos” e passaram pela aprovação do Pentágono.  Eu digo cortem os gastos com intermediários e simplesmente atribuam uma percentagem do orçamento federal para o complexo militar. Desta forma não vamos ter de inventar razões para invadir outros países e ir para a guerra, para que o complexo industrial militar/segurança interna, use essa desculpa para obter seus direitos e recursos. Seria muito mais barato, só para dar-lhes o dinheiro imediato, e iria salvar muitas vidas e sofrimento em casa e no exterior.

A invasão do Iraque pelos E.U.A. não teve nada a ver com os interesses nacionais estadunidenses. Tinha a ver com lucros da indústria de armamentos e com a eliminação de um obstáculo para a expansão territorial de Israel. O custo da guerra, além dos US $ 3 trilhões, foi mais de 4.000 americanos mortos, mais de 30.000 americanos feridos e mutilados, dezenas de milhares de casamentos americanos quebrados e carreiras perdidas, um milhão de iraquianos mortos, quatro milhões de iraquianos deslocados, e mais um país destruído.

Tudo isso foi feito para se obter os lucros do complexo de segurança militar / e para fazer o paranóico estado de Israel, armado com CERCA DE 200 OGIVAS NUCLEARES, se sentir “seguro”.  A minha proposta tornaria o complexo militar ainda mais rico pois as empresas do complexo industrial militar passariam a receber o dinheiro sem ter que produzir as armas. Em vez disso, todo o dinheiro  poderia ir para vários milhões de dólares de bônus de pagamento de dividendos aos acionistas. Ninguém, em casa ou no exterior, teria que ser morto, e os contribuintes ficariam melhores.

Para saber mais

  1. http://thoth3126.com.br/israel-tem-submarinos-com-armas-atomicas/
  2. http://thoth3126.com.br/e-sobre-as-bombas-atomicas-de-israel-hipocrisia-global/ 

Nenhum interesse nacional americano é ou foi defendido na guerra no Afeganistão. Como o antigo Embaixador britânico Craig Murray divulgou, o propósito da guerra é proteger o interesse da empresa Unocal no Gasoduto Trans-Afeganistão. O custo da guerra é muitas vezes maior do que o investimento da Unocal no encanamento de petróleo. A solução óbvia é para comprar a Unocal e dar o gasoduto para os afegãos  como compensação parcial pela destruição que temos infligido a este país e sua população, e trazer as tropas para casa.

A razão pelas quais as minhas soluções sensatas não podem ser seguidas é que os lobbies pensam que os seus direitos não sobreviveriam se fossem evidentes. Eles acham que se o povo americano souber que as guerras foram travadas para enriquecer a indústria bélica de armamentos e as indústrias de petróleo, o povo iria pôr fim às guerras.

Na realidade, o povo americano não tem como dizer nenhuma palavra sobre o que o “seu governo” faz. Pesquisas de opinião pública demonstram que metade ou mais do povo americano não apoiam as guerras no Iraque, Paquistão ou no Afeganistão e não apoiam que o presidente Obama atue com medidas que aumentem a escalada da guerra no Afeganistão. No entanto, as ocupações e as guerras continuam. Segundo o general Stanley McChrystal, o adicional de 40.000 soldados são suficientes para resolver o impasse da guerra, isto é, para mantê-la indefinidamente, a situação ideal para o lobby do armamento. O povo quer saúde, mas o governo não o escuta.

O povo quer emprego, mas Wall Street quer preços mais elevados das ações e forçam as empresas americanas para transferirem os postos de trabalho para países no exterior onde o trabalho é mais barato. O povo americano não têm voz sobre qualquer coisa. Eles não podem afetar nada. Eles tornaram-se irrelevantes, como o seu presidente Obama. E eles permanecerão irrelevantes, enquanto grupos de interesses organizados podem comprar e manipular o governo dos E.U.A. à vontade

A incapacidade da democracia (???) norte-americana para produzir os resultados que os eleitores querem é um fato demonstrado. A total insensibilidade do governo para com o povo é a contribuição do conservadorismo para a democracia americana. Alguns anos atrás, houve um esforço para colocar o governo novamente nas mãos do povo, que limitava a capacidade dos grupos de interesse organizados para despejar quantias enormes de dinheiro em campanhas políticas e, assim, obrigar o funcionário eleito a trabalhar para aqueles cujo dinheiro o elegeu. Os conservadores disseram que quaisquer restrições seria uma violação da Primeira Emenda que garante a liberdade de expressão. 

Os mesmos “protetores” da “liberdade de expressão” não tiveram nenhuma objeção à passagem da nota do lobby de Israel do “discurso de ódio”, que criminaliza a crítica do tratamento genocida de Israel dos palestinos e o roubo contínuo de suas terras. Em menos de um ano, o presidente Obama traiu todos os seus apoiantes e quebrou todos os seus compromissos.

Ele esta totalmente cativo da oligarquia dos grupos de interesses dominantes. A menos que ele seja salvo por um evento orquestrado internamente como o (falso) atentado de 11 de setembro, às torres gêmeas de N.York, Obama é um presidente apenas no termo da palavra. Na verdade, a economia em colapso o condenará independentemente de um evento “terrorista” interno.

Os republicanos estavam namorando Sarah Palin. Nossa possível primeira presidente do sexo feminino, que poderia ser eleita nas próximas eleições (se elas acontecerem!!!) seguindo o nosso primeiro presidente negro, irá completar a transição para um estado policial americano, detendo os críticos e os manifestantes das políticas externa e interna imoral de Washington, e ela vai completar a destruição da reputação dos Estados Unidos no estrangeiro. (poderia ser ainda pior, com a eleição de Jeb Bush)

O Primeiro Ministro Vladimir Putin, da Rússia, já comparou os E.U.A em relação a Alemanha nazista, e o premier da China, Hu Jintao chamou os E.U.A. de um devedor  e perdulário irresponsável.

Cada vez mais o resto do mundo vê os E.U.A. como a única fonte de todos os seus problemas. A Alemanha perdeu o chefe de suas forças armadas e seu ministro da defesa, pois foram convencidos ou pressionados pelos E.U.A., por bem ou por mal, para o governo alemão violar a sua Constituição e enviar tropas para lutar pelo interesse da Unocal no Afeganistão.

Os alemães tinham fingido que suas tropas não estavam realmente lutando, mas que estavam engajados em uma “operação de manutenção da paz.” Esta desculpa  mais ou menos funcionou até os alemães serem envolvidos em um ataque aéreo que matou 100 mulheres e crianças em uma fila para comprar uma cota de combustível .

Os britânicos estão investigando o seu líder criminoso, o ex-primeiro-ministro (n.T. e pedófilo) Tony Blair, e a decepção em seu próprio gabinete, a fim de cumprir as ordens de Bush e dar alguma cobertura para a invasão ilegal de Bush ao Iraque. Aos pesquisadores do Reino Unido tem sido negada a possibilidade de apresentar acusações criminais, mas a questão da guerra baseada inteiramente em mentiras e fraude orquestrada está recebendo uma audiência. Ele irá reverberar em todo o mundo, e o mundo vai notar que não há nenhuma investigação correspondente nos E.U.A., o país que originou a guerra com falsos motivos.

Enquanto isso, os bancos de investimentos americanos, que destruíram a estabilidade financeira de muitos governos, incluindo do próprio E.U.A., continuam a controlar, como têm feito desde o governo Clinton, a política econômica e financeira dos E.U.A. O mundo tem sofrido terrivelmente com os bandidos de Wall Street, e agora olha para a América com um olhar muito crítico.

Os Estados Unidos já não comanda com o respeito que gozava sob a presidência de Ronald Reagan ou o presidente GeOrGe Herbert Walker Bush, pai (!!!!, nesse caso o autor parece mal informado sobre Bush, outro instrumento das trevas). As sondagens pelo Mundo mostram que os E.U.A. e os seus mestres das marionetes (os sionistas) são considerados como as duas maiores ameaças à paz. Washington (os EUA) e Israel estão ranqueados na lista dos países mais perigosos como o louco regime da Coréia do Norte.

O mundo está começando a ver a América como um país que precisa ir embora, sumir, acabar. Quando o dólar é super inflado por uma Washington incapaz de pagar suas contas, o mundo será motivado por ganância a tentar nos salvar, a fim de salvar os seus investimentos também, ou vai dizer quando quebrarmos: Graças a Deus, acabou, que alívio!!” Postado setembro 2013.

Para saber mais:

  1. http://thoth3126.com.br/obama-nao-nasceu-nos-eua/
  2. http://thoth3126.com.br/midia-dos-eua-as-6-corporacoes-que-controlam-a-informacao/
  3. http://thoth3126.com.br/obama-o-fantoche/
  4. http://thoth3126.com.br/obama-nasceu-em-mombasa-no-quenia/
  5. http://thoth3126.com.br/a-humanidade-esta-em-transe-induzido-pela-midia-controlada/
  6. http://thoth3126.com.br/e-u-a-o-exercito-dos-illuminatinova-ordem-mundial/
  7. http://thoth3126.com.br/a-farsa-da-eleicao-presidencial-de-2012-nos-eua/
  8. http://thoth3126.com.br/numero-de-leitores-de-jornais-esta-em-colapso-nos-eua/ 

Paul Craig Roberts nasceu em 03 de abril de 1939, é um norte americano, economista e colunista do Sindicato de Criadores. Ele serviu como Secretário do Tesouro no governo Reagan ganhou fama como um co-fundador da política Reaganomics“.  Ele é um ex-editor e colunista do Wall Street Journal , Business Week , e Howard Scripps News ServiceRoberts tem sido um crítico de ambos os governos democratas e republicanos dos EUA. Seus escritos freqüentemente aparecem em OpEdNewsPrisonplanet.com, Antiwar.com , VDARE. LewRockwell.com , CounterPunch , e American Free Press .

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

22 Responses to Obama, um Fantoche

  1. Delba

    Excelentes reportagens

  2. Hipólito Augusto

    ..afinal obama é americano? até agora não conseguiu provar, sua certidão de nascimento do Hawai é falsa, assim declarou o cartório de onde ele diz ter registro.. e sua esposa é Michele mesmo??? Não seria Michael?? é o q dizem e provam que biometricamente aquele é um corpo masculino… Além é claro de outras teorias, que ele seja um reptiliano ou andróide… Dúvidas sobre isto existem, mas que é fantoche é algo notório e sabido por todos de mediana capacidade e entendimento de what’s going on….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *