browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

‘A Grande Reinicialização’ e ‘Construa Melhor’: Uma Grande ‘Conspiração’

Posted by on 13/02/2021

O que esta acontecendo com a agenda da ‘Grande Reinicialização’ e ‘Construa Melhor’ é uma campanha real, coordenada e ridiculamente distópica, não importa o quão benevolente e convincente os slogans de “acabar com a fome no mundo” e “reconstruir melhor” pareçam – e eles soam benevolentes e convincentes se você não examinou o “enredo” desta história e o seu contexto subjacente. Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

“Construa Melhor”  e  “A Grande Reinicialização”: Uma ‘Conspiração’ Respeitável

por Tessa Lena  –  Fonte: Humans Are Free

Sim, a Grande Restauração é real.

É uma campanha real, coordenada e ridiculamente distópica, não importa o quão benevolente e convincente os slogans de “acabar com a fome no mundo” e “reconstruir melhor” soam – e eles soam benevolentes e convincentes se você não examinou o “enredo” desta história e o seu contexto.

Com isso, quero abordar um ponto muito importante que muitas vezes surge nas conversas sobre estes dois temas.

É realmente possível que haja uma conspiração  tão vasta e tão insana?

Estou feliz que você perguntou!

Vamos falar sobre o que é uma conspiração. Uma conspiração é um acordo entre dois ou mais indivíduos para trabalharem juntos em direção a um objetivo comum, sem revelá-lo – ou suas implicações conhecidas ou possíveis – para aqueles de fora do grupo. Nesse sentido, toda a nossa história é uma coleção de conspirações.

A propósito, não devemos subestimar o papel da subjetividade e das emoções na história humana.  Afinal, tudo não começou com uma briga por companheiros?

Sim, as emoções muitas vezes andam de mãos dadas com o ganho econômico – financeiro – mas, em última análise, até o desejo insano de possuir o mundo inteiro é movido pela emoção, já que, após um certo ponto de saturação financeira, nenhuma quantidade de bens materiais pode mudar a vida de uma pessoa.

Construa de volta melhor e a grande reinicialização de uma 'conspiração' respeitável

Assim, uma vez que alguém está bem alimentado e financeiramente seguro um milhão de vezes, o desejo de ter mais se transforma em uma psicose – que acredito ser com que estamos lidando hoje – psicose no nível mais alto, além de uma máquina de fabricação de consentimento muito sofisticada.

Antigamente, os reis e a aristocracia se preocupavam menos com as opiniões dos camponeses. Eles faziam o que queriam – e conspiravam principalmente entre si, envenenando-se mutuamente a torto e a direito.

A cultura de hoje prescreve a necessidade de “fabricar consentimento” – embora, após apenas algumas décadas de relativa prosperidade e liberdade camponesa – estejamos nos aproximando perigosamente dos velhos tempos.

Assim, o projeto de fabricação de consentimento já existe há cerca de cem anos, principalmente a partir do legado de Edward Bernays , o pai das “relações públicas”.

O próprio fato de existir a indústria de relações públicas [lobby] mostra que também existem “conspirações”. Se assim não fosse, toda comunicação seria pura.

Uma pessoa simplesmente vinha para outra e dizia: “Ei, aqui está o que eu penso e aqui está o que eu quero. Como você se sente sobre isso?” E eles conversariam e decidiriam uma resolução justa. Claramente, hoje este cenário quase nunca acontece, então …

Psicologicamente, estamos acostumados a aceitar certas conspirações como “normais” e ver outras como totalmente insanas. Por exemplo, sabemos que não devemos acreditar em comerciais de TV – e não ficamos tão surpresos quando um determinado produto de repente se torna ruim para nós.

Esperamos que as marcas – e os políticos – exagerem a utilidade de seus produtos e ideias e minimizem os danos. Todos nós sabemos sobre o escândalo do Big Tobacco. Muitos de nós sabemos sobre Teflon, o açúcar versus gordura, glifosato, amianto e DDT – que em algum momento foram comercializados para nós como “seguros” e “benéficos”.

Não temos nenhum problema em aceitar esse tipo de conspiração corporativa. Também estamos ansiosos para acreditar que um país estrangeiro pode estar potencialmente buscando nossa morte.  Onde a mente tropeça em descrença é o tipo de conspiração “doméstica” cuja trama nos coloca, orgulhosos cidadãos ocidentais, em uma posição de pragas que ocupam ou contaminam um recurso cobiçado.

Não gostamos das conspirações em que somos vistos da mesma forma que um invasor estrangeiro vê uma população local ou da mesma forma que os colonos europeus viram os indígenas das três américas. A cultura ocidental nos treinou para acreditar que somos importantes e que nossos políticos “não ousam desrespeitar” nossos direitos básicos.

Uma potência estrangeira hostil, talvez – mas não nossos líderes políticos e capitães da indústria (de certa forma) confiáveis! Estamos pensando, sim, todo mundo está tentando puxar o cobertor para si – mas há certas coisas que simplesmente não acontecem!

Bem, eu odeio dizer isso, mas parece que não há mais regras – pelo menos a menos que façamos objeções vocais. Somos ordenados como se fosse uma Coreia do Norte simbólica, e os líderes parecem olhar para o outro lado quando se trata de violações muito óbvias da lógica, da ética, da moral, do bom senso e das verdades científicas.

Até agora, todos nós com o mínimo de curiosidade estão cientes das principais discrepâncias de dados, onde qualquer pessoa que morre com um teste positivo é relatada como uma “morte de COVID” e onde “mortalidade excessiva” está acontecendo em grande parte – tenho certeza que há exceções, mas em grande parte – devido aos cuidados de saúde precários e a uma economia em crise e decadência é atribuída à pandemia.

Ainda mais escandaloso, os líderes políticos estão ignorando descaradamente o fato criticamente importante de que ” casos, casos, casos ” são baseados em testes falhos – o que deveria, em qualquer mundo normal, invalidar toda a narrativa, já que sem testes que funcionem, é impossível tirar conclusões significativas sobre a pandemia .

É realmente necessário massagear muito a realidade física para encaixar essa bagunça em uma explicação politicamente correta. Portanto, deve haver uma agenda internacional oculta – e acontece que todos os principais [pseudo] líderes dos governos ocidentais estão repentinamente “cantando em voz uníssona” [o mantra] sobre a necessidade de uma “Grande Reinicialização”. Eles não estão!

Por exemplo, verifique o “garoto” Trudeau [Primeiro Ministro canadense] falando sobre um esforço global coordenado para “reconstruir melhor”, sobre a renovação de todos os sistemas econômicos e sobre a adesão à notória Agenda 2030 da ONU para o Desenvolvimento Sustentável (esta é uma versão completa da frase de efeito que está circulando no Twitter).

E você sabe que, em um mundo normal, eu descartaria totalmente isso como uma besteira política aparentemente pueril que todos os políticos fazem o dia todo. Mas olhe a sua volta! O mundo esta remotamente normal?

A propósito, se você ainda não pesquisou de onde vem o mantra “Construindo Melhor“, você deve fazer isso a si mesmo. Além disso, recomendo fortemente que você não acredite em minha palavra e passe algum tempo no site do Fórum Econômico Mundial.

Assista a uma infinidade de líderes mundiais discutindo a Grande Reinicialização AQUI (e role para ver o vídeo).

Agora, para comparação, vamos examinar um cenário comum dos tempos antigos.

Digamos que exista um pequeno estado-nação feudal onde, de repente, o governante começa a dizer a seus cidadãos para se converterem a uma nova religião e mudarem completamente seu modo de vida – porque, talvez, esse governante obtenha algumas vantagens pessoais de um poder estrangeiro mais forte que é considerado mais “avançado” naquela junção da história – e cujos líderes indicaram que se nosso pequeno estado-nação adotar uma nova “religião”, o governante terá permissão para participar da “Liga dos Grandes Garotos”.

Ou talvez o governante apenas subjetivamente, acredite sinceramente que o novo modo de vida é melhor – e fique feliz em lançar os soldados sobre as pessoas que resistem à nova “respeitabilidade”. Esse enredo aconteceu muitas vezes na história.

O que estamos lidando hoje é semelhante, eu acho – exceto que o “poder estrangeiro” é um pequeno clube de oligarcas imensamente ricos, megalomaníacos loucos, um bando de psicopatas, tecnólogos e transhumanistas que odeiam biologia e que estão brincando de [pensam ser] Deus – e os “locais”, os “camponeses” , os novos indígenas nativos ”somos nós, o povo”.

E esses palhaços [muitos são satanistas]? Eles até parecem vilões de desenhos animados – como se estivessem nos perseguindo.

Quem realmente está por trás dessa “Conspiração”, dessa bagunça? 

Acho que nunca saberemos os seus nomes e os seus endereços.

Provavelmente são os jogadores mais poderosos de sempre, as pessoas mais ricas do mundo que olham para nós – e tudo o que veem são formigas. E, francamente, não me importa quem exatamente está orquestrando essa campanha.

Eu só quero que a insanidade pare – e eu acho que ela não vai parar a menos que nós os “camponeses” nos unamos através de nossas crenças e credos políticos, mas principalmente pela solidariedade, e nos levantemos e nos elevemos por nossos espíritos contra este novo ataque à natureza e aos direitos básicos de todos nós, os “camponeses”, de viverem nossas vidas sem sermos continua e perpetuamente escravizados.

Vou terminar aqui…


Questione tudo, nunca aceite nada como verdade sem a sua própria análise, chegue às suas próprias conclusões.


“Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente.  Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932]Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que e prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito sugerindo às pessoas que amem sua servidão ao invés de açoita-los e chutando-os até à obediência. ”  Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984”


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.