Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Agenda Globalista da ‘Energia Verde’ causa escassez de fertilizantes e Ameaça Abastecimento de Alimentos.

A pressão de impor agenda de alternativas energéticas “Verdes”, “emissão zero carbono” e outras agendas estúpidas está causando uma escassez de ácido sulfúrico, um recurso crítico para a produção de alimentos e baterias de íons de lítio, de acordo com um novo relatório da University College London. O artigo , publicado no   Geographical Journal,  explica como mais de 80% do suprimento global de enxofre atualmente vem da dessulfurização de combustíveis fósseis cujo uso esta sob ataque dos globalistas. 

Agenda Globalista da ‘Energia Verde’ causa escassez de fertilizantes e ameaça abastecimento de alimentos.

Fonte: Thenationalpulse.com

Os esforços para a descarbonização, no entanto, que buscam proibir o uso de combustíveis fósseis , criarão uma “deficiência” no fornecimento anual de ácido sulfúrico entre 100 e 320 milhões de toneladas até 2040, estimam os pesquisadores.

Essa redução dramática ocorreria, no entanto, em meio a uma demanda crescente por ácido sulfúrico, cuja necessidade pode chegar a 400 milhões de toneladas até 2040.

“Com o aumento da agricultura e o mundo sob pressão se afastando dos combustíveis fósseis , os geógrafos estimam que a demanda global por ácido sulfúrico aumentará para 246 a 400 milhões de toneladas até 2040. No entanto, dependendo da rapidez com que a descarbonização acontece, pode haver apenas 100 a 320 milhões de toneladas disponíveis para uso”, um déficit de cerca de 100 milhões de toneladas, explica o jornal.

A escassez de ácido sulfúrico teria ramificações de longo alcance, pois é um recurso essencial para a produção de fertilizantes de fósforo que ajudam a manter a produção e o suprimento global de alimentos.

“Além disso, os fertilizantes fosfatados são usados ??para extrair metais raros, como cobalto e níquel. Esses metais são usados ??em baterias de íons de lítio que alimentam vários dispositivos eletrônicos, desde telefones celulares a laptops”, explica o artigo.

“Nossa preocupação é que a oferta cada vez menor possa levar a um período de transição em que a tecnologia verde supere a indústria de fertilizantes pelo fornecimento limitado de enxofre mais caro, criando um problema com a produção de alimentos, acrescenta Simon Day, pesquisador do Instituto de Redução de Riscos e Desastres e coautor do estudo.

DEVE LER:   Uso da urina humana está sendo discutida como uma alternativa de fertilizante para sua comida.

No estudo, os pesquisadores projetam três cenários diferentes de demanda de ácido sulfúrico ocorrendo de 2021 a 2040. Usando dados de demanda histórica e prevista com uma taxa de crescimento anual variando de 1,8% a 2,4%, os pesquisadores construíram o gráfico abaixo, demonstrando como a demanda pelo recurso está consistentemente acima do suprimento disponível de ácido sulfúrico.

Essas descobertas ocorrem em meio à preocupação com a agenda de grupos de oligarcas como o Fórum Econômico Mundial (WEF) que tentam explorar questões como o COVID-19 e as mudanças climáticas para promover sua própria agenda social e política. Seus aliados, como Bill Gates, também compraram  grandes quantidades de terras agrícolas nos EUA em meio à escassez de alimentos.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *