Argentina Abandona dólar no comércio com a China

Buenos Aires pagará importações em yuan, após assinar acordo de swap cambial com Pequim. A Argentina pretende pagar a maior parte de suas importações mensais da China em yuan, em vez de dólares americanos, anunciou o ministro da Economia, Sergio Massa, na quarta-feira. Buenos Aires e Pequim assinaram um acordo de swap cambial, com o objetivo de conter a saída de divisas do banco central argentino.

Argentina Abandona dólar no comércio com a China

Fonte: RússiaToday

A China é atualmente o segundo maior parceiro comercial da Argentina, depois do Brasil, e o segundo maior destino das exportações argentinas. As importações totais da Argentina da China foram de cerca de US$ 13,5 bilhões em 2021, de acordo com o banco de dados das Nações Unidas sobre comércio internacional.

Massa disse que Buenos Aires pagará o equivalente a US$ 1 bilhão em yuans por bens e serviços chineses este mês, com US$ 790 milhões de importações mensais pagas em yuans a cada mês subsequente. O acordo de swap cambial, ampliado e finalizado no início deste ano, também permite que os exportadores argentinos façam liquidações em yuans ou dólares, para ajudar a equilibrar os fluxos de moedas estrangeiras no banco central argentino.

Em visita à China no início deste mês, o presidente brasileiro pediu aos países em desenvolvimento que abandonassem o dólar americano em favor de suas próprias moedas. A Índia também está trabalhando para usar sua própria moeda ou yuan para fechar comércio com a China, enquanto a Rússia começou a aceitar pagamentos por suas exportações de vários países em rublos e yuan chinês.

A participação do dólar nas reservas globais caiu dez vezes mais rápido no ano passado do que nas últimas duas décadas, disse recentemente à Bloomberg o CEO da empresa de gestão de ativos Eurizon, com sede em Londres, Stephen Jen. 

O processo se acelerou rapidamente depois que outros países viram os ativos denominados em dólares e euros da Rússia congelados no exterior e Moscou sendo cortada do sistema global de mensagens financeiras conhecido como SWIFT.

A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, admitiu recentemente que o papel do dólar como moeda de reserva mundial pode diminuir devido a Washington usar sua influência sobre o sistema financeiro global para perseguir seus objetivos geopolíticos por meio de sanções indiscriminadas contra países que não se dobram ao seu imperialismo.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.310 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth