browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

As novas regras da Rússia. Putin declara que Ordem Unipolar terminou

Posted by on 19/06/2022

A Rússia acabou com suas relações com o Ocidente. O divórcio está quase completo. Nos últimos dias, ouvimos de todos os principais líderes russos a mesma coisa: “O Ocidente vai jogar de acordo com as nossas regras agora”. Você pode decidir por si mesmo se a Rússia está assinando cheques que eles não podem descontar, mas nas palavras do ministro das Relações Exteriores Sergei Lavrov dizendo à BBC sem rodeios: “Não nos importamos com os olhos do Ocidente”. Lavrov sempre foi a alma da polidez e discrição ao lidar com a mídia europeia.

As novas regras da Rússia. Putin declara que ordem unipolar terminou, o Ocidente se dirige para “mudança de suas elites” à medida que a Rússia emerge mais forte da crise contra o hospício ocidental

Fonte: GOLD GOATS ‘N GUNS

Sua hostilidade aberta em relação ao entrevistador da BBC não era apenas palpável, era difícil argumentar. Ele seguiu com isso:

“Acho que não há mais espaço para manobra”,  respondeu Lavrov. “Porque tanto [o primeiro-ministro Boris] Johnson quanto a [secretária de Relações Exteriores Liz] Truss dizem publicamente: ‘Devemos derrotar a Rússia, devemos colocar a Rússia de joelhos. Vá em frente, então, faça isso.”

A liderança da Rússia nunca fala em termos tão abertamente contundentes. É quase como se Lavrov estivesse canalizando o comediante Dennis Miller que costumava dizer: “Sentindo-se um sapo, dê esse salto”.

Veja onde isso te leva.

A Rússia sabe que tem o Ocidente nas cordas. Precisamos [UE] do que eles produzem [Rússia] e agora eles estão determinados a definir as regras sobre quem os obtém e por qual preço. Ele sabe que os líderes europeus são fantoches com a mão de Klaus (Rothschild) Schwab no seu traseiro.

E sabe que os psicopatas de Davos tem zero influência sobre as ações da Rússia daqui em diante.

O que me leva às declarações vinculadas acima pelo CEO da Gazprom, Alexei Miller,  falando em um painel no Fórum de Investimento Econômico de São Petersburgo  (SPEIF), que acabou de colocar a situação nos termos mais duros que existem.

“Acabou o jogo do valor nominal do dinheiro, pois esse sistema não permite controlar a oferta de recursos. …Agora é nosso produto, nossas regras. Não jogamos pelas regras que não criamos.”

A declaração de Miller deve ser vista como uma declaração de princípio em todos os teatros de operações da Rússia. Isso não se aplica apenas ao gás natural ou ao petróleo. Isso é tudo, todas as relações da Rússia com o hospício do Ocidente daqui em diante serão em seus termos, não nos termos dos psicopatas do Ocidente.

Este é claramente o maior dedo do meio geopolítico no período pós-Segunda Guerra Mundial.

Miller está claramente estabelecendo as regras para um novo sistema monetário centrado em commodities, baseado no que Zoltan Poszar, do Credit Suisse, chamou de ‘dinheiro externo’ – commodities, ouro e até bitcoin – em vez do uso flagrante do Ocidente de ‘dinheiro interno’ – fiduciário e crédito baseados em dívida – para perpetuar o antigo comportamento colonialista muito além de sua data de validade.

Eu expus o problema básico  em um artigo de março,  depois que a Rússia vinculou o rublo ao ouro.

O padrão “Inside Money” de hoje, conhecido coloquialmente como o padrão Dollar Reserve, é na verdade o que eu gosto de chamar de “Milton Friedman’s Nightmare”. Não é nada mais do que um sistema de títulos baseados em dívidas competitivamente desvalorizados e inflados correndo de um lado para o outro bebendo os milkshakes uns dos outros até que o copo de todos esteja vazio.

Miller é definitivamente um cara “um copo meio cheio” agora.

Esses comentários vieram depois que a Gazprom começou a cortar os fluxos de gás para a Europa através do gasoduto Nord Stream 1 usando a cobertura do reparo de turbinas a gás presas pelas sanções no Canadá fascista que não podiam ser enviadas de volta à Siemens por causa das sanções.

Agora, a Alemanha e o Canadá estão tentando descobrir como contornar as sanções para recuperar essas turbinas e devolvê-las à Gazprom o mais rápido possível.

Ao mesmo tempo ,Miller prometeu mais gás à China (aumento de 67% ano a ano até maio) porque a Rússia está interessada em estabilidade energética para seus amigos, enquanto os seus inimigos podem morrer de fome e de frio.

 A Reuters está  relatando  que “a Gazprom da Rússia  aumentou o fornecimento de gás para a China em 67% nos primeiros cinco meses deste ano, disse o CEO da empresa, Alexei Miller, na quinta-feira”.

Também foi na quarta-feira que o presidente russo, Vladimir Putin, e o presidente chinês, Xi Jinping, fizeram seu segundo telefonema desde o início da guerra na Ucrânia. Xi disse a Putin que a China está  “disposta a continuar a oferecer apoio mútuo (à Rússia) em questões relativas a interesses centrais e grandes preocupações, como soberania e segurança”,  conforme citado na emissora estatal CCTV.

A arrogância dos comissários da UE nunca deixa de me surpreender. Essas pessoas quase declaram guerra à Rússia e então agem chocadas (sim, chocadas, eu digo!) que a Rússia então as trata assim, na mesma moeda.

No mesmo dia em que quatro membros da Comissão da UE – França, Itália, Alemanha e Romênia – aprovam o rápido pedido de adesão da Ucrânia à OTAN, o francês Emmanuel Macron insta o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy a ir à mesa de negociações com a Rússia.

Mesmo que Zelenskyy fizesse essas propostas para a Rússia, dadas suas declarações públicas sobre quais são seus termos, não haveria absolutamente nenhuma chance de que a Rússia concordasse em comparecer às negociações.

Neste ponto, não vejo nada mais do que a Rússia continuando a esmagar o exército ucraniano, tomando o território que eles querem e depois conduzindo eleições locais pelo território conquistado para se tornarem estados independentes ou parte da Rússia.

É provável que seja o último caso neste momento, já que a Rússia está agora emitindo passaportes russos em regiões que tomaram da Ucrânia, que a UE, é claro, se recusará a honrar até que ninguém mais se importe com o que eles pensam.

As regras estão mudando rapidamente. Olhando para o futuro, há um perigo real de que o que a Rússia colocou em movimento leve a algo que ninguém quer contemplar. É claro que o [os psicopatas do hospício do] Ocidente ajudou a criar essa situação forçando a mão de Putin a invadir a Ucrânia, então quem é o culpado sobre aonde tudo isso leva pode, em última análise, ser um ponto irrelevante.

Vamos torcer para que os ruídos vindos do Ocidente sobre as sanções terem ido longe demais e as batidas no peito nas bravatas dos piores neocons [psicopatas] americanos e britânicos não estejam mais sendo levadas a sério por ninguém com os dedos em qualquer lugar perto dos códigos de lançamento dos mísseis atômicos.

Se for esse o caso, essas novas regras serão aceitas de má vontade somente depois que muitas fronteiras forem redesenhadas, muitas máscaras sejam arrancadas, novas alianças formadas e uma ordem mundial diferente estabelecida.

Durante encontro em São Petesburgo o Presidente Putin declarou a velha ordem mundial morta. Ele terminou seu discurso onde detalhou como o Ocidente estava cometendo suicídio para atender aos desejos da multidão de Davos com a seguinte declaração definitiva:

“A Rússia está entrando na próxima era como um poderoso país SOBERANO. Definitivamente, usaremos as enormes novas oportunidades que o tempo nos abre. E nos tornaremos ainda mais fortes.”

Putin está correto aqui. A Rússia está ficando mais forte a cada dia. O Ocidente deu o seu melhor para destruir a Rússia e errou o alvo completamente. Ele identificou claramente os verdadeiros culpados pelos problemas da Europa e dos EUA, a subserviência a uma “classe oligarca” [Deep State] que se sente no direito de governar o mundo.

Quando a guerra começou, escrevi sobre quais eram as intenções de Putin. Então era especulação:

A Rússia detinha todas as cartas nas negociações sobre a Ucrânia e nós imprudentemente seguimos uma política de insultos e propaganda amadora, recusando-nos a acreditar que a Rússia não faria sua posição final.

Ao colocar botas no chão, aviões no ar e mísseis no rabo de todas as instalações militares ucranianas em todo o país, a Rússia virou o argumento ‘o poder dá certo’ dos EUA e da Europa de cabeça para baixo.

O jogo mudou porque as regras mudaram. Não é mais um jogo de galinha retórica e sinalização de virtude.

Hoje é fato. Quando Putin fez sua jogada na Ucrânia, o objetivo final era o fim da Rússia tratar o Ocidente como igual e liderar o Sul Global para fora do que ele chamou de “vassalagem”. A razão pela qual Putin é odiado é porque ele percebe que existem dois tipos de países, “soberanos” e os “vassalos comandados por lacaios”.

Tem sido o trabalho de sua vida tornar a Rússia em um estado ‘soberano’ livre do [hospício do] Ocidente.

Do ponto de vista da Rússia, sua operação militar na Ucrânia foi sua Declaração de Independência da antiga ‘ordem baseada em regras’ da era pós-Segunda Guerra Mundial. Justificado ou não, estamos agora em uma nova era.

A questão agora é quantos sobreviverão nela.


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é thoth-3126-1.png

“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.