BRICS+6 representarão quase 40% da Economia Global – dados

O PIB combinado do bloco de onze países do BRICS já supera o PIB dos países [do Hospício ‘acordado’ do ] G-7, e a diferença aumentará ainda mais quando os seis novos membros aderirem em janeiro. A adição de seis novos Estados-membros irá impulsionar o grupo de países BRICS muito à frente do seu principal rival, o G-7, em termos econômicos, informaram vários meios de comunicação russos esta semana, citando cálculos baseados em dados globais.

Fonte: RTBusiness

Atualmente, o BRICS é composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, mas em janeiro próximo admitirá mais seis membros, a Argentina, Egito, Etiópia, Irã, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos.

De acordo com relatórios dos meios de comunicação RBK e TASS, o produto interno bruto (PIB) combinado dos BRICS expandidos em termos de paridade de poder de compra (PPC) será de aproximadamente US$ 65 Trilhões. Isto faria com que a participação do bloco no PIB global aumentasse dos atuais 31,5% para 37%. Em comparação, a participação do grupo G-7 de economias avançadas está atualmente em torno de 29,9%.

Além disso, com a adesão dos novos membros, os países do BRICS serão responsáveis ​​por quase metade da produção alimentar mundial. Em 2021, a colheita de trigo do grupo representou 49% do total mundial. A participação do G-7 foi de apenas 19,1%. 

Os BRICS também terão vantagem em termos de produção de metais utilizados na indústria de alta tecnologia. As 11 nações serão responsáveis ​​por 79% da produção global de alumínio, contra apenas 1,3% controlado pelo G-7. Para o paládio, a disparidade é de 77% para os BRICS versus 6,9% para o G-7.

Os BRICS expandidos representarão cerca de 38,3% da produção industrial mundial, contra 30,5% do G-7. No entanto, estes últimos manterão a vantagem em termos de exportações, com uma participação de 28,8% contra 23,4% dos BRICS.

A Arábia Saudita tem a maior economia entre os novos estados membros do BRICS. O seu PIB em termos de dólares no final de 2022 foi estimado em US$ 1,1 Trilhões de dólares. Entretanto, os EAU serão uma adição formidável ao bloco graças ao seu estatuto de grande exportador. As suas exportações de bens em 2022 ascenderam a quase US$ 600 bilhões de dólares.

No geral, os 11 países BRICS representarão 48,5 milhões de quilómetros quadrados de área, com muitas terras férteis, representando 36% do total da área terrestre mundial. Isto é mais que o dobro do G-7. A população combinada dos BRICS+6 ascenderá a 3,6 bilhões de pessoas, 45% do total mundial e mais de quatro vezes acima do G-7.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.326 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth