browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Caos na África do Sul é laboratório para implantação em outros países

Posted by on 16/07/2021

O presidente sul-africano Cyril Ramaphosa disse nessa sexta-feira que os saques desenfreados que transformou partes do país em uma zona de guerra foi planejado, e seu “governo não permitirá que a anarquia e o caos” continuem, já que  25 mil soldados começaram  a se deslocar para as regiões mais afetadas. Ramaphosa também disse estar preocupado com o aumento das tensões raciais em algumas partes do país. Entre segunda e quarta-feira, as tensões entre os grupos raciais (brancos x negros; índios x negros) explodiram a níveis próximos aos da guerra civil durante o auge do caos. 

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Presidente sul-africano diz que a agitação social foi “planejada”; violência retrocede com militares nas ruas

Fonte:  Zero Hedge

“É bastante claro que todos esses incidentes de agitação e pilhagem foram instigados, houve pessoas que o planejaram e coordenaram”, disse Ramaphosa. “Estamos indo atrás deles, identificamos um bom número deles e não vamos permitir que a anarquia e o caos apenas se espalhem em nosso país” … 

… disse ele a repórteres durante uma vistoria pela província de KwaZulu-Natal, mais especificamente, a cidade portuária de Durban, uma das áreas mais afetadas por grandes distúrbios.

Até agora, o plano do presidente está funcionando. A calma está voltando para as províncias de Gauteng e KwaZulu-Natal.  De acordo com o  “Mapa de Inquietação” via PolicyLab , a agitação em Joanesburgo e Durban diminuiu drasticamente no último dia, seja porque os militares estão sendo destacados ou porque os manifestantes ficaram sem lojas e armazéns para saquear enquanto milhares de empresas foram destruídas no caos de uma semana.

Ramaphosa também disse estar preocupado com o aumento das tensões raciais em algumas partes do país. Entre segunda e quarta-feira, as tensões entre os grupos raciais (brancos x negros; índios x negros) explodiram a níveis próximos aos da guerra civil durante o auge do caos.

Além das tropas sul-africanas, pelo menos 12.000 membros das forças de reserva foram convocados. Os militares mostram força quando comboios de veículos blindados de transporte de pessoal foram avistados, movendo-se em direção a Durban na noite passada.

Altos funcionários do governo estão dizendo que o envio de militares tem sido o maior fator que contribui para o declínio da agitação social. Com alguma ordem da lei restaurada, a moeda sul africana, o rand se fortaleceu na sexta-feira, recuperando algumas perdas em relação ao dólar provocadas pelos distúrbios. O número de mortos é de cerca de 117, com milhares de presos. 

Se o presidente da África do Sul estava certo e a agitação foi planejada, as intenções de quem organizou o caos em massa tinham um objetivo: desmantelar as cadeias de abastecimento críticas do país para criar um colapso econômico.

[O que aconteceu na África do Sul foi uma situação planejada e serviu de teste para novos levantes “populares” que serão provocados em outros países, especialmente os EUA]


Nosso trabalho no Blog é anônimo e não visa lucro, no entanto temos despesas fixas para mantê-lo funcionando e assim continuar a disseminar informação alternativa de fontes confiáveis. Desde modo solicitamos a colaboração mais efetiva de nossos leitores que possam contribuir com doação de qualquer valor ao mesmo tempo que agradecemos a todos que já contribuíram, pois sua ajuda mantem o blog ativo. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal AGENCIA: 1803 – CONTA: 00001756-6 – TIPO: 013 [poupança] e pelo PIX 211.365.990-53 (Caixa).


“Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente.  Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932]Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que e prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito sugerindo às pessoas que amem sua servidão ao invés de açoita-los e chutando-os até à obediência. ”  Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984” 

2 Responses to Caos na África do Sul é laboratório para implantação em outros países

  1. Keanu Reeves

    Isso está mais do que evidente meu amigo Thoth!

    O que o pessoal daqui tem a falar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.