browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

CDC alerta médicos dos EUA à medida que ‘Monkeypox’ já atinge 13 países. OMS avisa que vírus pode ‘acelerar’ no verão

Posted by on 22/05/2022

Autoridades de saúde na Europa, América do Norte e Austrália começaram a investigar um surto de varíola dos macacos (Monkeypox), levantando preocupações de que um surto mais amplo da infecção viral possa estar em andamento no Hospício do Ocidente. Monkeypox é uma doença viral tipicamente endêmica na África central e ocidental, mas desde o início de maio, dezenas de casos confirmados foram relatados em vários países. Muitos outros casos suspeitos estão sendo investigados.

Lá vamos nós, os camponeses idiotas, de novo enfrentar outra “PANDEMIA”. OMS avisa que o vírus Monkeypox pode “acelerar” durante o verão, CDC alerta médicos dos EUA à medida que o vírus já atinge 13 países

Fontes: Zero Hedge

No momento da redação dessa postagem, Nicholas Dolinger, do Epoch Times, relata que a Varíola dos macacos (Monkeypox) já foi relatada em 14 países : Austrália, Canadá, França, Alemanha, Itália, Suíça, Portugal, Espanha, Suécia, Reino Unido, Israel, Bélgica, Holanda e Estados Unidos. 

Entre estes, Portugal, Espanha e Reino Unido confirmaram o maior número de casos, com os demais tendo casos confirmados apenas na casa de um dígito.

Uma foto de 1971 do folheto do Centro de Controle de Doenças (CDC) mostra lesões semelhantes à varíola no braço e na perna de uma criança do sexo feminino em Bondua, Libéria. (CDC/Imagens Getty)

A Europa deve esperar uma onda de casos de Varíola dos macacos (Monkeypox) nos próximos meses, de acordo com Hans Kluge, principal funcionário da Organização Mundial da Saúde no continente.

“À medida que entramos na temporada de verão… com reuniões em massa, festivais e festas, estou preocupado que a transmissão [da varíola] possa acelerar”, disse Kluge na sexta-feira.

O número de infectados pela Varíola dos macacos (Monkeypox) pode aumentar porque “os casos atualmente detectados estão entre os que praticam atividade sexual [“Não ortodoxa”]”, e muitos não reconhecem os sintomas da doença, acrescentou.

A atual disseminação do vírus da Varíola dos macacos (Monkeypox) na Europa [o hospício] Ocidental é “atípica”, pois anteriormente estava confinada principalmente à África Central e Ocidental, acrescentou o diretor regional da OMS para a Europa.

“Todos, exceto um dos casos recentes, não têm histórico de viagem relevante para áreas [na África] onde a varíola é endêmica”, disse Kluge.

As preocupações de Kluge foram compartilhadas pela consultora médica-chefe da Agência de Segurança da Saúde do Reino Unido, Susan Hopkins, que disse esperar que “esse aumento continue nos próximos dias e que mais casos sejam identificados na comunidade em geral”.

O CDC observou que, no caso do Reino Unido, havia um “grupo temporalmente agrupado de casos envolvendo quatro pessoas que se identificam como homossexuais, bissexuais ou homens que fazem sexo com homens”.

“Algumas evidências sugerem que casos de Varíola dos macacos (Monkeypox) entre [homens que fazem sexo com homens, ou seja homossexuais] podem estar epidemiologicamente ligados; os pacientes deste cluster foram identificados em clínicas de saúde sexual”, afirmou. “Esta é uma investigação em evolução e as autoridades de saúde pública esperam aprender mais sobre as rotas de exposição nos próximos dias”.

RELACIONADO: Foi simulada uma epidemia de ‘Varíola dos Macacos’ [Monkeypox] em março de 2021

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) emitiu um comunicado na sexta-feira pedindo aos médicos dos Estados Unidos que fiquem atentos à  Varíola dos Macacos (Monkeypox).

O CDC está pedindo aos médicos que “estejam atentos à erupção característica associada à varíola dos macacos” e descreve a erupção como envolvendo “vesículas ou pústulas profundas, firmes ou duras e bem circunscritas ECLODINDO NA PELE”, acrescentando que as lesões “podem umbilicar ou tornar-se confluente e progredir ao longo do tempo para crostas.”

“As lesões podem ser disseminadas ou localizadas apenas na área genital ou perianal”, afirmou o CDC  em seu comunicado .

“Alguns pacientes podem apresentar proctite, e sua doença pode ser clinicamente confundida com uma infecção sexualmente transmissível (IST), como sífilis ou herpes, ou com infecção pelo vírus varicela zoster”, acrescenta a agência. 

A proctite é uma inflamação do revestimento do reto e pode causar dor retal, diarreia, sangramento e corrimento.

Em 18 de maio, o governo Biden  fez um pedido de milhões de doses de uma vacina  destinada a proteger contra a varíola para a Bavarian Nordic, uma empresa de biotecnologia com sede na Dinamarca. A vacina é aprovada sob o nome Jynneos nos Estados Unidos, disponível para aqueles com alto risco de varíola.

Mimi Nguyen Ly escreve no Epoch Times que, de acordo com o CDC, como o vírus da varíola dos macacos está relacionado ao vírus que causa a varíola, a vacina pode proteger as pessoas da Varíola dos Macacos (Monkeypox)

“Dados anteriores da África sugerem que a vacina contra a varíola é pelo menos 85 [por cento] eficaz na prevenção da Varíola dos Macacos (Monkeypox)”, afirmou o CDC  .

“A eficácia da vacina [Jynneos] contra a varíola dos macacos foi concluída a partir de um estudo clínico sobre a imunogenicidade de Jynneos e dados de eficácia de estudos em animais.

“As vacinas contra a varíola e a Varíola dos Macacos (Monkeypox) são eficazes na proteção das pessoas contra a varíola quando administradas antes da exposição à doença. Os “especialistas” também acreditam que a vacinação após a exposição à varíola pode ajudar a prevenir a doença ou torná-la menos grave. 

Se você quer ser um bom cidadão e ganhar um salário de seis dígitos – ou ser amigo de pessoas que ganham salários de seis dígitos – então faça o que “seu governo” lhe diz: sente-se, não saia, cale a boca, fique em casa, coma insetos, “salve vidas”, tome suas vacinas sem questionar, não se relacione com amigos e vizinhos, NÃO POSSUA NADA E SEJA FELIZ, mostre seus papéis e mascare os seus filhos.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


“O indivíduo é deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana [humana] simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio. . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.