browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Foi simulada uma epidemia de ‘Varíola dos Macacos’ [Monkeypox] em março de 2021

Posted by on 22/05/2022
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é VARIOLA-MACACOS-MONKEYPOX.png

As pre$$tituta$ dos meios de [propaganda] comunicação da elite em todo o mundo agora estão em alerta vermelho sobre o primeiro surto global de Varíola dos Macacos [Monkeypox]uma infecção viral rara e incurável eclodindo em meados de maio de 2022 – apenas um ano após [coincidentemente, de novo] ocorrer uma conferência internacional de biossegurança em Munique ao realizar uma simulação  de uma “pandemia global envolvendo uma cepa incomum de … adivinhem … Varíola dos Macacos [Monkeypox]” – iniciando em … meados de maio de 2022.

Foi simulada uma epidemia de ‘Varíola dos Macacos’ [Monkeypox] em março de 2021

Fonte: Brownstone.org

Resumo do exercício ‘Varíola dos Macacos’ [Monkeypox] em março de 2021: Desenvolvido em consulta com especialistas técnicos e políticos, o cenário de exercício fictício retratou uma pandemia global mortal envolvendo uma cepa incomum do vírus da varíola dos macacos que surgiu pela primeira vez na nação fictícia de Brinia e se espalhou globalmente ao longo de 18 meses. Em última análise, o cenário do exercício revelou que o surto inicial “foi causado por um ataque terrorista” usando um patógeno projetado em laboratório [quem sabe na Ucrânia . . .] com disposições inadequadas de biossegurança e supervisão fraca em biossegurança. Ao final do exercício em Munique, a pandemia fictícia resultou em mais de três bilhões de casos e 270 milhões de mortes em todo o mundo.

A ‘Varíola dos Macacos’ [Monkeypox] foi identificada pela primeira vez em 1958, mas nunca houve um surto global de Monkeypox fora da África até agora – que ocorre, incrível, na exata semana do mês exato “previsto” pelo pessoal de biossegurança em sua simulação de pandemia. Leve esses caras para Las Vegas!

Ed Yong, que escreveu dezenas de artigos histéricos sobre Covid para o Atlântico, incluindo pérolas como  COVID-19 Long-Haulers estão lutando por seu futuro ,  até mesmo profissionais de saúde com longo COVID estão sendo demitidos ,  como essas muitas mortes se tornaram normais?  e  The Final Pandemic Betrayal , está  em alta no cenário  do novo surto de Monkeypox. Eric Feigl-Ding também está envolvido nisso.

Os epidemiologistas  Jennifer Nuzzo  e  Bill Hanage  estão em cena, mas ainda não há notícias deles sobre se veem algo estranho sobre o primeiro surto global de varíola que esta eclodindo agora na Europa, em meados de maio de 2022, como na simulação, um ano depois de terem atuado como conselheiros em uma simulação de um surto global de ‘Varíola dos Macacos’ [Monkeypox] ocorrendo em meados de maio de 2022 sobre biossegurança internacional.

O [des]governo dos EUA já está em cena com um  pedido  de 13 milhões de doses da vacina Monkeypox da Bavarian Nordic. E claro, a OMS do comunista Tedros também já está em cena.

A eclosão do atual surto global de ‘Varíola dos Macacos’ [Monkeypox] – ocorrendo na linha do tempo exata prevista por uma simulação de biossegurança de um surto global de Monkeypox um ano antes – tem uma semelhança impressionante com o surto de COVID-19 acontecendo apenas alguns meses após a simulação do  Evento 201 , uma simulação de uma pandemia de coronavírus quase exatamente como a Covid-19.

O evento 201 foi realizado em outubro de 2019 – apenas dois meses antes do coronavírus ser notado pela primeira vez em Wuhan – pela Fundação Bill & Melinda Gates, WEF-Fórum Econômico Mundial, Bloomberg e Johns Hopkins University. 

Assim como no Evento 201, os participantes da simulação do pandemia ‘Varíola dos Macacos’ [Monkeypox] até agora permaneceram em silêncio sobre terem participado de uma simulação de pandemia cujos fatos se tornaram realidade na vida real apenas alguns meses depois.

Uma pessoa que esteve presente em ambas as simulações, o Evento 201 sobre a Covid-19 e na simulação da pandemia de Varíola dos Macacos’ [Monkeypox] em Munique é George Fu Gao, diretor do Centro Chinês de Controle de Doenças. No evento 201, Gao levantou especificamente o ponto de combater a “desinformação” durante uma pandemia “hipotética” de coronavírus.

No tweet acima está Gao no Evento 201 bem ao lado de nossa própria Avril Haines, Diretora de Inteligência Nacional – tecnicamente a oficial de inteligência de mais alto nível nos EUA. Olhem essas fofuras. Isso não faz você se sentir todo quente e confuso? Ufa. Deixando Kim Philby com ciúmes.

Dito isso, não vou sentar aqui e debater teorias da conspiração selvagens de que pode haver algo incomum sobre uma pandemia global ocorrendo apenas alguns meses após uma simulação de uma pandemia global exatamente do tipo previsto [de novo] no exercício, seguida logo depois pelo primeiro surto global de um vírus ainda mais obscuro apenas alguns meses após uma simulação de um surto exatamente desse tipo.

Se você quer ser um bom cidadão e ganhar um salário de seis dígitos – ou ser amigo de pessoas que ganham salários de seis dígitos – então faça o que “seu governo” lhe diz: sente-se, não saia, cale a boca, fique em casa, coma insetos, “salve vidas”, tome suas vacinas sem questionar, não se relacione com amigos e vizinhos, NÃO POSSUA NADA E SEJA FELIZ, mostre seus papéis e mascare os seus filhos.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


“O indivíduo é deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana [humana] simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio. . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

2 Responses to Foi simulada uma epidemia de ‘Varíola dos Macacos’ [Monkeypox] em março de 2021

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.