CEO da Pfizer, Infectado pela Covid após 4 doses de Sua ‘Vacina mRNA’, está Agradecido por ter tomado injeções… Que ‘Não Funcionam’

O chefe da Pfizer diz que de repente ficou doente com “covid” outro dia após ter sido espetado com a quarta dose de injeções [pseudo vacinas] para o vírus Covid-19, mas agora ele está se recuperando da infecção graças a uma nova [farsa] pílula de sua empresa, a Paxlovid. Albert Bourla, um chefão internacional das drogas Big Pharma, que em 2018 fantasiava abertamente em forçar as pessoas a comer microchips da “marca da besta”, twittou que “testou positivo” para o coronavírus Covid-19, mas está “agradecido por ter recebido quatro doses da sua [pseudo] vacina Pfizer-BioNTech.”

O judeu khazar e CEO da Pfizer, o palhaço Albert Bourla, que foi Infectado pela Covid após 4 doses de Sua ‘Vacina mRNA’… diz que está Agradecido por ter tomado suas injeções, mesmo que elas ‘Não Funcionem’

Fonte: Natural News

“Estou me sentindo bem, com os sintomas muito leves”, afirma Bourla. “Estou isolado e comecei um tratamento com Paxlovid.” [o mesmo usado por ‘Dementia’ Joe]

Este escritor acha muito difícil acreditar que Bourla recebeu até mesmo uma injeção de RNA mensageiro (mRNA) da Pfizer, quanto mais quatro. O tweet de Bourla parece mais um anúncio do seu ‘novo medicamento’ Paxlovid, que por acaso é o mais recente “remédio” da Pfizer para os vírus covid-19.

Agora que o mercado está praticamente saturado com as injeções mRNA da Pfizer BioNTech – todos os zumbis que as queriam ou que foram forçados a tomá-las já estão “totalmente vacinados” pelo menos QUATRO VEZES – Bourla mudou para o xelim Paxlovid, que é a nova “cura” da Pfizer para o sistema imunológico em degradação pós-injeções vacinas mRNA.

Gostaria de informar que testei positivo para #COVID19. Sou grato por ter recebido quatro doses da vacina Pfizer-BioNTech e estou me sentindo bem com sintomas muito leves. Estou em isolamento e iniciei um tratamento com Paxlovid”.

“Chegamos tão longe em nossos esforços para combater esta doença que estou confiante de que terei uma recuperação rápida”, escreveu Bourla em um segundo tweet reiterando sua promoção do novo medicamento Paxlovid.

“Sou incrivelmente grato pelos esforços incansáveis ??de meus colegas da Pfizer que trabalharam para disponibilizar vacinas e tratamentos para mim e para as pessoas ao redor do mundo.”

A mídia israelense afirma falsamente que as injeções mRNA covid da Pfizer salvaram “20 milhões de vidas”

Uma declaração oficial da Pfizer, que inclui as mesmas palavras que Bourla twittou, explica que o Paxlovid AINDA não foi aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) dos EUA.

Embora a covid tenha acabado há muito tempo – as únicas pessoas que ainda adoecem são as totalmente espetadas pelas vacinas mRNA da Pfizer porque agora têm AIDS induzida por vacina (VAIDS) – a Pfizer conseguiu forçar o FDA a conceder novamente autorização de uso emergencial (EUA) para um medicamento experimental Paxlovid com um perfil de segurança e eficácia questionável.

Acontece que Bourla é apenas mais um outdoor ambulante para qualquer novo veneno farmacêutico que sua empresa esteja promovendo no momento. E agora ele parece estar fingindo ter o vírus covid na tentativa de promover a nova droga Paxlovid através da mídia social.

A mídia pre$$titute$ controlada pelas corporações transnacionais também está ajudando jogando a cartada das vítimas do Holocausto. O Times of Israel, como um exemplo, visa tornar o novo medicamento Paxlovid da Pfizer mais atraente para o povo judeu em Israel, referindo-se a Bourla como “o judeu [khazar] filho de sobreviventes do Holocausto”.

Times também afirma, sem qualquer evidência, que estima-se que as injeções mRNA covid da Pfizer “salvaram” 20 milhões de vidas “durante o primeiro ano em que se tornaram disponíveis”.

O meio de comunicação pre$$titute$ de fake news também elogiou Bourla por receber o Prêmio Genesis de US$ 1 milhão em uma cerimônia em Jerusalém, que Bourla diz que planeja doar “para um planejado Museu do Holocausto em Thessaloniki, Grécia, onde ele nasceu”.

“O prêmio anual, concedido desde 2014 pelo Genesis Philanthropy Group, é concedido a ‘indivíduos extraordinários por sua notável realização profissional, contribuição à humanidade e compromisso com os valores judaicos’” , explica ainda o Times .

O CEO da Pfizer, Albert Bourla, explica a nova tecnologia da Pfizer para o público de Davos: “pílulas ingeríveis” – uma pílula com um pequeno CHIP que envia um sinal sem fio para as autoridades relevantes quando o medicamento é digerido. “Imagine a conformidade”, diz ele“.

Na seção de comentários do Revolver, alguém escreveu que não há como Bourla realmente ter “tomado do seu próprio veneno”, e que tudo isso é apenas mais marketing descarado para a Pfizer. “Esta é uma campanha de marketing distorcida, aproveitando a mídia de massa gratuita por meio do ciclo de ‘notícias’”, acrescentou essa pessoa sobre a manobra dolorosamente óbvia de Bourla no Twitter.

Professor israelense quer “Vigilância Biométrica Total” do rebanho humano para “monitorar o que está acontecendo sob sua pele”

Acontece que Bourla dificilmente é o único globalista do WEF que pressiona por rastreamento e vigilância biométrica. o professor [judeu khazar ativista LGBTQ+ e “consultor” de Klaus Schwab, outro khazar] Yuval Noah Harari, professor do Departamento de História da Universidade Hebraica de Jerusalém, disse o seguinte sobre o tema:

“Um cúmplice do Fórum Econômico Mundial, Yuval Noah Harari: O COVID é crítico porque é isso que convence as pessoas a aceitar e legitimar a vigilância biométrica total. Precisamos não apenas MONITORAR as pessoas; ‘PRECISAMOS MONITORAR’ o que está acontecendo sob sua pele.”

Um videoclipe de Harari com sua declaração pode ser visto abaixo:

“Bourla é um flagelo para a humanidade”, respondeu outro, indo direto ao ponto.

As últimas notícias sobre Bourla e Pfizer podem ser encontradas em BigPharmaNews.com .

As fontes para este artigo incluem: Revolver.news, NaturalNews.com, Pfizer.com e TimesOfIsrael.com


{Nota de Thoth: Em breve haverá um novo papa, será um francês, e será o ÚLTIMO  . . .  A estrondosa queda da “Estátua de Nabucodonosor“, com o fim do Hospício e os psicopatas da civilização ocidental e a própria destruição da região da cidade de Roma [incluso a cloaca do Vaticano] estão bem próximos de acontecer. O Hospício Ocidental, o circo do G-7 [do qual dois marionetes já caíram, Mario Draghi e Boris Johnson], os ditos “Países de Primeiro Mundo” vão fazer face ao seu carma “liberal“}


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Artigos Relacionados:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.325 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth