browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

CEO da Pfizer prevê que a vida na Terra “Voltará ao Normal” na primavera (Março)

Posted by on 20/01/2022

Apenas alguns dias atrás, Bill [Hell’s] Gates compartilhou alguns de seus [NOVOS] pensamentos (revisados) sobre a pandemia do vírus COVID e a trajetória que a [“Terrível”] variante omicron nos deixou. Várias semanas depois de alertar que o aumento da infecciosidade do omicron pode levar a pandemia ao seu overdrive . O que esta acontecendo. A Inglaterra JÁ ENCERROU a Pandemia!

CEO da Pfizer prevê que a vida na Terra “Voltará ao Normal” na primavera (Março, no hemisfério norte)

Fonte: Zero Hedge

O fundador da Microsoft postulou que o omicron poderia acelerar o fim da pandemia, deixando a população humana com mais anticorpos contra o vírus. Como resultado, o SARS-CoV-2 pode entrar em seu estágio endêmico mais rapidamente, sugeriu Gates.

Essa NOVA visão, de um oligarca multibilionário, de que o fim da pandemia pode finalmente estar próximo após dois anos de sofrimento, tornou-se cada vez mais popular ultimamente. Veja este artigo da BBC : “Endêmico COVID: a pandemia está entrando em seu fim de jogo?”.

Embora a peça se concentre principalmente no Reino Unido, a sensação é de que o mundo desenvolvido está mais próximo do fim da pandemia por causa [do desenvolvimento de imunidade natural] de seu acesso a vacinas [uma ova].

Então, uma nova era do Covid é realmente iminente e o que isso realmente significará para nossas vidas?

“Estamos quase lá, agora é o começo do fim, pelo menos no Reino Unido”, me diz o professor Julian Hiscox, presidente de infecção e saúde global da Universidade de Liverpool. “Acho que a vida em 2022 estará quase de volta a antes da pandemia.”

O que está mudando é a nossa imunidade. O novo coronavírus surgiu pela primeira vez há dois anos em Wuhan, na China, e estávamos vulneráveis. Era um vírus completamente novo que nosso sistema imunológico não havia experimentado antes e não tínhamos medicamentos ou vacinas para ajudar.

Bem, parece que o CEO da Pfizer pegou essa narrativa – e ele a aprova. Falando à mídia francesa, o CEO da Pfizer, Albert Bourla, disse que, embora espere que o COVID continue circulando por muitos anos [como o faz os mais de duzentos vírus da gripe comum e sazonal], ele espera que as ondas futuras não causem os tipos de restrições a que as pessoas se acostumaram nos últimos dois anos e que a vida voltará ao “normal” nessa primavera.

Ele ainda veio {Bourla] com sua ilustração útil descrevendo a diferença entre COVID “pandêmico” e “endêmico”:

Bourla disse ao jornal francês Le Figaro em uma entrevista publicada em 16 de janeiro que espera um “retorno à vida normal” em algum momento da primavera deste ano [março no hemisfério norte]. No entanto, ele acrescentou a ressalva de que a misteriosa “dinâmica da disseminação” do COVID torna as previsões precisas mais difíceis.

“Em breve poderemos retomar uma vida normal”, disse Albert Bourla ao jornal francês. “Estamos bem posicionados para chegar lá na primavera graças a todas as ferramentas à nossa disposição: testes, vacinas muito eficazes e os primeiros tratamentos que podem ser feitos em casa”.

Ele também creditou melhorias nos testes de COVID, vacinas e terapêuticas por sua perspectiva otimista, dizendo à BFM TV que espera que a atual onda impulsionada por omícrons seja a “última com tantas restrições”. Mas, dada sua afinidade com seus hospedeiros humanos, o COVID provavelmente será “muito difícil de se livrar”, e é por isso que Bourla espera que se torne endêmico, com ocasionais surtos sazonais, como uma gripe comum.

Por fim, o CEO da Pfizer compartilhou detalhes de parcerias locais que, segundo ele, ajudariam a França a produzir mais Paxlovid, medicamento de combate à COVID da Pfizer.

Com seu índice de aprovação no nível mais baixo de todos os tempos, o presidente marionete senil Joe Biden espera que pessoas como Bourla e Gates estejam certas. Acabar com a pandemia de COVID pode ser a única coisa que poderia ajudar Biden a recuperar algum apoio entre o eleitorado americano cansado, com muita raiva do [des]governo e frustrado.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


“Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente.  Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932].  Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que e prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito sugerindo às pessoas que amem sua servidão ao invés de açoita-los e chutando-os até à obediência. ” – Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984” 


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.