browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

China entrega Bases da ‘Frota Negra’ da Antártica para Aliança da Terra

Posted by on 18/10/2021

Em 24 de setembro, recebi uma nova atualização sobre os recentes desenvolvimentos na Antártica relativos às antigas bases subterrâneas nazistas [4º Reich] da Frota – Dark Fleet – Negra assumidas pela China, e como elas foram sendo entregues pelos comunistas chineses à Aliança Terrestre como resultado dos Acordos de Júpiter. A atualização foi lançada pelo extraterrestre Val Nek, da Federação Galáctica de Mundos, por meio de seu canal na Terra, Megan Rose, que mais uma vez retransmitiu a informação.

China entrega Bases da ‘Frota – Dark Fleet – Negra’ nazistas do 4º Reich da Antártica para Aliança da Terra

Fonte: Exopolitics.org

Depois de receber o relatório, fiz uma série de perguntas que foram retransmitidas a Val Nek por Megan Rose. Recebi suas respostas em 25 de setembro e imediatamente comecei a sofrer graves invasões em meu computador. O cursor no meu computador se movia de forma independente e eu não conseguia usar os programas necessários para criar artigos e vídeos, apesar de ativar meu programa antivírus McAffee e reiniciar meu computador duas vezes.

Felizmente, depois de cerca de duas horas, o problema desapareceu. Suspeito que meu computador foi hackeado e suas funções restauradas após a intervenção de terceiros. O incidente foi um lembrete da importância das informações que eu estava recebendo e da necessidade de divulgá-las publicamente o mais rápido possível. Sem mais delongas, aqui está o que Val Nek [VN] relatou em 24 de setembro sobre a situação das bases subterrâneas na Antártica:

VN: Estou feliz em informar que, com muitas missões bem-sucedidas, as bases na Antártica estão liberadas e agora sob controle da Aliança da Terra. A Aliança trabalhou ao lado de membros da Federação para remover a Frota Negra e seus aliados [aliens] de suas numerosas bases. Esta não é uma informação nova, mas sim relevante para acordos feitos com a China, no que você chamou de Acordos de Artemis.

Embora a China não seja atualmente parte dos Acordos Artemis , estes são a base da aliança multinacional que foi criada em torno dos Estados Unidos como o seu centro [definido pela Federação Galáctica]. Tanto a China quanto a Rússia inicialmente se opuseram aos Acordos, mas depois que sua importância levou a Federação Galáctica a escolher os Estados Unidos como o líder das 14 nações espaciais e corporações aeroespaciais presentes nas reuniões de Júpiter em julho, a China teve que mudar sua posição. Isso era necessário para que a China recebesse qualquer tecnologia aeroespacial avançada da Federação, depois que os extraterrestres hostis do Império Draconiano dos reptilianos Ciakharr e a Aliança Orion (Tall Greys) tiveram que deixar nosso Sistema Solar, desenvolvimentos que foram abordados em artigos anteriores.

A conformidade da China com os Acordos de Júpiter como condição para receber novas tecnologias de defesa aeroespacial é abordada diretamente por Val Nek:

Como mencionei anteriormente, a China tinha acesso limitado à nova estação espacial e outras zonas, conforme descrito nos Acordos de Júpiter. Parte da razão para o acesso limitado também era seu interesse em assumir o controle das bases da Frota Negra e expandir seu programa espacial nesta área. Como muitos sabem, esta área tem sido usada pela Frota Negra [nazista] e pelo Império Ciakahrr para experimentação humana, manufatura tecnológica e também tráfico humano.

Val Nek descreveu em uma atualização anterior divulgada publicamente em 8 de setembro , que uma série de postos avançados de defesa planetária estavam sendo construídos para fins de vigilância e segurança de nosso planeta contra futuros ataques de aliens hostis que foram expulsos. Esses postos avançados de defesa (grandes estações espaciais) usariam tecnologias avançadas de camuflagem e controlariam um escudo impenetrável, evitando que os reptilianos de Draco e os Greys da constelação de Orion se infiltrassem novamente no futuro, em nosso sistema solar, usando tecnologias de portal interdimensional.

A Federação esta ajudando a Aliança da Terra a construir as tecnologias de defesa necessárias na Órbita da Terra e na Lua, para lidar com um possível retorno de nossos “antigos feitores” planetários. Se a China fosse se beneficiar das tecnologias de defesa compartilhadas pela Federação, ela será obrigada a cooperar, especialmente quando se tratar das antigas bases da Frota Negra na Antártica que haviam sido usadas para propósitos nefastos de controle da humanidade.

Val Nek continuou:

Nossos acordos com eles [China] eram muito rígidos, eles devem concordar em ceder o controle de certas áreas dessas bases e terão acesso às estações construídas pela Aliança da Terra e pelas corporações. Isso é importante porque o objetivo da Federação é unificar os programas espaciais e os países para que trabalhem juntos pelo bem da humanidade para que um dia a Terra e seus povos UNIFICADOS se tornem membro da Federação. É importante notar que uma vez que um planeta ou espécie se junta à Federação, eles são obrigados a trabalhar pela paz e equilíbrio no universo e não são mais uma ameaça para o resto da galáxia. A China concordou com esses termos e agora está trabalhando ao lado da Aliança da Terra.

Esses princípios cooperativos estão totalmente descritos na Primeira Diretriz da Federação Galáctica, que foi lançada em 6 de setembro , pelo colega de Val Nek, o pleiadiano Thor Han, para a arqueóloga francesa Elena Danaan.  Surpreendentemente, descobri que a primeira diretriz fictícia desenvolvida na série Star Trek e lançada em forma de texto em um livro de 1986, A Federação, foi baseada na verdadeira primeira diretriz que mais tarde foi lançada por Thor Han. De acordo com o pleiadiano Thor Han, os autores do livro, Bernard Menke e Rick Stuart, e / ou Gene Roddenberry, receberam a verdadeira Primeira Diretriz da Federação, num processo de conscientizar, desde cedo, parte da população ocidental da Terra.

Minha análise das duas diretrizes principais mostrou que elas derivavam da mesma fonte, conforme explicado em um trecho de meu webinar de 9 de setembro, Nosso futuro de Jornada nas Estrelas. A comparação está disponível no YouTube e Rumble .

A análise da Primeira Diretriz da Federação deixa claro por que a China é obrigada a cooperar com a Aliança da Terra liderada pelos militares dos EUA [o atual governo, do marionete senil e pedófilo Joe Biden, é apenas um fantoche nas mãos do Deep State/Greys/reptilianos/nazistas, et caterva, que não tem nenhuma consciência do que REALMENTE está acontecendo] se quiser receber tecnologias de defesa avançadas da Federação. Isso levou à entrega das antigas bases da Frota Negra da Antártica, pelos chineses, como explica Val Nek:

Sei que o Dr. Salla achará muito interessante a finalidade para que estamos usando essas bases. Posso relatar que parte da fabricação da frota estelar ocorrerá aqui. Como seu planeta e seus governos provaram ser muito complicados e interessantes [geopolítica], também foi necessário que a China concordasse com nossos termos devido à disponibilidade de certos suprimentos. Pelo que sei, há muita produção de muitos suprimentos, que são enviados deste país para toda a Terra. Isso provou ser também o caso da construção da frota estelar da Aliança da Terra.

A China agora está trabalhando com a Aliança da Terra para fabricar e fornecer esses materiais e suprimentos. Grande parte da força de trabalho humana da Frota Negra também optou por ser empregada por esses programas no interesse de manter seus empregos. Nossas espaçonaves, a tecnologia para construir esses naves, também está disponível na Antártica, o que torna um local viável para iniciar a produção desses materiais. Esta é uma boa notícia e continuamos avançando.

Agora está claro que um dos incentivos que levaram a China a concordar em se juntar à Aliança Terrestre liderada pelos EUA foi que ela teria um papel fundamental na construção das futuras tecnologias de defesa planetária a partir das bases da Antártica que antes pertenciam à Frota Negra. A história recente da China de se tornar o centro mundial de manufatura de produtos de consumo tornou-se uma escolha lógica para fazer o mesmo no mundo secreto da construção de naves espaciais avançadas.

Como discuto em meu livro de 2020, Ascensão do Dragão Vermelho : Origens e Ameaça do Programa Espacial Secreto da China, a China comunista [até quando?] vem construindo secretamente grandes espaçonaves de propulsão exótica em locais remotos para um dia desafiar o domínio espacial dos EUA. Eu fiz a Val Nek cinco perguntas sobre sua atualização e o que se segue são as suas respostas.

1 Ele sabe o que aconteceu com os escravos, trabalhadores, etc., nas bases da Antártica depois que a Frota Negra e Ciakharr partiram? Quantas pessoas estiveram envolvidas, milhares, dezenas de milhares, etc.?

VN: O número exato, não posso dizer. Eram dezenas de milhares, isso inclui os escravos, mas também os trabalhadores. A maioria, senão todos, os escravos haviam sido experimentados. Isso também inclui humanos, mas também espécies hibridizadas de humanos. Como os super soldados de Marte, essas pessoas estão sendo atendidas pela Aliança em instalações médicas. Também posso dizer que, híbridos ou humanos, a maioria passou por um grande controle mental, com implantes colocados no córtex cerebral. Isso requer que a Federação ajude a Aliança a desativar o implante e assimilar o cérebro à sua função original. 

Os híbridos, é claro, exigem que a Federação intervenha, uma vez que carregam genomas que são desconhecidos dos militares terráqueos e, portanto, fornecer tratamento médico não seria apropriado. A Aliança e a Federação têm a capacidade de transportar e transferir tecnologias para tratamentos médicos para essas bases para dar-lhes o tratamento adequado. O que seu pessoal chama de camas médicas é a tecnologia, ou tecnologia muito semelhante, que está sendo usada. Os trabalhadores receberam novas opções de emprego com a Aliança da Terra nessas áreas. A ajuda deles é útil para explicar as instalações e como elas funcionam em alguns casos. Claro, essas pessoas são empregados e não são trabalhadores de elite que se reportam diretamente à Frota Negra.

Em um artigo anterior , descrevi alguns dos abusos dos direitos humanos que estavam ocorrendo nessas bases da Antártica da Frota Negra e Corporativa, na Lua e em Marte. A escala do sofrimento humano que ocorreu foi enorme, mas até agora ninguém foi levado à justiça por esses crimes. Felizmente, as vítimas que sobreviveram estão sendo atendidas nas instalações da Federação.

As perguntas e respostas continuaram:

  1. Val Nek pode dizer quantas bases da Frota – Dark Fleet – Negra foram ocupadas pelos chineses e suas localizações aproximadas, por exemplo, Queen Maud Land, West Antarctica, etc.?

VN: Esta informação não tenho liberdade para divulgar completamente…. Posso dizer que entre 3-5 bases foram entregues à Aliança da Terra e seus respectivos locais, não posso dizer, mas você pode especular. Quando conseguirmos divulgar o propósito dessas bases, quando chegar a hora, isso poderá ajudar sua inquisição.

Vale a pena separar essas três a cinco antigas bases da Frota Negra das seis grandes bases industriais usadas por um consórcio corporativo [conglomerados aeroespaciais e de armamentos, o Complexo Industrial Militar] que construiu naves interestelares para a Frota Negra, que Corey Goode disse ter testemunhado em janeiro de 2016 durante uma visita à Antártica. Os últimos ainda estão na posse das corporações, que agora desempenharão um papel na construção de espaçonaves interestelares para a Aliança Terrestre, como uma resposta posterior de Val Nek confirma.

Minha sessão de perguntas e respostas com Val Nek continua:

  1. Val Nek se referia a certas partes dessas antigas bases da Frota Negra primeiro transferidas para a China, agora entregues à Aliança Terrestre conforme exigido pelos Acordos de Júpiter. Isso significa que a China ainda controla outras seções das bases onde pode fazer o que quiser com certas limitações?

VN: A China não tem controle total sobre nenhuma base no momento. Os acordos são escritos como tal. O objetivo da Federação é garantir que os países trabalhem juntos e sejam organizados na forma como abordam seus respectivos programas espaciais. A China relutou, a princípio, em abrir mão do seu controle, como mencionei anteriormente, pois eles tinham muitos interesses [comunistas e ateus] próprios. Enquanto os Estados Unidos foram escolhidos para liderar esses países e seus programas … eles são exatamente isso, estão no comando da frota espacial com o intuito de manter a unidade e a paz entre os países da Terra.

A China originalmente reivindicou algumas bases na Antártica, sem acordos legais, e rapidamente as entregou à Aliança da Terra após os Acordos de Júpiter. Muitos de seus países usam seus recursos militares uns contra os outros, para obter terras e conquistas. A Federação achou esta maneira de fazer [as coisas] muito interessante, considerando as ameaças muito mais hostis ao planeta Terra na galáxia. Estamos fazendo mudanças e progredindo juntos, avançando como um planeta unido.

Claramente, Val Nek estava se referindo aos respectivos líderes da Aliança Terrestre sendo levados a reconhecer a situação mais ampla e estratégica geral da Terra na galáxia, e que não havia alternativa real a não ser a cooperação entre os países e os povos da Terra para lidar com ameaças futuras potenciais de invasão de extraterrestres hostis, apesar de significativas diferenças políticas, culturais, religiosas e econômicas entre as principais nações da Terra.

A próxima pergunta abordou o destino das bases corporativas na Antártica usadas para construir as espaçonaves interestelar da Frota Negra:

  1. A Frota Negra trabalhou em estreita colaboração com um Consórcio Corporativo que estava construindo muitas das grandes naves estelares para a Frota Negra. Este conglomerado corporativo entregou suas instalações para outras empresas / Aliança da Terra, ou eles se realinharam para agora construir espaçonaves para a Aliança da Terra?

([Megan Rose] Val Nek se diverte com esta pergunta)

VN: Não posso divulgar essas informações no interesse da segurança e das operações em andamento de Megan.

Minha especulação aqui é que o consórcio corporativo (também conhecido como Conglomerado Corporativo Interplanetário do Complexo Industrial Militar) que construiu a Frota Negra, agora está usando as mesmas instalações para construir naves interestelares para a Aliança Terrestre. Afinal, as corporações são movidas pela motivação do lucro e podem se adaptar rapidamente às necessidades de novos clientes e novas condições. Presumivelmente, os executivos corporativos implicados no uso de trabalho escravo, experimentos genéticos e outros abusos que ocorreram quando as embarcações da Frota Negra estavam sendo construídas foram aposentados e / ou levados à justiça por sua cumplicidade em tais crimes. Este é um assunto muito delicado e é compreensível porque Val Nek hesitou em fornecer mais detalhes para a segurança de Megan.

Minha pergunta final e a resposta de Val Nek são as seguintes:

  1. Para entender o quadro geral, a produção em massa de espaçonaves de vários tamanhos com sistemas de propulsão antigravidade e tecnologias de saúde avançadas, que estão acontecendo agora em bases secretas na Lua, na Antártica e em Marte, mais tarde serão distribuídas ao povos do planeta pela Aliança da Terra. Instalações semelhantes em Marte foram destruídas ou ocupadas pelos marcianos nativos, enquanto instalações de construção de naves semelhantes em Ceres foram deixadas para seus residentes usarem como quiserem. Existe um cronograma para quando as tecnologias avançadas sendo produzidas em massa na Lua e na Antártica serão liberadas para o resto da humanidade?

VN: Sim, os marcianos nativos estão em processo de retomar o controle de seu planeta, da mesma forma que a humanidade do planeta Terra. Não posso dar um cronograma exato, pois depende das corporações e da velocidade de fabricação, entre algumas outras variáveis. É claro que temos um objetivo em mente, como mencionei anteriormente, as empresas escolhidas têm a infraestrutura para atender às nossas necessidades de tempo e demandas. Também declarei anteriormente que há uma limitação de tempo e desejamos realizar esses projetos de forma relativamente rápida. Posso dizer que a maioria com uma perspectiva lógica, considerando o quão grande é esta operação, ficaria satisfeita com as restrições de tempo e metas que estabelecemos.

Sabemos de uma atualização de 7 de setembro de Val Nek, que as frotas espaciais (Frota Estelar) sendo construídas na Lua – e agora também na Antártica – combinam as tecnologias de defesa da Terra e da Federação Galáctica. Sem saber muito sobre as tecnologias de construção classificadas sendo usadas na Lua e na Antártica para construir uma geração inteiramente nova de espaçonaves para a Aliança da Terra, podemos ter uma ideia da linha do tempo a partir de estimativas de quanto tempo leva para construir novas gerações de submarinos e porta-aviões com sistema de propulsão à energia nuclear.

Recentemente, a Austrália fechou acordos com os EUA e o Reino Unido para construir uma nova frota de submarinos movidos a energia nuclear como parte da nova Aliança AUKUS, perturbando muito a França, que iria construir uma frota de submarinos movidos a diesel convencional para a Austrália. A produção dos primeiros submarinos nucleares australianos deve levar o resto desta década para ser concluída.

Acredito que o projeto de construção de um submarino nuclear é uma cobertura para a participação da Austrália no enorme processo de construção de uma nave estelar que a Aliança Terrestre começou. Os cronogramas para os respectivos lançamentos dos submarinos nucleares da Austrália e da “Frota Estelar” da Aliança Terrestre são provavelmente semelhantes. Isso não é acidental. A Austrália é um vasto continente e não seria surpreendente se locais remotos [e abriga, na região central de Alice Springs, uma enorme base subterrânea, Pine Gap, administrada em conjunto humanos/aliens hostis aos nossos interesses] fossem usados ​​para complementar o que estava sendo secretamente construído na Lua e sob as plataformas de gelo da Antártica.

“Os EUA têm três bases principais na Austrália. Uma delas é no Sul da Austrália (Nurranger, perto de Woomera, TN), outra em Nova Gales do Sul, e a terceira (e de longe a maior de todas) está localizada distante cerca de 230 km (143 milhas ) do centro geográfico do continente australiano (BEM LONGE DO OCEANO E DO LITORAL…), não muito longe a oeste de Alice Springs (Território do Norte), no sopé da encosta sul da Faixa de Montanhas MacDonnell. Esta base chamada de PINE GAP é totalmente subterrânea, com entradas visíveis apenas na superfície do terreno. “Esta “BASE SECRETA SUBTERRÂNEA” é totalmente financiada pelo Governo Secreto (GOVERNO PARALELO oculto/secreto) dos EUA, através de orçamento negro (Blackops) e é oficialmente conhecida como uma Instalação de Defesa Conjunta com a Austrália de Pesquisas Espaciais. Quando a construção da Base foi iniciada, seu objetivo era a pesquisa científica para o desenvolvimento de uma suposta defesa da tecnologia espacial. Sabe-se agora que, desde o seu início, seu principal objetivo foi a pesquisa em propulsão eletromagnética.” (FONTE)

Também vale a pena apontar que o insider do programa espacial secreto William Tompkins disse que a próxima geração de transportadores espaciais da frota Solar Warden estaria pronta para implantação no início de 2030. Tudo isso nos dá uma ideia para estimar quanto tempo levará para construir novas frotas de espaçonaves para a Aliança Terrestre.

No entanto, pode-se esperar que tecnologias médicas avançadas – atualmente sendo produzidas em massa na Lua, conforme discutido em uma atualização anterior de Val Nek – possam ser lançadas muito antes da conclusão da futura Frota Estelar da Aliança Terrestre. Fazer isso aumentaria previsivelmente o apoio público para a construção maciça de espaçonaves secretamente em andamento na Lua, na Antártica e talvez na Austrália também.

Desejo agradecer a Megan Rose por retransmitir a atualização de Val Nek e as respostas às minhas perguntas. O site dela é MeganRoseMedium.com

© Michael E. Salla, Ph.D. Copyright Notice

[Versão em podcast deste artigo disponível na Apple, Google e Spotify . A versão de vídeo está disponível no YouTube e Rumble ]


“Precisamos do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente. Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932]. Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito “SUGERINDO” às pessoas para que “AMEM A SUA SERVIDÃO” ao invés de açoita-los e chuta-los até obter sua obediência“. – Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984”


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

One Response to China entrega Bases da ‘Frota Negra’ da Antártica para Aliança da Terra

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.