browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

China está se preparando para fazer uma ‘Blitz’ na Lua?

Posted by on 05/02/2021

Quando o Partido Comunista Chinês (PCC) iniciar seu programa lunar tripulado, ele poderá fazê-lo em grande estilo, já que seu objetivo é controlar o sistema Terra-Lua para impor sua hegemonia comunista e ateu na Terra e no sistema solar, e então regular o acesso à futura “Economia EspacialIsso significa que os EUA devem explorar o que podem ser vantagens temporárias em tecnologia para criar uma presença lunar dominante para o ocidente.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

A China está se preparando para fazer uma ‘Blitz’ na Lua?

Autoria de Rick Fisher via [Fonte]  The Epoch Times,

Durante a maior parte da última década, o regime chinês tem propagado a ideia de que seu programa lunar tripulado pode não começar até por volta de 2030. Isso pareceu ser confirmado por revelações chinesas de que seu principal veículo de lançamento espacial (SLV) para a missão lunar, o China Aerospace A Science and Technology Corporation (CASC) o foguete Long March-9  não estaria em serviço até cerca de 2030.

Mas agora é possível avaliar que a China pode chegar lá bem antes de 2030. A China começou a revelar uma possível aceleração de seus planos lunares em novembro de 2018, quando revelou um novo SLV tripulado de 5 metros de diâmetro com uma configuração de três booster paralelos, como a SpaceX Falcon Heavy Órbita Terrestre Baixa de 63 toneladas (LEO)

Poucos detalhes foram revelados na época, nem mesmo seu nome, então chineses entusiastas do espaço o apelidaram de “Foguete 921” em homenagem ao “Programa 921” da China de 1992.

Então, em setembro de 2020, um oficial subordinado ao Departamento de Armamentos da Comissão Militar Central do Exército de “Libertação [escravização] do Povo”, que controla o programa espacial da China, confirmou oficialmente pela primeira vez que o pais tinha um programa lunar tripulado ativo e estava desenvolvendo um novo Moon Lander tripulado e o novo SLV tripulado. Este é o foguete 921 projetado para elevar cerca de 70 toneladas para LEO e cerca de 25 toneladas para a lua.

É possível que versões futuras deste SLV apresentem primeiros estágios reutilizáveis ​​como o Falcon Heavy, ajudando a China a reduzir significativamente o custo de envio de pessoas e suporte de cargas úteis para a Lua.

O interesse e a atenção dispensados ​​a este novo foguete levaram alguns observadores chineses a especular que o programa Longa Marcha-9 foi possivelmente abandonado. Mas isso foi colocado de lado por um relatório de 26 de novembro de 2020 no China Daily que afirmava:

“A China Aerospace Science and Technology Corp [CASC] estimou que cerca de 10 foguetes Longa Marcha-9 serão necessários a cada ano de 2030 a 2035 na China para atender à forte demanda do país por foguetes de carga pesada”. 

Isso significa que o regime comunista ateu chinês pode estar planejando construir 60 de seus veículos lançadores espaciais superpesados ​​(SLVs) Longa Marcha-9 em um período de seis anos. Isso tem enormes implicações para as ambições da China de construir uma presença dominante na Lua e, numa etapa seguinte, começar a colonizar Marte.

Embora ainda não esteja claro se a liderança do PCC aprovou tais planos, o CASC provavelmente não divulgaria esses números de requisitos de foguetes SLV sem algum nível de aprovação ou incentivo dos líderes do partido. O China Daily também declarou:

“O foguete superpesado terá 93 metros de altura, peso de decolagem de 4.140 toneladas métricas e potência de empuxo de 5.760 toneladas. Seu estágio central terá cerca de 10 metros de diâmetro … será capaz de transportar espaçonaves com um peso combinado de 140 toneladas para uma órbita baixa da Terra … também será capaz de colocar espaçonaves pesando até 50 toneladas em uma trajetória de transferência Terra-Lua para expedições lunares”. 

Outras fontes chinesas indicam que outras versões possíveis do foguete Longa Marcha-9 podem elevar e entregar cargas úteis de até 65 toneladas à Lua.

O centro espacial de Jiuquan no deserto de Gobi em Jiuquan, no noroeste da província de Gansu da China, em 11 de junho de 2013. (AFP / AFP / Getty Images)

Esses dados limitados, no entanto, oferecem alguma ideia de quão rapidamente a China pode povoar e controlar a Lua, satélite natural da Terra [se os Greys e Reptilianos que estão instalados na Lua assim o permitirem]. Pode-se começar estimando que a China dedica 40 dos potenciais 60 foguetes Long March-9’s às missões à Lua, com o restante a ser usado para apoiar uma estação espacial de segunda geração de Low Earth Orbit, e para, mais tarde, começar a enviar pessoas a Marte.

O interior de 50 metros quadrados do foguete e o módulo Tianh é de 22,5 toneladas , que pode ser lançado em abril para a nova estação espacial da China, pode acomodar uma tripulação de três pessoas. Talvez uma base lunar de quatro módulos de tamanho semelhante possa suportar uma tripulação de seis pessoas. Supondo que um foguete Longa Marcha-9 pudesse transportar dois módulos de habitat de base lunar do tamanho de Tianhe para a Lua, então 20 missões com o foguete Longa Marcha-9 poderiam começar a construção de 10 bases lunares chinesas separadas.

As outras 20 missões do foguete Longa Marcha-9 poderiam transportar os rovers lunares, sistemas de energia, sistemas de comunicação, equipamentos de mineração e sistemas de produção lunares que permitiriam a plena exploração dos recursos lunares. Isso, por sua vez, poderia acelerar a ambição do regime chinês de construir grandes satélites de energia solar baseados no espaço para alcançar a independência energética da Terra.

Essas ambições potenciais de “blitz” lunar chinesa são preocupantes porque também é possível que a água congelada existente na lua, o objetivo de recurso lunar inicial mais importante, esteja disponível apenas em um pequeno número de locais no Polo Sul da Lua. Lembre-se, o PCC é capaz de “imperialismo” como no Mar do Sul da China.

Em março de 2019, a administração Trump estabeleceu uma meta de chegar à Lua até 2024, o que não parece realista dada a relutância do Congresso em fornecer financiamento adicional. A Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço dos Estados Unidos (NASA) está desenvolvendo seu SLV Sistema de Lançamento Espacial (SLS) superpesado não reutilizável, que pode enviar de 27 a 46 toneladas de carga para a lua. É um programa clássico da NASA que não oferece riscos, mas seu custo de carga útil projetado para a Lua é de cerca de US$ 20.000 o quilo.

A nave estelar pode estar pronta para missões lunares de 2022 a 2023 e foi selecionada pela NASA como uma possível sonda lunar para seu Programa Artemis de retornar à lua. Mas oferece uma vantagem estratégica potencial incrível, se as projeções estiverem corretas, de transportar cargas úteis para a Lua por cerca de US$ 2.000 o quilo.

Talvez os planos potenciais da China de construir um número tão grande de SLVs superpesados ​​do foguete Longa Marcha-9 possam ser sua resposta à Nave Estelar da NASAjunto com um investimento acelerado em seus próprios SLVs reutilizáveis.

Isso apenas redobra a necessidade de que a nave estelar [da NASA] tenha sucesso para que os Estados Unidos, seus aliados e parceiros possam usá-la para construir uma presença lunar suficiente antes da China, para ter uma chance melhor de dissuadir o PCC do implantar seu imperialismo lunar agressivo. As vantagens oferecidas pela Starship se rapidamente exploradas por uma liderança decidida dos EUA, poderiam ajudar a frustrar as ambições hegemônicas do regime chinês de levar o comunismo ateu na ocupação de nosso satélite e além, no sistema solar.


A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE): “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando despertar. Mas até que nós consigamos despertá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso as transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle. E muitos deles estão tão habituados, tão profunda e desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Mais informações sobre a LUA:

One Response to China está se preparando para fazer uma ‘Blitz’ na Lua?

  1. Silvio J B Maia

    Razoável supor que, espertos e bem informados como são, os chineses saibam do que realmente é a Lua, em sua expressão de peça do suporte sideral, de modo que não é plausível esperar algum desatino chinês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.