browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

China roubou Coronavírus do Canadá e o armou (Weaponized) ?

Posted by on 26/01/2020

No ano passado, um misterioso carregamento de Coronavírus foi pego sendo contrabandeado do Canadá. Foi atribuída a cientistas agentes chineses que trabalhavam em um laboratório canadense de alta segurança. Uma investigação subsequente da GreatGameIndia  vinculou os agentes  chineses ao Programa de Guerra Biológica da China, de onde se suspeita que o vírus tenha vazado, causando o atual e mortal surto de coronavírus em Wuhan. Um casal de cientistas chineses, a Drª  Xiangguo Qiu e seu marido, o Dr. Keding Cheng foram expulsos do Laboratório Nacional de Microbiologia em Winnipeg, no Canadá em 5 de julho de 2019.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

China roubou Coronavírus do Canadá e o armou, transformando-o em uma “arma biológica” ?

Fonte:  https://www.zerohedge.com/

  • Na província chinesa de Hubei, epicentro da pandemiahouve 1.423 casos confirmados no final de 26 de janeiro, com 76 mortos. Isso significa que a taxa de mortalidade está agora acima de 5%; era metade disso há alguns dias atrás.
    • Em todo o mundo, houve 2.493 casos em todo o mundo, com 80 mortes, acima de 56 e o ​​dobro do número na noite de sexta-feira
  • 5a infecção por coronavírus dos EUA confirmada pelo CDC em 4 estados (AZ, CA, IL, WA)
    • O CDC chama o vírus de  “ameaça emergente à saúde pública”, acrescentando que a ameaça é “séria”.
  • A incubação é assintomática, contagiosa e pode durar até 14 dias.
  • Cerca de 5 milhões de moradores deixaram Wuhan antes do confinamento. [QUARENTENA] por causa da epidemia mortal de coronavírus e do feriado, revelou o prefeito Zhou Xianwang nesse domingo, quando autoridades de saúde alertaram que a capacidade de propagação do vírus estava ficando mais forte,
  • 1º caso foi 01 de dezembro NÃO 31 de dezembro, então a infecção pelo vírus pode ser muito maior.
  • EUA, Rússia e Tailândia iniciam planos de evacuação,
  • O primeiro-ministro Li Keqiang acusado de liderar a força-tarefa do governo,
  • 3 hospitais de Pequim usam drogas contra a Aids para tratar coronavírus,
  • A cidade de Pequim registrou mais cinco casos confirmados, incluindo um bebê de nove meses. É o primeiro caso infantil confirmado. 

Como a história se desenrola, a amostra saudita do vírus da SARS:

Em 13 de junho de 2012, um homem saudita de 60 anos foi internado em um hospital particular em Jeddah, na Arábia Saudita, com 7 dias de história de febre, tosse, expectoração e falta de ar. Ele não tinha histórico de doença cardiopulmonar ou renal, não estava recebendo medicamentos a longo prazo e não fumava.

O virologista egípcio Dr. Ali Mohamed Zaki isolou de seus pulmões e identificou um coronavírus anteriormente desconhecido. Após o diagnóstico de rotina não identificar o agente causador, Zaki contatou Ron Fouchier, um virologista líder do Erasmus Medical Center (EMC) em Roterdã, na Holanda, para aconselhamento.

Fouchier sequenciou o vírus a partir de uma amostra enviada por Zaki. Fouchier usou um método de reação em cadeia da polimerase em tempo real (RT-PCR) de amplo espectro para testar características distintas de vários coronavírus conhecidos que infectam seres humanos.

Esta imagem de arquivo sem data divulgada pela Agência Britânica de Proteção à Saúde mostra uma imagem de um coronavírus visto num microscópio eletrônico, parte de uma família de vírus que causa doenças, incluindo o resfriado comum e a SARS, que foi identificada pela primeira vez no Oriente Médio. DIVULGAÇÃO / IMPRENSA ASSOCIADA

Essa amostra de coronavírus foi adquirida pelo diretor científico Dr. Frank Plummer, do Laboratório Nacional de Microbiologia (NML) do Canadá, em Winnipeg, diretamente de Fouchier, que a recebeu de Zaki. Este vírus foi roubado do laboratório canadense por agentes chineses .

O Laboratório canadense

O coronavírus chegou às instalações da NML em Winnipeg, no Canadá, em 4 de maio de 2013, a partir do laboratório holandês. O laboratório canadense aumentou os estoques do vírus e o usou para avaliar os testes de diagnóstico usados ​​no Canadá. Os cientistas de Winnipeg trabalharam para ver quais espécies de animais podem ser infectadas com o novo vírus.

A pesquisa foi realizada em conjunto com o laboratório nacional da Agência Canadense de Inspeção de Alimentos, o Centro Nacional de Doenças de Animais Estrangeiros, que fica no mesmo complexo do Laboratório Nacional de Microbiologia.

O Laboratório Nacional de Microbiologia (Centro Canadense de Ciências para a Saúde Humana e Animal) em St. Arlington, em Winnipeg. Wayne Glowacki / Winnipeg Free Press. 22 de outubro de 2014

A NML tem um longo histórico de oferta de serviços abrangentes de teste para coronavírus. Isolou e forneceu a primeira sequência genômica do coronavírus SARS e identificou outro coronavírus NL63 em 2004.

Este laboratório canadense com sede em Winnipeg foi alvo de agentes chineses no que poderia ser chamado de espionagem biológica .

Espionagem Biológica Chinesa

Em março de 2019, em um evento misterioso, um carregamento de vírus excepcionalmente virulentos da NML do Canadá terminou na ChinaO evento causou um grande escândalo com especialistas em guerra biológica, questionando por que o Canadá estava enviando vírus letais para a China. Cientistas da NML disseram que os vírus altamente letais era uma potencial arma biológica.

Após a investigação, o incidente foi atribuído a agentes chineses que trabalhavam na NML . Quatro meses depois, em julho de 2019, um grupo de virologistas chineses foi retirado à força do Laboratório Nacional de Microbiologia do Canadá (NML). A NML é a única instalação de nível 4 do Canadá e uma das poucas na América do Norte equipada para lidar com as doenças virológicas mais mortais do mundo, incluindo o terrível Ebola, a SARS, Coronavírus, etc.

Xiangguo Qiu – A agente chinesa da Guerra Biológica

Acredita-se que a cientista da NML que foi escoltada e expulsa para fora do laboratório canadense, juntamente com o seu marido, outro biólogo e membros de sua equipe de pesquisa, seja um agente chinês da guerra biológica, Xiangguo Qiu. Qiu foi chefe da Seção de Desenvolvimento de Vacinas e Terapias Antivirais do Programa Especial de Patógenos da NML do Canadá.

Xiangguo Qiu é uma excelente cientista chinesa nascida em Tianjin. Ela recebeu seu diploma de médica pela Universidade Médica de Hebei, na China, em 1985, e veio para o Canadá para estudos de pós-graduação em 1996. Mais tarde, foi afiliada ao Instituto de Biologia Celular e ao Departamento de Pediatria e Saúde Infantil da Universidade de Manitoba, que não está envolvido com o estudo de patógenos, em Winnipeg, 

Dr. Xiangguo Qiu , o agente chinês de guerra biológica que trabalha no Laboratório Nacional de Microbiologia, Canadá. FONTE

Mas uma mudança ocorreu, de alguma maneira. Desde 2006, ela estuda vírus poderosos na NML do Canadá. Os vírus enviados da NML para a China foram estudados por ela em 2014, por exemplo (juntamente com os vírus Machupo, Junin, Febre do Vale do Rift, Febre Hemorrágica da Crimeia-Congo e Hendra).

Infiltrando-se no Laboratório Canadense

A Drª. Xiangguo Qiu é casada com outro cientista chinês – o Dr. Keding Cheng, também afiliado à NML, especificamente o “Núcleo de Ciência e Tecnologia”. O Dr. Cheng é principalmente uma bacteriologista que mudou para a área de estudos da virologia. O casal é responsável por se infiltrar na NML do Canadá com muitos agentes chineses como estudantes de várias instalações científicas chinesas diretamente ligadas ao Programa de Guerra Biológica da China, a saber:

  1. Instituto de Veterinária Militar, Academia de Ciências Médicas Militares, Changchun
  2. Centro de Controle e Prevenção de Doenças, Região Militar de Chengdu
  3. Instituto de Virologia Wuhan, Academia Chinesa de Ciências, Hubei
  4. Instituto de Microbiologia, Academia Chinesa de Ciências, Pequim

Fontes dizem que  Xiangguo Qiu e seu marido Keding Cheng foram escoltados do Laboratório Nacional de Microbiologia em Winnipeg em 5 de julho de 2019. Desde então, a Universidade de Manitoba encerrou suas consultas, redesignou seus alunos de pós-graduação e alertou funcionários, estudantes e professores sobre viagens para a China. (Prêmios de inovação do governador geral) FONTE

Todas as quatro instalações de guerra biológica chinesa mencionadas acima colaboraram com a Drª. Xiangguo Qiu no contexto do vírus Ebola, o Instituto de Veterinária Militar também participou de um estudo sobre o vírus da febre do Rift Valley, enquanto o Instituto de Microbiologia participou de um estudo sobre o vírus de Marburg .  Notavelmente, o medicamento usado no último estudo – Favipiravir – foi testado com sucesso pela Academia Chinesa de Ciências Médicas Militares, com a designação JK-05 (originalmente uma patente japonesa registrada na China já em 2006), contra o Ebola e vírus adicionais.

No entanto, os estudos da Drª. Qiu são consideravelmente mais avançados e aparentemente vitais para o  desenvolvimento de armas biológicas chinesas no caso dos vírus da febre de Coronavírus, Ebola, Nipah, Marburg ou Rift Valley serem incluídos.

A investigação canadense ainda está em andamento e ainda restam dúvidas sobre se houve remessas anteriores à China de outros vírus ou outras preparações essenciais, de 2006 a 2018, de uma forma ou de outra.

O Dr. Gary Kobinger, ex-chefe de patógenos especiais (à direita), e a Drª.  Xiangguo Qiu , cientista da pesquisa (segunda à direita) se reuniram com o Dr. Kent Brantly e a Dra. Linda Mobula, professora assistente da Faculdade de Medicina Johns Hopkins e o médico que administrou o ZMapp a Brantly na Libéria quando ele foi infectado com o Ebola durante o surto de 2014-16. (Enviado por Health Canada) FONTE

A Dra. Xiangguo Qiu também colaborou em 2018 com três cientistas do Instituto de Pesquisa Médica do Exército dos EUA em Maryland, estudando imunoterapia pós-exposição para dois vírus Ebola e vírus Marburg em macacos; um estudo apoiado pela Agência de Redução de Ameaças de Defesa dos EUA.

O coronavírus de Wuhan

A Dra. Xiangguo Qiu fez pelo menos cinco viagens durante o ano letivo de 2017-18 para o mencionado Laboratório Nacional de Biossegurança de Wuhan da Academia Chinesa de Ciências, que foi certificado para BSL4 em janeiro de 2017. Além disso, em agosto de 2017, a Comissão Nacional de Saúde da China aprovou atividades de pesquisa envolvendo o mortal vírus Ebola, o vírus Nipah e febre hemorrágica da Crimeia-Congo nas instalações de Wuhan.

Por “coincidência”, o Laboratório Nacional de Biossegurança de Wuhan está localizado a apenas 32 quilômetros do Mercado de Frutos do Mar de Huanan, que é o epicentro do surto de Coronavírus, apelidado de Coronavírus Wuhan.

O Laboratório Nacional de Biossegurança de Wuhan está localizado a apenas 32 quilômetros do Mercado de Frutos do Mar de Huanan, o epicentro do surto de coronavírus

O Laboratório Nacional de Biossegurança de Wuhan está instalado nas instalações militares chinesas do Instituto de Virologia Wuhan, vinculado ao Programa de Guerra Biológica da China . Foi o primeiro laboratório do país projetado para atender aos padrões de nível de biossegurança 4 (BSL-4) – o mais alto nível de risco biológico, o que significa que seria qualificado para lidar com os patógenos mais perigosos do planeta.

Em janeiro de 2018, o laboratório estava operacional ‘para experimentos globais em patógenos da BSL-4’, escreveu Guizhen Wu na revista Biosafety and Health. “Após um incidente de vazamento do vírus da SARS de seus laboratórios em 2004, o antigo Ministério da Saúde da China iniciou a construção de laboratórios de preservação de patógenos de alto nível, como SARS, coronavírus e vírus da influenza pandêmica”, escreveu Guizhen Wu.

Coronavírus, uma Arma Biológica

O instituto Wuhan estudou os coronavírus no passado, incluindo a cepa que causa a Síndrome Respiratória Aguda Grave ou SARS, vírus da influenza H5N1, encefalite japonesa e dengue. Pesquisadores do instituto também estudaram o germe que causa o antraz – um agente biológico desenvolvido na Rússia.

“Os coronavírus (particularmente a SARS) foram estudados no instituto e provavelmente são mantidos nele”, disse Dany Shoham, ex-oficial de inteligência militar israelense que estudou a guerra biológica chinesa . Ele disse. “O SARS está incluído no programa chinês de Arma Biológica-Bio Weapon , em geral, e é tratado em várias instalações pertinentes.”

James Giordano, professor de neurologia da Universidade de Georgetown e membro sênior da Biowarfare no Comando de Operações Especiais dos EUA, disse que o crescente investimento da China em biociência, ética mais vaga em torno da edição de genes e outras tecnologias de ponta e a integração entre governo e academia aumentam a espectro de tais patógenos serem armados.

Isso pode significar um agente ofensivo ou um germe modificado liberado por procuradores, para os quais apenas a China tem o tratamento ou a vacina.  “Isso não é guerra, por si só”, disse ele. “Mas o que está fazendo é alavancar a capacidade de agir como salvador global, o que cria vários níveis de dependência macro e microeconômica e de bioenergia.”

Programa de Guerra Biológica da China

Em um artigo acadêmico de 2015, Shoham – do Centro de Estudos Estratégicos Begin-Sadat de Bar-Ilan – afirma que mais de 40 instalações chinesas estão envolvidas na produção de armas biológicas.

A Academia de Ciências Médicas Militares da China desenvolveu um medicamento contra o Ebola – chamado JK-05 -, mas pouco foi divulgado sobre ele ou a posse do vírus pelas instalações de defesa, o que levou a especulações de que suas células do Ebola fazem parte do arsenal de guerra biológica da China , disse Shoham ao jornal. National Post.

O ebola é classificado como um agente de bioterrorismo de “categoria A” pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, o que significa que poderia ser facilmente transmitido de pessoa para pessoa, resultaria em altas taxas de mortalidade e “poderia causar pânico”. O CDC lista o vírus Nipah como uma substância da categoria C, um patógeno mortal emergente que poderia ser projetado para disseminação de infecção em massa.

Acredita-se que o Programa de Guerra Biológica da China esteja em um estágio avançado que inclua recursos de pesquisa e desenvolvimento, produção e armas. Acredita-se que seu inventário atual inclua toda a gama de agentes químicos e biológicos tradicionais com uma ampla variedade de sistemas de entrega, incluindo foguetes de artilharia, bombas aéreas, pulverizadores e mísseis balísticos de curto alcance.

Biotecnologia como desenvolvimento de ARMA BIOLÓGICA

A estratégia nacional de fusão civil militar-chinesa da China destacou a biologia como uma prioridade, e o Exército de Libertação Popular pode estar na vanguarda da expansão e exploração desse conhecimento.

A real Umbrella Corp de “Resident Evil”: O Laboratório Wuhan Ultra Biohazard Lab. estava estudando “Os patógenos mais perigosos do mundo”. Um deles pode ter escapado … FONTE

O PLA está buscando aplicações militares para a biologia e procurando interseções promissoras com outras disciplinas, incluindo ciências do cérebro, supercomputação e inteligência artificial. Desde 2016, a Comissão Militar Central financiou projetos de ciências cerebrais militares, sistemas biomiméticos avançados, materiais biológicos e biomiméticos, aprimoramento [transhumanismo] do desempenho humano e biotecnologia de “novo conceito”.

Em 2016, um pesquisador de doutorado da AMMS publicou uma dissertação, “Pesquisa sobre Avaliação de Tecnologia de Melhoria do Desempenho Humano”, que caracterizou o CRISPR-Cas como uma das três principais tecnologias que podem aumentar a eficácia do combate das tropas. A pesquisa de suporte analisou a eficácia do medicamento Modafinil, que tem aplicações no aprimoramento cognitivo; e na estimulação magnética transcraniana, um tipo de estimulação cerebral, além de afirmar que o “grande potencial” do CRISPR-Cas é uma “tecnologia militar de dissuasão na qual a China deve “entender a iniciativa” no desenvolvimento.

Em 2016, o potencial valor estratégico da informação genética levou o governo chinês a lançar o National Genebank, que pretende se tornar o maior repositório mundial desses dados. Seu objetivo é “desenvolver e utilizar os valiosos recursos genéticos da China, salvaguardar a segurança nacional em bioinformática e aprimorar a capacidade da China de aproveitar as alturas estratégicas de comando” no domínio da Guerra Biotecnológica .

O interesse dos militares chineses pela biologia como um domínio emergente da guerra é guiado por estrategistas que falam sobre possíveis “armas genéticas” e a possibilidade de uma “vitória sem sangue”.


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e PESTES, e terremotos, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão. E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo”Mateus 24:6-13


Leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com

15 Responses to China roubou Coronavírus do Canadá e o armou (Weaponized) ?

  1. Luciano

    Ola. Parece que tudo pode ser ainda muito pior:
    https://halturnerradioshow.com/index.php/en/news-page/world/urgent-china-gov-t-admits-virus-cannot-be-contained

    Nesse link (mantido e atualizado por um ex agente FBI – tudo explicado no próprio) há denuncias, que se verdadeiras, já temos número de mortos eu suponho a essa hora da postagem acima de 200 mil somente na China…

    • Damião

      Como é? 200.000 mortos já? A última notícia que vi era de 81 mortos apenas, no g1 da Globo. Não duvido que as informações estão sendo manipuladas mas tenho outra tese, quer dizer, é urgentemente necessário uma limpeza em alguns lugares do mundo, especialmente na China, e isso ocorre NATURALMENTE. Eles matam e cozinham diversos animais, inclusive aqueles que aqui no ocidente consideramos domésticos (cão e gato) a céu aberto, sem nenhuma higiene, é um povo sem controle de natalidade que o gnosticismo com muita razão tanto defende (não a toa estão em 1.5 bilhão de formigas), procriando como bestas, além de ser um país comunista. Portanto, prefiro acreditar na verdade que o surgimento de tal vírus é uma NATURALIDADE do Universo perante a tratativa que estes chineses tem com relação a si mesmos, e ao Universo, ou seja, é produto deles mesmos. É o que mais faz sentido, mas não duvido também que este vírus seja uma arma plantada lá.

    • China

      Nunca vi tanta bobagem. Vc mora na China? Não ne? Pois é. Eu moro. Vc esta enganado. Vcs todos estão loucos.

      • Luciano

        O povo chinês precisa, como todos nós, é de oração e amor. Isso, seja lá uma arma biológica ou seja uma mutação ou formação de uma cepa nova naturalmente pela natureza – que duvido! – irá trazer problemas para todos. Eles não são culpados – o povo – pela triste história de fome que os obrigaram a comer outros animais que o ocidente não come. Ouvi tantas bobagens como a tal sopa de morcego… isso não existe! De qualquer forma, não postei aqui pra criar qualquer confusão. Postei para que possamos pensar, raciocinar a respeito e cada um poder fazer o melhor para si e para o próximo e acho que está longe disso qualquer menosprezo à eles ou à qualquer outro. Vamos focar em algo que contribua para o próximo, como orar por eles, orar por todo o mundo, procurar tomar iniciativas pro ativa como preparação de alimentos, água, suprimentos para aguentar um tempo. Isso é parte do que está escrito nas sagradas escrituras e o melhor é colocarmos nossa vida nas mãos do Senhor Jesus. Sei que muitos não creem, mas para os que creem é o melhor a fazer e logo, tenho fé nisso, muitos que não creem agora Nele, logo crerão. É questão de tempo.

  2. Damião

    Isso é muito interessante. Terminei de ler só agora de noite. Quero muito ver onde tudo isso vai “terminar´´.

  3. Mary

    Ninguém saberá ao certo:

    A China modificou o vírus para torná-lo arma biológica ou alguém implantou ele lá para culpar a China e frear seu desenvolvimento econômico? Tudo é possível.

    A única coisa certa é: mesmo na mídia alternativa, há muitos interesses em jogo e tentativas de manipular sua opinião. Atenção para todas as historias que vão casando perfeitamente como se fosse um roteiro de filme bem escrito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.