browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Cientista canadense do caso de bio-espionagem da China no Canadá morre na África

Posted by on 09/02/2020

Segundo a  CBC , Frank Plummer, 67 anos, estava no Quênia, onde foi palestrante na reunião anual do centro colaborativo da Universidade de Nairóbi para pesquisa e treinamento em HIV / AIDS / DST. Larry Gelmon, que ajudou a marcar a reunião, disse que Plummer entrou em colapso e foi levado ao hospital em Nairobi, onde foi declarado morto já na chegada [morrendo a caminho do hospital]. Nenhuma causa confirmada de morte ainda foi divulgada.Frank Plummer era a chave de toda a investigação sobre as origens do Coronavirus de Wuhan.  Mas o governo canadense abrirá uma investigação sobre esse assunto? Ao contrário de seus colegas americanos que acusaram os agentes chineses de guerra biológica que tentaram  contrabandear vírus mortais da Universidade de Harvard, os detalhes da  investigação canadense sobre o caso de espionagem biológica de Winnipeg pelos chineses estão envoltos em absoluto segredo.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Cientista canadense do caso chinês de bio-espionagem no Canadá morre na África

Fonte:  https://www.zerohedge.com/geopolitical/canadian-scientist-center-chinese-bio-espionage-probe-found-dead-africa

Parece que o Sr. Plummer tinha o hábito de “roubar” material biológico em que estava trabalhando,  como encontramos um relatório de 2009 na Winnepeg Free Press que detalha o roubo de 22 frascos de material biológico. “confirmado pelo diretor científico Dr. Frank Plummer.”

Plummer, supostamente, alertou as autoridades canadenses sobre o material que faltava no mesmo dia em que um ex-pesquisador de vacinas foi preso por agentes especiais do FBI depois que a Alfândega dos EUA descobriu os frascos enfiados em uma luva no porta-malas de seu carro na passagem de fronteira de Manitoba-Dakota do Norte.

Alguns dos frascos incluíam genes do mortal vírus EBOLA , mas cientistas locais dizem que o material não é infeccioso. Mas mais de uma semana depois que o roubo foi descoberto, a polícia disse que ninguém do laboratório relatou o incidente.

Plummer disse que o pesquisador assinou um formulário declarando que não roubou nada do laboratório e entendeu que ele não tinha permissão. O laboratório nacional não realiza buscas na equipe quando eles saem do laboratório e não faz um inventário rotineiro dos milhares de frascos que contêm substâncias biológicas não infecciosas.

No entanto, documentos judiciais alegam que o ex-pesquisador roubou os frascos em seu último dia de trabalho no laboratório de virologia em janeiro porque “ele não queria recomeçar sua pesquisa desde o início, quando entrou em sua próxima bolsa de persquisa” com os Institutos Nacionais de Saúde no Laboratório de Pesquisa em Biodefesa em Maryland.

Tudo muito curioso.

Como o GreatGameIndia.com detalhou anteriormente, em uma reviravolta muito estranha, o renomado cientista Frank Plummer, que recebeu a amostra do SARS da Arábia Saudita e estava trabalhando na vacina contra coronavírus (HIV) no laboratório canadense de Winnipeg, de onde o vírus foi contrabandeado por agentes cientistas chineses de guerra biológica  e armado como revelado na investigação da GreatGameIndia , morreu em condições misteriosas na África.

O Dr. Frank Plummer

Frank Plummer foi peça chave do caso de espionagem biológica chinesa no Laboratório Nacional de Microbiologia de Winnipeg.

Segundo a  CBC , Plummer, 67 anos, estava no Quênia, onde foi palestrante na reunião anual do centro colaborativo da Universidade de Nairóbi para pesquisa e treinamento em HIV / AIDS / DST. Larry Gelmon, que ajudou a marcar a reunião, disse que Plummer entrou em colapso e foi levado ao hospital em Nairobi, onde foi declarado morto já na chegada [morrendo a caminho do hospital]. Nenhuma causa confirmada de morte ainda foi divulgada.

Plummer nasceu e cresceu em Winnipeg, no Canadá, onde chefiou o Laboratório Nacional de Microbiologia do Canadá por vários anos. Ele também esteve envolvido em uma parceria inovadora de pesquisa entre a Universidade de Manitoba e a Universidade de Nairobi, estabelecida antes que o mundo estivesse muito consciente do HIV / AIDS.

Ele ajudou a identificar muitos dos principais fatores envolvidos na transmissão do HIV nos primeiros dias”, disse Keith Fowke, professor do departamento de microbiologia médica e doenças infecciosas da Universidade de Manitoba.

“Ele estava tão esperançoso de estar no caminho que terminaria com a descoberta da vacina contra o HIV – o caminho que ele havia iniciado há quase 30 anos”, disse o colega de Plummer, Dr. Allan Ronald.

O que não é mencionado no relatório da CBC, no entanto, é que Plummer trabalhou no mesmo Laboratório Nacional de Microbiologia (NML) em Winnipeg, Canadá, de onde  o a cientista e agente chinesa de guerra biológica, Drª Xiangguo Qiu  e seus colegas  contrabandearam o Coronavírus SARS para o Instituto de Virologia WUHAN,  onde acredita-se que foram transformados em “arma biológica” [weaponized] e de onde pode ter escapado [ou foi usado intencionalmente], causando o atual surto de coronavírus  na MESMA cidade de WUHAN.

De fato, como o site  GreatGameIndia  relatou em nosso relatório exclusivo sobre o  Coronavirus Bioweapon , foi o diretor científico Frank Plummer quem  adquiriu a amostra  de SARS Coronavirus do paciente da Arábia Saudita no NML Winnipeg Lab de Ron Fouchier, um virologista líder do Centro Médico Erasmus (EMC) ) em Roterdã, na Holanda, que recebeu o vírus pelo virologista egípcio Dr. Ali Mohamed Zaki, que isolou e identificou um tipo de coronavírus anteriormente desconhecido dos pulmões do paciente saudita infectado e enviou o patógeno para estudo.

Fouchier sequenciou o vírus de uma amostra enviada pelo Dr. Zaki usando um método de reação em cadeia da polimerase em tempo real (RT-PCR) de amplo espectro para testar características distintivas de vários coronavírus conhecidos que infectam humanos.

Esta  amostra de Coronavírus chegou às instalações da NML em Winnipeg, no Canadá,  em 4 de maio de 2013, a partir do laboratório holandês  recebido por Frank Plummer . O laboratório canadense aumentou os estoques do vírus e o usou para avaliar os testes de diagnóstico usados ​​no Canadá. Os cientistas de Winnipeg trabalharam para ver quais espécies de animais poderiam ser infectadas [ser um vetor] com o novo vírus.

A pesquisa foi realizada em conjunto com o laboratório nacional da Agência Canadense de Inspeção de Alimentos, o Centro Nacional de Doenças de Animais Estrangeiros, que fica no mesmo complexo do Laboratório Nacional de Microbiologia.

Este laboratório canadense com sede em Winnipeg  foi alvo de agentes chineses  no que poderia ser chamado de  espionagem biológica . O vírus foi  roubado do laboratório canadense  pelo agente chinês de guerra biológica Drª  Xiangguo Qiu  e seus colegas e  contrabandeado para ninguém menos que o Instituto de Virologia Wuhan,  onde se acredita que o vírus foi armado e vazou das instalações.

Além disso, Frank Plummer também estava trabalhando na vacina contra o HIV, e um estudo interessante publicado recentemente foi que  cientistas indianos descobriram inserções semelhantes ao HIV no Coronavirus do surto em Wuhan [uma ocorrência impossível de ser natural]  – a chave que tornou possível o salto do coronavírus para as pessoas. 

Os cientistas hindus sofreram fortes críticas on-line por especialistas em mídias sociais e foram forçados a retirar seu estudo, em retaliação da qual agora as  autoridades indianas abriram uma investigação contra o Instituto Wuhan de Virologia da China . Embora se deva notar que agora a China começou a usar a  vacina contra o HIV para curar o coronavírus bem como esta usando medicamentos para HIV em pacientes contaminados pelo novo coronavírus [outra “coincidência].

Frank Plummer foi a chave de toda a investigação sobre as origens do  Coronavirus Bioweapon .  Mas o governo canadense abrirá uma investigação sobre esse assunto? Ao contrário de seus colegas americanos que acusaram os agentes chineses de guerra biológica que tentaram  contrabandear vírus mortais da Universidade de Harvard , os detalhes da  investigação canadense sobre o caso de espionagem biológica de Winnipeg  estão envoltos em absoluto segredo.


Você quer mesmo saber como esse coronavírus “surgiu na China” e se espalhou pelo mundo em pouco tempo? Ao pesquisar os arquivos de registros de patentes nos EUA on-line, foi descoberto o registro de uma patente de Coronavírus concedida para o C.D.C. –  Centers for Disease Control and Prevention [se trata do principal instituto nacional de saúde pública dos EUA. O C.D.C. é uma agência federal dos EUA sob o United States Department of Health & Human Services (HHS)] que tem sua sede em Atlanta, Geórgia. Assim emerge um fato indiscutível, o de que o “DONO” DESSE VÍRUS MORTAL E SEU CRIADOR é o PRÓPRIO C.D.C. (Centro de Controle e Prevenção de Doenças)

O coronavírus do surto atual não teve origem na China, mas FOI IMPLANTADO neste país asiático com a clara intenção de causar o maior dano possível aos chineses. A consequência natural, quando  [se já não descobriu] a China perceber que a eclosão do surto pode ter sido um ataque de BIOWEAPON ao seu território e contra seu povo, qual será o tipo de resposta a ser dada pela China aos [ir]responsáveis pela contaminação. Começamos a ano de 2020 com muitos que operam nas sombras desejando aumentar o caos no planeta.

PATENTE de criação de um CORONAVÍRUS fornecida ao CDC (Centers for Disease Control and Prevention)  US7220852B1 – SOBRE A CRIAÇÃO DE CORONAVÍRUS [SARS] ….

Na patente acima, do registro de um CORONAVÍRUS [uma BIOWEAPON], você encontrará 72 páginas de conteúdo para poder julgar esse letal “surto repentino e desconhecido de coronavírus” na ChinaLeia a patente nesse link primeiro, faça o download e compartilhe este artigo amplamente antes que os AGENTES do DEEP STATE a excluam. Mantenha-se sábio, com discernimento e saudável!


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão. E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo”Mateus 24:6-13


Leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com

 

 

6 Responses to Cientista canadense do caso de bio-espionagem da China no Canadá morre na África

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.