browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Cientista Insider da NASA denuncia: existem cidades alienígenas no lado oculto da Lua

Posted by on 13/07/2018

O ex-gerente do Departamento de Dados e Controle de Fotografias da Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço (NASA), Ken Johnston, que trabalhou para o Laboratório de Recebimento Lunar da agência espacial durante as missões Apollo, foi demitido por querer falar a verdade para o público em geral.

Johnston afirma que a NASA sabe que os astronautas descobriram antigas cidades alienígenas e os restos de máquinas incrivelmente avançadas na Lua. Algumas das tecnologias podem manipular a gravidade. 

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Cientista Insider da NASA denuncia: existem cidades (BASES) alienígenas no lado oculto da Lua

Fonte:  http://beforeitsnews.com/

Ele diz que a agência ordenou um encobrimento dos fatos para a opinião pública e forçou-o a participar. Nos últimos 40 anos, outros cientistas, engenheiros e técnicos acusaram a NASA de encobrir e ocultar dados sobre a Lua. 

Ken Johnston em dias mais felizes no JPL

O número crescente de alegações dos acusadores e denunciantes varia desde esconder informações sobre objetos espaciais (extraterrestres) anômalos e mentir sobre a descoberta de artefatos na superfície da Lua e de Marte, até negar as evidências de vida extraterrestre reportadas pelo lander viking durante meados da década de 1970.

De acordo com Johnston, os astronautas do projeto Apollo trouxeram provas fotográficas dos artefatos que encontraram durante suas atividades extraveiculares lunares (EVAs). Johnston afirma que a NASA ordenou que ele destruísse as imagens do EVA enquanto ele estava no Jet Propulsion Laboratory (JPL), mas ele recusou. Quando ele saiu à público com a história, a agência espacial acabou com ele.

Em um comunicado à imprensa, Kay Ferrari, a Diretora do Programa SSA da JPL, explicou por que pediu a Johnston que renunciasse: ele havia criticado publicamente seu empregador. Quando Johnston se recusou a apresentar sua renúncia, ele foi sumariamente demitido sem justa causa.

Após sua partida abrupta, ele indicou que já estava farto e estava cansado de que o governo dos EUA estivesse sentado sonegando as provas (de vida, tecnologia e atividades extraterrestres na Lua e Marte) há mais de quatro décadas de que antigas cidades (Bases) alienígenas existem no lado oculto da Lua.

“Não tenho nada a perder”, disse ele. “Eu briguei com a NASA e fui demitido.”

Foto de objeto artificial encontrado na lua, feita pela Lunik 13 da Rússia, um objeto claramente manufaturado

Foto da Lunik 13 da Rússia, ampliada do artefato manufaturado, encontrada na Lua

Surgiram evidências de grandes estruturas, talvez até mesmo uma base localizada do outro lado (o oculto) da Lua, que parece apoiar as alegações de Johnston. Veja antes que seja Notícias artigo Claim: Secret American Base Discovered on Moon

Cientista espacial está furioso com o encobrimento da Nasa

Ken Johnston não é o único a ter revelado a verdade e brigar com a NASA.

“Viking descobriu a vida em Marte” – Gilbert Levin

O cientista que supervisionou o importante experimento de detecção de vida a bordo da missão de sonda espacial Viking, em 1976, em Marte, continua a explodir a agência espacial norte-americana. Gilbert Levin insiste que seu experimento biológico provou que a vida está no solo marciano.

“Obtivemos dados positivos correspondentes a todos os critérios pré-missão, que comprovaram a existência de vida microbiana no solo de Marte”, disse Levin à National Geographic. [Eu encontrei vida em Marte em 1976, diz cientista].  O proeminente cientista está tão zangado com a NASA que até criou seu próprio site projetado para gritar ao mundo que a vida realmente existe no Planeta Vermelho.

A cor do engano

Muitos cientistas espaciais desafiaram a NASA sobre outra fraude que a agência supostamente perpetrou por décadas: a cor do céu marcianoDurante anos, a agência espacial divulgou fotos de Marte com um céu tingido de vermelho e uma paisagem vermelha e enferrujada. 

Eles também conseguiram isso até que pesquisadores independentes e outras missões em Marte, realizadas pela Agência Espacial Européia (ESA), revelaram que o céu marciano realmente parecia muito similar ao céu da Terra – e a paisagem marciana lembrava muito o terreno pálido de cor salmão do Sudoeste da América. Holger Isenberg escreveu sobre isso no site alemão “The Colour of Mars”. Aqui está um link traduzido com a evidência fotográfica.

Mais controvérsia sobre fotos

A ex-funcionária da Nasa, Donna Hare, acusou a Nasa de manipular, ofuscar e obscurecer milhares de fotos ao longo dos anos. Ela afirmou que a agência espacial apagou anomalias inconvenientes em certas fotos condenatórias.

Imagem propositalmente borrada [Courtesy Mars Anomaly Research ]

Durante seu tempo na NASA, ela trabalhou como ilustradora e técnica de slides fotográficos. Seus prêmios de serviço incluem o prêmio Apollo Achievement de 1969, um prêmio Skylab e um medalha comemorativa especial para o serviço meritório envolvendo a missão espacial conjunta americano-russa, Apollo-Soyuz.

O que a NASA não quer que você veja? [Cortesia Mars Anomaly Research]

Ilustrador técnico de profissão, Hare fez tudo isso durante seu mandato na agência espacial, trabalhando como ilustrador espacial e no Precision Slide Lab. Ela ilustrou veículos espaciais, satélites, plataformas de lançamento, locais de pouso, mapas lunares e muito, muito mais. Hare trabalhou como subempreiteira na agência por mais de 15 anos. Quando ela soltou o verbo sobre o encobrimento da NASA, ela foi a público e apareceu como convidada na rádio WOL-AM em Washington, DC. Seu testemunho é controverso e alguns apoiam suas alegações, enquanto outros não.

Foto. C , Viking 1, 12h016, 11 de fevereiro de 1978, 15,56, à direita foto original, à esquerda foto “maquiada” pela NASA

Apollo 17 e a surpreendente “cabeça do robô”

“Em dezembro de 1972, os astronautas da Apollo 17, Eugene Cernan e Harrison Schmitt, passaram cerca de 75 horas na Lua. Durante a expedição lunar eles tiraram uma foto vista abaixo. Tão incrível quanto possa ser, parece ser a cabeça decepada de um robô. Como Cernan colocou, mesmo que ele estivesse vendo com seus próprios olhos, ele ainda não conseguia acreditar “, escreve o escritor Joe Szostak em seu livro e website.

“Depois de superar seu choque inicial, ele percebeu que não poderia ser um crânio humano. Afinal, estava em um campo de destroços de uma cratera de impacto, que jogara todo tipo de lixo e material logo abaixo do solo do vale. Algo tão frágil quanto um osso fossilizado não poderia sobreviver a tal impacto.

Foto feita pelos astronautas da Apolo 17 e o surpreendente ‘crânio’ encontrado na Lua

“Além disso, a exposição a radiação solar e cósmica extrema teria reduzido muito tempo o material (os ossos) orgânico a um pó fino. Este objeto é inconfundivelmente de origem mecânica. Os aprimoramentos de cores mostraram que a “cabeça” tinha uma listra vermelha distinta ao redor da área onde deveria estar o lábio superior, uma característica que parecia claramente ser pintada ou anodizada no objeto.

“Composições de outras molduras mostraram que a ‘cabeça’ tinha duas órbitas oculares, uma testa, protuberâncias nas sobrancelhas, um nariz com narinas, dois ossos da face e a metade superior da mandíbula. O maxilar inferior parecia estar faltando.

“Cernan apelidou a área de ‘um lugar misterioso”. Muitas das rochas tinham qualidades espectrais altamente incomuns, refletindo a luz mais como cristais ou caixas metálicas altamente polidas. “ A foto do fundo é uma ampliação da cabeça decepada fotografada em Shorty Crater por Cernan e Schmitt. Até hoje não houve uma explicação satisfatória para esse artefato da comunidade científica … ”

A incrível foto do Hubble da pirâmide perfeita na lua

A imagem dessa pirâmide na Lua foi tirada pelo telescópio espacial Hubble (HST) em dezembro de 2008.

O complexo da cratera de Aristarchus

“O enigma da cratera de Aristarchus é um dos numerosos fenômenos lunares transitórios (TLP). É o ponto mais brilhante da Lua visto da Terra, que muda de cor, produzindo às vezes um brilho vermelho ou azulado, e parece emitir gás. Em 1958, os estranhos fenômenos da Cratera de Aristarco foram observados pelo astrônomo russo Nikolai Kozyrev. Eles também foram relatados pela tripulação da Apollo 11.

Observe atentamente. Isto é realmente uma “cratera”?

“A natureza dos fenômenos da cratera deu credibilidade a uma teoria de que poderia haver algum tipo de dispositivo de energia, possivelmente um reator de fusão, na cratera. Em qualquer foto publicada pela NASA, exceto por uma imagem da Clementine, esse objeto é mostrado como uma mancha branca brilhante sem definição[ênfase adicionada]. Esta estrutura parece ser suportada por 5 ou 6 arcos. Em primeiro plano há uma estrada que leva a uma entrada de túnel bem iluminada. ”[ Joe Szostak ]

Luna russo 9 fotografias veículo espacial

“A Luna 9 era uma sonda espacial não-tripulada do programa Luna da União Soviética. Em 3 de fevereiro de 1966, a Luna 9 tornou-se a primeira nave espacial a atingir uma aterrissagem suave em qualquer corpo planetário que não fosse a Terra e a transmitir dados fotográficos para a Terra a partir da Lua. [A] foto é da sonda Luna 9 . Ele mostra o que parece ser uma grande embarcação ou veículo cuja forma se assemelha à de um navio que navega na Terra, chegando a um ponto em uma extremidade e tendo uma seção elevada em cima. Um cabo ou tubo parece se estender da parte traseira do objeto em direção à superfície. O contato com Luna 9 foi perdido em 6 de fevereiro de 1966, apenas três dias após o desembarque. ”[ Joe Szostak ]

Coisas estranhas estão na Lua e em Marte. Coisas estranhas foram encontradas na lua marciana Fobos, a lua de Saturno, Titã, e um punhado de outras luas mais obscuras. As evidências parecem estar aumentando de que nem sempre estávamos sozinhos no Sistema Solar. Na verdade, o lugar parecia francamente lotado (de seres conscientes de diferentes origens estelares). Talvez ainda seja …


A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE): “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando despertar. Mas até que nós consigamos despertá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso as transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle. E muitos deles estão tão habituados, tão profunda e desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Mais informações sobre a LUA:

One Response to Cientista Insider da NASA denuncia: existem cidades alienígenas no lado oculto da Lua

  1. Thiago Rafael cosmic

    Muito bom o material, só vemos que o “sistema” nos escondem sempre a verdade e é sobreposta outras verdades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.