browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Discernimento, a Chave para entender a ‘Desinformação Alienígena’ (Parte 1)

Posted by on 08/12/2021
Reptilianos, Greys, Insetoides (mantis) e Nórdicos Tall Whites

Introdução: Nos próximos anos, a humanidade poderá ser confrontada com a inegável divulgação pública da presença alienígena 1 . As escolhas críticas que se seguem terão consequências trágicas se forem feitas por ignorância, confusão, fraqueza, MEDO (PÂNICO) ou desespero. Portanto, escolhas  “ESCLARECIDAS”  devem ser feitas para salvaguardar a liberdade humana.  Este livro é sobre como adquirir discernimento para lidar com relações futuras com forças estranhas, vendo e aprendendo com seus métodos atuais de engano, manipulação e controle. Devemos considerar a possibilidade de engano alienígena para que possamos nos antecipar às consequência da nossa “bovina ignorância”.

Discernimento, a Chave para entender a ‘Desinformação Alienígena’ (Parte 1)

Fonte: Montalk.Net

Distinguir entre alienígenas pacíficos e agressivos é fácil. Uma questão mais difícil é como discernir entre os alienígenas positivos e os negativos que fingem ser positivos. Esta questão é importante porque a pesquisa sugere que nem todas as facções alienígenas são sinceras ou têm os melhores interesses da humanidade no coração. 

Se as forças alienígenas hostis astutamente imitam as benevolentes, então qualquer pessoa que se recuse a reconhecer essa possibilidade esta fadada ao engano.  Aqueles que investigam profundamente a presença alienígena irão inevitavelmente concluir que tais impostores já estão aqui na Terra [há muito tempo] travando uma guerra psicológica contra nós para desarmar o nosso discernimento e criar na população um desejo crescente por sua chegada pela “nossa salvação” e liderança iminentes.

Se entrarmos em relações diplomáticas exopolíticas com forças enganosas sem reconhecê-las como tal, estaremos condenados a repetir a história pela última vez. Vamos nos lembrar de como os nativos americanos trocaram valiosas terras por bugigangas inúteis e promessas quebradas, ou como ainda hoje os americanos estão trocando suas liberdades pela tirania em nome da [falsa sensação de] segurança 2 . Se já aconteceu inúmeras vezes antes, o que o impede de acontecer novamente? Nada, exceto a consciência de escolher de forma diferente. Para evitar essa possibilidade, devemos conhecer nossas prioridades e desenvolver uma compreensão aguçada das diferenças entre as forças positivas e os impostores negativos.

Perguntar como podemos discernir entre os dois vai puxar firmemente o eixo de todo o engano. Alguns podem rejeitar isso [a imensa maioria] assumindo que todos os alienígenas devem ser positivos, que tal exercício de prudência nada mais é do que “paranóia xenófoba”. Bem, talvez eles estejam deixando seus preconceitos interferirem em seu melhor julgamento. Infelizmente, essa atitude é comum hoje, considerando o escopo e a sutileza da campanha de desinformação alienígena e do controle mental a que estamos submetidos no planeta. Foi tão intrincadamente adaptado aos pontos cegos psicológicos humanos e às fraquezas emocionais que todos, exceto os mais perspicazes e intuitivamente astutos, estão sendo enganados. Como diz o ditado, o caminho para o inferno é pavimentado com boas intenções: por mais que se busque a paz, o amor e o progresso, sem a consciência necessária das contingências, os resultados podem ser exatamente o oposto.

Tenho a firme convicção de que alienígenas genuinamente positivos existem e são ativos em nosso mundo, mas sua verdadeira natureza não se ajusta às expectativas populares. Em vez disso, são os impostores que se vestem com nossas ingênuas suposições científicas, culturais, religiosas e espiritualistas para fortalecer sua imagem.

Sem o conhecimento de como os alienígenas positivos realmente são, as pessoas podem aceitar a falsa alternativa. Portanto, meu objetivo com este livro é examinar as falsidades propagadas pelos impostores e, em partes posteriores, discutir a verdadeira natureza dos alienígenas positivos. Isso deve fornecer uma boa base de sugestões a partir das quais leitores perspicazes podem formular seus próprios critérios de discernimento.

Pesquisando Fenômenos Transcendentes

Deve ficar absolutamente claro que o fenômeno alienígena é nebuloso por natureza. Tentar aplicar padrões científicos rígidos de objetividade ao fenômeno alienígena é impraticável e irreal. A ciência pode se dar ao luxo de lidar com uma realidade material que é universalmente verificável, mas o fenômeno estranho é mais complexo e sutil do que a materialidade. Não apenas envolve seres inteligentes que podem escolher o quanto de si próprios revelar e com quem interagir, mas suas interações conosco são governadas por dinâmicas interdimensionais que requerem dependência do observador.

A prova inequívoca da existência de alienígenas é pessoal e intransferível 3 . Essa tendência à prova pessoal, em vez de objetiva, não significa que o fenômeno estranho seja subjetivo, pois a subjetividade implicaria que ele não tem existência independente e é apenas um produto da imaginação. Nem é objetivo, porque a objetividade implicaria que ele tem sua própria existência independente que pode ser verificada por qualquer um. Em vez disso, transcende a subjetividade e a objetividade por ter uma existência independente em diferentes níveis de “realidade” [além das nossas limitações físicas tridimensionais] que só se revela em uma base individual e pessoal.

Para penetrar no fenômeno alienígena, é necessário possuir boa intuição, habilidades de observação afiadas, ser flexível no trabalho com probabilidades e hipóteses provisórias em vez de dicotomias simplistas em preto e branco, ter desenvolvido um “bom faro” para detectar desinformação, estar familiarizado com as pesquisas disponíveis até o momento e, como bônus, ter experiência pessoal adequada com o assunto, bem como capacidade empática de detectar psiquicamente a falta de sinceridade nos outros. Se um ou mais desses ativos estiver faltando, o bom uso do restante pode compensar o que falta.

Essas qualidades são o que eu mesmo tive que recorrer para desenvolver o cenário estranho apresentado neste livro. Atualmente, ele se encaixa em tudo que experimentei, pesquisei, observei e intuí na vida. O que constitui uma boa teoria?  Que não foi refutado pelos fatos, é a teoria mais simples que explica os dados conhecidos sem ter que ignorar os dados contra-evidências, revela a ordem real por trás de coisas anteriormente consideradas não relacionadas, pode ser testado e verificado pessoalmente, encontra a confirmação contínua de novos dados e, em comparação com as alternativas, é a teoria mais provável e intuitivamente ressonante, fiel à experiência e à observação.

Nos últimos vinte anos, tenho estudado uma ampla gama de livros, revistas, palestras, documentários, programas de rádio, artigos de notícias, sites e revistas de pesquisa relevantes sobre a presença alienígena nos assuntos de nosso planeta. Essas foram interpretadas contra o pano de fundo de minhas experiências pessoais, intuição, pensamento crítico e as anedotas de outras pessoas de confiança. A partir disso, reuni uma hipótese minimamente complexa a respeito de quem são os principais atores alienígenas, qual é a gama de suas capacidades, como normalmente operam e o que isso indica sobre seus possíveis motivos.

Por mais exata ou imprecisa que seja minha teoria, a situação real é mais complicada do que o que estou descrevendo aqui. Se nada mais, deixe o que se segue demonstrar o nível mínimo de complexidade necessário para abordar o assunto alienígena.

Descrição dos principais tipos de alienígenas

Vou começar pesquisando os principais jogadores alienígenas: Greys, Reptilianos, Mantids [Insectóides] e Nordicos [Tall Whites]. Os nomes são apenas descritivos. Estes são os quatro personagens recorrentes tanto na pesquisa legítima quanto na literatura de desinformação alienígena 4 . Claro que existem outros tipos de alienígenas, mas eles não são tão proeminentes quanto esses quatro, que aparecem em fonte após fonte. Portanto, vou pular a discussão sobre os alienígenas menos notáveis ​​e me concentrar nos mais populares.

Os Greys [os pequenos “cinzas”]

Cinzas são o tipo de alienígena mais comumente encontrados. Eles têm entre três e cinco pés {0,90 a 1,5 metros} de altura com cabeças bulbosas desproporcionalmente grandes. Sua pele varia do cinza-golfinho ao branco porcelana e tem uma textura seca, áspera e altamente elástica. Cabelo e lóbulos das orelhas estão ausentes, nariz e boca são vestigiais. Os cinzas são conhecidos por seus olhos proeminentes, que parecem felinos ou completamente obsidianos se ocultos sob uma pele transparente mas escura. Seus olhos variam de pequenos a grandes, redondos a amendoados. Sua forma de movimento pode ser descrita como rápida e sinuosa, mas robótica e sem graça.

Os cinzas são conhecidos por sentir pânico e frustração, mas não têm emoções complexas como empatia, compaixão, emoções, sentimentos, amor e humor. Isso sugere que sua consciência é sustentada pela porção reptiliana primitiva do cérebro, enquanto o resto é voltado para as funções psíquicas e intelectuais. As qualidades que os tornam úteis foram superdesenvolvidas, enquanto o resto foi reduzido. Eles são formas de vida minimalistas otimizadas para a função pretendida.

Greys são seres trabalhadores transdimensionais geneticamente modificados, psiquicamente aprimorados, dotados de senciência rudimentar e inteligência semelhante à de um computador. Em sua forma mais básica, eles são robôs orgânicos programáveis ​​e artificialmente inteligentes, cultivados [por clonagem] em recipientes a partir de materiais biológicos coletados. Os Greys trabalham em grupos, ligados psiquicamente a uma mente coletiva, embora cada um tenha algum nível de autonomia.

Seu DNA é uma modificação do genoma reptiliano, otimizado para o máximo de qualidades psíquicas e cibernéticas.  Cibernética significa que são remotamente controláveis ​​quando necessário, funcionando como sondas psíquicas remotas, avatares ou portais através dos quais a consciência de seus superiores pode operar temporariamente.  Portanto, embora por padrão eles sejam autômatos programados, mas inteligentes, com sua própria consciência básica, eles são prontamente possuídos ou controlados por uma inteligência externa.

O genoma Grey pode infundir elementos psíquicos e cibernéticos em uma espécie totalmente senciente por meio da hibridização. Isso produz uma nova raça que é psiquicamente mais potente, mas conscientemente mais controlável.  Greys altos com um comportamento sensível e consciência individualizada são um exemplo extremo disso, enquanto Greys em sua forma quintessencial são zangões operários baixos; os primeiros são freqüentemente vistos liderando ou supervisionando os segundos. Qualquer proporção de hibridização é possível com qualquer número de espécies, incluindo humanos e animais.

Os cinzas às vezes são físicos, outras vezes aparentemente etéreos. Eles podem variar entre esses estados, dependendo de quão profundamente eles foram projetados ou girados dimensionalmente em nossa dimensão. Se forem profundos o suficiente para compartilhar o mesmo nível que nós, eles serão completamente físicos aos nossos sentidos. Mesmo que apenas parcialmente, eles serão invisíveis aos nossos olhos, mas espreitarão para observar, controlar, manipular e influenciar. Quando fisicamente invisíveis, os cinzas ainda podem ser detectados intuitivamente, vistos e rastreados por animais e percebidos durante as projeções astrais ou o estado hipnopômpico de consciência.

Alguns Greys não são seres físicos, mas formas-pensamento, que são construções etéricas sem corpos físicos que não têm a capacidade de se materializar no físico. Eles seriam usados ​​mais para propósitos de possessão, influência e monitoramento humanos, enquanto os cinzas tangíveis são usados ​​para tarefas físicas como lidar com abduzidos.

Alienígenas nativos de outra dimensão, que requerem interação com humanos sem cruzar a fronteira dimensional, podem usar os Greys como sondas remotas para subjugar psiquicamente, gerenciar e extrair abduzidos humanos do plano físico. Se os cinzas são cultivados a partir de materiais biológicos colhidos em nosso mundo, seus corpos consistiriam em materiais já sintonizados com nossa dimensão, o que permite uma operação mais fácil em nosso ambiente físico. Esta seria a principal razão pela qual os cinzas são tão prevalentes em relatos de abdução.

Outra razão pela qual os Greys são tão comumente relatados é que eles são vanguardistas convenientes para facções militares humanas ou alienígenas que desejam manter seu próprio envolvimento no fenômeno de abdução oculto para fins estratégicos. Isso inclui os tipos de alienígenas reptilianos, mantídeos e nórdicos. Sabe-se menos sobre eles do que os Greys porque são encontrados com menos frequência e são em menor número. Isso não significa que estejam menos envolvidos no fenômeno de abdução; eles administram seus programas de abdução nos bastidores e permitem que os Greys continuem com suas atribuições sem intervenção das autoridades, a menos que as circunstâncias o exijam.

Reptilianos

Reptilianos são seres humanóides com características semelhantes às de crocodilos, incluindo pupilas verticais, escamas, placas ósseas e, às vezes, caudas. Existem diferentes facções e tipos de Reptilianos, embora todos eles compartilhem as características de serem altamente inteligentes, muito fortes e bons estrategistas táticos; alguns até possuem excelentes habilidades de linguagem humana. Apenas uma pequena minoria tem orientação relativamente benevolente 5 , enquanto o restante parece fortemente preso à sua predisposição geneticamente programada para a psicopatia, o poder e o controle. Estes últimos são comumente implicados em incidentes de estupro, promiscuidade e aberrações sexuais, tortura e mutilação de humanos por alienígenas 6 .

Reptilianos são transdimensionais e podem se manifestar fisicamente em nossa dimensão por períodos limitados de tempo. Normalmente eles permanecem em sua dimensão em um estado mais etéreo e operam remotamente os seus drones Greys. Ao interagir com um Grey, eles podem se alimentar remotamente da energia emocional emitida por uma abduzida aterrorizada nas proximidades. 

RELACIONADOS:

Esta energia vital é uma fonte de nutrição e poder para todos os alienígenas interdimensionais de orientação negativa, assim como faz com seus corpos etéreos e tecnologias o que o combustível físico faz por nossos corpos físicos e tecnologias. Reptilianos são vistos com menos frequência do que Greys, mas são conhecidos por serem os seus superiores.

Um Alien da raça insectóides/ Mantis

Mantids

Mantídeos são aliens de aparência louva-a-deus predadores do tamanho de um homem com cabeças triangulares, olhos grandes que envolvem o corpo e braços longos e curvados. Eles raramente são vistos, exceto na companhia de Reptilianos ou Greys a bordo de espaçonaves. Sua consciência é impassível, fria, calculista, mas altamente proficiente em questões técnicas. Eles provavelmente trabalham como técnicos especializados em manipulação da consciência e programação mental, alteração da linha do tempo e engenharia dimensional.

Nórdicos

Os nórdicos se parecem com homens e mulheres brancos e altos. Eles geralmente têm pele clara com olhos claros e cabelos principalmente loiros, embora alguns tenham cabelos mais escuros. Comparados ao ser humano médio, os nórdicos tendem a ter um físico melhor, olhos maiores e estatura superior. Eles são telepáticos e têm inteligência sobre-humana. Nórdicos também são seres interdimensionais que normalmente existem além do véu dimensional, a diferença é que nórdicos sencientes são relativamente mais hábeis em se projetar em nosso plano físico por longos períodos de tempo do que Reptilianos, Mantíds e Greys. Eles podem e andam entre nós em público sem aviso prévio.

Os nórdicos se enquadram em três categorias principais. Quando vistos trabalhando com Greys como assistentes dóceis, eles são provavelmente clones servis ou humanóides sintéticos ao invés de nórdicos sencientes. Quando atuam como controladores e supervisores de Greys, Mantids e Reptilianos, eles são nórdicos de orientação negativa. Quando são totalmente sencientes, individualistas, éticos e apoiam o livre-arbítrio, são nórdicos de orientação positiva.

Portanto, a fisiologia nórdica em si não é uma indicação de orientação ou intenção e aqui o DISCERNIMENTO é fundamental. Isso é ainda mais complicado porque os tipos positivos e negativos se misturam suavemente perto do meio do espectro. Falando qualitativamente, os nórdicos mais negativos têm uma frieza atrás dos olhos, os nórdicos positivos um calor e os nórdicos servis um certo vazio.

Envolvimento alienígena na história humana

Quaisquer que sejam os grupos alienígenas responsáveis ​​pela engenharia genética dos humanos e por semeá-los em vários mundos, provavelmente não estão mais entre nós. No entanto, alguns tipos de alienígenas, incluindo os mencionados acima, fizeram suas próprias modificações no pool genético humano em tempos mais recentes. Essas modificações incluem a programação genética de humanos com fraquezas, preconceitos e deficiências universais.  Outra modificação é a criação de linhagens com talentos, predisposições e destinos específicos;  especificamente, linhagens com inclinação para elitismo político, superioridade combativa ou potência psíquica. Nenhum dos grupos alienígenas presentes hoje pode alegar corretamente que criaram a espécie humana sozinhos, embora assumir o crédito falsamente ajudaria aqueles que defendem uma agenda negativa.

Insider disse que a imagem acima lembrava o alien nórdico que ele conheceu, mas ele tinha um corte de cabelo militar padrão.

Registros históricos, mitológicos, religiosos e arqueológicos indicam que os [deuses] alienígenas interagiam abertamente com os humanos nos tempos antigos. Havia diferentes facções alienígenas em guerra, cada facção tinha seus respectivos seguidores humanos que os viam como deuses e foram apanhados em suas escaramuças. Parte disso é evidente no Antigo Testamento. Considerando a cronologia bíblica, parece que a partir de cerca de 1.000 a.C. as interações humano-alienígenas se tornaram mais secretas, passando de “deuses” caminhando abertamente pela terra para reuniões privadas com indivíduos selecionados, avistamentos ambíguos e sonhos e visões subjetivas.

Enquanto para a sociedade em geral a presença alienígena desapareceu da tangibilidade para o mito, as facções alienígenas continuaram a promover suas agendas secretamente. Isso incluiu o estabelecimento de irmandades secretas humanas às quais foram confiados conhecimentos e poderes especiais para moldar o curso da civilização e agir de acordo com os objetivos da implantação da agenda de seus manipuladores/benfeitores extraterrestres. As sociedades secretas variavam em suas orientações, algumas voltadas para a dominação mundial e a acumulação de conhecimento, outras encarregadas de proteger o conhecimento esotérico do abuso e contrabalançar as forças da corrupção.

As mentes humanas podem compreender motivações alienígenas?

Com relação às intenções dos alienígenas, devemos reconhecer que embora os alienígenas sejam diferentes de nós em muitos aspectos, em outros eles são muito semelhantes. Os tipos mais comumente relatados – sejam nórdicos, reptilianos, cinzentos ou mantídeos – são humanóides, tendo um torso com duas pernas e dois braços, uma cabeça com dois olhos, boca e nariz. Eles são mortais, mas parecem ter uma vida muito mais longa do que a nossa espécie] precisam de sustento e viajam em veículos. Eles podem se comunicar telepaticamente e às vezes verbalmente com seres humanos.

De acordo com informações fornecidas por abduzidos, contatados e insiders, a maioria de seus supostos pontos interestelares de planeta de origem são os sistemas estelares/solares de Sírius, Arcturus, Procyon, Plêiades, Zeta Reticuli 1 e 2, Órion, Alpha Centaurii, Aldebaran, com a capacidade de viajarem acima da velocidade da luz e através do espaço-tempo. A semelhança e proximidade são tão significativas que muito provavelmente estamos lidando com nossos parentes cósmicos, sejam ramificações evolutivas futuras da raça humana que viajaram no tempo, alienígenas que nos modificaram geneticamente “à sua imagem e semelhança” ou outras variantes do modelo humanóide semeado em outros mundos neste setor da galáxia.

Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra”. – Gênesis 1:26

Portanto, as motivações estranhas não são tão estranhas a ponto de serem um mistério total para nossas mentes humanas. Podemos vislumbrar sua mentalidade e intenções por meio de pesquisas suficientemente amplas e profundas, interação pessoal, clarividência ou mesmo aproveitando o conhecimento residual de ter sido estranho em outras encarnações.

O que falha é intelectualizar a partir da “erudição” de suposições científicas ou os dogmas religiosos comuns sobre quais podem ser suas motivações, enquanto rejeita dados de fontes menos convencionais. O engano alienígena se baseia nessas suposições ingênuas para construir uma máscara antropomórfica excessivamente simplista de plausibilidade para esconder suas verdadeiras intenções.

O que os dados observacionais revelam das capacidades alienígenas

Compreender a agenda alienígena não é fácil, mas também não é impossível. Pode ser abordado, mesmo que apenas parcialmente, por meio de intuição, consciência e discernimento incomuns. O primeiro passo é obter uma melhor compreensão de sua verdadeira natureza e habilidades. Vamos examinar o que as pesquisas de OVNIs e abduções revelaram até agora.

Naves alienígenas podem parecer maiores por dentro do que seu tamanho aparente por fora, acelerar e desacelerar rapidamente a velocidades extremas, viajar em velocidades hipersônicas sem causar estrondos sônicos, fazer curvas fechadas sem efeitos colaterais inerciais, pular entre locais como se teletransportado e se tornar invisível. Quando eles pairam em baixas altitudes sobre carros e edifícios, um baixo zumbido pulsante audível é normalmente ouvido. Seu mecanismo de flutuação parece envolver campos gravitacionais pulsados ​​sintetizados a partir de formas de onda gravitacional separadas para produzir empuxo direcional 7 .

Tudo isso indica domínio sobre a estrutura do espaço-tempo. A tecnologia alienígena pode alterar o potencial gravitacional local para mudar a taxa de tempo, anular a inércia e comprimir o espaço para mudar a escala física. Invisibilidade e teletransporte sugerem que eles têm acesso ao hiperespaço também, movendo-se levemente para o hiperespaço para se tornarem invisíveis, ou totalmente para tomar um “atalho” para outro local. Sua tecnologia é, portanto, ultrarrelativística e hiperdimensional por natureza.

Os alienígenas podem andar ou flutuar através de paredes sólidas. Usando um raio azul emitido pela nave alienígena do lado de fora, eles podem mirar, levitar e extrair um abduzido de sua casa através de janelas de vidro sólido, paredes de alvenaria e outras barreiras não ferrosas. O ser humano abduzido não se desmaterializa em energia ou pequenas partículas, mas desliza pela barreira como uma folha de papel sobre a outra.

A tecnologia alienígena permite a geração de buracos de minhoca ou condutos curtos através do hiperespaço entre pontos distantes no espaço-tempo. Isso pode se manifestar como um portal que se abre para o quarto do abduzido e leva-lo a uma base subterrânea dos alienígenas.

As mulheres abduzidas podem experimentar uma cessação repentina de ruídos externos naturais (como o chilrear dos grilos) durante o início de uma abdução. Eles também podem notar uma mudança na pressão do ar, uma alteração perturbadora no nível de contraste de luz e sombras na sala, um tom âmbar no ar e uma sensação de um véu pesado ou redoma caindo sobre eles ou a área imediata 8. Isso indica que a área local está sendo dimensionalmente isolada do espaço circundante e desconectada do fluxo de tempo circundante, de modo que, para testemunhas em potencial fora da bolha, a abdução ocorre em um único momento e, portanto, escapa de sua observação. Caso contrário, os sequestros seriam impossíveis em áreas urbanas movimentadas. A bolha também produz um ambiente alterado que é mais fácil para os sequestradores que se aproximam operarem, uma vez que os encontra na metade do caminho.

Os abdutores também têm controle fisiológico e psicológico sobre seus alvos. Raptos na estrada envolvem um motorista tendo uma necessidade repentina e irresistível de estacionar. As abduzidas em casa que ainda não dormiram podem sentir uma forte pressão para se deitar rapidamente e dormir, ou sentir sua força de vontade e autocontrole se esvaindo quando um véu de peso desce sobre elas. Os greys têm capacidade telepática de subjugar abduzidos, induzir ou remover o medo e causar paralisia temporária.

Nem todas as abduções são físicas. Alguns tomam não o corpo, mas a alma do ser humano alvo, mais especificamente os corpos etérico e astral, que durante o sono se separam naturalmente do corpo físico e pairam sobre ele. A alma é arrastada por um raio trator vortex e levada dimensionalmente para cima, onde os abdutores realizam várias varreduras e manipulações antes de devolvê-la ao corpo. A abduzida raramente está ciente de nada, a menos que acidentalmente acordar enquanto está fora do corpo, caso em que é possível lutar contra o raio trator e evitar a abdução da alma por meio de pura força de vontade para retornar ao corpo e despertar. Assim, os alienígenas interdimensionais são capazes de manipular diretamente os componentes não físicos dos seres humanos, não apenas os físicos.

Tudo o que foi dito acima é, em sua maior parte, é conhecimento comum na pesquisa de abdução de seres humanos por extraterrestres. Menos conhecido é o grau em que os alienígenas podem manipular pensamentos, sentimentos, percepções, emoções, eventos da vida e a própria história. Ainda menos conhecidas são suas motivações mais esotéricas e não físicas. As informações sobre eles devem ser destiladas de áreas fora da gama usual de pesquisas de abdução. Vem de experiências pessoais privadas correlacionadas com as de outros, muita observação e testes cuidadosos, sugestões e inspiração de fontes não convencionais e resolução criativa de quebra-cabeças com peças que na superfície parecem não relacionadas ao fenômeno de abdução, como ideias encontradas no ocultismo, obras gnósticas, xamânicas, religiosas ou espirituais, por exemplo. Isso será discutido na próxima parte deste relatório.

Notas de rodapé:

1 Esta estimativa é baseada em vários fatores, incluindo: 1) a taxa na qual o público está sendo aclimatado com a revelação da existência de alienígenas, 2) a velocidade com que o clima, as instabilidades econômicas e políticas estão caminhando para condições propícias para a intervenção alienígena, 3) o que os abduzidos e contatados foram informados sobre a conclusão do programa de hibridização alienígena e o momento do contato alienígena com a humanidade em geral, 4) os efeitos potencialmente devastadores das explosões solares e CMEs durante os picos do ciclo solar, e 5) observações pessoais sobre a prontidão atual de indivíduos que provavelmente desempenharão papéis na diplomacia galáctica e quantos anos mais levarão para que alcancem a maturidade total para realizar essa tarefa.  Quando este artigo foi publicado em 2008, eu previ que aconteceria em 2018. As coisas chegaram muito perto em 2009-2011, mas depois recuaram. O calendário mudou devido a novos fatores que surgiram, como o aumento da resistência populista e a disseminação da consciência sobre o cenário de decepção alienígena. Em 2021, coloquei a maior probabilidade de divulgação em 2022-2024, e não depois de 2032.

2 Ver Allies of Humanity: Book Two (Summers, 2005) para uma maior elaboração sobre os paralelos entre nativos e exploradores de nossa própria história e o que enfrentaremos em breve.

3 A natureza metafísica, hiperdimensional e inteligente da presença alienígena faz o fenômeno OVNI funcionar como um fenômeno quântico macroscópico dependente do observador. Isso leva a um princípio de incerteza que impede a certeza universal. Portanto, quanto mais universal a prova de alienígenas, menos convincente a evidência, como no caso de avistamentos de OVNIs em vídeo , que, apesar de serem visíveis por qualquer pessoa, são insuficientes em detalhes para serem convincentes. Por outro lado, quanto mais convincente a evidência, menos universal a prova, como acontece com abduzidos que têm provas pessoais inegáveis ​​de suas experiências, mas são incapazes de registrar e, portanto, compartilhar suas experiências.

4 Veja os recursos listados no final deste livro, especificamente os seguintes: Angelucci, Jadczyk, The Blue Planet Project, Turner, Jacobs, Andrews, Delicado, fore, Valerian, Lorgen, and Royal.

5 Quanto à possibilidade de Reptilianos benevolentes, isso foi circunstancialmente sugerido por The Lacerta Files , The Convoluted Universe Book Two (Cannon, 2005, pp. 272-300), e programas de televisão como V: The Miniseries e  Stargate SG-1 onde quintos colunistas trabalharam dentro das fileiras de alienígenas reptilianos negativos para subverter seu controle. Se Reptilianos benevolentes existissem, eles provavelmente manteriam um perfil muito baixo.

6 Essas incidências estão documentadas nas obras de Eve Lorgen, James Bartley e Karla Turner, entre outros.

7 Veja Unconventional Flying Objects (Hill, 1995) para uma investigação científica sobre os sistemas de propulsão de OVNIs . Por meio de um processo de eliminação, o autor concluiu que foram empregados campos gravitacionais pulsados. Nesse caso, a direcionalidade seria possível por meio de uma série de emissores de campo em fases.

The Cassiopaean Transcripts explica o tom âmbar como o sangramento da “quarta densidade” (reino de dimensão superior). Eu observei isso e alteração no contraste de iluminação durante o início de uma abdução. Sight Unseen  (Hopkins e Rainey, 2004) menciona a coloração âmbar. Chasing Phantoms (Conti, 2009) relata esse fenômeno e também o efeito redoma.


As forças divinas estão trabalhando para nos ajudar a aprender – se buscarmos ativamente o conhecimento, o caminho será mostrado. Se aplicarmos ativamente o conhecimento, o caminho será desobstruído. E se compartilharmos ativamente o conhecimento, o caminho será seguido por outros.


“Precisamos do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente. Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932]. Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito “SUGERINDO” às pessoas para que “AMEM A SUA SERVIDÃO” ao invés de açoita-los e chuta-los até obter sua obediência“. – Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984”


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.