browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Do Powerpoint às Batatas: Por que Bill (Hell’s) Gates está comprando tanta Terra?

Posted by on 23/07/2022

No final de junho, o Procurador-Geral de Dakota do Norte aprovou a compra de 2.100 acres de terras agrícolas por uma empresa ligada a Bill (Hell’s) Gates. A empresa Red River Trust comprou a área dos produtores de batata Campbell Farms por cerca de US$ 13,5 milhões. De acordo com documentos  legais obtidos pela FOX Business, a venda foi feita em novembro do ano passado.

A mais recente aquisição do bilionário oligarca fez as pessoas se perguntarem por que os investidores ricos estão tão interessados ​​em reunir grandes áreas de terras agrícolas?

Fonte: Rússia Today – Por Anastasia Safronova, editora da RT

Relatos da mídia sugerem que a reação dos moradores ao negócio estava longe de ser positiva“Recebi uma grande bronca sobre isso de todo o estado, mesmo daquele bairro. Essas pessoas estão chateadas, mas há outras que estão apenas lívidas com isso”, disse o comissário de agricultura de Dakota do Norte, Doug Goehring, à estação de televisão local KFYR. Outras preocupações citadas na mídia insistem que “ultra-ricos que compram terras em Dakota do Norte… não necessariamente compartilham os valores do estado”.

Antes de ser revelado que o acordo havia sido aprovado, a Procuradoria Geral da República enviou uma carta à Red River Trust perguntando como a empresa planejava usar a terra. “Na Dakota do Norte… todas as corporações ou sociedades de responsabilidade limitada (LLC) estão proibidas de possuir ou arrendar terras agrícolas ou fazendas, e de se envolver em agricultura ou pecuária. Além disso, a lei impõe certas limitações à capacidade dos trusts de possuir terras agrícolas ou fazendas. A Lei Agropecuária de Sociedades Anônimas ou de Responsabilidade Limitada tem algumas isenções, como permitir fazendas familiares registradas ou permitir o uso da terra para fins comerciais…”

“Nosso escritório precisa confirmar como sua empresa usa essa terra e se esse uso atende a alguma das exceções legais, como a exceção de propósito comercial…”

A carta exigia uma resposta em 30 dias, mas não há informações sobre se o Red River Trust tinha algo a responder.

‘Conheça o fazendeiro Bill’

A notícia da compra ganhou as manchetes, já que muitas pessoas acharam surpreendente que o cofundador da Microsoft esteja gastando tanto dinheiro em terras para agricultura. Ainda assim, o caso de Dakota do Norte é apenas o exemplo mais recente do investimento de um bilionário em terras agrícolas que se tornou uma grande notícia.

Resumindo os dados de 2020, uma revista chamada The Land Report colocou a foto de Bill Gates na capa com a legenda ‘Conheça o fazendeiro Bill’. A agência chamou Gates e sua então esposa Melinda de “os maiores proprietários privados de terras agrícolas da América”. 

Ao rastrear a história dos investimentos de Gates, o The Land Report citou um artigo de 2014 do Wall Street Journal sobre um homem chamado Michael Larson, que, segundo a agência, administra o império de investimentos do bilionário desde 1994, “principalmente por meio de uma empresa chamada Cascade Investment LLC.”

“O rancho no Wyoming faz parte de uma aposta da Cascade na forte recuperação dos preços imobiliários desde a crise financeira”, informou o WSJ, citando suas fontes. “A empresa possui pelo menos 100.000 acres de terras agrícolas na Califórnia, Illinois, Iowa, Louisiana e outros estados – ou uma área sete vezes maior que Manhattan.”

Em 2021, o The Land Report disse que Gates possuía quase 269.000 acres em todo o país.

— Por que você está comprando tantas terras agrícolas?

No mesmo ano, os usuários do Reddit tiveram a chance de perguntar ao cofundador da Microsoft sobre as razões por trás de um investimento tão grande. A pergunta era  “ei Bill! Por que você está comprando tantas terras agrícolas?”

A resposta: “Meu grupo de investimento optou por fazer isso. Não está ligado ao clima”, respondeu Gates. “O setor agrícola é importante. Com sementes mais produtivas podemos evitar o desmatamento e ajudar a África a lidar com a dificuldade climática que já enfrenta. Não está claro quão baratos os biocombustíveis podem ser, mas se forem baratos, podem resolver as emissões da aviação comercial e dos caminhões. ”

O alvoroço sobre a última compra de terras agrícolas de Gates criou uma onda de discussão online.  Durante o auge da pandemia de Covid, o cofundador da Microsoft esteve frequentemente no centro das atenções devido aos seus pronunciamentos sobre o vírus covid e as vacinas, e até se tornou alvo de teorias da conspiração. 

Portanto, não é surpresa que seu investimento incomum tenha desencadeado fofocas online também, provocando rumores de que o bilionário possui a maioria das terras agrícolas dos EUA. Na verdade, existem cerca de 895 milhões de acres [362 milhões de hectares] de terras agrícolas no país.  Portanto, mesmo sendo o maior proprietário privado de terras agrícolas, Gates na verdade tem menos de 1% do total do país. E, não importa o quão “excêntrico” o oligarca do WEF e cofundador da Microsoft possa ser, as razões por trás de seu investimento em terras agrícolas são provavelmente mundanas, dizem os “especialistas”.

“Se você olhar para as compras de terras agrícolas nos Estados Unidos, a esmagadora maioria é adquirida por agricultores. O próximo maior grupo são pessoas de alguma forma próximas à agricultura, como agricultores aposentados ou pessoas da área rural que estão interessadas em comprar terras. As pessoas que montam grandes portfólios são muito raras”, disse Todd H. Kuethe, professor associado do Departamento de Economia Agrícola da Universidade de Purdue, nos EUA, à RT. “Normalmente, eles estão comprando pela posição financeira e para que a terra geralmente fique em produção. Não há desaparecimento dessa terra.”

Ativo estável

Ainda assim, o investimento de anos de Bill Gates em terras suscitou uma pergunta dos analistas: as terras agrícolas são um ativo tão atraente? A resposta é sim, por várias razões: a terra agrícola é um recurso limitadooferece fortes retornos e é um ativo estável e de baixo risco. O interesse em terras agrícolas está aumentando e os preços estão subindo de acordo a demanda. Os dados do ano passado mostram que o valor dos imóveis agrícolas dos EUA atingiu em média US$ 3.380 por acre, um aumento de 7% em comparação com 2020.

“As terras agrícolas dos EUA têm aumentado de preço nos últimos anos por causa de altos retornos e baixas taxas de juros” , explicou Carl Zulauf, professor emérito do Departamento de Economia Agrícola, Ambiental e de Desenvolvimento da Universidade Estadual de Ohio, à RT. “Os altos retornos vêm do mercado e dos programas governamentais.”

Investidores não-agrícolas geralmente veem as terras agrícolas como parte de um portfólio de investimentos diversificado que reduzirá seu risco geral de investimento. Há alguma evidência de que as terras agrícolas podem estabilizar os retornos de um portfólio bem diversificado. A importância desse fator varia ao longo do tempo, mas provavelmente está relacionada em parte à atual volatilidade do mercado de ações.

Kuethe concorda: “É muito bom ser adicionado a um amplo portfólio de investimentos, para oferecer algumas dessas vantagens de diversificação. Terras agrícolas são um investimento atraente e muitas pessoas veem o valor de adicioná-las a um portfólio de investimentos. É um risco relativamente menor do que investir em ações ou comprar ações individuais, mas oferece um retorno um pouco maior do que apenas a compra de títulos. Então, fica no meio – um investimento financeiro onde você pode obter um retorno um pouco maior, mas não tanto risco adicional.”

Afinal, estabilidade parece significar muito hoje em dia. Anos de pandemia de Covid-19, marcados por bloqueios, e o atual conflito na Ucrânia, que interrompeu o comércio, desestabilizou as cadeias de suprimentos, como gás, petróleo e fertilizantes, e principalmente de fornecimento de grãos, fizeram com que mais países olhassem com atenção para sua segurança alimentar. 

Ainda assim, Kuethe acha que todos esses fatores não são suficientes para que os empresários individuais comprem terras para consumo pessoal. “Não acho que os investidores estejam procurando agricultura para consumo próprio, eles ainda estão procurando produzir commodities para o mercado global” , diz ele. “Não tenho a preocupação de que as pessoas comecem a comprar terras e a querer cultivar por conta própria porque estão preocupadas com a insegurança alimentar.”


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

One Response to Do Powerpoint às Batatas: Por que Bill (Hell’s) Gates está comprando tanta Terra?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.