Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

É Simplesmente Bizarro que Muitas Pessoas (Zumbis) ainda queiram ‘Medidas Restritivas Covid’

Vamos começar com um pequeno teste surpresa. Por favor, leia esta manchete do CTV News e diga-me o ano em que a história foi publicada: “Ontário não exigirá máscaras nas escolas neste outono, apesar do aumento nos casos de COVID”. Gostaria de pensar que é notícia de 2021 e que, embora as pessoas ainda estivessem relativamente preocupadas com o vírus, o governo determinou que caberia aos pais decidir se seus filhos usavam ou não máscaras nas aulas.

É Simplesmente Bizarro que Muitas Pessoas (Zumbis) ainda queiram ‘Medidas Restritivas Covid’

Fonte: The Epoch Times

Infelizmente, isso não é verdade. Ontário ainda exigia máscaras naquela época. OK, então deve ser do outono de 2022? Isso parece certo, porque é verdade que naquela época não havia obrigatoriedade de máscara nas escolas de Ontário e a maioria das crianças optou por não usá-las.

Mas não é desta data. Esta é uma manchete de outro dia e ano e muito mais atual – É de setembro de 2023, isso mesmo. Por que isso é considerado notícia? Por que um meio de comunicação está fazendo reportagens sobre restrições COVID e escolas agora? O governo do pusilânime Davos Boy Trudeau esta mesmo considerando um novo mandato de máscara?

Todas essas foram boas perguntas que os canadenses fizeram nas redes sociais depois que a história foi ao ar. O último é provavelmente o mais importante, porque seria muito preocupante se o governo estivesse de fato a reconsiderar tal mandato novamente.

“Como acontece com todas as jurisdições do Canadá, as máscaras não serão exigidas nas escolas de Ontário”, disse o ministro da Educação, Stephen Lecce, em comunicado enviado por e-mail à CTV. Ele então passou a falar sobre medidas de ventilação nas salas de aula.

Lecce não deu conferência de imprensa sobre o assunto. O ministério nem sequer enviou o seu próprio comunicado de imprensa. Embora a história não explique isso, parece que o intrépido repórter fez essa pergunta aleatoriamente ao Ministério da Educação, do nada, com o único propósito de escrever esta história. 

O fato de a declaração de Lecce ter começado com um aceno de que nenhum outro lugar está fazendo isso provavelmente pode ser interpretado como um olhar para o meio de comunicação por ter feito a pergunta em primeiro lugar. Bom.

É simplesmente bizarro que algumas pessoas ainda queiram medidas COVID neste momento, e as notícias que surgem atualmente parecem apenas servir para essa base cada vez mais pequena e excêntrica.

Uma história recente do Toronto Star discutiu como as pequenas empresas estão nervosas por terem que enfrentar potencialmente as restrições do COVID no próximo outono e inverno [setembro 2023 a março 2024]. Mas os defensores das empresas que citaram estavam apenas a responder a questões hipotéticas aleatórias que lhes foram colocadas. Não é como se houvesse algum funcionário do governo ou voz médica confiável dizendo que tais coisas estavam em andamento. É uma narrativa totalmente fabricada neste momento.

A parte lamentável é que, embora a maioria das pessoas nem perceba essas histórias e apenas continue com suas vidas diárias, haverá um pequeno número de pessoas desnecessariamente alarmadas e assustadas com elas.

Agora estou ciente de que simplesmente escrever esta coluna está, de certa forma, contribuindo para os esforços daquelas vozes que tentam reunir a banda de restrições COVID novamente. Eles claramente querem que as pessoas falem sobre isso tanto quanto possível, mesmo que seja em oposição a eles, apenas para que a discussão seja intensificada novamente. A melhor resposta é simplesmente ignorá-los totalmente e toda a narrativa.

Uma coisa que ainda não recebemos, porém, é a responsabilização quando se trata daqueles que estiveram terrivelmente errados sobre a Covid. No outono passado, alguns alegados especialistas tentaram afirmar que a época de regresso às aulas seria um desastre sem restrições e que as crianças sofreriam muito com a COVID. Isso não chegou nem perto de acontecer. 

Portanto, se você era um especialista antes de fazer previsões tão grandiosas – que vieram acompanhadas de apelos para restringir a vida das crianças – o consenso deveria ser que você não é mais um especialista. Em vez disso, muitas pessoas foram encorajadas a dizer coisas ridículas e não houve acompanhamento para verificar até que ponto elas estavam erradas.

A boa notícia, porém, é que quase todo mundo já desligou todo esse barulho sobre a “terrível” Covid.

As opiniões expressas neste artigo são opiniões do autor e não refletem necessariamente as opiniões do Epoch Times.


Uma escola primária em Maryland restabeleceu os requisitos obrigatórios de máscara, quando Joe Biden apareceu na frente da imprensa cobrindo o rosto na terça-feira.

A Rosemary Hills Elementary School em Silver Spring, um subúrbio rico de DC, trouxe de volta a obrigatoriedade do uso da máscara para alunos e funcionários e acrescentou que as “focinheiras” deveriam ser máscaras N95. A escola enviou uma carta informando aos pais que tomaram a decisão depois de apenas TRÊS alunos testarem positivo para COVID.

“ Máscaras KN95 adicionais foram distribuídas e os alunos e funcionários em aulas ou atividades identificadas serão obrigados a usar máscaras enquanto estiverem na escola pelos próximos 10 dias, exceto enquanto comem ou bebem. As máscaras voltarão a ser opções após o período de 10 dias”, afirma a carta.

Já vimos e ouvimos isso antes.

“As crianças que fazem testes rápidos em casa serão enviadas para casa e os testes disponibilizadas para os alunos”, observa o diretor Irwin Kennedy, acrescentando que a orientação do CDC decreta que o teste deve ser feito “5 dias após uma exposição (a partir do dia 6)” ou em tal momento à medida que os sintomas ocorrem.

“Continuaremos a reforçar a boa lavagem das mãos e a seguir os procedimentos de limpeza e desinfecção”, afirma ainda a carta.

A mudança ocorre no momento em que [‘Dementia’ Joe] Biden colocou uma “focinheira” ao chegar a uma reunião na Casa Branca, antes de removê-la completamente.

A Casa Branca diz que Biden usará a máscara depois que sua esposa vacinada e vacinada várias vezes contraiu COVID novamente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *