browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Epstein e o quadro de Bill Clinton de vestido azul e salto vermelho, no Salão Oval da Casa Branca

Posted by on 15/08/2019

Eu quero você: A pintura original é da artista australiana e americana Petrina Ryan-Kleid, embora não esteja claro se Epstein comprou a tela ou teve uma impressão montada.

Jeffrey Epstein tinha em sua mansão em Manhattan, uma pintura bizarra de Bill Clinton em um vestido azul e sapatos de salto alto pendurado em sua mansão em Manhattan, DailyMailTV pode revelar.

A imagem que mostra o ex-presidente aparentemente descansando em uma cadeira no Salão Oval, usando saltos vermelhos e posando sugestivamente em um vestido azul que lembrava Monica Lewinsky, estava em uma sala sobre uma escada da casa do Upper East Side de Epstein. O vestido também é muito semelhante ao usado por Hillary Clinton em evento no Kennedy Center Honors de 2009…

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Membros da Cabala/Elite/Deep State cada vez mais expostos: Jeffrey Epstein tinha uma pintura de Bill Clinton vestindo vestido azul e saltos vermelhos,  descansando no Salão Oval da Casa Branca, pendurado em parede em sua mansão em Manhattan 

Fonte:  https://www.dailymail.co.uk/

Por Isolda Walters e Cheyenne Roundtree, para o DAILYMAIL.COM

  • Jeffrey Epstein tinha um quadro de Bill Clinton usando um vestido azul e saltos vermelhos pendurado dentro de sua mansão em Manhattan
  • Fonte que a viu durante uma reunião de negócios disse ao DailyMailTV denunciou a sua existência
  • A pintura foi colocada dentro da mansão do pedófilo em 2012, sete anos antes de ele ser acusado de tráfico sexual de meninas menores de idade.
  • A pintura original, “Parsing Bill”, é da artista australiana e americana Petrina Ryan-Kleid, embora não esteja claro se Epstein comprou a tela ou montou uma cópia.
  • Ryan-Kleid expôs para o seu programa de graduação quando se formou com um MFA em 2012 pela New York Academy of Art. 
  • A fonte, que pediu para permanecer anônimo, estava visitando Epstein para apresentar uma proposta de negócios ao pedófilo. 
  • A fonte disse ao DailyMailTV: ‘Era Bill Clinton absolutamente. Foi chocante … era uma imagem sexual muito provocante’ 

Jeffrey Epstein possuia um retrato bizarro de Bill Clinton pintado em um vestido azul e de saltos altos pendurado em sua mansão em Manhattan, DailyMailTV pode revelar. A imagem que mostra o ex-presidente aparentemente descansando em uma cadeira no Salão Oval, usando saltos vermelhos e posando sugestivamente em um vestido azul que lembrava Monica Lewinsky, estava em uma sala fora da escada da casa do Upper East Side de Epstein, em Manhattan.

O vestido também é muito semelhante ao usado por Hillary Clinton em evento no Kennedy Center Honors de 2009.  A pintura original chama-se “Parsing Bill” e é da artista australiana e americana Petrina Ryan-Kleid, embora não esteja claro se Epstein comprou a tela ou se montou uma cópia. Ryan-Kleid expôs para o seu programa de graduação quando se formou com um MFA em 2012 pela New York Academy of Art.

A pintura foi secretamente gravada dentro da luxuosa casa de US$ 56 milhões do pedófilo e traficante sexual de meninas menores de idade em outubro de 2012, sete anos antes que Epstein fosse preso pelo seu vício pela prostituição de menores e sete anos antes de ser acusado de dirigir um grupo de meninas menores de idade. 

Inspiração? O vestido também é muito semelhante ao usado por Hillary Clinton no Kennedy Center Honors de 2009

Inspiração? O vestido da pintura é muito semelhante ao usado por Hillary Clinton em evento no Kennedy Center Honors de 2009

A fonte, que pediu para permanecer anônima, estava visitando Epstein para apresentar uma proposta de negócios – um encontro com o pervertido que incluíu a observação de uma garota que parecia estar esperando para também ver o financista pedófilo agora morto.

A nossa fonte disse que ficou chocada ao ver o retrato através de uma porta aberta enquanto caminhava pela ornamentada casa com seu parceiro de negócios.  Ela disse ao DailyMailTV:

“Absolutamente era Bill Clinton. Foi chocante – definitivamente era uma pintura dele. Era uma imagem sexual muito provocante. Ele estava usando salto alto, um vestido azul e sua mão estava em uma posição estranha”.

A cor do vestido parecia ser uma referência à ex-estagiária de Clinton, Monica Lewinsky, que usava um vestido azul durante seus infames encontros de sexo oral com Clinton dentro da Casa Branca, pelos quais, Clinton quase perdeu seu mandato.

A fonte disse ao DailyMailTV: 'Foi absolutamente Bill Clinton. Foi chocante - foi definitivamente uma pintura dele. Foi uma imagem sexual muito provocante. Ele usava salto alto, um vestido azul e sua mão estava em uma posição estranha ”. Foto: Clinton e Lewinsky em 1997

Foto: Clinton e Lewinsky, no salão oval da Casa Branca em 1997

Epstein e Clinton já foram amigos muito próximos, e se utilizou, diversas vezes, do avião do agora falecido financista, apelidado de “Lolita Express”, várias vezes e por sua própria conta visitando a casa da cidade uma vez – tornando possível que ele pudesse ter visto a bizarra pintura.

Clinton, no entanto, negou frequentar a “ilha da Orgia” de Epstein, Little St. James – uma negação sobre a qual Donald Trump tentou lançar dúvidas esta semana.   A presença da imagem é uma nova virada na relação entre Clinton, sua família e o predador sexual de menores Epstein.

No mês passado, o gabinete do ex-presidente disse que não sabia nada dos crimes de Epstein e que Clinton havia feito apenas quatro viagens com ele em 2002 e 2003 – embora os registros de vôo mostrassem que ele havia pegado pelo menos 26 voos individuais no “Lolita Express”. 

Uma das ex-escravas sexuais de Epstein, Virginia Roberts, afirmou que viu Clinton na ilha para um jantar realizado em sua homenagem pouco depois de deixar o cargo da presidência, e manteve a sua posição quando questionada sob juramento. 

Após o aparente suicídio do financista no sábado de manhã, Trump retweetou uma sugestão de que os Clintons estavam de alguma forma envolvidos na sua morte e um link para os documentos do tribunal estabelecendo as evidências de Roberts. 

Eu quero você: A pintura original é da artista australiana e americana Petrina Ryan-Kleid, embora não esteja claro se Epstein comprou a tela ou teve uma impressão montada.

Além disso, a suposta cúmplice de trafico sexual de meninas menores de idade de Epstein, a socialite Ghislaine Maxwell, foi convidada para o casamento de Chelsea Clinton com Marc Meezvinsky, pelo menos um ano depois de Bill Clinton dizer que sua relação com Epstein terminou.

A origem da pintura é desconhecida. DailyMail.com viu metadados que verifica onde e quando a foto foi tirada.  Estava pendurado contra uma parede de cor escura na fortaleza de pedra de Epstein em Manhattan.  Após a discussão de negócios, a fonte retornou à sala de espera da mansão e disse que percebeu que uma jovem hispânica estava esperando para ver Epstein.

Ela acrescentou: ‘Estávamos arrumando as coisas com a secretária particular dele e notei uma jovem hispânica lá, curvada sobre o telefone, esperando para vê-lo em seguida. Eu pensei que era estranho que ela estivesse na mesma sala de espera em que estávamos.  Ela era muito jovem – ela parecia ter 14 anos. Pensei que talvez ela fosse a filha da governanta.”

A camada mais sombria e das trevas diz respeito a existência e prática do Abuso Ritual Satânico (SRA) que ocorreriam na ilha privada de Little St James, de Epstein, conhecida como “Orgy Island”

A fonte acrescentou que durante sua longa hora de discussão de negócios com Epstein, ele causou a impressão de ser como um homem “assustador”. Ela disse: ‘Ele apareceu de pijama. Ele não estava bagunçado, mas vestia uma camiseta branca, calça de pijama e pés descalços. Ele era muito cinzento e parecia assustador. ‘Ele parecia um vilão para mim. Eu imediatamente soube que não queria mais fazer negócios com ele, apesar de querer o contrato”. 


A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE MENTAL):  “A Matrix é um  sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando salvar. “Mas até que nós consigamos salvá-los, essas pessoas ainda serão parte desse  sistema de controle e isso os transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle Mental. E muitos deles estão tão habituados, tão desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você  para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

 

 

 

One Response to Epstein e o quadro de Bill Clinton de vestido azul e salto vermelho, no Salão Oval da Casa Branca

  1. Renato

    EXCLUSIVO: Donald Trump contratou o pai da escrava sexual de Jeffrey Epstein, Virginia Roberts, como um homem de manutenção em Mar-a-Lago e escreveu-lhe uma nota chamando-o de “empregado mais valioso”.

    https://www.dailymail.co.uk/news/article-7357477/Donald-Trump-hired-father-Jeffrey-Epsteins-sex-slave-Mar-Lago.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.