browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Êxodo de N. York: ricos abandonam ‘Big Apple’ que se degenera num gueto do inferno (a ‘maçã’ apodrece)

Posted by on 12/08/2020

Centenas de milhares de residentes ricos já deixaram a cidade de Nova York, e mais estão partindo todos os dias conforme a maior cidade [gueto] da América rapidamente degenera em um inferno. Isso é triste de assistir, porque de muitas maneiras Nova York tem sido uma incrível “história de sucesso” nas últimas décadas. As décadas de 1970 e 1980 foram um pesadelo para a cidade, mas nas décadas mais recentes a cidade foi transformada em um paraíso virtual para os “ricos e famosos”. Mas agora muitos dos velhos problemas estão começando a voltar novamente, e muitos nova-iorquinos ricos decidiram que já era hora de procurar pastagens mais verdes [para também destruí-las].

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Fuga de Nova York: residentes ricos fogem em massa enquanto a cidade degenera num gueto do inferno

Fonte:  Themostimportantnews.com

 As taxas de criminalidade despencaram de forma absoluta, a cidade recebeu uma reformulação dramática e uma comunidade financeira [corrupta ao extremo] em expansão trouxe uma quantidade de riqueza sem precedentes para Nova York. Mas agora muitos dos velhos problemas estão começando a voltar novamente, e muitos nova-iorquinos ricos decidiram que é hora de procurar pastagens mais verdes [para também destruí-los].

Claro que a pandemia COVID-19 tem sido a principal motivação para muitos indivíduos ricos que estão fugindo da cidade. De acordo com  o New York Times , houve um êxodo em massa de 420.000 nova-iorquinos entre 1º de março e 1º de maio …

Aproximadamente 5% dos residentes – ou cerca de 420.000 pessoas – abandonaram a cidade entre 1º de março e 1º de maio. Nos quarteirões mais ricos da cidade, em bairros como Upper East Side, West Village, SoHo e Brooklyn Heights, a população residencial diminuiu 40 por cento ou mais, enquanto o resto da cidade viu mudanças comparativamente mais modestas.

Você pode imaginar 40% da sua vizinhança saindo em apenas dois meses?

Pessoas ricas muitas vezes podem se levantar e se mudar com muito mais facilidade do que o resto de nós, porque muitas delas não estão vinculadas a empregos tradicionais e muitas delas já possuem uma segunda, terceira e até uma quarta residência. E é definitivamente compreensível que muitos deles quisessem partir durante o pico da pandemia na área de Nova York, mas agora que as taxas de infecção estão muito mais baixas, eles não estão voltando e isso se tornou um assunto e uma questão quente para os políticos de Nova York.

Há poucos dias, o governador do estado de Nova York, Andrew Cuomo, lamentou o fato de que esse êxodo em massa  está afetando muito as receitas fiscais da cidade…

“Um único por cento da população de Nova York paga metade dos impostos do estado, disse ele, “e essas são as pessoas com mais mobilidade do mundo”. “Eu literalmente converso com as pessoas o dia todo , que agora estão em suas casas nos Hamptons, que também moraram aqui, ou estão nas suas casas no Vale do Hudson ou em sua casa de fim de semana em Connecticut”, continuou Cuomo. “Eles não vão voltar agora. E você sabe o que mais eles estão pensando, se eu ficar lá, eles pagam um imposto de renda mais baixo porque não pagam a sobretaxa da cidade de Nova York. Então, esse seria um lugar ruim se tivessem que voltar. ”

Mas o prefeito da cidade de Nova York, Bill de Blasio, está adotando um tom completamente diferente. Nesse ponto, ele não parece se importar  se os ricos voltarão ou não …

“O prefeito de Blasio não está nem aí se as pessoas ricas deixarem a cidade para sempre por causa da pandemia do coronavírus, dizendo aos repórteres na sexta-feira que não vai se dobrar para os 1% dos mais ricos para retornar a Nova York. Em um briefing da prefeitura, de Blasio pelo segundo dia consecutivo zombou da sugestão do governador Cuomo de que o déficit crescente da Big Apple só pode ser superado se os ricos que fugiram no início da pandemia voltarem e começarem a pagar impostos novamente” .

Há poucos dias a cidade sofreu com uma das suas maiores tempestades jamais vista… sinais dos tempos difíceis …

O prefeito de Blasio pode continuar negando a realidade se quiser, mas sem dúvida a falta de receita começa a ter um grande impacto. O orçamento de saneamento foi cortado em mais de $ 100 milhões de dólares, e neste ponto gigantescas montanhas de lixo  estão começando a se acumular ao redor da cidade [do gueto]…

As fotos mostram sacolas cheias de restos de comida, latas e garrafas empilhadas nas calçadas ou transbordando de cestas de lixo de canto. Ratos mortos foram encontrados entre os resíduos e guaxinins foram vistos saindo de latas de lixo buscando por restos de comida.

Antigamente, essas cenas seriam impensáveis ​​em Nova York, mas agora elas se tornaram uma realidade diária e comum. Enquanto isso, as taxas de criminalidade estão disparando. Na verdade, o número de tiroteios na cidade durante o mês de julho aumentou 177% em comparação com o mesmo mês do ano anterior …

O NYPD registrou 244 tiroteios em julho de 2020 contra 88 em julho de 2019, o que é um aumento de 177%. Os tiroteios aumentaram em julho em todos os bairros, disse a polícia. Até 31 de julho, a cidade teve um aumento de 72% nos tiroteios em comparação com o mesmo período do ano passado – 772 contra 450 em 2019. Os assassinatos em julho aumentaram 59% em comparação com o ano passado, com 54 em 2020, contra 34 no ano anterior. Os roubos aumentaram 31% em relação ao ano anterior. A polícia disse que mais 309 roubos de automóveis foram registrados no mês, em comparação com o ano anterior.

Esta explosão de atividade criminosa está sendo chamada de “onda de crime”, e mesmo os bairros mais ricos  estão sendo duramente atingidos …

O bairro mais rico de Nova York está lutando contra um aumento nos assaltos à mão armada, revelam novos dados. O Upper East Side de Manhattan viu 27 roubos nas últimas quatro semanas – um aumento de 286% em comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com o NYPD.

Algumas das pessoas mais ricas de todo o planeta chamam o Upper East Side de lar, e pagaram muito dinheiro por suas casas para que ficassem isolados desse tipo de coisa. Mas agora mesmo seus bairros não estão seguros. Lá no Upper West Side, um tipo diferente de problema  está nas manchetes …

Centenas de desabrigados que foram alojados em hotéis luxuosos no Upper West Side de Manhattan pela cidade como parte de seus esforços para prevenir surtos de COVID-19 em abrigos estão aterrorizando os residentes urinando, dormindo e usando drogas nas ruas. Em julho, descobriu-se que 139 dos hotéis icônicos da cidade – que foram forçados a fechar por meses – concordaram em receber moradores de rua por US$ 175 por pessoa, por noite, como parte de um esquema da cidade para tentar evitar o rompimento de COVID-19 em abrigos para sem-teto.

O novo livro de Michael Snyder intitulado “Profecias perdidas do futuro da América” agora está disponível em brochura e para o Kindle na Amazon.com

Você pode imaginar pagar milhões de dólares pela sua casa e ver moradores de rua urinar e usar drogas na calçada em frente ao seu prédio regularmente? Pior ainda, foi revelado que alguns dos indivíduos que estão sendo alojados nesses hotéis de luxo  são criminosos sexuais registrados …

O que mais preocupa os pais são os criminosos sexuais – 10 estão morando em Belleclaire na quinta-feira, informou o registro estadual de criminosos sexuais. Fica a apenas um quarteirão do playground do PS 87.

E desses dez, há quatro  que realmente vitimaram crianças …

Também há quatro criminosos cujas vítimas eram crianças: Ronald Butler, 62, condenado em junho de 2013 por estuprar uma garota de 16 anos; Eddie Daniel, 59, condenado por abusar de uma criança de 10 anos em 2011; Jonathan Evans, 29, condenado por abusar de uma criança de 6 anos; e Michael Hughes, 55, condenado por posse de pornografia infantil em 2007.

Assim é a vida dos ricos na cidade de Nova York em 2020. Não é de se admirar que tantos deles tenham partido e não tenham planos de voltar para a cidade [gueto] tão cedo. 

Infeliz, mas compreensivelmente, coisas semelhantes estão acontecendo nas principais cidades de todo o país, e o que testemunhamos até agora é apenas o começo de uma debacle generalizada nos grandes centros populacionais do pais.. Certamente que não culpo ninguém por querer deixar Nova York. Se eu morasse lá, também gostaria de ir embora.

Por toda os EUA, as principais cidades administradas por democratas estão se transformando em buracos [guetos] do inferno, mas a maioria desses democratas continua ganhando eleições indefinidamente. Quando iremos aprender ?


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. – Mateus 24:6-8

“E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da BESTA; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis[666]“.  –  Apocalipse 13:16-18


Mais informações, leitura adicional:

Permite reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

phi-cosmoswww.thoth3126.com.br

One Response to Êxodo de N. York: ricos abandonam ‘Big Apple’ que se degenera num gueto do inferno (a ‘maçã’ apodrece)

  1. Silvio J B Maia

    Expressões conseguidas sem observância das leis siderais têm seu retorno garantido, por força do absoluto do à cada um segundo suas obras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.