browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Família brasileira cuja tradição é ter seis dedos nas mãos e pés

Posted by on 19/02/2018

Enquanto a maioria dos pais ficaria devastada para saber que seu filho estava sofrendo de uma anormalidade, os Da Silva esperam que a cada novo membro da família tenha um dedo extra. A família  Da Silva, que vivem nos arredores da capital do Brasil, no Distrito Federal, decidiram celebrar a sua diferença, em vez de escondê-la, dizendo que é “uma marca que ninguém mais tem”

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Uma família brasileira tem 12 dedos: 06 em cada uma das mãos e em cada um dos pés … e eles estão usando-os como goleiros e pianistas!

  • Quatorze membros da mesma família no Brasil têm 12 dedos das mãos e nos pés por causa da condição genética polidactilia;
  • Embora a maioria dos pacientes não consiga usar seus dígitos extras, a família Da Silva no Brasil consegue;
  • A família está colocando seus dedos extras em bom uso durante a prática de futebol e piano.

 By CHRIS PLEASANCE FOR MAILONLINE – Fonte: http://www.dailymail.co.uk/

Para a maioria dos novos pais, a notícia de que seu bebê está sofrendo de uma deformidade seria notícia devastadora. Mas não a família Da Silva, do Brasil, que são orgulhosos do fato de que quatorze membros de seu 23 componentes do clã nasceu com seis dedos em cada um a das mãos e dos pés – incluindo um membro recentemente chegado, o bebê Vinicius.

Os Da Silva, que vivem nos arredores da capital do Brasil, decidiram celebrar a sua diferença, em vez de escondê-la, dizendo que é “uma marca que ninguém mais tem”

A família espera que quando ele for mais velho, ele será capaz de colocar esses dígitos adicionais para uma boa utilização, como João Assis o irmão que é um goleiro ou a irmã Maria Morena, que usa os dela para tocar piano.

Enquanto a maioria dos pais ficaria devastada para saber o seu filho estava sofrendo de uma anormalidade, os Da Silva esperam que a cada novo membro da família tenha um dedo extra,  A familia Da Silva, que vivem nos arredores da capital do Brasil, no Distrito Federal, decidiram celebrar a sua diferença, em vez de escondê-la, dizendo que é “uma marca que ninguém mais tem”

O pai recente Alessandro disse: “Esta é uma marca que nenhuma outra família tem, é o que nos faz nos destacar da multidão”.

João Assis De Silva é apenas um dos catorze membros de sua família, do Brasil, que têm um dígito extra totalmente funcional em cada mão. Ele coloca-os ao bom uso como goleiro

Alessandro tem seis dedos, enquanto sua esposa Katie, tem apenas cinco – o que significa que havia uma chance de 50 por cento de seu bebê herdar o gene de seis dedos do pai. Com o seu primeiro filho Guilherme orgulhosamente possuindo seis dedos, eles estavam esperando que o seu recém-nascido deveria seguir o exemplo o que de fato aconteceu.

Katia disse: “Nós descobrimos que Vinicius era um menino na décima terceira semana de gestação e a partir daquele momento, nós esperávamos que ele teria seis dedos.”

Seu marido acrescentou: ”Desde que Vinicius nasceu percebemos que os seus dedos são perfeitamente funcionais. Ele já está tentando pegar as coisas, de modo que todos os seus dedos trabalham normalmente”.

A síndrome genética que leva as pessoas a nascer com dedos extras nas mãos e nos dedos do pé é chamada Polidactilia e é relativamente comum, afetando 1 em cada 3.000 nascimentos – embora a mutação é muito mais comum em algumas partes do mundo do que em outras.

Mas enquanto a maioria das pessoas que nascem com os dedos adicionais não será capaz de usá-los, os Da Silva são incomuns, porque todos os seus dedos são totalmente funcionais. Os Da Silva, são carinhosamente conhecidos em sua cidade como “a família dos seis”, pois todos acreditam que seus dedos extras são um trunfo, ao invés de um estorvo – de torná-los melhores músicos e goleiros mais competitivos.

A tia de Alessandro, Sylvia disse que: “Nunca foi um problema para nós ter seis dedos. Nós gostamos de ter seis dedos”.

Sua irmã Maria Morena também encontrou um uso para seus dígitos extras, utilizando-os para tocar piano

Guilherme, com sete anos disse: “A coisa mais legal sobre ter seis dedos é ser mais capaz de segurar um monte de coisas ao mesmo tempo.”  Sua prima, Maria acrescentou: ‘A melhor coisa sobre ter seis dedos é poder tocar mais teclas [no piano]”.

O avô de Alessandro, Be é o responsável por transformar a diferença da família em algo para se orgulharem. Alessandro disse: “Meu avô transformou o fato de ter seis dedos em uma coisa valiosa. Tanto é assim que ele escreveu um livro onde suas mãos estão na capa. E ele compôs a música e tudo o que ele tinha realizado com o símbolo da família, os seis dedos. ‘Ele transformou os seis dedos em coisa fina e numa marca de família”.

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *