browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Fórum em Davos, ministro brasileiro diz que Brasil ‘Vai Dançar’ com China e EUA ao mesmo tempo

Posted by on 25/05/2022

Chefe da economia do Brasil, ministro afirma que o país é visto como solução para as crises de energia e de alimentos que afetam o mundo, e que “passada” a pressão por uma posição brasileira favorável às sanções contra a Rússia, “agora ninguém mais está nos xingando”. Durante discurso no WEF-Fórum Econômico Mundial em Davos hoje (24) o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que agora está “todo mundo atrás do Brasil” e que, com a reviravolta na geopolítica mundial, o Brasil vai “dançar” com os Estados Unidos e a China ao mesmo tempo, segundo o Valor Econômico.

Fórum em Davos, ministro brasileiro diz que Brasil ‘Vai Dançar’ com China e EUA ao mesmo tempo

Fonte: Sputnik

Em conversa com jornalistas, Guedes afirmou que o Brasil sofreu pressões tanto dos EUA como da Europa para se posicionar diante da operação militar russa na Ucrânia, mas que agora “ninguém está nos xingando” e o Brasil é visto como uma solução para as crises globais de energia e de alimentos.

A forma como Brasília vai se posicionar, segundo o chefe da Economia do Brasil, é de ser “o cara que vai dar segurança alimentar e energética para a Europa [o tal “primeiro mundo”]. E aos EUA, que o Brasil está próximo e é amigo, não vão precisar ir para a China”.

Sobre o gigante asiático, Guedes disse que “os chineses e os norte-americanos tiveram uma sinergia que durou 30 anos, aí a China cresceu e eles começaram a brigar. Nós vamos dançar com os dois.

Para o ministro, “as pessoas não estão entendendo: o mundo mudou e a posição do Brasil melhorou. […] O Brasil perdeu 30 anos, não conectou [com as cadeias de valor globais]. A China saiu da miséria, a Tailândia, todos cresceram e o Brasil ficou pulando”.

Entretanto, com as crises da pandemia e a guerra na Ucrânia, outros países entraram em dificuldades, mas o Brasil não, em sua visão. E sendo assim, o país pode redesenhar suas cadeias produtivas com novos eixos, como em nichos de energia renovável e em semicondutores.


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores”.  Mateus 24:6-8


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


“O indivíduo é deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana [humana] simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio. . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.