Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Fraude criptográfica da FTX expõe o Capitalismo ‘Acordado’ como uma Farsa, como tudo que é Woke

Qual será o futuro da FTX Mais do que isso o que você precisa fazer com suas criptomoedas agora

O judeu khazar Sam Bankman-Fried, o fundador da FTX, que era, até a semana passada, a segunda maior bolsa de criptomoedas do mundo, hoje enfrenta a prisão por supostamente fraudar seus clientes em bilhões de dólares. Bankman-Fried, apenas 30 anos, doou para muitas causas ‘progressistas’, ‘liberais’ e ‘acordadas’ aliadas ao “movimento de altruísmo eficaz”, incluindo prevenção e resposta a pandemias. 

Fraude criptográfica da FTX expõe o Capitalismo ‘Acordado’ como uma Farsa, como tudo que é ‘Woke

Fonte: Michael Shellenberger

Ele discursou e presumivelmente doou para a conferência de Davos do WEF-Fórum Econômico Mundial em maio passado e a Iniciativa Global da Fundação Clinton em setembro. Bankman-Fried é semelhante a Bernie Madoff [mais um judeu khazar “esperto”] no sentido de que ambos os homens usaram doações filantrópicas e o verniz da [pseudo] humildade para criar reputação positiva enquanto administravam esquemas de pirâmide financeiras gigantescas que deveriam ter acionado bandeiras vermelhas entre investidores [otários gananciosos], reguladores [corruptos] e jornalistas [pre$$tituta$].

Na verdade, o escândalo Bankman-Fried mostra que todo capitalismo benfeitor deveria disparar bandeiras vermelhas. Bankman-Fried afirmou que estava apenas tentando ficar rico para arrecadar dinheiro para caridade, e investidores e jornalistas acreditaram em sua palavra, mesmo enquanto o visitavam em sua casa de $ 40 milhões nas Bahamas. 

“Você foi muito bom em falar sobre ética para alguém que via tudo como um jogo com vencedores e perdedores”, disse um repórter da Vox a Bankman-Fried na noite passada, ao qual ele respondeu :

“Sim, hehehe… me sinto mal para aqueles que se foderam com isso. Por meio desse jogo idiota, ‘acordamos’ os ocidentais jogando, onde dizemos todos os shiboleths [sic] certos para que todos gostassem de nós”.

Defensores do capitalismo benfeitor [ou das “Partes Interessadas”] dizem que o investimento socialmente responsável, que foi renomeado como ESG para se referir ao investimento que leva em consideração questões ambientais, sociais [equidade, inclusão, wokism, et caterva] e de governança, fez muito bem. 

Eles apontam para investimentos ESG em coisas como energia renovável, veículos elétricos e compensações de carbono como prova de que o capitalismo e a filantropia podem coexistir.

Mas os defensores do ESG [como os oligarcas do WEF, tipo Klaus – khazar – Schwab] foram abalados por escândalo após escândalo por fazer greenwashing de coisas que são ruins para o meio ambiente, para as pessoas e para a democracia. 

Poucas compensações de carbono realmente reduzem as emissões de carbono. Muitos são apenas golpes de espertos “verdes”. Alguns pagam aos proprietários de terras para não cortarem árvores que eles nunca iriam cortar de qualquer modo. 

Outros pagam desenvolvedores de energia renovável que já estavam construindo projetos eólicos e solares. A maioria dos painéis solares e baterias de carros elétricos são fabricados em Xinjiang, na China, por muçulmanos escravos uigures encarcerados. 

Projetos solares requerem  300 a 600 vezes mais terra  do que usinas nucleares ou de gás natural e estão  devastando ambientes desérticos frágeis. E não há solução de eliminação de resíduos para painéis solares usados, um resíduo perigoso, o que significa que serão  enviados para aterros sanitários ou despejados em países pobres. Até Bankman-Fried  reconheceu pois sabe que “o ESG foi pervertido e corrompido além do reconhecimento”.

Uma grande “Fraude” pode parecer uma palavra dura para descrever o ESG, mas a Lei de Black define a fraude como uma atividade que se baseia no engano para obter um ganho, e os certificadores ESG e vendedores de painéis solares e projetos solares sabem perfeitamente que seus projetos violam a letra e o espírito da ESG. 

Durante anos, representantes da indústria de energia renovável alegaram que seus produtos eram mais baratos do que outras fontes de energia, mesmo quando faziam lobby no Congresso por US$ 369 bilhões em subsídios. E muitos fundos ESG excluem a energia nuclear, embora a nuclear tenha a menor pegada ambiental de qualquer fonte de energia, pague salários mais altos do que a solar e aproveite a  governança regulatória mais rígida de qualquer fonte de energia.

Na verdade, as sociedades são muito mais vulneráveis ??a ESG, energia renovável e as costumeiras fraudes de compensação de carbono do que a vigaristas como Madoff e Bankman-Fried. Os últimos são pegos assim que o mercado de ações quebra e o seu esquema de pirâmide desmorona. 

ESG, renováveis ??e compensações de carbono, por outro lado, continuam a encontrar clientes apesar de escândalo após escândalo – assim como a Fundação Clinton e o Fórum Econômico Mundial. A Fundação Clinton ainda está realizando conferências pagas, apesar de ter sido pega aceitando $ 10 a $ 25 milhões da Arábia Saudita e $ 1 milhão do Catar antes e enquanto, respectivamente, Hillary Clinton se tornou secretária de Estado. E o oligarca khazar fundador do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab, esteve na reunião do G-20 esta semana, apesar das revelações de que o WEF promoveu o FTX .

Como tal, a questão não é por que as fraudes ‘Woke’ como Bankman-Fried fazem o que fazem, nem por que são pegas, mas sim por que as pessoas caem nessa. Por que tais esforços transparentes para ganhar a simpatia do público por meio de lavagem de dinheiro “verde” e lavagem de roupa continuam a funcionar?

Duas sorridentes pre$$tituta$, Andrew Ross Sorkin e Kate Rooney se referindo a Bankman-Fried como “o JP Morgan” e “Michael Jordan”, respectivamente, da criptomoeda, um “grande benfeitor” . . .

Durante a primavera e o verão, à medida que os investidores retiravam seu dinheiro das criptomoedas, Bankman-Fried começou a resgatar empresas de criptomoedas. Ele caracterizou suas ações como altruístas. Muitos repórteres [pre$$tituta$] aceitaram acriticamente essa interpretação. Jim Cramer, da CNBC, chamou  Bankman-Fried de o “JP Morgan desta geração”, em referência ao famoso salvamento de bancos falidos do banqueiro John Pierpont Morgan em 1907.

“Eles o chamam de JP Morgan da criptografia”, disse Andrew Ross Sorkin, da CNBC, do influente programa Squawk Box, ao apresentar um perfil de Bankman-Fried em 16 de setembro de 2022. “Sim, ele é o Michael Jordan da criptomoeda!” respondeu a repórter financeira Kate Rooney.

Ela continuou. “Ele gastou centenas de milhões de dólares para resgatar empresas em dificuldades que enfrentavam problemas de falência e liquidez – você escolhe. O CEO, porém, vive uma vida relativamente discreta para um bilionário. Ele dirige um Toyota Corolla para os escritórios da FTX nas Bahamas. Ele mora com 10 colegas de quarto. E um rabisco dourado chamado Gopher às vezes dorme embaixo de sua mesa em um pufe”.

A pre$$tituta Rooney não mencionou que a casa de Bankman-Fried está avaliada em $ 40 milhões, embora ela o tenha entrevistado nela. Na verdade, a FTX de Bankman-Fried supostamente gastou US$ 74 milhões em imóveis nas Bahamas .

“Você disse que a FTX tem a responsabilidade de considerar seriamente entrar a tempo para salvar as empresas”, desmaiou a pre$$tituta ‘acordada’ Rooney. “Por que você tem esse senso de responsabilidade? [UAU]”

Em retrospecto, havia bandeiras vermelhas em todos os lugares. Em várias entrevistas neste outono, a perna de Bankman-Fried está tremendo nervosamente. Em 2020, Bankman-Fried admitiu usar estimulantes. “Em geral, provavelmente metade de todas as pessoas ou mais deveria tomar algum tipo de remédio, porque eles apenas tornam sua vida muito melhor”, disse ele a um podcaster. E em abril, Bankman-Fried pareceu admitir que sua empresa era um ‘Esquema Ponzi ‘(pirâmide FINANCEIRA) para um repórter da Bloomberg chamado Matt Levine.

“Você começa com uma empresa que constrói uma caixa”, disse Bankman-Fried a Levine.

“Talvez por enquanto realmente ignore o que ele faz ou finja que não faz literalmente nada. É só uma caixa…. Esta caixa vale zero, obviamente… Mas, por outro lado, se todo mundo agora pensa que esse token de caixa [criptomoeda] vale cerca de um bilhão de dólares em valor de mercado, é isso que as pessoas estão precificando e meio que [a caixa] tem esse valor de mercado. ”

O entrevistador, Matt Levine, um ex-investidor e um dos principais repórteres de criptomoedas dos EUA, interveio e questionou: “Você está tipo, ‘Bem, estou no negócio Ponzi e é muito bom’”, ao que Bankman- Fried disse: “Acho que é uma resposta bastante razoável… é um enquadramento disso. E acho que há uma espécie de quantidade deprimente de validade.” Naquele exato momento, Bankman-Friedman parecia estar usando a própria criptomoeda da FTX como garantia para emprestar dinheiro de clientes da FTX para seu fundo de hedge, Alameda Capital.

Em retrospecto, ele parece estar fazendo uma espécie de confissão a Levine em abril. “Todo mundo vai marcar a mercado”,  disse  Bankman-Friedman. “Na verdade, você pode até financiar isso, certo? Você coloca o token X em um protocolo de empréstimo e empresta dólares com ele. Se você acha que vale [não] menos de dois terços disso, você pode até mesmo colocar alguns lá, tirar os dólares [e] nunca, você sabe, devolver os dólares”.

E, no entanto, escreve Levine  “Saí dessa conversa otimista sobre FTX e Bankman-Fried. Minha opinião era, e é, que se você falar com um operador de câmbio criptográfico e ele disser ‘a cripto está mudando o mundo, sua economia antiquada é apenas FUD, HODL’, então isso é ruim. Um verdadeiro crente cripto de olhos arregalados não é a pessoa para operar uma troca. A pessoa que você deseja operar uma bolsa é um  operador perspicaz”.

Levine não está sozinho. Em suas várias entrevistas, Bankman-Fried apareceu com humildade e um estilo “que pena”, ao mesmo tempo em que transmitia uma confiança silenciosa. Seis vezes, em resposta a perguntas de Chuck Todd de “Meet the Press” em setembro passado, Bankman-Fried disse , sedosamente: “É uma  boa  pergunta”. A maneira como  Bankman-Fried disse isso soou como um elogio, como se ele estivesse elogiando o jornalista por sua [pseudo] inteligência.

Como tal, Bankman-Fried estava fazendo um movimento clássico de artista na arte de conquistar a confiança. Em muitos contras, o vigarista expressa sua própria confiança em sua marca para que a marca retribua investindo sua confiança no vigarista. Os seres humanos estão tão ligados à reciprocidade que parece rude não se sentir confiante em alguém que expressou confiança em nós.

E vigaristas como Bankman-Fried e Madoff expressaram valores progressistas amplamente compartilhados pelas elites ‘acordadas’, incluindo jornalistas pre$$tituta$. Em “Meet the Press”, Bankman-Fried disse a Todd que estava fazendo da prevenção e resposta a pandemias uma parte fundamental de sua filantropia de “altruísmo eficaz”. “Covid é um dos exemplos mais claros disso”, disse ele, “onde não tínhamos como país, ou como mundo, francamente, uma estratégia coerente”.

Por que, então, fraudes como Madoff e Bankman-Fried escapam impunes? E por que continuamos confiando em pessoas como os Clintons e Klaus – khazar – Schwab do Fórum Econômico Mundial?

Klaus [WEF] Schwab

Porque muitas pessoas, principalmente investidores de mentalidade liberal ‘acordada’, mas também jornalistas e membros do público votante, querem confiar neles. O pensamento positivo é poderoso.  Vimos uma dinâmica semelhante com a fraude realizada pela fundadora da Theranos, Elizabeth Holmes.  Pessoas ricas e poderosas queriam acreditar nela pela mesma razão que queriam acreditar em Bankman-Fried. E os liberais ‘acordado’ e ‘verdes’ queriam especialmente acreditar em Bankman-Fried. Isso porque eles tendem a se sentir mais culpados do que os conservadores e libertários por sua ganância.

Eles, portanto, precisam do Wokeism, uma religião alternativa, para justificá-lo.

“A ganância é boa”, disse o investidor hostil interpretado por Michael Douglas no clássico de 1987, “Wall Street”. Douglas passou a dar a justificativa padrão do capitalismo fornecida por Adam Smith em 1776. “A ganância, em todas as suas formas – ganância pela vida, por dinheiro, por amor, conhecimento – marcou a ascensão da humanidade”, disse o personagem de Douglas. .

Tal justificativa não funciona para os liberais. Eles precisam sentir que sua ganância é boa porque sua ganância é [pseudo] altruísta. O que vendedores ambulantes vigaristas como Bankman-Fried, os Clintons e Klaus Schwab fornecem é uma justificativa Woke [‘acordada’] para a sua ganância, nada mais.


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é fim-dominio-eua-otan-nabucodonosor-fim-roma.jpg

“Quando é chegada a tarde, dizeis: Haverá bom tempo, porque o céu está rubro. E, pela manhã: Hoje haverá tempestade, porque o céu está de um vermelho sombrio. Hipócritas, sabeis discernir a face do céu, e não reconheceis os sinais dos tempos? Uma geração má e adúltera pede um sinal, e nenhum sinal lhe será dado . . .” – Mateus 16:2-4


Artigos Relacionados:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *