Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Greves Maciças Atingem e Paralisam a França

Trabalhadores de refinarias, professores, maquinistas e outros funcionários críticos da indústria francesa abandonaram seus empregos em um dia nacional de greves contra o plano do presidente Emmanuel Macron [um “garoto” Rothschild] de aumentar a idade de aposentadoria em dois anos, para 64 anos. Os trens de alta velocidade pararam, há interrupção no fornecimento de eletricidade”, e paralisação das principais redes de transporte público. 

França luta para interromper massivas greves em todo o país por causa do aumento do tempo da aposentadoria

Fontes: Rússia TodayZero Hedge

Protestos estão em andamento nas principais áreas metropolitanas francesas, incluindo Paris, Marselha, Toulouse, Nantes e Nice. As redes de transporte pararam. Muitos trabalhadores que saíram às ruas em protesto contra o aumento planejado de Macron para a aposentadoria mínima estão em setores como ferrovias, escolas, hospitais e controladores de tráfego aéreo. 

Serviços de trem, escolas, voos e dezenas de empresas na França foram interrompidos na quinta-feira, quando os sindicatos organizaram protestos em massa contra os planos do presidente Emmanuel Macron de aumentar a idade de aposentadoria para 64 anos, uma medida fortemente contestada pelo público francês.

As maiores marchas de protestos aconteceram em Paris, onde o sindicato CGT estimou que cerca de 400 mil pessoas foram às ruas protestar. O sindicato afirmou que dois milhões de manifestantes marcharam em todo o país, embora o Ministério do Interior da França tenha estimado a participação em 1,2 milhão em todo o país e 80.000 em Paris.

https://twitter.com/AZgeopolitics/status/1616094220456202240?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1616094220456202240%7Ctwgr%5Efe0c693405d12f78550f74c846dc94ba4c16a155%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.rt.com%2Fnews%2F570164-france-strikes-protest-retirement%2F

Em meio às manifestações, policiais entraram em confronto com anarquistas vestidos de preto, que aparecem regularmente em protestos na França para brigar com a polícia. Imagens de vídeo mostraram policiais em blindados usando gás lacrimogêneo e cassetetes contra o bloco vestido de preto e outros manifestantes próximos.

Os oito maiores sindicatos da França coordenaram a massiva ação trabalhista de hoje. Espera-se que o sindicato CGT e o chefe do Partido Comunista tenham pelo menos um milhão de trabalhadores protestando hoje. 

“Este será o primeiro dia”, disse o chefe da CGT, Philippe Martinez, à mídia local France 2. Ele acrescentou: “Quando dizemos isso, significa que haverá outros.”

A Reuters  observou antes da greve que o sindicato CGT “ameaçou cortar o fornecimento de eletricidade a legisladores e bilionários”. 

O desafio para Macron é reformar o sistema previdenciário para mantê-lo solvente. Seu governo argumentou que o envelhecimento da população e o crescente aumento da expectativa de vida sobrecarregaram os sistemas previdenciários. No entanto, os sindicatos estão chateados com o plano de Macron em meio à crescente indignação com a elevação e a crise do custo de vida. 

Estimativas do Ministério do Trabalho mostram que o aumento da idade de aposentadoria em dois anos traria $ 17,7 bilhões de euros adicionais em contribuições anuais para pensões – permitindo que o fundo de pensão sobreviva até 2027. A AP informou que muitas formas de transporte estão atrasadas ou interrompidas hoje. 

A maioria dos trens na França foi cancelada, incluindo algumas conexões internacionais, de acordo com a autoridade ferroviária SNCF. Cerca de 20% dos voos saindo do aeroporto de Orly, em Paris, foram cancelados e as companhias aéreas estão alertando para atrasos.

Bloomberg  apontou que as remessas de energia podem ser afetadas. 

As entregas de combustível das refinarias francesas, incluindo as pertencentes à TotalEnergies SE e à Exxon Mobil Corp., também serão afetadas pela greve de 24 horas. E até 70% dos professores de creches e escolas primárias ficarão em casa, fechando muitas escolas, segundo sindicatos do setor educacional.

Veja o que está acontecendo nas ruas:

Manifestações semelhantes foram realizadas nas cidades de Nantes, Lyon, Bordeaux, Marselha e Toulouse, e em mais de 200 outros locais em todo o país. Os oito maiores sindicatos da França participaram, o que significa que escolas, ferrovias, aeroportos, usinas de energia e outros serviços vitais estavam operando com uma capacidade drasticamente reduzida nessa quinta-feira.

Apenas uma em cada cinco linhas de trem TGV de alta velocidade estava funcionando, disse a operadora ferroviária SNCF, enquanto a Eurostar disse que várias conexões com o Reino Unido foram canceladas.  Mais de 40% dos professores do ensino fundamental não compareceram ao trabalho, informou a CNN, citando o Ministério da Educação francês.

O governo de Macron está instando o parlamento a aprovar um projeto de lei que aumentaria a idade de aposentadoria para a maioria dos trabalhadores franceses de 62 para 64 anos, um resultado que ainda faria com que esses trabalhadores recebessem suas aposentadorias três anos antes do que a maioria de seus colegas europeus. 

Enquanto o governo insiste que esta reforma é necessária para impedir que o sistema previdenciário do país caia no déficit, os sindicatos argumentam que o sistema deveria ser impulsionado pelo aumento de impostos sobre os ricos, em vez de extrair mais produtividade dos trabalhadores idosos.

https://twitter.com/CBKNEWS121/status/1616117813554421761?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1616117813554421761%7Ctwgr%5Efe0c693405d12f78550f74c846dc94ba4c16a155%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.rt.com%2Fnews%2F570164-france-strikes-protest-retirement%2F

“É raro que todos os sindicatos franceses concordem em alguma coisa, então isso demonstra a seriedade da questão”, disse o líder da CGT, Philippe Martinez, ao France24 na manhã de quinta-feira.

Macron, que já tentou e não conseguiu aumentar a idade de aposentadoria em 2019, disse a repórteres que a reforma é “justa e responsável”. O público, no entanto, discorda. Uma pesquisa realizada na semana passada revelou que 68% dos franceses são “hostis a esta reforma previdenciária”, embora apenas 51% apoiem a campanha de protestos e greves dos sindicatos.


E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não receberam o reino, mas receberão poder como reis por uma hora, juntamente com a BESTA. Estes têm um mesmo intento, e entregarão o seu poder e autoridade à besta. Estes combaterão contra o Cordeiro, e o Cordeiro os vencerá, porque é o Senhor dos senhores e o Rei dos reis; Vencerão os que estão com Ele, Chamados, e Eleitos, e Fiéis. E disse-me: As águas que viste, onde se assenta a prostituta [ROMA], são povos, e multidões, e nações, e línguas“. – Apocalipse 17:12-15

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é nabucodonoor-estatua-daniel.png

A estátua do sonho de Nabucodonosor, um símbolo daquilo que a humanidade construiria na Terra. Os dias de insanidade da atualidade estão contados, muito em breve, a “Grande Prostituta“, a cidade de Roma será varrida da face da Terra, dando início a derrota completa dos servidores das trevas e o fim de seus planos nefastos para o controle do planeta. Em 2023 o Brasil terá um papel decisivo na guerra entre a Luz e as trevas.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1

Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *