Gripe Aviária desencadeia problemas na indústria de laticínios, à medida que “Agricultores abatem mais Vacas” 

Os dados mais recentes do Departamento de Agricultura dos EUA mostram que a Gripe Aviária infectou pelo menos 80 rebanhos leiteiros em dez estados. Há preocupações crescentes sobre o aumento da mortalidade das vacas devido ao vírus H5N1 e o risco dos agricultores abaterem as vacas para impedir a propagação. Isto poderia desencadear tensões econômicas em toda a cadeia de produção de derivados do leite e desencadear um choque de oferta, escassez de produtos e consequente aumento dos preços. 

A Gripe Aviária H5N1 desencadeia problemas na cadeia de suprimentos na indústria de laticínios, à medida que “agricultores abatem cada vez mais vacas” 

Fonte: Zero Hedge

A Reuters conversou com um porta-voz do USDA que estava ciente das mortes relacionadas ao vírus H5N1 entre rebanhos de vacas, mas disse que a maioria das vacas se recuperou. Nenhum número oficial foi fornecido sobre o número de mortes de vacas em Dakota do Sul, Michigan, Texas, Ohio e Colorado. 

Aqui está mais sobre as mortes de vacas: 

Em Dakota do Sul, uma fazenda leiteira com 1.700 vacas enviou uma dúzia de animais para o abate depois que eles não se recuperaram do vírus e matou outra dúzia que contraiu infecções secundárias, disse Russ Daly, professor da Universidade Estadual de Dakota do Sul e veterinário do secretaria de extensão estadual que conversou com a fazenda.

“Você pega vacas doentes devido a uma doença e isso cria um efeito dominó para outras coisas, como pneumonia de rotina e problemas digestivos”, disse Daly.

Uma fazenda em Michigan matou cerca de 10% de suas 200 vacas infectadas depois que elas também não conseguiram se recuperar do vírus, disse Phil Durst, educador da Michigan State University Extension que conversou com aquela fazenda.

Michigan tem mais infecções confirmadas em bovinos do que qualquer outro estado, bem como dois dos três casos confirmados de trabalhadores leiteiros dos EUA que contraíram a Gripe Aviária H5N1.

No Colorado, alguns produtores de laticínios relataram abate de vacas com Gripe Aviária porque elas não retornaram à produção de leite, disse Olga Robak, porta-voz do Departamento de Agricultura do estado.

A porta-voz do Departamento de Agricultura de Ohio, Meghan Harshbarger, disse que vacas infectadas morreram em Ohio e em outros estados afetados, principalmente devido a infecções secundárias .

A Comissão de Saúde Animal do Texas também confirmou que vacas morreram devido a infecções secundárias em algumas operações leiteiras com surtos de Gripe Aviária .

As autoridades não puderam fornecer números sobre o número de mortes de vacas em todo o estado.

A veterinária estadual do Novo México, Samantha Uhrig, disse que os agricultores abateram cada vez mais vacas devido à diminuição da produção de leite no início do surto, antes mesmo de os EUA confirmarem que a Gripe Aviária estava infectando o gado. O abate diminuiu à medida que os agricultores aprenderam que a maioria das vacas se recuperava gradualmente, disse ela. -Reuters 

No mês passado, o USDA informou que os agricultores que amamentam gado leiteiro não são elegíveis para transporte interestadual, o que complicou a cadeia de abastecimento de laticínios. 

As fazendas leiteiras do sul que criam bezerros de estados mais ao norte até que estejam prontos para serem devolvidos e ordenhados foram as mais afetadas por atrasos no transporte quando um rebanho testa positivo para o vírus, de acordo com Joe Armstrong, professor de produção de gado na Universidade de Minnesota.

“Alguns destes sistemas são construídos para mover animais constantemente, e se não conseguirmos movê-los, ficamos sem espaço muito rapidamente”, disse Armstrong. “Isso é muito dinheiro”.- Bloomberg

Os atrasos nos envios podem intensificar-se após o anúncio do USDA de alargar os testes às vacas leiteiras, o que provavelmente revelará mais infecções.

“O que está claro é que esta doença realmente desacelerou o movimento interestadual de gado”, disse o deputado Gabe Vasquez (D-NM) a Skye Witley da Bloomberg . 

Os comerciantes de laticínios estão observando o aumento dos preços no mercado futuro do leite e derivados em Chicago, com alta de mais 27% desde o início de abril.

A indústria de laticínios pode estar nos estágios iniciais de uma grande confusão, à medida que os agricultores abatem as vacas e as cadeias de abastecimento ficam complicadas devido à Gripe Aviária H5N1.

Uma grande preocupação é se o vírus passa das vacas leiteiras para as vacas de corte. Se for esse o caso, então o abate de vacas de corte para impedir a propagação poderia catapultar os preços da carne ainda mais para cima, porque a população total do rebanho do país caiu para os níveis de 1951.

Você consegue adivinhar qual bilionário [e psicopata globalista] tem defendido a proibição dos peidos e arrotos das vacas ?

Ele também tem carne falsa para vender.

Enquanto isso…

Como observamos  há dias, se o governo começar a afirmar que o abate das vacas leiteiras e de corte do país é a única forma de combater a Gripe Aviária H5N1 em bovinos soará o alarme de que poderá haver uma “Agenda Subjacente” sendo implantada lentamente. 


Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.326 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth