Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Guerra da Rússia x Ucrânia: um Cenário de Armagedom está se aproximando? Ou há razão para esperança?

Todo mundo prevê que enfrentaremos um inverno gelado no Norte Global, especialmente na Europa e particularmente na Ucrânia.  Enquanto isso, a Rússia está acumulando ao longo da fronteira norte da Ucrânia cerca de meio milhão de soldados e cerca de 1.500 tanques e artilharia massiva. A situação para os civis na Ucrânia já é desesperadora. Sem calor. Sem comida e água. Nenhuma energia. Sem luz. Escuridão e frio. Miséria total.

Guerra da Rússia x Ucrânia: um Cenário de Armagedom está se aproximando? Ou há razão para esperança?

Fonte: Global Research

A Ucrânia já está devastada por falta de eletricidade, causando apagões em cerca de 60% do país, sem aquecimento, devido à falta de abastecimento de gás e gasolina da Rússia e / ou sistemas internos de entrega (auto) destruídos, com baixo subcongelamento esperando temperaturas de -15 graus C ou mais baixo ainda, literalmente convertendo milhões de pessoas em refugiados – rumando em direção à Europa Ocidental em busca de calor, abrigo e alimentos.

Comenta-se, nos meios de inteligência, que o presidente Putin está apenas esperando que o solo congele, para que os tanques e as tropas russas não fiquem presos na lama. Assim que isso acontecer – ele comandará o Endgame.

Esta é a última opção de Putin. Assim, pensa o ex-conselheiro sênior do Secretário de Defesa dos EUA, coronel Doug Macgregor – veja esta entrevista com Max Blumenthal e Aaron Mate.

O ex-oficial de inteligência do Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos e inspetor de armas das Nações Unidas, Scott Ritter, prevê uma situação semelhante. Os russos não mudaram seus objetivos desde o início da guerra – desnazificação e desmilitarização da Ucrânia, além de proteger a região predominantemente russa de Donbass e outras populações de raízes russas.

Não importa o que a grande mídia pre$$tituta$ ocidental invente, o presidente Putin sempre instruiu seus generais a evitar alvejar civis, minimizar baixas civis e, na medida do possível, proteger a infraestrutura civil. Sabendo como o Ocidente reagiria e o que a mídia ocidental corrompida diria, o presidente Zelenskyy iniciou um programa de autodestruição de tudo, inclusive matando seus compatriotas ucranianos, e acusando a Rússia. A mídia pre$$tituta$ do hospício ocidental obedeceu. Vale tudo, se ajudar a culpar e destruir Putin e a Rússia.

O objetivo russo declarado de desnazificação e desmilitarização é razoável e seria alcançável sem a interferência constante da OTAN e o armamento em massa da Ucrânia, sem bombardeios ininterruptos de Rússia-Rússia-Rússia; e sem explodir o ego de Zelenskyy fora de qualquer proporção humana.

As propostas de Putin para negociações foram ignoradas ou categoricamente recusadas por Zelenskyy, o marionete do hospício ocidental, já que o Ocidente está decidido a destruir a Rússia e Putin de todas as maneiras possíveis e se for necessário até o último ucraniano. Veja isto, Scott Ritter: A Ucrânia não pode vencer esta guerra. É uma fantasia ”

Uma vez que esta é uma guerra ocidental de propaganda (John Pilger), impondo a noção estúpida de que a Ucrânia vencerá esta guerra, não há pressão nem mesmo de ocidentais ‘razoáveis’ ??(sic) para trazer o conflito para a mesa de negociações.

Portanto, pelos jornalistas pre$$tituta$ ocidentais voltados para a guerra – principais e não convencionais – sem muita diferença, Putin está mostrando com as tropas russas e o acúmulo de material de guerra ao longo da fronteira norte da Ucrânia, sua prontidão para um ataque final para acabar com esta guerra.

Outros jornalistas e luminares de guerra movem seus pensamentos e previsões na mesma direção. A narrativa atual é que o Ocidente/OTAN não deixa escolha a Putin, a não ser esta devastadora situação de final de jogo.

Em circunstâncias normais, esta pode ser uma conclusão lógica. Mas não estamos vivendo em um mundo de circunstâncias normais [especialmente por causa dos psicopatas loucos do hospício ocidental]. Estamos vivendo em um mundo distópico, com pessoas distópicas, psicopatas que em seu pensamento distópico preferem a guerra à paz. Não apenas pelos lucros multibilionários da guerra, mas também – e talvez acima de tudo – pela flexão de músculos do tipo machista em relação à Rússia e a todas aquelas nações bandidas inúteis, que ainda apoiam Putin e a Rússia.

Esses pseudo especialistas estão realmente pensando no quadro completo? Alguém pode se perguntar sobre as possíveis consequências de um cenário da Terceira Guerra Mundial de um tal ataque, nuclear ou não nuclear; mas, talvez mais importante, o que é a Ucrânia para a Rússia?

Durante os últimos 300 anos, a Ucrânia tem sido parte integrante da Rússia, desde o Império Russo a União Soviética. Mesmo após a queda da União Soviética em 1991, a Ucrânia independente ainda era uma aliada próxima da nova Rússia – até o “foda-se a Europa” (da judeu khazar Victoria Nuland) em fevereiro de 2014 quando a EUA-UE-OTAN inspirou o golpe de Maidan para derrubar Viktor Yanukovych. Isso foi uma virada de jogo não natural.

Por favor, permita-me perguntar – o presidente Putin, sem dúvida um dos poucos – se não fosse o único líder mundial de pensamento claro, ele erradicaria a Ucrânia que é uma parte histórica e cultural da Grande Rússia? O que, no final, só beneficiaria a máquina de guerra ocidental embriagada de lucros? – E, claro, o nefasto WEF promovendo e orquestrando o seu “Great Reset” por oligarcas e gigantes financeiros invisíveis com sua agenda paralela ultra-enganosa Agenda 2030 da ONU? – Será ?

Acho que não.

O Sr. Putin é um homem de ética, moral, conservador e de valores tradicionais, incluindo os valores familiares de uma família composta por um homem e uma mulher. Quase todos os cidadãos ucranianos têm parentes em algum lugar ou outros vínculos próximos com pessoas na Rússia.

O Sr. Putin, um homem que não esqueceu o papel da Ucrânia nos sucessos da União Soviética, da Rússia, na manufatura, no desenvolvimento tecnológico; uma Ucrânia, fonte de uma infinidade de minerais e outras matérias-primas, e não menos importante – o celeiro, não só para a Rússia, mas para a Europa – o Sr. Putin, um homem desse calibre não aniquilaria uma parte essencial do próprio Corpo da Rússia – e isso por razões muito além das atuais presas ocidentais em torno da Ucrânia.

O presidente Putin não quer uma Terceira Guerra Mundial, embora muitos digam que já estamos em uma “nova” forma de uma Terceira Guerra Mundial. Talvez. Mas não nuclear; e não (ainda) totalmente destrutiva.

Pensem nisso. Existem outras maneiras. Por que não apenas capturar o psicopata judeu khazar Zelenskyy e sua gangue nazista de elite corrupta, substituí-los por uma liderança “real” eleita democraticamente,  com um programa de renascimento e reconstrução da Ucrânia financiado pelo Ocidente e seguir em frente sem demora – uma espécie de Golpe Maidan ao contrário. Em suma, a eficiência russa reconstruiria a infraestrutura ucraniana, restabeleceria o fluxo de energia, eletricidade, calor, comida, um relativo conforto para uma sociedade devastada. – Imagine, quão felizes os ucranianos ficariam se a Rússia assumisse?!?

“Financiado pelo Ocidente” significa reconstruir a Ucrânia física e moralmente com as receitas das vendas de gás russo e outros hidrocarbonetos para a Europa desesperada por energia barata – da qual a UE precisa desesperadamente – a menos que ela arrisque dentro de alguns anos uma desindustrialização em larga escala, caindo na pobreza abjeta, se não de volta à Idade da Pedra.

A Europa já percebeu isso, pois seus tanques de armazenamento de gás estão cheios até a borda em toda a UE, cheios clandestina e hipocritamente com gás russo nos últimos meses, enquanto a narrativa oficial era “sancionar a Rússia – nunca mais a energia russa” – veja isso .

Dada a sólida formação de Putin em inteligência e seu conhecimento como estrategista, “eliminar” o presidente Zelenskyy e seu criminoso clã interno, todos marionetes dos interesses geopolíticos dos psicopatas do hospício ocidental, e colocá-los perante um tribunal russo de crimes de guerra pode não ser tão difícil. Isso provavelmente poderia ser feito sem destruir um único edifício.

Na verdade, você pode não se surpreender, uma grande, grande maioria dos ucranianos ficaria grata ao Sr. Putin e poderia até pedir ao Kremlin a integração na Rússia. Isso pode não acontecer. Pelo menos não imediatamente. Mas a Ucrânia poderia de fato se tornar novamente uma aliada e parceira próxima da Rússia – o status que ela tinha antes do planejado golpe Maidan dos EUA-OTAN de 2014 e do “Setor de Direita” neonazista ucraniano executando o Golpe.

O Ocidente apenas observaria e não faria nada? Provavelmente não.

Mas eles arriscariam uma guerra nuclear por causa da Ucrânia? – Não sabemos. Claro, há grandes riscos de bandeiras falsas, apontando para a Rússia ter feito coisas terríveis para o povo ucraniano e para o oeste, propagadas como as conhecemos pela mídia de propaganda mentirosa ocidental das pre$$tituta$ – isso exigiria retribuições terríveis. Tudo isso é possível, e a Rússia também pode estar preparada para isso.

Essa pode ser a razão para o reforço e concentração militar maciça totalmente armado e pronto para a guerra ao longo das fronteiras do norte da Ucrânia.

No final, as potências ocidentais, ou aqueles que pensam que representam essas potências, alcançaram em grande parte o seu objetivo, nomeadamente a guerra como uma manobra de desvio da atenção pública de uma agenda maior: O avanço rápido da implantação da agenda “Great Reset”, alias, Agenda 2030 da ONU – e a 4ª Revolução Industrial [WEF], a digitalização de tudo, inclusive do dinheiro via CBDCs. O ataque tirânico à humanidade pelo controle total dos indivíduos. De acordo com seu plano, restam cerca de oito anos para atingir seus objetivos criminosos.

À medida que caímos nos múltiplos desvios da Guerra, ‘Novas Variantes’ de Covid, novas ameaças plandêmicas, Inflação, Mudança Climática, Crise de Energia, Escassez de Alimentos, – e assim por diante – ELES estão avançando com passos gigantescos em direção a seus objetivos de Reinicialização, incluindo o sonho do ativista LGBTQ+, casado com outro homem, o judeu khazar Yuval Noah Harari, de um mundo sem “comedores inúteis” e sobreviventes transumanizados robotizados, transgênero e implantados com chips. Harari, um defensor do despovoamento global, no que ele contribui com seu “casamento” impossível de “dar frutos”, é amigo e colaborador próximo do também khazar Klaus Schwab, CEO do WEF.

Nós, o povo, camponeses, comedores inúteis, estamos por nossa conta

Nunca devemos esquecer que estamos sozinhos. Em todas essas atrocidades, plandemias, coerções letais de vacinas, fome, falsas crises de energia, inflação manufaturada e “mudanças climáticas” fabricadas,  alias geoengenharia, controle do clima, armamento do clima em todo o mundo (veja isto), e talvez o pior de tudo, imposição de moedas do banco central totalmente digitalizadas (CBDCs) para nos escravizar e roubar nosso último resquício de liberdade – além disso, o exercício diário de mentiras, somente mentiras, mentiras de nossos governos, de políticos servis e corruptos, ‘autoridades’ de saúde, oligarcas como Soros, Gates, et caterva, institutos meteorológicos – sim, nunca podemos esquecer, Nós, o Povo, estamos por nossa própria conta e risco.

Não podemos contar ou confiar em nenhuma pseudo autoridade, como as conhecemos, são todos psicopatas. Todas essas ilusões de democracia, eleições e “no nosso governo nós confiamos” são mentiras, sempre foram falácias. Temos que nos preparar para estarmos e agirmos sozinhos, para começarmos sozinhos uma nova sociedade, sem a participação das “elites’, um novo modo de vida.

Não pense que o “modo antigo” – a velha sociedade – poderia ser reformada e reiniciada. Reforma não existe. Nunca pense em Reforma. Pense em algo NOVO. Novo no sentido de local, família, pessoas afins, baseadas na comunidade, construindo gradualmente uma sociedade pacífica e equitativa, fora do atual mainstream distópico corrupto, liberal, ‘acordado’, permissivo, LGBTQ+, transhumanista, transgênero, literalmente satânico. Esqueça as pre$$tituta$ do mainstream, as Big Techs, Big Pharma. Deixem-nos apodrecerem sozinhos em seu desvario obsceno, liberal, acordado e distópico.

Se conseguirmos desapegar-nos física, intelectual e espiritualmente dos velhos modos corrompidos, e construirmos Novos Caminhos do Povo para o Povo – produção local para consumo local, com meios de troca locais, tornando-nos gradualmente auto-suficientes, juntando-nos a outras comunidades afins, construindo redes de pessoas que pensam e agem de maneira nova – estaremos no meio do caminho.

Nossa convicção e perseverança inabalável, além de dinâmicas imprevisíveis, assumirão o controle e nos levarão mais longe em direção a uma nova consciência. Com uma mentalidade de pensamento positivo, estaremos nos movendo para um Novo Amanhecer.

Nota aos leitores: clique nos botões de compartilhamento acima. Siga-nos no Instagram e no Twitter e assine nosso canal no Telegram. Sinta-se à vontade para repassar e compartilhar amplamente os artigos da Pesquisa Global.


Peter Koenig  é analista geopolítico e ex-economista sênior do Banco Mundial e da Organização Mundial da Saúde (OMS), onde trabalhou por mais de 30 anos por todo o mundo. Ele dá palestras em universidades nos Estados Unidos, Europa e América do Sul. Ele escreve regularmente para jornais online e é autor de   Implosion – An Economic Thriller about War, Environmental Destruction and Corporate reed; e  coautor do livro de Cynthia McKinney, “When China Sneezes: From the Coronavirus Lockdown to the Global Politico-Economic Crisis” (Clarity Press – 1º de novembro de 2020). Peter é pesquisador associado do Center for Research on Globalization (CRG). Ele também é membro sênior não residente do Instituto Chongyang da Universidade Renmin, Pequim.


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é fim-dominio-eua-otan-nabucodonosor-fim-roma.jpg

“Quando é chegada a tarde, dizeis: Haverá bom tempo, porque o céu está rubro. E, pela manhã: Hoje haverá tempestade, porque o céu está de um vermelho sombrio. Hipócritas, sabeis discernir a face do céu, e não reconheceis os sinais dos tempos? Uma geração má e adúltera pede um sinal, e nenhum sinal lhe será dado . . .” – Mateus 16:2-4


Artigos Relacionados:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

3 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *