Helicóptero com presidente iraniano a bordo sofre ‘pouso forçado’

O presidente do Irã Ebrahim Raisi viajava sobre a província do Azerbaijão Oriental, localizada no noroeste do Irã, quando o seu helicóptero fez uma “ aterragem forçada ”, descreveram declarações de Teerã. Ele voltava de uma visita ao país do Azerbaijão no domingo. Foram relatadas más condições climáticas. O jornalista Arash Azizi do The Atlantic relatou a morte de Raisi citando uma fonte próxima à presidência iraniana. Ele observou que as autoridades estavam procurando uma maneira de dar a notícia sem causar agitação. Azizi disse que ainda não foi capaz de verificar o que a fonte lhe disse.

Helicóptero com presidente iraniano a bordo sofre ‘pouso forçado’

Fontes: Rússia Today – Zero Hedge

Estamos cada vez mais perto de saber o destino do presidente do Irã, Raisi, de seu ministro das Relações Exteriores e de outros funcionários a bordo do helicóptero que caiu horas atrás. A aeronave também transportava o ministro das Relações Exteriores do país, Hossein Amirabdollahian. A neblina dificultou os esforços das equipes de resgate, disse também a TV estatal.:

  • Helicóptero acidentado do presidente do Irã, Raisi, foi encontrado por equipes de busca – TV estatal – Reuters
  • Autoridade iraniana disse à TV estatal: Contatos foram feitos com um dos passageiros e um dos tripulantes do helicóptero do presidente em diversas ocasiões – Reuters

A organização Crescente Vermelho nega que o local do acidente tenha sido encontrado, em meio a relatos contraditórios e iniciais. Até agora, as autoridades iranianas sinalizam que o presidente estaria vivo, mas a situação permanece incerta e fluida, após especulações generalizadas de que ele poderia estar morto. 

As equipes de resgate chegaram a um raio de 2 quilômetros do local do acidente de helicóptero do presidente iraniano”.

As autoridades iranianas procuram assegurar à nação e ao mundo que a continuidade da tomada de decisões e do governo é estável e garantida, em meio a relatos de uma forte presença militar nas ruas da capital Teerã.

Foi observada uma mobilização significativa de pessoal militar e de segurança iraniano em toda a capital de Teerã, com membros do Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica (IRGC) alegando estar a ocupar posições perto de vários edifícios governamentais.

Várias horas após uma operação massiva de busca e resgate e as coisas não parecem boas, já que as autoridades iranianas têm emitido declarações de ‘pensamentos e orações’ em meio a relatos de que forte neblina e mau tempo impediram uma busca aérea adequada para o helicóptero abatido do Presidente Raisi e daqueles que o acompanham.

Uma profunda incerteza paira quando o líder supremo do Irã, o Aiatolá Khamenei, foi noticiado como tendo realizado uma reunião de emergência com o Conselho de Segurança Nacional em Teerã (no entanto, relatórios de acompanhamento de fontes estatais minimizaram ou contrariam esta situação). A população iraniana está nervosa à medida que crescem as especulações de que se teme que o presidente esteja morto.

Por ordem do presidente russo, Vladimir Putin, duas aeronaves avançadas, helicópteros e 50 socorristas profissionais de montanha partirão para Tabriz em uma hora para ajudar na busca pelo helicóptero de Raisi, relata Tasnim.


Uma resposta

  1. Qualquer tipo de veículo moderno (ar, terra, água) que use controles eletrônicos em seus comando pode ser “abduzido” remotamente via satélite. Vários exemplos de “acidentes” assim ocorreram nos últimos 10 anos. Inclusive me ocorre um no Brasil. O candidato à eleição presidencial do s PSB morreu quando o avião caiu no meio de uma cidade…
    Outro exemplo é o Malasia 370 que foi redirecionado para a base Diego Garcia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.326 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth