browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

História da ”Dinastia Rothschild” (I)

Posted by on 30/01/2019

“Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás”. – Apocalipse – Os Rothschilds alegam  que eles são judeus, quando na verdade eles são “khazares”. Eles são de origem de um país chamado Khazaria, que ocupava as terras existentess entre o Mar Negro e o Mar Cáspio, que agora é uma região predominantemente ocupada pela Ucrânia e Georgia. A razão pela qual os khazares Rothschilds alegam ser judeus é que os khazares sob a determinação do seu rei,  em cerca de 740 d.C., foram convertidos à fé judaica, mas é claro que isso não inclui a conversão de seus genes do homem branco caucasiano aos genes do povo judeu semita autêntico. Eles são uma FARSA gigantesca…

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

História dos judeus khazares da ”Casa de Rothschild’e sua “INFLUÊNCIA” nefasta na história do mundo ocidental (Europa, Américas, Oriente Médio, Europa do Leste e Rússia) 

Fonte: http://humansarefree.com/

Controle, controle e mais controle: Os Rothschilds têm estado no controle do mundo ocidental há muito tempo, especialmente através da manipulação, corrupção e especulação no controle do sistema financeiro ocidental, seus tentáculos atingindo muitos aspectos de nossas vidas diárias, como está documentado no artigo a seguir. No entanto, antes de irmos para a linha do tempo, vamos ler esta introdução inestimável que nos ajudará a entender claramente quem são os Rothschilds em oposição a quem “eles dizem ser”.

Definição de sionismo: uma organização política dos chamados judeus khazares cujo objetivo foi criar uma nação no Oriente Médio para os judeus europeus.

Definição de Judaísmo: Judeus coletivamente que praticam uma religião baseada na Torá e no Talmude.

Khazares (*)Ashkenazis: Os Rothschilds alegam  que eles são judeus, quando na verdade eles são “khazares”.  Eles são da raça ariana caucasiana (não semita) de origem de um país chamado Khazaria, que ocupava as terras existentes entre o Mar Negro e o Mar Cáspio, que agora é uma região predominantemente ocupada pela Ucrânia e Georgia. A razão pela qual os “judeus” khazares Rothschilds alegam ser judeus é que os khazares sob a instrução do seu rei,  em cerca de 740 d.C., foram convertidos à fé judaica, mas é claro que isso não inclui a conversão de seus genes do homem branco caucasiano ariano aos genes do povo judeu semita autêntico. Eles são uma FARSA HISTÓRICA GIGANTESCA, e são uma parte importante de um plano maquiavélico para dominar o planeta.

O reino da Khazaria, conquistado pelos russos ao final do século XII, após intermináveis conflitos.

A Décima Terceira Tribo – Entre 85 – 90% dos que se dizem Judeus atuais são, de fato, Khazares, um povo caucasiano  ariano da raça branca, NÃO SEMITA como o povo judeu original (da Tribo de Judá).

Você descobrirá que aproximadamente entre 85 – 90% das pessoas no mundo hoje que se dizem Judeus são na verdade Khazares, ou como eles gostam de ser conhecidos, judeus Ashkenazi. {*Asquenazes ou asquenazim (do hebraico אַשְׁכֲּנָזִי “ashkenazi”; plural אַשְׁכֲּנָזִים  ashkenazim) são os judeus provenientes da região da Europa Central  e Europa Oriental. A palavra provém do termo hebraico medieval para Alemanha, chamada Ashkenaz  (em hebreu אשכנז). Nos dias de hoje, o termo  ashkenazim é utilizado para tratar das tradições religiosas dos judeus que viviam na Europa Oriental, assim como as de seus descendentes, espalhados por todo mundo após o HolocaustoWikipedia}.

Essas pessoas conscientemente mentem para o mundo com suas alegações de que a terra de Israel é deles por direito de primogenitura, quando na verdade sua terra natal real esta a mais de 1250 quilômetros de distância na atual Ucrânia e Geórgia. Vamos fingir que somos o “povo eleito!” Então, da próxima vez que você ouvir um primeiro-ministro israelense falando sobre a suposta perseguição dos judeus, considere isso; todo primeiro-ministro de Israel tem sido um judeu khazar asquenazi.  Portanto, quando todos esses primeiros-ministros saíram a favor do restabelecimento de uma pátria judaica, eles deliberadamente mentiram para você, na medida em que os khazaress nunca foram daquela região, e eles sabem disso, porque são eles que chamam-se judeus (khazares) asquenazis. 

A Sinagoga de Satanás: A História Secreta da Dominação Mundial pelos Judeus Khazares

No livro do Apocalipse, esta escrito:

“Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás”. – Apocalipse 2:9

“Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não o são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo”.  Apocalipse 3:9}

A linhagem da família judeu khazar mais rica do mundo, e os líderes dos judeus khazares no mundo de hoje, é a família Rothschild. Como você verá na linha do tempo, os Rothschilds obtiveram essa posição através de mentiras, manipulação sedição, traição, golpes, fomentando e financiando guerras e assassinato.  

Sua linhagem se estende para as Famílias Reais da Europa e os seguintes nomes de família:

No entanto, estas não são as únicas linhas sanguíneas para se analisar. Essas 13 Famílias Governam o Mundo: As Forças Sombrias Por Trás da NOM (New World Order). Você provavelmente está ciente da prática secular adotada por muitos judeus khazares asquenazes pela qual eles mudariam seu nome, para que eles apareçam como parte da raça dominante do país em que eles viviam, de modo que podiam obter posições influentes naquele país, que então explorariam para servir seus verdadeiros senhores em outros lugares. Há muitas evidências para provar que os Rothschilds continuam essa tradição enganosa. Além disso, sabe-se que os Rothschilds criam e educam secretamente muitas crianças que podem colocar em posições de poder à seu serviço e interesses quando necessário.

Essas 13 Famílias Governam o Mundo: As Forças Sombrias Por Trás da NWO

  1. Rothschild (Bauer or Bower)
  2. Bruce   
  3. Cavendish (Kennedy)    
  4. De Medici    
  5. Hanover    
  6. Hapsburg    
  7. Krupp    
  8. Plantagenet    
  9. Rockefeller    
  10. Romanov    
  11. Sinclair (St. Clair)    
  12. Warburg (del Banco)    
  13. Windsor (Saxe-Coburg-Gothe)

Brasão símbolo da cidade de Frankfurt na Alemanha

Isso começou com o primeiro homem que adotou o nome de Rothschild (escudo vermelho em alemão antigo, o símbolo da cidade de Frankfurt), que tinha um sexto filho secreto. Finalmente, lembre-se que o mundo é um lugar diverso, eu poderia se eu quisesse mudar meu nome para Rothschild, ou qualquer um dos nomes listados acima, e isso não me faria parte desta família mais do que se converter ao Judaísmo em 740 dC sendo um homem branco da tribo khazar, não semita. 

Não julgue um livro apenas pela sua “capa”! 

Por favor, portanto, não assuma automaticamente que alguém que você vê com o nome Rothschild ou qualquer um dos nomes listados acima fazem parte da rede criminosa Rothschild. Além disso, e mais importante, a maioria dos judeus khazar (asquenazes) é inocente e não faz parte dessa rede. Verifique os fatos em primeiro lugar, este artigo foi concebido para informar as pessoas quem é o inimigo maquiavélico, há séculos, não destacar as pessoas de uma determinada religião e/ou cultura ou pessoas com um sobrenome em particular, que podem não ter nada a ver com esta rede criminosa da família judeu khazar Rothschild.


Mayer Amschel Bauer(Rothschild), o homem que deu início a um império financeiro que perdura até os nossos dias e que criou a ordem dos Illuminati, junto com mais doze amigos, em 1773, em Frankfurt na Alemanha

1743:  Mayer Amschel Bauer, um judeu khazar asquenazi, nasceu em Frankfurt, na Alemanha, filho de Moses Amschel Bauer, um emprestador de dinheiro e proprietário de uma casa de contabilidade. Moses Amschel Bauer coloca uma placa vermelha acima da porta de entrada para sua casa contadora. Este signo é um hexagrama vermelho (que geometricamente e numericamente se traduz no número 666) que, sob instrução de Rothschild, acabará na bandeira de Israel cerca de dois séculos depois com a cor azul.


{Frankfurt am MainFrankfurt sobre o Meno, mais conhecida simplesmente como Frankfurt, é a maior  cidade do estado alemão  de  Hesse e a quinta maior cidade da Alemanha, com uma população de aproximadamente 732.688 habitantes em 2015. Sua área urbana tinha uma população estimada de 2,3 milhões de habitantes em 2010. A cidade está no centro da região metropolitana Frankfurt- Reno-Meno que tem uma população de 5,6 milhões de habitantes e é a segunda maior região metropolitana da Alemanha. Desde a expansão da União Europeia de 2007, o centro geográfico da União encontra-se a 40km a leste de Frankfurt. Frankfurt é o centro financeiro e de transportes da Alemanha e o maior centro financeiro da Europa continental. Em Frankfurt estão localizadas sedes de importantes instituições como a do Banco Central Europeu, do Banco Federal Alemão e da  Bolsa de Valores de Frankfurt, bem como vários grandes bancos comerciais, como por exemplo o Deutsche Bank, o Commerzbank e o DZ Bank. Nos transportes a cidade se destaca em âmbito mundial: o Aeroporto de Frankfurt é um dos mais movimentados de todo o mundo; a Estação Central de Frankfurt é um dos maiores terminais de trens da Europa; e a Frankfurter Kreuz é um dos trevos rodoviários mais utilizados na Europa. Ao mesmo tempo, a DE-CIX possui o maior tráfico de ponto de troca de internet do mundo.

A cidade é a única na Alemanha listada como uma das dez cidades globais alfa do mundo.Frankfurt fica na Antiga Zona de Ocupação Americana na Alemanha e era antigamente a cidade sede do Exército dos Estados Unidos na Alemanha. Em 2011, a companhia Mercer apontou Frankfurt como a 7ª cidade em qualidade de vida do mundo. De acordo com a pesquisa de custo de vida do The Economist, Frankfurt é a cidade alemã mais cara e a 10.ª cidade mais cara do mundo.}


1753:  Gutle Schnaper, uma mulher judeu khazar (futura esposa de Mayer Amschel Bauer), nascida do respeitado comerciante Wolf Salomon Schnaper.

1760: General Emmerich Otto August von Estorff  Durante esta década Mayer Amschel Bauer trabalha para um banco de propriedade da família Oppenheimer em Hanover, Alemanha. Ele é altamente bem sucedido e se torna um parceiro júnior. Enquanto trabalha no banco, ele se familiariza com o general von Estorff. Após a morte de seu pai, Bauer retorna a Frankfurt para assumir os negócios de seu pai.

Soldados de Hesse: Mayer Amschel Bauer, agora Mayer Amschel Rothschild, descobre que o general von Estorff está agora ligado à corte do príncipe Guilherme IX de Hesse-Hanau, uma das mais ricas casas reais da Europa, que ganhou sua riqueza com a contratação de soldados hessianos (como mercenários) para países estrangeiros. por grandes lucros (uma prática que continua até hoje na forma de exportar tropas de “manutenção da paz” em todo o mundo). Ele, portanto, faz o reconhecimento do General com o pretexto de vender-lhe valiosas moedas raras a preços promocionais. Como ele planejava, Rothschild é posteriormente apresentado ao príncipe William, que está mais do que satisfeito com os preços com desconto que ele cobra por suas raras moedas e bugigangas, e Rothschild oferece a ele um bônus por qualquer outro negócio que o Príncipe possa direcionar para ele. Rothschild torna-se subseqüentemente próximo do príncipe William e acaba fazendo negócios com ele e com os membros da corte. Ele logo descobre que emprestar dinheiro a príncipes os royalties são mais lucrativos do que emprestar a indivíduos, já que os empréstimos são maiores e estão garantidos pelos impostos do país.

1769: Mayer Amschel Rothschild: Um dia ele foi levado à presença do próprio príncipe Guilherme. Sua alteza comprou algumas de suas moedas e medalhas raras. Essa foi a primeira transação entre um Rothschild e um chefe de estado. Em breve, Rothschild começou a fazer negócios com outros príncipes. Não muito tempo depois, Rothschild tentou outro plano para garantir sua entrada diante de vários príncipes locais — e para levar adiante seus próprios objetivos ele escreveu cartas bajulando as vaidades dos príncipes, ao mesmo tempo em que pedia o patrocínio deles. Uma típica carta dizia mais ou menos assim:

Príncipe Guilherme de Hesse-Hanau

“Tem sido uma alta distinção para mim poder servir Sua Serena Alteza em várias ocasiões e para sua graciosíssima satisfação. Coloco-me à sua disposição para oferecer todas as minhas energias e toda minha fortuna para servir ao Sereno Príncipe sempre que desejar no futuro. Um incentivo especialmente importante para esse fim seria se sua Serena Alteza me distinguisse com uma indicação como um dos fornecedores da corte de Sua Alteza. É com ousadia que faço esse pedido, tendo porém certeza que com isso não estou causando nenhum problema; ao mesmo tempo, para mim tal distinção elevaria minha posição comercial e seria útil de muitas outras formas, que certamente abrirão meus caminhos e garantirão meu sucesso aqui na cidade de Frankfurt.”

Suas táticas funcionaram. Em 21 de setembro de 1769, Rothschild pôde afixar uma placa com o brasão de Hess-Hanau na frente de sua loja. Em letras douradas, a placa dizia: M. A. Rothschild, por designação, fornecedor da corte de sua Serena Alteza, o Príncipe Guilherme de Hanau.

1770: Mayer Amschel Rothschild elabora planos para a criação dos Illuminati e confia ao também judeu khazar, Adam Weishaupt com a tarefa de organização, criação e desenvolvimento da sociedade secreta dos Illuminati (Os “Iluminados”) com sede em Munique, na Baviera.{Weishaupt: (Ingolstadt, 6 de fevereiro de 1748 -Gota, 18 de novembro de 1830),  professor de Direito Canônico na Universidade de Ingolstadt, famoso por fundar a “Ordem dos Perfeitos” mais conhecida como Illuminati. Ensinava que existia uma iluminação racional, fora e acima da fé, acessível a qualquer pessoa, e poderia levar a uma maior perfeição. Weishaupt foi iniciado na Loja Maçônica  Theodor zum guten Rath, em Munique, na Baviera em 1777.}

Os Illuminati devem basear-se nos ensinamentos do Talmud, que é, por sua vez, os ensinamentos dos judeus rabínicos. Era para ser chamado de Illuminati, pois este é um termo Luciferiano que significa, guardiões da luz. Mayer Amschel Rothschild casa-se com Gutle Schnaper. 

1773: Amschel Mayer Rothschild nasce, o primeiro dos filhos de Mayer Amschel Rothschild. Ele gosta de todos os seus irmãos que o seguem, entrará no negócio da família aos 12 anos.

1774:  Nasce Salomon Mayer Rothschild.

1776:   Adam Weishaupt completa oficialmente sua organização dos Illuminati em 1º de maio deste ano.  O propósito dos Illuminati é dividir os goyim (todos os não-judeus) através de meios políticos, econômicos, sociais e religiosos.  Os lados opostos entre os “goyim” deveriam estar armados e incidentes deveriam ser providenciados para que eles lutassem entre si; para destruir governos nacionais; destruir instituições religiosas; e eventualmente destruírem-se uns aos outros.

Naquele mesmo ano, Weishaupt logo se infiltra na Ordem Continental dos Maçons com esta doutrina dos Illuminati e estabelece lojas do Grande Oriente para ser sua sede secreta. Isso tudo estava sob as ordens e financiado por Mayer Amschel Rothschild e o conceito se espalhou e é seguido dentro das Lojas Maçônicas em todo o mundo até os dias atuais. Weishaupt também recruta cerca de 2.000 seguidores pagos, incluindo os homens mais inteligentes no campo das artes e letras, educação, ciência, finanças e indústria. Eles foram instruídos a seguir os seguintes métodos para controlar as pessoas:

SUBVERTENDO e CORROMPENDO GOVERNOS e a ordem estabelecida:

1) Use suborno (e depravação) sexual e monetário para obter o controle de homens já em altos cargos, nos vários níveis de todos os governos e outros campos de atuação. Uma vez que pessoas influentes caíram nas mentiras, enganos e tentações dos Illuminati, eles são mantidos em cativeiro pela aplicação de manobras políticas e outras formas de chantagem, ameaças de ruína financeira, exposição pública e danos fiscais, até mesmo morte para si mesmos e as pessoas que lhes são caras, os membros de suas famílias.

SUBSTITUINDO a EDUCAÇÃO: 

2) As faculdades e universidades deveriam cultivar estudantes que possuíssem excepcional capacidade mental pertencente a famílias bem educadas com inclinações internacionais, e recomendá-los para treinamento especial em internacionalismo, ou melhor, a noção de que somente um governo mundial pode colocar um fim a guerras e conflitos recorrentes. Tal treinamento deveria ser fornecido pela concessão de bolsas de estudo para aqueles selecionados pelos Illuminati.

SUBVERTER a ÉTICA, MEDIDAS POLÍTICAS, as RELIGIÕES, GOVERNOS e BANCOS:

3) Todas as pessoas influentes presas sob o controle dos Illuminati, mais os estudantes que foram especialmente educados e treinados para serem seus instrumentos, deviam ser usados ​​como agentes e colocados nos bastidores de todos os governos como especialistas em diferentes áreas.  Assim, eles aconselhariam os altos executivos,  políticos,   educadores, a adotar agendas que, a longo prazo, serviriam aos planos secretos da conspiração mundial dos Illuminati e provocariam a destruição dos países, dos governos, da economia e das religiões para os quais foram eleitos ou nomeados para servir.

SUBVERSÃO E CONTROLE TOTAL DA IMPRENSA (e hoje de qualquer meio de comunicação de massa):

4) Obter o controle absoluto da imprensa, naquela época o único meio de comunicação de massa que distribuía informação ao público, de modo que todas as notícias e informações pudessem ser inclinadas a fim de fazer as massas acreditarem que um governo mundial é a única solução para os nossos muitos e “variados problemas”, na sua maioria criados pelos próprios membros da ordem atuando de dentro de todas as áreas do sistema vigente infiltrado.

1777:   Nathan Mayer Rothschild (outro parasita) nasce.

1784:   Adam Weishaupt emite sua ordem para que a Revolução Francesa seja iniciada por Maximilien Robespierre em forma de livro. Este livro foi escrito por um dos associados de Weishaupt, Xavier Zwack, e enviado por correio de Frankfurt a Paris. No entanto, a caminho, o correio é atingido por um raio, o livro detalha esse plano descoberto pela polícia e entregue às autoridades bávaras. Como conseqüência, o governo da Bavária ordena que a polícia invadisse as lojas maçônicas de Weishaupt no Grande Oriente e as casas de seus associados mais influentes. Claramente, as autoridades bávaras ficaram convencidas de que o conteúdo do livro que foi descoberto era uma ameaça muito real de um grupo privado de pessoas influentes, para usar de guerras e revoluções para alcançar seus fins políticos de controle total da sociedade.

1785:   O governo da Baviera proíbe os Illuminati e fecha todas as lojas bávaras do Grande Oriente. Em 1785, Mayer Amschel Rothschild muda sua casa de família para uma casa de cinco andares em Frankfurt, que ele compartilha com a família Schiff.

1786:   O governo da Baviera publica os detalhes da conspiração dos Illuminati em um documento intitulado “Os Escritos Originais da Ordem e Seita dos Illuminati”. Eles então enviam este documento para todos os chefes de estado e das igrejas por toda a Europa, mas infelizmente sua advertência é ignorada.

1789:  Kalmann (Carl) Mayer Rothschild (outro parasita) nasce neste ano Devido à ignorância européia da advertência do governo da Baviera, o plano dos Illuminati para uma Revolução Francesa teve sucesso a partir deste ano até 1793. Esta revolução foi o sonho de um banqueiro, estabeleceu uma nova constituição e aprovou leis que proibiam a Igreja Romana de cobrar dízimos (impostos) e também removia a isenção de impostos das igrejas.

1790:  Mayer Amschel Rothschild declara: “Deixe-me emitir e controlar o dinheiro de uma nação e não me importo com quem escreve as suas leis”.

1791: Os Rothschilds recebem “o controle do dinheiro de uma nação”, através de Alexander Hamilton (seu agente no gabinete de George Washington) quando montaram um banco central (primeira tentativa de solapar e controlar o pais norte americano) nos EUA chamado First Bank of The United States. Isso é estabelecido com um contrato de 20 anos.

1792:  Jacob (James) Mayer Rothschild nasce.

1796:  Amschel Mayer Rothschild casa com Eva Hanau.

1798: John Robison publica um livro intitulado “ Provas de uma conspiração contra todas as religiões e governos da Europa, realizados nas reuniões secretas de maçons, Illuminati e sociedades de leitura“. Neste livro, o professor Robison, da Universidade de Edimburgo (Escócia), um dos principais intelectos do seu tempo, que em 1783 foi eleito secretário geral da Royal Society of Edinburgh, deu detalhes de toda a trama dos Illuminati de Rothschild .

Ele foi aconselhado por um maçon de alto grau no Rito Escocês da Maçonaria, e foi convidado por Adam Weishaupt para ir à Europa, onde ele recebeu uma cópia revisada da conspiração de Weishaupt. No entanto, apesar de fingir que concordava com aquilo, o professor Robison não concordou com a conspiração de Weishaupt, portanto, publicou seu livro informativo que incluía detalhes das investigações dos governos bávaros sobre os Illuminati e a Revolução Francesa.

Naquele mesmo ano, em 19 de julho, David Pappen, presidente da Universidade de Harvard, deu uma palestra para a turma de formandos sobre a influência que o iluminismo exercia sobre a política e a religião norte americana. Aos 21 anos, Nathan Mayer Rothschild deixa Frankfurt para a Inglaterra, onde, com uma grande quantia em dinheiro dada a ele por seu pai para criar uma família de bancos Rothschild na Inglaterra, que iniciou em 1798 por Nathan Mayer von Rothschild (1777-1836), que primeiro se estabeleceu em Manchester, mas depois se mudou para Londres.

Nathan foi enviado de sua casa em Frankfurt por seu pai, Mayer Amschel Rothschild (1744-1812). Querendo que seus filhos tivessem sucesso por conta própria e expandissem os negócios da família na Europa, Mayer Amschel Rothschild manteve seu filho mais velho em Frankfurt, enquanto seus outros quatro filhos foram enviados para diferentes cidades europeias para estabelecer uma instituição financeira nestas cidades para investir em negócios e fornecer serviços bancários. Nathan Mayer von Rothschild, o terceiro filho, primeiro estabeleceu um negócio de trabalho têxtil em Manchester e de lá passou a estabelecer o banco NM Rothschild & Sons em Londres. mais tarde

1800:  Salomon Mayer Rothschild se casa com Caroline Stern.

1806:   Napoleão declara que é seu “objetivo remover a casa de Hess-Cassel do governo e eliminá-la da lista de poderes”. Ao ouvir isso, o príncipe William IX de Hesse-Hanau, foge da Alemanha, vai para a Dinamarca e confia sua fortuna no valor de cerca de US$ 3.000.000 na época a Mayer Amschel Rothschild por segurança. Neste ano, 1806, Nathan Mayer Rothschild se casa com Hannah Barent Cohen, filha de um rico comerciante de Londres.

1808:  Nathan Mayer Rothschild tem seu primeiro filho nascido Lionel Nathan de Rothschild. 

1810:  Sir Francis Baring e Abraham Goldsmid morrem. Salomon Mayer Rothschild vai para Viena, Áustria, e monta o banco M. von Rothschild und Söhne

1811:  A carta do Rothschild’s First Bank of The United States acaba e o Congresso vota contra a sua renovação.  Nathan Mayer Rothschild fica furioso e ele afirma: “Ou o pedido de renovação da carta é concedido, ou os Estados Unidos vão encontrar-se envolvido em uma guerra muito desastrosa.” No entanto, os Estados Unidos permanecem firmes e a Carta não é renovada, o que faz com que Nathan Mayer Rothschild emita outra ameaça:

“Ensine a esses americanos desavergonhados uma lição. Traga-os de volta ao status colonial.”

1812:  Apoiados pelo dinheiro de Rothschild e pelas ordens de Nathan Mayer Rothschild, os britânicos declaram guerra aos Estados Unidos. O plano dos Rothschild era fazer com que os Estados Unidos acumulassem tal dívida na luta contra essa guerra que teriam que se render aos Rothschild e permitir que a carta do First Bank dos Estados Unidos de Rothschild fosse renovada. O patriarca Mayer Amschel Rothschild morre.

Os cinco irmãos Rothschild: do topo e da esquerda para à direita:
1. Amschel Mayer (12/07/1773 – 6/12/1855)
2. Salomon Mayer (9/09/1774 – 28/07/1855) – fundador do ramo austríaco da Família Rothschild
3. Nathan Mayer (16/09/1777 – 18/07/1836) – fundador do ramo inglês da Família Rothschild
4. Kalmann (Carl) Mayer (24/04/1788 – 10/03/1855) – fundador do ramo napolitano (Itália)
5. Jacob (James) Mayer de Rothschild (1792-1868) – fundador do ramo francês da Família Rothschild

Em seu testamento, ele estabelece regras específicas que a Casa de Rothschild deveria seguir sobre sucessão: todas as posições-chave nos negócios da família deveriam ser mantidas apenas por membros da mesma; somente os membros masculinos da família eram autorizados a participar dos negócios da mesma, isso incluiu um sexto filho bastardo secreto (É importante notar que Mayer Amschel Rothschild também tem cinco filhas, então hoje a propagação da dinastia sionista judeu khazar Rothschild sem os Rothschild o nome é distante e largo, e os judeus acreditam que a descendência misturada de uma mãe judaica é unicamente judia). A família devia casar com seus primos de primeiro e segundo graus para preservar a fortuna da mesma (dos 18 casamentos dos netos de Mayer Amschel Rothschild, 16 foram entre primos de primeiro grau – uma prática conhecida hoje como endogamia, houve casos de tio casar com sobrinha);  nenhum inventário público de sua propriedade seria publicado; nenhuma ação legal deveria ser tomada com relação ao valor da herança; o filho mais velho do filho mais velho se tornaria o chefe da dinastia Rothschild (essa condição só poderia ser anulada quando a maioria da família concordasse com o contrário). Este foi imediatamente o caso e Nathan Mayer Rothschild foi eleito chefe da dinastia após a morte de seu pai, Mayer Amschel Rothschild. Também em 1812 Jacob (James) Mayer Rothschild vai a Paris, França, para fundar o banco francês da dinastia, o Rothschild Frères.  Nathaniel de Rothschild, o genro de Jacob (James) Mayer Rothschild  nasce. 

1814:  Com relação ao valor de US$ 3.000.000 que o príncipe William IX de Hesse-Hanau havia confiado a Mayer Amschel Rothschild por segurança, para um relato do que aconteceu em seguida nos voltamos para a Jewish Encyclopedia, 1905 edition, Volume 10, página 494, que afirma  “Segundo a lenda, esse dinheiro estava escondido em barris de vinho e, fugindo da busca dos soldados de Napoleão quando entraram em Frankfurt, foi restaurado intacto nos mesmos barris em 1814, quando o eleitor (o príncipe William IX de Hesse-Hanau) retornou ao castelo. do eleitorado (Alemanha). Os fatos são um pouco menos românticos e mais profissionais.”

Esta última linha indica que o dinheiro nunca foi devolvido por Rothschild ao príncipe William IX de Hesse-Hanau. A enciclopédia prossegue, afirmando,  “Nathan Mayer Rothschild investiu estes US$ 3.000.000 em ouro da Companhia das Índias Orientais sabendo que seria necessário para a campanha de guerra de Wellington.“ Sobre o dinheiro roubado Nathan fez nada menos que quatro grandes negócios com grandes lucros: 

  1. Sobre a venda de títulos de guerra de Wellington, que ele comprou a 50 centavos por dólar e vendeu ao par; 
  2. na venda de ouro para Wellington; 
  3. na sua recompra; e  
  4. no encaminhamento para Portugal e no ” FINANCIAMENTO DOS DOIS LADOS EM GUERRA”

1815: Os cinco irmãos Rothschild trabalham para fornecer ouro tanto para o exército de Wellington (através de Nathan na Inglaterra) quanto para o exército de Napoleão (através de Jacob na França), e começam sua política de financiar (e depois fomentar) ambos os lados em guerras. Os Rothschilds adoram guerras porque são grandes geradores de dívida livre de risco. Isso porque eles são garantidos pelo governo de um país e, portanto, pelos esforços da população daquele país, e não importa se esse país perde a guerra porque os empréstimos são dados com a garantia de que o vencedor honrará a guerra e as dívidas dos vencidos. Enquanto os Rothschilds estão financiando ambos os lados nesta guerra, eles usam os bancos que espalharam por toda a Europa para lhes dar a oportunidade de estabelecer uma rede de serviços postais inigualável de rotas secretas e correios rápidos.

Para uma MELHOR compreensão do assunto em pauta e os seguidores de Lúcifer, por favor acesse os seguintes links: 

O correio que esses mensageiros transportavam deveria ser aberto por esses mensageiros e seus detalhes dados aos Rothschilds, para que eles estivessem sempre um passo à frente dos eventos em curso nos principais centros da Europa. Além disso, esses mensageiros de Rothschild eram os únicos comerciantes autorizados a passar pelos bloqueios ingleses e franceses. Foram esses mensageiros que também mantiveram Nathan Mayer Rothschild informado sobre como a guerra estava indo, para que ele pudesse usar todas as informações valiosas para comprar e vender de sua posição na bolsa de valores de acordo com as informações obtidas à frente de todos os seus concorrentes. Um dos correios de Rothschild era um homem chamado Rothworth. Quando o resultado da Batalha de Waterloo determinou a vitória dos ingleses, Rothworth partiu para atravessar o Canal da Mancha e conseguiu entregar essa notícia a Nathan Mayer Rothschild, 24 horas antes do próprio mensageiro de Wellington chegar a Londres.

Naquela época, os títulos britânicos eram chamados de cônsules e eram negociados no pregão da bolsa de valores. Nathan Mayer Rothschild instruiu todos os seus trabalhadores na bolsa a começar a vender seus títulos. Isso fez todos os outros comerciantes acreditarem que os britânicos tinham perdido a guerra, então também começaram a vender freneticamente todos os seus papéis. Portanto, os cônsules despencaram em valor, quando quase no final do pregão, Nathan Mayer Rothschild discretamente instruiu a todos os seus agentes a comprarem todos os cônsules com os quais pudessem pôr as mãos a preços absolutamente irrisório. Quando chegou a notícia de que os britânicos tinham realmente vencido a guerra, os cônsules subiram para um nível ainda mais alto do que antes do começo do pregão, deixando Nathan Mayer Rothschild com um retorno de aproximadamente 20 para 1 em seu investimento e como o homem mais rico do Reino Unido!

Isso deu à família Rothschild o controle completo da economia britânica, agora o centro financeiro do mundo após a derrota de Napoleão, e forçou a Inglaterra a criar um novo Banco da Inglaterra, que Nathan Mayer Rothschild controlava. Curiosamente, 100 anos depois, o New York Times publicou uma matéria afirmando que o neto de Nathan Mayer Rothschild havia tentado obter uma ordem judicial para suprimir a publicação de um livro que conta essa história de informações privilegiadas. A família Rothschild alegou que a história era falsa e difamatória, mas o tribunal negou o pedido dos Rothschilds e ordenou que a família pagasse todas as custas judiciais. De volta a 1815, este é o ano em que Nathan Mayer Rothschild faz sua famosa declaração,

“Eu não me importo qual o fantoche é colocado no trono da Inglaterra para governar o Império em que o sol nunca se põe. O homem que controla a oferta de moeda da Grã-Bretanha controla o Império Britânico, e eu controlo a oferta monetária britânica”. 

Ele iria se gabar de que, nos 17 anos em que estivera na Inglaterra, aumentara a participação de 20 mil libras concedida a ele por seu pai, para cerca de 2500 vezes a 50 milhões de libras. Os Rothschilds também usam seu controle do Banco da Inglaterra para substituir o método de envio de ouro de país para país e, em vez disso, usaram seus cinco bancos espalhados pela Europa para criar um sistema de débitos e créditos em papel, uma base do sistema bancário de hoje.

Nathan Rothschild e o ‘Pilar do Rothschild’

Um contemporâneo anônimo descreveu Nathan Rothschild quando ele se apoiava no ‘Pilar do Rothschild’ na Bolsa de Valores de Londres, com suas mãos pesadas enfiada nos bolsos e começava a liberar uma silenciosa, impassível e implacável esperteza.

“Os olhos são geralmente chamados de as janelas da alma. Mas no caso de Rothschild, você concluiria que as janelas são falsas, ou que não há uma alma para ver dentro daqueles olhos. Não sai nem um filete de luz do interior, nem há um brilho que venha sem ser refletido em qualquer direção. O conjunto todo faz você pensar em uma pele vazia, sem conteúdo por dentro, e você fica se perguntando como ele se mantém ereto sem ter algo em seu interior. Após certo tempo outra figura se aproxima. Ele então dá dois passos para o lado e o olhar mais inquisitivo que você já viu, e um olhar mais inquisitivo que você poderia imaginar, sai dos olhos fixos e sem vida, como se ele estivesse tirando uma espada da bainha. O visitante, que parece ter vindo acidentalmente, e não de propósito, pára por apenas um ou dois segundos, no curso dos quais há uma troca de olhares que, embora você não possa traduzir, percebe que devem ser de significado muitíssimo importante. Após isso, os olhos retornam ao estado normal e a figura volta à sua postura de pedra. Durante a manhã diversos visitantes vêm, e todos são recebidos de forma similar e desaparecem também de forma similar. Por último, a própria figura também se vai, deixando você profundamente perplexo. (Frederic Morton, The Rothschilds, pg 65).

No final deste século, um período conhecido como “Era dos Rothschilds”, estima-se que a família Rothschild controlasse metade da riqueza do mundo. No entanto, algo que não foi bem para os Rothschilds este ano foi o Congresso de Viena, que começou em setembro de 1814 e foi concluído em junho deste ano. A razão para este Congresso de Viena, foi para os Rothschilds criar uma forma de governo mundial, para dar-lhes o controle político completo sobre grande parte do mundo civilizado ocidental. Muitos dos governos europeus estavam em dívida com os Rothschilds, então eles acharam que poderiam usar isso como uma ferramenta de barganha.

No entanto, o czar Alexandre I da Rússia, que não havia sucumbido a criar um banco central controlado pelos Rothschild, não concordaria com o plano, por isso o plano do governo mundial da dinastia Rothschild fracassou.  Enfurecido com isso, Nathan Mayer Rothschild jurou que algum dia ele ou seus descendentes destruiriam toda a família e descendentes do czar Alexandre I. Infelizmente, ele era muito fiel à sua palavra e, 102 anos depois, os bolcheviques financiados pelos Rothschild e outros banqueiros judeus khazares de Wall Street, em New York, agiriam de acordo com essa promessa. Curiosamente, o fanático pela implantação de um governo mundial (estilo NWO-Nova Ordem Mundial) e judeu khazar, Henry Kissinger, fez sua dissertação de doutorado sobre o Congresso de Viena. 

1816:  O Congresso Americano aprova um projeto de lei que permite que outro Rothschild domine o banco central do pais, o que dá aos Rothschilds o controle da oferta monetária norte americana novamente. Isso é chamado de Bank of North America e recebeu uma carta de vinte anos. A guerra britânica contra a América, portanto, termina com a morte de milhares de soldados britânicos e americanos, mas os Rothschilds conseguem seu banco.

1818:  Após os franceses terem conseguido empréstimos maciços em 1817 para ajudar na reconstrução após sua derrota desastrosa em Waterloo, os agentes de Rothschild compraram grandes quantidades de títulos do governo francês, fazendo com que seu valor aumentasse. Em 5 de novembro, eles despejaram o lote no mercado aberto, fazendo com que seu valor despencasse conduzindo a França a entrar em pânico financeiro. Os Rothschilds, em seguida, intervieram para assumir o controle da oferta monetária francesa. Este foi o mesmo ano em que os Rothschilds puderam emprestar £ 5.000.000 ao governo prussiano.

1821:  Kalmann (Carl) Mayer Rothschild foi enviado para Nápoles, Itália. Ele acabaria fazendo muitos negócios com o Vaticano e o papa Gregório XVI lhe conferiu a Ordem de São Jorge. Além disso, sempre que o papa recebia Kalmann, ele lhe dava a mão em vez do dedo costumeiro para beijar, o que mostrava a extensão do poder de Kalmann sobre o Vaticano.

1822:  O imperador da Áustria concede o título de Barões aos cinco irmãos Rothschild. Nathan Mayer Rothschild escolheu não assumir o título.

1823:  Os Rothschilds assumem as operações financeiras da Igreja Católica de Roma (Vaticano) em todo o mundo.

1827:  Sir Walter Scott publica sua obra de nove volumes, A vida de Napoleão Bonaparte. No volume dois, ele afirma que a Revolução Francesa foi planejada pelos Illuminati (Adam Weishaupt) e foi financiada pelos cambistas da Europa (The Rothschilds).

1832: O Presidente Andrew Jackson (o 7º Presidente dos Estados Unidos de 1829 a 1837) dirige sua campanha para seu segundo mandato presidencial com o slogan “Jackson And No Bank!”  Isto é em referência ao seu plano de assumir o controle do sistema monetário americano para beneficiar o povo americano, não para o lucro privado da Dinastia dos Rothschilds e demais banqueiros de Wall Street.

1833:  O presidente Andrew Jackson começa a remover os depósitos do governo do segundo banco central dos EUA, o Bank of North America, controlado pelos Rothschild e pelos grandes bancos americanos. Isso faz com que os Rothschild entrem em pânico e, assim, eles fazem o que sabem melhor, apertam o suprimento de dinheiro causando uma depressão. O Presidente Jackson sabe o que eles estão fazendo e depois declara:  

“Vocês são um covil de víboras de ladrões, e eu pretendo acabar com vocês, e pelo Deus Eterno, eu vou acabar com vocês.”

Continua …


A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE): “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando despertar. Mas até que nós consigamos despertá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso as transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle. E muitos deles estão tão habituados, tão profunda e desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


“Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás”.  Apocalipse 2:9

“Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo”.  Apocalipse 3:9


Sobre os Judeus Khazares, saiba mais acessando os links:


Mais informações sobre NWO, Illuminati, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

4 Responses to História da ”Dinastia Rothschild” (I)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.