Hospício Ocidental: Guia de ‘Inclusão acordada’ da Oxfam pede para evitar uso de palavras ‘Ofensivas’ como Mãe, Pai, Pessoas

Hospício Ocidental ‘Acordado’ e muito DEMENTE: Manifesto de policiamento de linguagem é defenestrado por críticos como ‘lixo acordado‘. A Oxfam lançou um guia de Linguagem Inclusiva que pede desculpas por também usar o idioma inglês antes de decretar que várias palavras são ofensivas, como “quartel general”, “Pai”, “local”, “pessoas”, “Mãe”, “higiene feminina”, e outras baboseiras estúpidas e ‘acordadas’.

Hospício Ocidental: Guia de ‘Inclusão’ da Oxfam diz aos funcionários para evitar o uso de palavras ‘Ofensivas’ como Mãe, Pessoas, Pai . . .

Fonte: SummitNews

Sim com certeza. A instituição de caridade contra a pobreza e a fome foi criticada por ceder a níveis absurdos de pseudo correção política ‘inclusiva e acordada’ depois de emitir a orientação bizarra de 92 páginas para os membros da sua equipe.

“Reconhecemos que este guia tem sua origem no inglês, língua de uma nação colonizadora.  Reconhecemos a supremacia anglo-saxônica do setor como parte de sua colonialidade”, afirma a introdução.

“Este guia visa apoiar as pessoas que têm de trabalhar e se comunicar na língua inglesa como parte deste legado colonial. No entanto, reconhecemos que o domínio do inglês é uma das questões-chave que devem ser abordadas para descolonizar nossas formas de trabalhar e mudar o poder.”

Aparentemente, apenas usar a língua inglesa agora é racista e ofensivo.

A palavra “quartel general-sede” é criticada porque “implica uma dinâmica de poder colonial”, enquanto “viagem de campo” também é desaprovada porque pode “reforçar atitudes coloniais”.

Os funcionários são até instruídos a não dizer que “apoiam” as pessoas que apóiam porque isso “potencialmente aliena as pessoas incapazes de permanecer”, enquanto até mesmo a palavra “pessoas” deve ser evitada porque “muitas vezes é mal interpretada como se referindo apenas a homens”.

Usar “Mãe ou pai” também são proibidos porque é importante “evitar a adoção de papéis de gênero por pais transgêneros”, segundo o guia, enquanto “higiene feminina” também é um termo ruim porque implica que a menstruação é suja.

Mesmo os termos “LGBT, LGBTQIX, homossexualidade, gay e lésbica” devem ser evitados porque as pessoas que se consideram parte de “toda a comunidade LGBTQIA+” podem se ofender se o ‘mais’ não for usado.

Os críticos defenestraram o guia de linguagem ridículo e mentalmente perturbado e disseram que a Oxfam deveria se concentrar no trabalho de caridade, em vez de policiar as palavras que as pessoas podem usar em sua rotina diária.

“Na África, as mulheres têm uma chance em 37 de morrer durante a gravidez”, disse Maya Forstater, que fundou o grupo de pressão Sex Matters. “Mas a Oxfam parece pensar que o que é realmente importante é apagar uma linguagem clara sobre as pessoas que correm maior risco.”

“Como ignorar e denegrir as mães do mundo é bom para algum tipo de desenvolvimento?’ ela perguntou. “Esta orientação está tentando aplicar ideias da moda sobre identidade de gênero para pessoas ao redor do mundo que não pensam assim e estão lidando com os problemas comuns que homens e mulheres enfrentam todos os dias.”

“A maioria das pessoas achará totalmente bizarro e estúpido esse uso específico de tempo e recursos valiosos da Oxfam. Seria bom para eles lembrar o velho ditado de que as ações falam mais alto que as palavras”, afirmou o ex-ministro conservador Robert Buckland.

O ativista da liberdade de expressão Toby Young destacou a má administração da Oxfam do escândalo em torno de sua equipe explorando sexualmente crianças após o terremoto de 2010 no Haiti, observando: “É como receber um sermão de um vigário com dedo em riste atrás de seu púlpito, mesmo que ele tenha sido publicamente desonrado.”

“Seria muito mais sensato se a Oxfam se concentrasse em sua missão principal de aliviar a pobreza e a fome”, disse Young.

No entanto, a instituição de caridade dobrou sua insanidade acordada, divulgando uma declaração esclarecendo:

“Este guia não é prescritivo, mas ajuda os autores a se comunicarem de maneira respeitosa com a “diversidade” de pessoas com as quais trabalhamos. Temos orgulho de usar uma linguagem inclusiva; não conseguiremos combater a pobreza excluindo grupos marginalizados”.

Questionado sobre se existe um papel para a palavra ‘pai’, Joyce disse que “não é o que a Oxfam está dizendo”.

Ela disse ao GB News: “Eles estão dizendo para usar palavras como AFAB [mulher designada no nascimento], eles estão dizendo para não falar sobre mulheres grávidas, eles estão dizendo sobre “pessoas grávidas”.

“Eles não falam de mulheres que amamentam, falam de pessoas que amamentam. O fato é que só as mulheres podem dar à luz, só as mulheres podem amamentar e só as mulheres podem engravidar” e isso é imutável, não importa o quanto pessoas mentalmente perturbadas tentem alterar esse fato.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é fim-dominio-eua-otan-nabucodonosor-fim-roma.jpg

{Nota de Thoth: A estrondosa queda da “Estátua de Nabucodonosor“, com o fim do Hospício e os psicopatas da civilização ocidental e a própria destruição da região da cidade de Roma [incluso a cloaca do Vaticano] estão bem próximos de acontecer. O Hospício Ocidental, o circo do G-7 os ditos “Países de Primeiro Mundo” vão fazer face ao seu carma “liberal“, “acordado” . . .}


Mais informações, leitura adicional:

Permitido reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.310 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth