Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Indignação geral com ‘Sugestão de Anistia’ para Tirânicos Covid-19: “Hipócritas Assassinos”

O Atlântico foi criticado por sugerir que todas as terríveis decisões de tirânicos da era da pandemia covid 19 sobre imposição de bloqueios, uso de “focinheiras”, o fechamento de escolas, punição de uma classe inteira de pessoas que questionaram a eficácia e a sabedoria de se tomar uma injeção genética experimental, mascarada como vacina – para um vírus com um 99,7% de taxa de sobrevivênciaagora tudo deve ser esquecido como água passando debaixo da ponte.

“Hipócritas Assassinos”: Indignação geral com ‘Sugestão de Anistia’ para Tirânicos Covid-19

Fonte: Zero Hedge

Precisamos perdoar uns aos outros pelo que fizemos e dissemos quando “estávamos no escuro” sobre o vírus COVID”, escreve a professora de Brown Emily Oster – uma grande defensora dos bloqueios, que agora pede misericórdia aos antes massacrados como antivaxx.

Candidamente ela declarou: “Vamos reconhecer que fizemos escolhas complicadas diante de uma profunda incerteza e, em seguida, ‘tentar trabalhar juntos’ para reconstruir e seguir em frente”, continua ela.

Exceto que esses psicopatas tirânicos não estavam “no escuro” sobre o Covid. Havia inúmeras fontes apontando a ciência real que contrariava as reivindicações das imposições de mandatos, e elas foram deliberadamente silenciadas por uma vasta campanha na mídia e pela imprensa pre$$tituta$. 

As inúmeras evidências, agora vindo à tona, sugerem que as plataformas de mídia trabalharam em conjunto como uma máquina de propaganda de medo com a Big Tech, o CDC, inúmeros especialistas e políticos corruptos e servis e a Administração [de Dementia’ Jor] Biden.  Não foi uma simples questão de reação exagerada, houve conluio geral e premeditado para remover todas as contra-informações.  

Boa tentativa, Emilly.

Como diz Michael P. Senger, do Daily Skeptic :

Há muita coisa errada aqui. Primeiro, não, você não pode defender políticas que causam danos extraordinários aos outros, contra a vontade deles, e depois dizer: “Nós não sabíamos de nada melhor na época!” A ignorância não serve de desculpa quando as políticas envolviam a revogação dos direitos dos seus concidadãos em estado de emergência indefinido, censurando e anulando aqueles que não eram tão ignorantes e medrosos. O resultado inevitável seria uma sociedade em que a ignorância e a obediência a opinião da multidão seria a única posição segura”.

E veja essa proporção:

Em um tópico épico no Twitter , o membro sênior do Claremont Institute, Matthew J. Peterson (@docMJP), critica toda a premissa de Oster;

Ei, nos desculpe, você perdeu seu emprego por causa da vacina que não funciona e sua avó morreu sozinha e você não pôde ter um funeral e o negócio do seu irmão foi desnecessariamente destruído e seus filhos têm problemas cardíacos estranhos, mas vamos apenas admitir estávamos todos errados e pedimos uma trégua, hein?

É uma pena termos fechado toda a economia e assumido poderes tirânicos que nunca foram usados ??antes neste país – olhando para trás, você deveria ter sido capaz de ir à igreja e usar parques públicos enquanto deixamos as pessoas se revoltarem nas ruas – mas foi um momento confuso para todos.

Ei, me desculpe, nós assustamos você e mentimos por anos e perseguimos e censuramos qualquer um que discordasse, mas havia [a fraude de] uma eleição acontecendo e nós realmente queríamos derrotar Donald Trump, então era importante politizar radicalmente a ciência, mesmo que ela destruiu a vida de seus filhos.

OK, sim, dissemos que pessoas não vacinadas deveriam morrer e não receber assistência médica  sem nunca questionar a Big Pharma, mas somos pessoas compassivas, e é por isso que, mesmo fechando toda a economia, também falimos a nação e causamos inflação. De nada! [Agora] Vamos ser amigas.

Como observa o Fringe Finance do QTR , o apelo de Oster pela decência de que sua laia não conseguiu oferecer à maioria dos americanos durante os lances da pandemia chega em um ponto em que a narrativa do Covid foi praticamente perdida pelos democratas e pela grande mídia pre$$titutas.

Houve várias grandes vitórias recentes para os esclarecidos e não vacinados que tiveram a coragem, bravura e a espinha dorsal mantida ereta, sem se curvar, para se defender ao longo de dois anos sendo constante e continuamente repreendidos e ferozmente desprezados como cidadãos de segunda classe.

O czar das medidas absolutistas e tirânicas da pandemia Covid-19, o todo poderosos “Herr” Dr. Fauci . . .

A maioria das pre$$tituta$ da mídia e dos demoncratas corruptos e servis exigiu que essas pessoas fossem removidas da sociedade e geralmente sujeitas ao desprezo e ao ridículo. Agora, em um momento que muitos de nós sabíamos que chegaria, desculpas estão sendo pedidas em todo o mundo pelos outrora ‘infalíveis especialistas’ pela forma como os não vacinados foram tratados.

O candidato a governador do Arizona Kari Lake (R) quer investigações.

“Quero ter uma comissão para investigar a Covid e como ela foi tratada neste estado. E entregar quaisquer acusações civis ou criminais que precisem ser feitas. Porque não podemos simplesmente esquecer o que aconteceu quando nossas vidas foram transformadas. de cabeça para baixo.”

Como a Fox News escreveu na semana passada:

“A primeira-ministra de Alberta, no Canadá, disse que está trabalhando em um plano para perdoar os moradores que foram multados ou presos por violar os protocolos de coronavírus e pediu desculpas aos canadenses não vacinados que enfrentaram feroz ‘discriminação’. ‘“

Em Nova York, um juiz da Suprema Corte  recentemente restabeleceu  todos os funcionários que foram demitidos de seus empregos por não terem sido vacinados que resistiram à tirania a eles imposta:

O tribunal decidiu na segunda-feira que “ser vacinado não impede que um indivíduo contraia ou transmita o COVID-19”. O prefeito de Nova York, Eric Adams, afirmou no início deste ano que seu governo não recontrataria funcionários que foram demitidos por causa de seu status de vacinação.

O problema não era o desconhecimento dos fatos, era o antagonismo geral organizado e a censura a quem apresentasse dados contraditórios à agenda dos tirânicos mandatos. Isso está deixando de lado declarações como as do LA Times, que argumentavam que zombar das mortes de “anti-vaxxers” pode ser necessário e justificado . 

Depois de dois anos desse tipo de bobagem arrogante, é difícil imaginar que as pessoas que foram afetadas, com muitos perdendo seus negócios e empregos, estarão dispostas a fingir que está tudo bem.

O esforço ativo para encerrar quaisquer dados opostos é o crime principal, e não, nunca pode ser esquecido ou perdoado. As pessoas estão lívidas de raiva por tamanha hipocrisia…

“Eles estiveram tirando doentes terminais das listas de transplante de órgãos [os não vacinados] e agora pedem misericórdia”

“Foi aqui que passei os últimos 7 meses com minha mãe antes que ela morresse sozinha em 3 de dezembro de 2020. Seus hipócritas assassinos não têm nada além do meu desprezo eterno. Apodreçam no inferno”.

Como o QTR observa ainda, muitos americanos se lançaram em um frenesi hipnótico tão aterrorizado que se viram agarrados ao grande governo para impor sua vontade, defendendo as mesmas políticas draconianas e fascistas contra as quais sempre afirmam estar lutando.

Por exemplo, Ramussen informou em janeiro de 2022 que os eleitores democratas apoiaram as seguintes ideias de políticas de Covid (minhas anotações em negrito, Rasmussen em texto normal):

  • Multas para os não vacinados: Cinquenta e oito por cento (58%) dos eleitores se oporiam a uma proposta dos governos federal ou estadual de multar os americanos que optam por não receber a vacina COVID-19.
  • Prisão domiciliar: Cinquenta e nove por cento (59%) dos eleitores democratas seriam a favor de uma política governamental que exigisse que os cidadãos permanecessem confinados em suas casas o tempo todo, exceto em emergências, se se recusassem a tomar uma vacina COVID-19.
  • Prisão por questionar a vacina: Quase metade (48%) dos eleitores democratas acham que os governos federal e estadual devem poder multar ou prender indivíduos que questionem publicamente a eficácia das vacinas COVID-19 existentes nas mídias sociais, televisão, rádio ou em publicações online ou digitais.
  • Quarentena forçada: Quarenta e cinco por cento (45%) dos democratas favoreceriam os governos que exigissem que os cidadãos vivessem temporariamente em instalações ou locais designados se se recusarem a receber uma vacina COVID-19.
  • Tirar os filhos de seus pais: 29% dos eleitores democratas apoiariam a remoção temporária da custódia dos pais de seus filhos se os pais se recusarem a tomar a vacina COVID-19. Isso é muito mais que o dobro do nível de apoio do restante do eleitorado – sete por cento (7%) dos republicanos e 11% dos eleitores não afiliados – para tal política tirânica.

Sem surpresa, a chefe da Federação Americana de Professores, Randi Weingarten, que ‘foi tirânica na pandemia‘ pressionando pelo fechamento das escolas o máximo que pôde antes que os pais se revoltassem, é uma grande fã dessa anistia.

Não se pode deixar de notar que o momento do apelo do Atlântico pelo esquecimento bovinamente passivo coincide com as eleições de meio de mandato que se aproximam rapidamente, nas quais as pesquisas sugerem uma chance muito maior de uma virada conservadora do que os democratas esperavam anteriormente.

Embora o Atlântico não admita, há uma crescente reação política nos últimos dois anos pelos bloqueios e pela imposição de mandatos sem sentido, mas tirânicos e os democratas foram fundamentais na implementação de todas essas medidas tirânicas.

Uma grande parte da população vê um partido como a causa de grande parte de seus conflitos na era covid. Talvez as pre$$tituta$ da grande mídia esteja percebendo de repente que pode ter que enfrentar algum pesado retorno cármico por seu fanatismo de covid? “Nós não sabíamos! Estávamos apenas seguindo ordens, perdoem-nos !” Tudo soa bastante familiar.


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é fim-dominio-eua-otan-nabucodonosor-fim-roma.jpg

{Nota de Thoth: Em breve haverá um novo papa, será um francês, e será o ÚLTIMO  . . .  A estrondosa queda da “Estátua de Nabucodonosor“, com o fim do Hospício e os psicopatas da civilização ocidental e a própria destruição da região da cidade de Roma pela queda de um asteroide [incluso a cloaca do Vaticano] estão bem próximos de acontecer. O Hospício Ocidental, o circo do G-7 [do qual dois marionetes já caíram, Mario Draghi e Boris Johnson], os ditos “Países de Primeiro Mundo” vão fazer face ao seu carma “liberal“}


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1

Artigos Relacionados:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Uma resposta

  1. Se vamos perdoar essa gente, devemos perdoar tambem, o nazismo na Alemanha, o comunismo na Russia e na China e esquecer todos os que morreram nessas guerras. Os judeus devem perdoar os soldados de Hitler, que só estavam obedecendo ordens… alem disso esquecer que ja foram descobertos dois laboratórios desenvolvendo um novo tipo de covid … para o bem da humanidade…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *