Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Israel à beira de uma Guerra Civil contra Netanyahu com a demissão do Ministro da Defesa

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, demitiu seu ministro da Defesa, Yoav Gallant, no domingo, menos de um dia depois que Gallant tentou frear o controverso esforço do primeiro-ministro para reformar o sistema judiciário do país. Protestos maciços logo eclodiram condenando a demissão.  Gallant foi o primeiro no gabinete de Netanyahu a romper com o primeiro-ministro por causa de sua proposta acelerada de obter maior controle sobre a seleção dos juízes da Suprema Corte e restringir o poder do tribunal sobre o Knesset. 

Netanyahu demitiu ministro da Defesa que criticou seu projeto de reforma no judiciário gerando protestos generalizados em Israel

Fonte: Rússia Today

Jesus, porém, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá. – Mateus 12:25

O plano de Netanyahu foi condenado internacional e internamente, criando uma barreira entre o gabinete do primeiro-ministro, a sociedade civil e os militares. 

O ministro da defesa alertou que a agitação sobre a tomada de poder planejada pelo primeiro-ministro estava colocando a segurança nacional de Israel em risco e, portanto, ele não poderia apoiá-la. “A brecha dentro de nossa sociedade está se ampliando e penetrando nas Forças de Defesa de Israel”, causando “um perigo claro, imediato e tangível para a segurança do estado”, declarou Gallant em um discurso televisionado no sábado. “Não serei parte nisso.”

Netanyahu e Macron têm muito em comum. Ambos estão abalando as bases de seus regimes corruptos.

Netanyahu anunciou sua demissão menos de 24 horas depois em uma declaração de uma linha no domingo, desencadeando uma tempestade de protestos. Milhares de israelenses foram às ruas de Jerusalém para denunciar o que é amplamente percebido como um exagero inescrupuloso do primeiro-ministro. Os manifestantes bloquearam a rodovia Ayalon de Tel Aviv em ambas as direções, enquanto outros se reuniram do lado de fora das casas dos MKs do Partido Likud e outros oficiais de alto escalão. 

Um grupo de universidades anunciou uma greve geral, enquanto o diretor-geral do Ministério da Defesa interrompeu sua viagem aos Estados Unidos para voltar para casa. O cônsul geral de Israel em Nova York, Asaf Zamir, anunciou sua renúncia via Twitter, prometendo “juntar-se à luta pelo futuro de Israel para garantir que continue sendo um “farol” de democracia e liberdade no mundo”.

Gallant, um ex-comando naval, alertou repetidamente seu chefe de que muitos nas forças armadas de Israel ameaçaram abandonar o emprego, temporária ou permanentemente, caso sua proposta se tornasse lei. 

Netanyahu encerra outra viagem humilhante ao exterior, seu próprio ministro da Defesa pede a suspensão da blitz legislativa antidemocrática do governo, enquanto números recordes protestam em Israel; a polícia usa canhão de água e contra-manifestação de Kahanistas de extrema-direita

Embora os militares não tenham revelado estatísticas exatas sobre quantos reservistas se apresentaram a menos neste mês em comparação com os meses anteriores, eles confirmaram o recebimento de uma carta de 200 pilotos da reserva anunciando que ficariam de fora nas próximas duas semanas em protesto contra a reforma judicial de Netanyahu. 

O Chefe do Estado-Maior da IDF, tenente-general Herzi Halevi até admitiu que os reservistas estavam sobrecarregados o suficiente para ter que reduzir certas operações, disseram funcionários do governo ao New York Times no início desta semana – uma possibilidade que seria impensável para o beligerante primeiro-ministro.

O ex-primeiro-ministro Ehud Barak se manifestou contra seu sucessor no domingo, prevendo que os protestos nas fileiras dos reservistas da IDF cresceriam e pedindo que Netanyahu renunciasse. A demissão de Gallant “mostra que ele perdeu o julgamento e a capacidade de avaliar a realidade”, disse Barak.


{Nota de Thoth: Estes desdobramentos são muito significativos, porque estamos presenciando um movimento lento mas muito firme, em vários países chaves, das populações DIZENDO NÃO em alto e bom som, as diferentes frentes das agendas globalistas, khazares, ‘acordadas’, et caterva. Estamos virando a mesa do jogo ao nosso favor, da humanidade, contra déspotas liberais ‘acordados’ e tiranos corruptos do meio político que nunca governaram visando o interesse dos povos que os elegeram}


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é fim-dominio-eua-otan-nabucodonosor-fim-roma.jpg

{Nota de Thoth: A estrondosa queda da “Estátua de Nabucodonosor“, com o fim do Hospício e os psicopatas da civilização ocidental e a própria destruição da região da cidade de Roma [incluso a cloaca do Vaticano] estão bem próximos de acontecer. O Hospício Ocidental, o circo do G-7 os ditos “Países de Primeiro Mundo” vão fazer face ao seu carma “liberal“, “acordado” . . .}


Mais informações, leitura adicional:

Permitido reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *