Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Israel adverte Moscou sobre ‘Graves Consequências’ sobre fechamento da Agência Judaica na Rússia

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é batalha-Luz-trevas-1-300x179.jpg

O fechamento definitivo da Agência Judaica na Rússia terá um sério impacto nas relações Rússia-Israel, alertou o primeiro-ministro israelense Yair Lapid nesse domingo. A organização judaica quase-governamental, que promove a repatriação de judeus para Israel, foi alvo do Ministério da Justiça da Rússia por supostas violações das leis da Rússia.

Proibir uma importante agência de Israel na Rússia teria um impacto “grave” nas relações entre os dois países, alertou o primeiro-ministro israelense

Fonte: Rússia Today

“O primeiro-ministro Lapid disse na reunião que os laços com a Rússia são importantes para Israel. A comunidade judaica na Rússia é grande e importante e aparece em todas as discussões diplomáticas com o governo em Moscou”, disse o gabinete do primeiro-ministro em comunicado.

Fechar os escritórios da Agência Judaica seria um evento grave, que terá consequências sobre esses laços.

No início desta semana, um tribunal de Moscou disse que recebeu um pedido formal do Ministério da Justiça para liquidar a filial russa da agência.

Embora a natureza exata das alegações legais que a agência enfrenta não tenha sido divulgada, a mídia israelense informou que a organização havia recebido no início deste mês um aviso do ministério russo sobre uma violação das leis relacionadas ao armazenamento e proteção de dados

A audiência de pré-julgamento sobre o caso, que pode resultar na interdição da agência, está marcada para a próxima quinta-feira.

Respondendo à situação em torno da organização, Israel expressou disposição para enviar imediatamente uma delegação diplomática à Rússia para “garantir a continuidade” das atividades do grupo no país. 

A prontidão para as negociações foi reiterada no domingo, com o gabinete do primeiro-ministro confirmando que a delegação estaria pronta para partir para Moscou assim que “receber a aprovação russa para as negociações”.

A Agência Judaica, fundada no final de 1920, primeiro ajudou a repatriar judeus para as terras palestinas e, mais tarde, para o estado de Israel. Na Rússia, a organização mantém uma grande rede, com seus diretores e parceiros operando em Moscou, São Petersburgo e outras grandes cidades do país.


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é sionismo-israel-apartheid.jpg

“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Uma resposta

  1. To muito empolgado com as publicações, referencias aos Anunnaki, tabletes de argila, Os tabletes de esmeralda do Toth… Gosto poder comentar&perguntar, me aceita por favor, vou adorar vocês postar direto na minha pagina, mando abraço ao todas….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *