Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

JP Morgan prevê que os Preços Globais das Commodities podem Aumentar 40%… ou mais

Os preços das commodities A NÍVEL GLOBAL podem subir 40 por cento e provavelmente continuarão subindo mais ainda, de acordo com uma nota do JPMorgan Chase de 7 de abril, já que as matérias-primas atingiram um recorde de elevação nos preços no mês passado após as sanções ocidentais à Rússia devido à invasão da Ucrânia. A Rússia sozinha é o principal fornecedor de até 10% da produção global de energia e cerca de 20% da produção global de trigo.

JP Morgan prevê que os Preços Globais das Commodities podem Aumentar 40%… ou mais

Fonte: The Epoch Times – Escrito por Bryan Jung

As  commodities  afetadas incluem petróleo, que já subiu 33% em relação ao mesmo mês do ano anterior, enquanto o gás natural subiu 65% desde que a invasão agitou os mercados.

Os metais, excluindo o ouro, como o cobre, aumentaram 7% em relação a 2021, enquanto o trigo subiu 33%.

O banco disse que está revisando o posicionamento de longo prazo em commodities por investidores globais e comparou isso com alocações em dinheiro, ações e títulos.

“Em dólares, o total de juros em aberto de futuros de commodities excluindo ouro é de cerca de US$ 1,4 trilhão, o que, embora alto pelos padrões históricos, parece muito menor em comparação com o estoque de ações, títulos e dinheiro no mundo”, disse o banco. .

O JP Morgan disse que, embora a alocação implícita de commodities dos investidores de 0,72 por cento seja maior do que a média observada após a quebra do Lehman Brothers, ainda está bem abaixo dos recordes de 2008 e 2011.

“Na atual conjuntura, onde a necessidade de hedges de inflação é mais elevada, é concebível que as alocações de commodities de longo prazo acabem subindo acima de 1% do total de ativos financeiros globalmente, superando as altas anteriores observadas em 2008 ou 2011”, disse o Nota do JPMorgan.

As commodities nessas categorias podem ter outra alta de 30 a 40 por cento em relação aos níveis atuais, de acordo com especialistas do banco, que disseram que, embora os investidores tenham aumentado sua alocação em ativos de commodities no ano passado acima das médias históricas, eles têm muito espaço para superá-los em seus portfólios.

Os números atuais sugerem mais espaço para ganhos em matérias-primas, de acordo com a nota, já que as commodities estão em território recorde e que há  “espaço para novos aumentos na alocação dos investidores em commodities”, em um período de inflação crescente, segundo o banco.

O aumento nas commodities está sendo incentivado pelo aumento da demanda de países consumidores que estão gastando mais em um mundo pós-pandemia, mas as sanções ocidentais à Rússia pioraram a oferta global desses recursos fundamentais.

As altas taxas de inflação já estão sendo agravadas pelo conflito, estimulando medidas mais duras do Federal Reserve este ano e levando os investidores a avaliar a reorganização do peso dos ativos entre ações, títulos e matérias-primas em seus portfólios [que em breve devem virar cinzas com o estouro da bolha especulativa…].


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *