browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Máquina de Propaganda do establishment, os jornais impressos, enfrentam falência

Posted by on 07/04/2020

A mídia impressa tradicional [o sistema MSM Pre$$titute] já estava nas cordas muito antes da crise da pandemia, em crescente dificuldade pela concorrência com formas explosivas de notícias alternativas digitais e plataformas independentes, mas a pandemia do coronavírus Covid-19 e a consequente paralisação da economia global podem provocar o golpe de misericórdia final nas receitas publicitárias que mantém o sistema de propaganda dos controladores do sistema acima da “linha d’água’.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Pandemia pelo COVID-19 provoca “Evento de extinção em massa de JORNAIS”. Mídia impressa enfrenta ameaça de extinção

Fonte:  https://www.zerohedge.com/economics/already-declining-print-news-facing-coronavirus-death-knell-ad-revenue-dries

A Bloomberg relata o atual momento que as equipes de jornais de cidades e bairros dos EUA está sendo diminuída em grandes números e cada vez mais sendo cortadas as suas edições impressas :

“Os jornais locais estão cortando funcionários e publicando edições impressas com menos frequência à medida que as empresas já maltratadas tentam resistir a tempestade da pandemia do Covid-19. Muitos jornais ou não vão sobreviver ou vão ter que reduzir drasticamente as suas operações“.

Em alguns casos, para os jornais ainda não completamente fechados, está se traduzindo em uma transição rápida apenas para a presença digital eliminando a versão impressa. Outros estão deixando de ser jornais diários e entregando cópias impressas apenas duas vezes por semana  –  isso também porque anunciantes sem dinheiro e lojas fechadas estão acabando seus anúncios convencionais.

“Eu estou ouvindo que houve entre 40% a 60% de diminuição da receita ao longo dos últimos 30 dias,” disse  Dean Ridings, diretor executivo da associação comercial nacional dos Jornais da América. “Os anunciantes são a mãe local e os paparazzi, os varejistas, os restaurantes, que estão compreensivelmente cancelando todos os seus anúncios de publicidade”.

Alguns desenvolvimentos notáveis estão ​​sugerindo fortemente que a imprensa escrita está contra a parede:

  • Lembre-se de que Warren Buffett já abandonou o setor em janeiro, vendendo todos os seus 31 jornais diários para a Lee Enterprises Inc. por US$ 140 milhões.
  • A maior rede de jornais americanos Gannet Co., dona do jornal USA Today, juntamente com centenas de jornais locais como o importante  Des Moines Register , anunciou na semana passada que foi forçado a cortar empregos e trabalhadores por meio de demissões .

  • Uma manchete recente do Buzzfeed  apelidou  a pandemia de “evento de extinção da mídia”.
  • O próprio BuzzFeed  anunciou  cortes de salários até maio, a fim de evitar demissões em massa.
  • O Tampa Bay Times  publicou grande parte de sua equipe e  anunciou que a produção impressa agora só passaria aos domingos e quartas-feiras. “Esses tempos extraordinários exigem medidas extraordinárias”,   disse Paul Tash, presidente do Tampa Bay Times .
  • A colunista de mídia do gigante WaPo [Washington Post, de Jeff Bezos], Margaret Sullivan, pediu que o dinheiro de estímulo urgente fosse injetado na indústria agonizante: “Os especialistas do setor de notícias vêm prevendo há anos que uma recessão de forte desaceleração econômica daria um golpe fatal nesses negócios já problemáticos”.

Além disso, jornais locais que, em alguns casos, existem há quase um século, tiveram que fechar suas portas.

Bloomberg escreve sobre um exemplo notável : “No Oregon, a família Smith vende jornais há 87 anos. O negócio se transformou em uma cadeia de publicações   narrando eventos locais através da Depressão de 1929, Elmo Smith se tornou governador do Oregon, enfrentou um vazamento de gás nos anos 70″ que destruiu uma das impressoras da empresa   todo este período sob propriedade da família, até esta última semana” .

O filho de Elmo, o ex-congressista Denny Smith, vendeu as publicações depois de anos vendo a internet e as mídias sociais eclipsarem os canais locais de notícias. A pandemia do Covid-19 foi o golpe final. Os periódicos continuarão sob a propriedade da editora Chelsea Marr, mas a medida trouxe demissões e incertezas sobre como a cadeia de comunicação funcionará no futuro.

Os dólares gastos com publicidade tornaram-se ainda mais escassos agora que as empresas estão economizando dinheiro e as lojas do varejo não essencial esta amplamente fechado. Ainda assim, muitos editores já estavam se debatendo. Em fevereiro, a McClatchy Co. , proprietária do Miami Herald, Kansas City Star e outros jornais, entrou em falência.

À medida que o setor diminuiu, as “empresas de investimento” entraram comprando jornais. O Fortress Investment Group LLC controla a Gannett, e a Alden Global Capital possui cerca de 50 jornais diários, incluindo o Denver Post. Embora as perdas de empregos tenham se acelerado em todo o setor, as redações ficaram com muito medo das empresas de [o cassino de] Wall Street, imaginando que elas farão cortes ainda mais profundos.

Como parte do plano de falência da McClatchy, a editora entregará a propriedade majoritária para o fundo de hedge Chatham Asset Management , proprietário do National Enquirer. Isso colocaria mais de um terço da circulação total de jornais americanos sob controle [dos vampiros de Wall Street] de empresas de “private equity ou fundos de hedge”, disse Doctor.

A indústria de jornais pode parecer condenada, mas 90% ou mais dos jornais diários eram lucrativos antes do ataque do coronavírus, segundo Doctor. Foi isso que atraiu as empresas de Wall Street. “Havia US$ 1 bilhão em fluxo de caixa livre neste setor”, disse ele.

Muitos moradores de pequenas e médias cidades vêem o jornal local como “insubstituível”  –  dado que costuma ser a única fonte de notícias e eventos locais e um veículo crucial de longa data da espécie de cultura local. “Seja o cão de guarda para cobrir o conselho da cidade, o conselho da escola ou mesmo a Small League, o jornal era a última fonte restante de informações locais”, disse o jornalista americano  Dean Ridings à Bloomberg.

Estamos vendo o uso do surto global do coronavírus COVID-19 [fabricado em laboratório]  sendo usado em todo o mundo para colapsar mercados e criar instabilidade financeira maciça. George Soros entrou em colapso de todo o sistema financeiro britânico sozinho, com certeza ficou quieto ultimamente, eu me pergunto o que ele tem feito nisso tudo. 

Aqui na América, acredito que a mídia MSM Pre$$titute e os democratas que eles amam tanto estão trabalhando incansavelmente o tempo todo para armar o COVID-19 para impedir a releição de Trump em novembro. Há anos que estamos avisando que esse dia chegará, já chegou? Fique ligado pois os próximos dias serão eletrizantes.


Você quer mesmo saber como esse coronavírus “surgiu na China” e se espalhou pelo mundo em pouco tempo? Ao pesquisar os arquivos de registros de patentes nos EUA on-line, foi descoberto o registro de uma patente de Coronavírus concedida para o C.D.C. –  Centers for Disease Control and Prevention [se trata do principal instituto nacional de saúde pública dos EUA. O C.D.C. é uma agência federal dos EUA sob o United States Department of Health & Human Services (HHS)]que tem sua sede em Atlanta, Geórgia. Assim emerge um fato indiscutível, o de que o “DONO” DESSE VÍRUS MORTAL E SEU CRIADOR é o PRÓPRIO C.D.C. (Centro de Controle e Prevenção de Doenças)

O coronavírus do surto atual não teve origem na China, mas FOI IMPLANTADO neste país asiático com a clara intenção de causar o maior dano possível aos chineses. A consequência natural, quando  [se já não descobriu] a China perceber que a eclosão do surto pode ter sido um ataque de BIOWEAPON ao seu território e contra seu povo, qual será o tipo de resposta a ser dada pela China aos [ir]responsáveis pela contaminação. Começamos a ano de 2020 com muitos que operam nas sombras desejando aumentar o caos no planeta.

PATENTE de criação de um CORONAVÍRUS fornecida ao CDC (Centers for Disease Control and Prevention)  US7220852B1 –SOBRE A CRIAÇÃO DE CORONAVÍRUS [SARS] ….

Na patente acima, do registro de um CORONAVÍRUS [uma BIOWEAPON], você encontrará 72 páginas de conteúdo para poder julgar esse letal “surto repentino e desconhecido de coronavírus” na ChinaLeia a patente nesse link primeiro, faça o download e compartilhe este artigo amplamente antes que osAGENTES do DEEP STATE a excluam. Mantenha-se sábio, com discernimento e saudável!


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores.

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarãoE surgirão muitos FALSOS PROFETAS, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo”.Mateus 24:6-13

 

One Response to Máquina de Propaganda do establishment, os jornais impressos, enfrentam falência

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.