McCarthy Abre inquérito de Impeachment de (‘Dementia’ Joe) Biden

O presidente da Câmara, Kevin McCarthy, anunciou na terça-feira que a Câmara abrirá um inquérito de impeachment contra o presidente Joe Biden sobre uma variedade de supostos crimes, ignorando uma votação formal na Câmara que ele havia provocado anteriormente. De acordo com McCarthy, os representantes James Comer e Jim Jordan irão liderar o processo na Câmara do Congresso dos EUA.

McCarthy Abre inquérito de Impeachment de (‘Dementia’ Joe)Biden

Fonte: Zero Hedge

Biden usou seu cargo oficial para coordenar com os parceiros de negócios de Hunter Biden sobre o papel de seu filho na Burisma – a empresa de energia ucraniana”, disse McCarthy, acrescentando “parece que a família do presidente recebeu tratamento especial da própria administração de Biden”.

Assistir:

O presidente da Câmara, Kevin McCarthy, anuncia oficialmente um inquérito de impeachment do presidente Biden”:

Os RINOs (*) do Senado estão a minimizar um inquérito de impeachment contra talvez o presidente mais corrupto da história dos EUA, citando uma “distração” de questões eleitorais de 2024, como a economia e a segurança das fronteiras.

[(*) Na política dos EUA, RINO, Republican In Name Only (Republicano Apenas no Nome) é um pejorativo usado para descrever os políticos do Partido Republicano considerados insuficientemente leais ao partido ou desalinhados com a ideologia do mesmo.]

Na verdade, eles nada mais são do que capangas unipartidários protegendo seu candidato preferido a qualquer custo contra o retorno do altamente perturbador Bad Orange Man [Trump].

“O que realmente importa é como você prioriza seu tempo? Não conheço ninguém que acredite que Chuck Schumer (D-NY) aceitará o assunto e realmente terá um julgamento e condenará um presidente em exercício”, disse o senador John Cornyn ( R-TX), membro da equipe de liderança do Partido Republicano no Senado, em comentário ao The Hill , acrescentando que os republicanos da Câmara já podem investigar Biden sem iniciar um inquérito formal de impeachment .

“Como obtiveram a maioria, conseguiram os presidentes dos vários comités, podiam fazer tudo isso agora sem passar por um inquérito formal de impeachment, continuou. “Os membros da Câmara realmente não se importam com o que eu penso. Tudo o que posso dizer é que é improvável que isso tenha sucesso no Senado.”

“Em vez de fazer algo que sabem que dificilmente terminará da maneira que gostariam, talvez queiram enfatizar outras coisas.

Cornyn foi acompanhado pelos membros do Partido Republicano Whip John Thune (SD) e Marco Rubio (FL) , ambos RINOs, o último dos quais sugeriu que tentar impeachment de Biden seria frívolo e “geralmente deveria ser evitado pelos interesses do país“.

Isso não pode se tornar rotina”, continuou Rubio, acrescentando: “Existem países como o Peru que agora rotineiramente acusam quem quer que seja o presidente, e isso se tornou quase um esporte nacional ”.

Sim, Marco, o presidente em exercício dos EUA é suspeito de aceitar subornos de um oligarca ucraniano em troca de abusar da sua posição como então vice-presidente, e o seu filho – sem nenhuma habilidade praticável em qualquer ofício [pois é um degenerado drogado e inútil] – parece ter sido o mensageiro internacional da sua família durante mais da mesma coisa, mas não vamos fazer disso [a corrupção] um ‘esporte nacional’.

O deputado Ken Buck (R-CO), membro do House Freedom Caucus, também minimizou o impeachment – dizendo à ex-porta voz da Casa Branca e atualmente apresentadora do MSNBC, Jen Psaki: ” O momento do impeachment é o momento em que há evidências ligando o presidente Biden – se houver evidências ligando o Presidente Biden a um crime grave ou contravenção. Isso não existe no momento“.

Falando em carroções circulantes:

“Repetidamente neste clipe, @RepNancyMace não apenas insinuou, mas afirmou que os relatórios bancários suspeitos sobre os Bidens são chocantes, dadas as enormes quantias. Ela quer ver sua origem e destino. @kaitlancollins e a [as pre$$tituta$ da] mídia geralmente parecem agressivamente desinteressadas:

McCarthy mudou de tom?

Na terça-feira, o Axios informou que o presidente McCarthy planeja dizer aos republicanos na quinta-feira que a Câmara tem evidências suficientes para justificar o lançamento de um inquérito de impeachment contra Biden.

  • Espera-se que McCarthy diga aos republicanos da Câmara em uma reunião a portas fechadas que as investigações do Comitê Judiciário e de Supervisão da Câmara estão no ponto em que um inquérito de impeachment é o “próximo passo lógico”, relata o Punchbowl News.
  • As investigações atuais investigam as negociações comerciais do filho de Biden, Hunter.
  • O lançamento de uma investigação formal lhes daria poderes adicionais de intimação, disse McCarthy em agosto.

McCarthy recusou-se a lançar um inquérito de impeachment sozinho – como a ex-presidente Nancy Pelosi (D-CA) lançou unilateralmente contra Trump, e em vez disso disse que entregaria a decisão a uma casa dividida cheia de partidários leais ao partido, liderando o deputado Matt Gaetz ( R-FL) para ameaçar uma votação para demitir McCarthy.


Estamos executando o nosso blog com as doações de nossos leitores. Como a receita de anúncios foi  “cancelada” há bastante tempo, agora você não é apenas um leitor, mas uma parte integrante do processo que constrói este site. Obrigado pelo seu apoio, ele é muito importante.  Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (CEF)”.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.330 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth