Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Milhares protestam na Alemanha antes das novas ‘Medidas da COVID’ entrarem em vigor na terça-feira

Opositores dos mandatos da vacina protestam em Nuremberg, Alemanha, em 19 de dezembro de 2021. (Leonhard Simon / Getty Images)

Alemanha: Milhares protestam contra medidas COVID: Cidades em toda Alemanha viram o maior comparecimento em protestos contra um novo mandato de vacina planejado e novas restrições. Segundo informações, pelo menos 10 policiais ficaram feridos em distúrbios na Saxônia. Os protestos vieram em resposta a  novas restrições a reuniões privadas e à proibição de espectadores em eventos públicos antes das celebrações de Ano Novo. O parlamento alemão também aprovou um mandato de vacina para equipes médicas no início deste mês. Nas últimas semanas, manifestações contra as medidas da COVID ocorreram em toda a Alemanha – e muitas vezes se tornaram violentas , com policiais feridos e manifestantes presos.

Fontes: The Epoch TimesDeustcheWelle

Milhares de pessoas foram às ruas da  Alemanha  na segunda-feira em protesto contra as  restrições do COVID-19  que devem entrar em vigor na terça-feira.

As manifestações foram particularmente abundantes em Mecklenburg-Western Pomerania, norte da Alemanha, onde cerca de 15.000 manifestantes tomaram as ruas em várias cidades para protestar contra a tirania das medidas mais rígidas, de acordo com  relatórios locais. 

Em Rostock, uma cidade ao longo do rio Warnow na costa norte do país, cerca de 6.500 pessoas se manifestaram, enquanto em Schwerin havia cerca de 2.700 e em Neubrandenburg, cerca de 2.400 pessoas foram às ruas para se manifestar.

A cidade de Cottbus viu cerca de 3.000 manifestantes, de acordo com  Tagesschau,  que citou números da polícia. Em outras partes do leste, cerca de 9.000 manifestantes tomaram as ruas em 16 locais ao sul de Brandemburgo. Centenas de outros protestaram nas cidades de Hesse, Baden-Württemberg e vários lugares na Baixa Saxônia, de acordo com relatórios locais.

Na Saxônia, Alemanha Oriental, a  polícia disse no Twitter  que havia policiais patrulhando áreas em Görlitz, Bautzen, Hoyerwerda, Kamenz e Zittau.

“Em Bautzen, Görlitz, Zittau, Weißwasser e Hoyerswerda, atualmente há grandes reuniões de pessoas”, escreveu a polícia na segunda-feira.

“Nossos serviços de emergência irão informá-los sobre a violação dos regulamentos de emergência atuais da Coronavirus e pedir-lhes que deixem a área”, disseram as autoridades.

Posteriormente, a polícia disse que eles foram atacados durante as manifestações em Bautzen.

“Os serviços de emergência foram massivamente atacados com fogos de artifício e garrafas”, a polícia  disse  à noite.

DW relatou  que pelo menos dez policiais ficaram feridos durante as manifestações na Saxônia. A polícia também foi enviada para dispersar as aglomerações nas cidades saxônicas de Dresden e Leipzig, de  acordo com DW . Vários manifestantes na cidade bávara de Schweinfurt tiveram penas de prisão suspensa na segunda-feira ,  enquanto outro foi multado pelo tribunal local.

Um grande grupo de manifestantes em Rostock marcha por uma rua
Manifestantes expressaram sua raiva sobre as últimas restrições impostas pelos políticos do governo da Alemanha a reuniões privadas

O Epoch Times entrou em contato com a polícia para comentar.

Protestos estouraram em toda a Alemanha nas últimas semanas, já que os residentes enfrentam restrições mais rígidas em meio a uma quinta onda de COVID-19 impulsionada pela [“Terrível”] variante Omicron.

A prova de vacinação é atualmente exigida para os residentes para entrar em lojas não essenciais depois que o governo introduziu uma série de regras visando aqueles que ainda não foram vacinados, em um esforço para aumentar as taxas de vacinação. Na semana passada, o chanceler Olaf Scholz anunciou as últimas medidas em vigor, que incluem restrições de contato até mesmo para pessoas vacinadas.

Scholz disse que o governo  decidiu esperar até depois do Natal para implementar novas restrições nacionais  porque feriados voltados para a família, como o Natal e a Páscoa “não provaram ser os principais motores da pandemia”

A partir de terça-feira, os alemães que não forem vacinados contra o COVID-19, também conhecido como SARS-CoV-2, só poderão se reunir em grupos de dois, enquanto os que foram vacinados recentemente ou recuperados do COVID-19 podem se encontram em grupos de 10.

Boates também estarão fechadas antes do Ano Novo e academias, piscinas e cinemas – tanto internos quanto externos – terão tamanho restrito a partir de segunda-feira. Muitos restaurantes e cafés também fecharão mais cedo, enquanto grandes eventos, como shows e jogos esportivos, serão realizados sem público a partir de terça-feira.

“Este não é mais o momento para festas e noites sociais em grandes grupos”, disse Scholz. Ele e os 16 governadores de estados da Alemanha se reunirão novamente no dia 7 de janeiro para discutir se as medidas devem permanecer em vigor ou mesmo serem reforçadas. De acordo com dados do governo  , cerca de 70% do país foi totalmente vacinado.

Tribunal impõe multas, penas suspensas 

Na cidade bávara de Schweinfurt, três manifestantes receberam penas de prisão suspensa na segunda-feira, enquanto uma quarta pessoa foi multada pelo tribunal local. Durante um protesto no domingo, oito policiais e vários participantes do comício ficaram feridos, incluindo uma criança de 4 anos.

Dois homens receberam penas suspensas de 12 e oito meses por resistirem à prisão, agressão e lesão corporal ou tentativa de lesão corporal. Uma mulher recebeu uma sentença de prisão suspensa de seis meses por resistir à prisão e agressões contra a polícia

A Alemanha está atualmente lutando com uma [pseudo] quinta onda de casos COVID-19, estimulada pela [“Terrível”] variante omicron mais transmissível do vírus . A variante omicron foi detectada em todos os 16 estados da Alemanha. 

Relacionados:


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal  AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”. para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente. Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932]. Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito “SUGERINDO” às pessoas para que “AMEM A SUA SERVIDÃO” ao invés de açoita-los e chuta-los até obter sua obediência“. – Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984”


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *