Não Seremos “Enganados” Novamente

De todas as mentiras perversas espalhadas em torno da tirânica operação Covid-19, entre as mais prejudiciais estava a campanha para demonizar a Ivermectina, uma verdadeira droga maravilhosa ganhadora do Prêmio Nobel, entre os produtos farmacêuticos mais seguros e baratos já conhecidos, eficaz contra parasitas causadores de doenças e também um potente agente antiviral – e foi exatamente por isso que o CDC e o FDA o atacaram. Ela subjugou com muita eficácia as infecções por Covid-19 onde quer que fosse usada.

Não Seremos “Enganados” Novamente (SERÁ?)

Fonte: kunstler.com

“Pessoas de boa fé estão dispostas a serem corrigidas (porque a Verdade é importante); não é assim com os mentirosos, é claro (eles sabem que estão errados) ou com os ideólogos. Portanto, os ideólogos não agem de boa fé, embora pensem que sim”.  – Truman Verdun

Ou seja, funcionou. E por causa disso, essas agências tiveram que fingir que era inútil e prejudicial, para proteger a Autorização de Uso de Emergência (EUA) para as “fabulosas vacinas de mRNA” covid-19 que não funcionaram e acabaram prejudicando, incapacitando e matando muitas pessoas. Qualquer tratamento que se mostrasse eficaz os EUA teria invalidado e negado o escudo de responsabilidade que veio com o governo protegendo os fabricantes de vacinas de futuras ações judiciais pelos danos causados pelas mesmas.

     Há uma semana, em uma ação movida por três médicos contra o FDA por suas restrições ao Covid-19, o advogado do DoJ, Ashley Honold, disse ao Tribunal de Apelações dos EUA para o 5º Circuito da Louisiana que “o FDA reconhece explicitamente que os médicos têm autoridade para prescrever ivermectina para tratar Covid.” Realmente? 

Depois de três anos falando mal da droga em anúncios de serviço público – vermífugo para cavalos e vacas, não para humanos! – e dizendo aos conselhos nacionais de médicos para não usá-la, e dizendo à organização nacional de farmacêuticos para não preencher prescrições para ele… o que resultou na proibição oficial de seu uso em muitos estados… e perseguição insana do especialista em guerra biológica e epidemiologista Dr. Meryl Nass (pelo qual o Dr. Nass agora os está processando) … e para muitos outros conselhos estaduais revogando as licenças dos médicos….

     Dias depois daquele grito do advogado do DoJ, Honold, os chefes da FDA em DC voltaram atrás no que ela disse ao tribunal, dizendo: “… que não autorizou ou aprovou a ivermectina para uso na prevenção ou tratamento do COVID-19, nem a agência declarou que é seguro ou eficaz para esse uso”

A agência então invocou sua usual bateria de desculpas falsas para essa decisão: os estudos são inconclusivos, blá, blá, blá, o que é apenas mais besteira, você entende, porque o resultado final é o mesmo de sempre: o FDA não entregará aos EUA e seus vários proteções para as vacinas Covid. E empregará qualquer mentira oficial para apoiar essa posição.

        Também aconteceu que, voltando à estreia do Covid-19 em 2019, o Dr. Anthony Fauci, então chefe do NIAID e Francis Collins, então chefe do NIH – duas agências relacionadas que financiaram e apoiaram a pesquisa de ganho de função do coronavírus no Instituto de Virologia de Wuhan – receberam muitos milhões de dólares em “royalties” por sua parte no desenvolvimento de vacinas de mRNA contra o patógeno Covid-19 que haviam desenvolvido anteriormente (o valor total em dólares está acima de US$ 300 milhões). Veja como isso funcionou?

     Se você está entre aquele segmento da população que não perdeu a cabeça e nem foi envenenado pelas “milagrosas vacinas”, pode perceber que as autoridades de saúde pública não têm autoridade. Eles mentiram escandalosamente sobre tudo relacionado ao Covid-19. E quando foram pegos mentindo, eles apenas mentiram um pouco mais na vã tentativa de encobrir suas mentiras anteriores. E assim, seria tolice considerar qualquer coisa que eles digam a partir de agora – sem uma limpeza completa do pessoal da agência, além de alguns processos sérios – como digno de ser ouvido e seguido.

Em 25 de fevereiro de 2009, durante uma reunião [Council of Eugenics] da OMS, o judeu khazar Henry Kissinger declarou: “Uma vez que o rebanho (os bovinamente zumbis) aceita as vacinas obrigatórias, o jogo termina. Eles aceitarão qualquer coisa – doação forçada de sangue ou órgãos – para um bem maior, NÓS PODEMOS MODIFICAR GENETICAMENTE E ESTERILIZAR CRIANÇAS, para um bem maior – Controle as mentes das ovelhas e você controla o rebanho. Os fabricantes de vacinas devem ganhar bilhões. E muitos de vocês nesta sala são investidores. É uma grande vitória para todos. Nós reduzimos o rebanho e o rebanho nos paga pelos serviços de extermínio“.

     A autoridade, vocês veem, é concedida apenas àqueles que são confiáveis. Sim, é realmente simples assim. Se uma autoridade mente sobre tudo e é pega fazendo isso, ela é considerada inválida e tem que ser demitida. Agora, acontece que as agências de saúde pública dos Estados Unidos, enormes e caras como são, constituem apenas uma parte do ainda maior e mais caro governo dos Estados Unidos, que tem estado ocupado entregando a autoridade de todas as suas outras partes há anos, ao ponto que toda a empresa não é confiável e precisa de uma limpeza severa. 

Tradicionalmente, as eleições são o mecanismo para limpar aquela casa, mas nossas eleições também perderam sua autoridade? Realmente? Como assim? Porque os funcionários não confiáveis ​​encarregados deles empregam sistemas duvidosos para coletar os votos:

     Os defeitos dessas coisas são tão óbvios que dificilmente podem ser ignorados. E o remédio também é óbvio e simples: cédulas de papel contadas à mão em pequenos recintos de tamanho administrável, tudo feito em um dia, que chamamos de Dia da Eleição (e que deveria ser um feriado nacional, para que mais trabalhadores possam chegar à votação). 

De alguma forma, porém, [também] não podemos recorrer a esse “remédio”, provavelmente porque as pessoas não confiáveis ​​no comando perderiam seus empregos e o poder de que desfrutam em uma eleição verdadeiramente justa. Então, eles concluem, não vamos permitir isso.

     Parece até que as “autoridades” de saúde pública não confiáveis ​​​​estão aumentando ainda mais as apostas para criar um novo surto/susto Covid-19 para o próximo outono [setembro no hemisfério norte], a fim de reforçar o esquema especial de votação por correio que está funcionando tão bem (para eles) e desordenar as mentes do público em geral [a massa de zumbis vacinados], então eles ficarão com muito medo de perceber que todas as outras partes do governo estão falhando em praticamente todos os seus deveres para com o povo desta terra. 

Fabrique algumas novas variantes da Covid como a agora já famosa “Eris” e a adorável nova vacina de reforço que (de novo não) funcionará. Vá em frente, devemos dizer, eu te desafio. Não seremos enganados novamente, a não ser àqueles zumbis de sempre que vão para a fila para receber, sabe-se lá quantas doses que os seus mestres lhes mandarem ser injetados.


Estamos executando o nosso blog com as doações de nossos leitores. Como a receita de anúncios foi  “cancelada” há bastante tempo, agora você não é apenas um leitor, mas uma parte integrante do processo que constrói este site. Obrigado pelo seu apoio, ele é muito importante.  Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (CEF)”.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.326 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth