Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Nova Pandemia sendo Criada: Doença Misteriosa mata gatos em toda a Polônia (Vírus H5N1)

Um grande número de gatos inexplicavelmente ficaram doentes e morreram nas últimas semanas em toda a Polônia, com alguns morrendo de uma doença misteriosa, informou a mídia polonesa.  Testes iniciais descobriram que alguns dos animais mortos estavam contaminados com gripe aviária (Vírus H5N1), de acordo com a agência de notícias Notes From Poland.

Nova Pandemia sendo Criada: Doença Misteriosa mata gatos em toda a Polônia (Vírus H5N1)

Fontes: Notes From PolandRússia Today

E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e PESTES, e terremotos, em vários lugares.Mateus 24:6,7


As autoridades veterinárias da Polônia estão investigando relatos de um grande número de gatos morrendo de uma doença desconhecida e alertaram os proprietários para manter seus animais de estimação dentro de casa. Os testes iniciais da inspeção veterinária chefe descobriram que alguns dos animais mortos tinham gripe aviária (Vírus H5N1).

Nas últimas duas semanas, vários casos de gatos saudáveis ????de repente e inexplicavelmente adoeceram – e em muitos casos morrendo – foram relatados em toda a Polônia. Os animais afetados sofreram sintomas neurológicos e respiratórios, incluindo convulsões e dificuldade para respirar. Isso levou a preocupações de que algum tipo de doença contagiosa está se espalhando.

De acordo com Paulina Grzelakowska, diretora da Clínica Veterinária Tri-City em Gda?sk, no norte da Polônia, a doença tem início súbito e progride muito rapidamente.

“Os animais morrem em pouco tempo”, disse à emissora TVN24, acrescentando que “são afetados gatos de todas as idades, pedigree e não pedigree, os mantidos em casa e ao ar livre, os vacinados contra doenças infecciosas e os que não foram vacinados ”.

Das onze amostras colhidas de animais mortos testados, nove foram confirmadas como portadoras do vírus da gripe aviária (H5N1)”.

Grzelakowska observou que os sintomas sofridos pelos animais – incluindo uma condição chamada trombocitopenia e altos níveis de enzimas hepáticas na corrente sanguínea – não dão uma indicação clara do que exatamente eles poderiam estar sofrendo. “Estamos tentando introduzir vários esquemas de tratamento, mas nenhum deles é eficaz.”

O escritório veterinário chefe da província de Pomerânia, onde Gda?sk está localizada, e a câmara veterinária da região revelaram que, dos 28 gatos levados a clínicas na área mais ampla de Gda?sk nas últimas duas semanas com esses sintomas, 25 morreram desde então.

Na sexta-feira, o chefe da inspeção veterinária nacional, GIW, anunciou que houve relatos semelhantes em várias cidades e que estava “acompanhando de perto o desenvolvimento da situação”.

Ontem, o GIW anunciou que, das 11 amostras desses gatos que foram testadas até agora, nove foram positivas para influenza H5N1, um tipo de gripe aviária. Essas amostras vieram da área norte de Tricity, que inclui Gda?sk, mas também das cidades de Pozna? e Lublin, no oeste e leste da Polônia, respectivamente.

“Mais testes detalhados do material genético dos vírus estão em andamento”, disse o GIW, acrescentando que a origem do vírus, que “causou doenças em gaivotas nas últimas semanas”, ainda é desconhecida.

Krzysztof  Rypu?a, professor do departamento de Epizootiologia da Universidade de Ciências Ambientais e da Vida de Wroc?aw, disse à TVN que a gripe aviária só foi encontrada em gatos domésticos três vezes em todo o mundo nos últimos doze anos.

No comunicado de ontem, o GIW anunciou que “estão em curso trabalhos para estabelecer um protocolo de monitorização da doença em gatos de forma a recolher dados mais detalhados sobre o seu curso e incidência”.

O gato doméstico foi classificado como uma espécie invasora pelo principal órgão científico da Polônia. No entanto, a agência de proteção ambiental assegurou aos donos preocupados de que os gatos não foram adicionados às listas oficiais de espécies invasoras da Polônia e da UE”.

Para evitar o risco de infeção, se aconselha os donos de gatos a manterem os seus animais de estimação dentro de casa, a lavarem bem com detergentes as varandas e terraços a que os gatos tenham acesso, a evitarem o contato entre gatos e animais selvagens, a alimentarem gatos apenas de fontes conhecidas e a lavar as mãos e os calçados ao voltar para dentro casa do lado de fora.

Enquanto isso, os próprios donos de gatos se uniram em um esforço para coletar informações sobre a doença. Um grupo no Facebook chamado “Doença misteriosa do gato – grupo de investigação” ( Tajemnicza choroba kotów – grupa dochodzeniowa ) acumulou mais de 5.300 membros apenas seis dias após ser criado.

O grupo pede que “pessoas que podem ter experimentado uma nova doença misteriosa em seus gatos” compartilhem onde estão na Polônia, o que seu animal de estimação doente comeu, quais sintomas apresentou e que tratamento recebeu.

Em 25 de fevereiro de 2009, durante uma reunião [Council of Eugenics] da OMS, o judeu khazar Henry Kissinger declarou: “Uma vez que o rebanho (os bovinamente zumbis) aceita as vacinas obrigatórias, o jogo termina. Eles aceitarão qualquer coisa – doação forçada de sangue ou órgãos – para um bem maior, NÓS PODEMOS MODIFICAR GENETICAMENTE E ESTERILIZAR CRIANÇAS, para um bem maior – Controle as mentes das ovelhas e você controla o rebanho. Os fabricantes de vacinas devem ganhar bilhões. E muitos de vocês nesta sala são investidores. É uma grande vitória para todos. Nós reduzimos o rebanho e o rebanho nos paga pelos serviços de extermínio“.

“Quanto mais dados tivermos, mais cedo saberemos o que está acontecendo. É possível que a vinculação de casos lance uma nova luz”, diz a descrição do grupo. “Tem que haver um denominador comum.”

{Nota de Thoth: O PONTO PRINCIPAL nesta NOTÍCIA é que a próxima pandemia esta sendo estruturada usando aves [de qualquer tipo, especialmente as migratórias] como vetor de disseminação do vírus H5N1, que esta “começando” a infectar mamíferos [algo “novo”, um vírus mutante], e na Polônia, vizinha da Ucrânia [onde a Rússia desmantelou inúmeros laboratórios biológicos], que está contaminando gatos, “coincidentemente”, um dos principais animais de estimação dos seres humanos, vivendo confortavelmente dentro de nossas casas, em todas as culturas . . . Mas a VACINA já deve estar pronta e não precisamos temer nada …}


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *