O Aumento do Comportamento psicopático é um Sinal de que a Civilização está à ‘Beira do Colapso’

As discussões sobre o colapso da Civilização muitas vezes se transformam em avisos e sinais – A economia, a política e as tensões sociais tornaram-se cada vez mais instáveis ​​nos últimos anos e, tal como adicionar cada vez mais peso a um homem parado num lago congelado, eventualmente o gelo irá quebrar. A questão é: como sabemos quando será esse momento exato?   

O Aumento do Comportamento psicopático é um Sinal que a Civilização está à ‘Beira do Colapso’

Fonte: Zero Hedge

[Psicopatia, sociopatia ou transtorno da personalidade antissocial é um comportamento caracterizado pelo padrão invasivo de desrespeito e violação dos direitos dos outros que se inicia na infância ou começo da adolescência e continua na idade adulta. Segundo o Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (DSM IV) – classificação dos transtornos mentais feita pela Associação Americana de Psiquiatria -, o indivíduo [psicopata] com o chamado transtorno da personalidade antissocial tem como características principais o engano, a manipulação, ausência de empatia, crueldade.

No transtorno da conduta – assim chamado somente para quem o apresenta durante a infância – há um padrão de comportamento repetitivo e persistente, que consiste na violação dos direitos básicos dos outros, de normas e regras sociais importantes e adequadas à idade. O transtorno de conduta também é caracterizado por comportamentos específicos, tais como: agressão a pessoas e animais, destruição de propriedade e furto. Fonte]


À medida que os sistemas culturais começam a dissolver-se devido aos confrontos políticos exacerbados e ao declínio econômico, o verdadeiro mal tende a escapar da toca e sem máscara. Acontece lentamente no início, depois de uma só vez. Um sinal claro de aceleração do colapso é a crescente prevalência de psicopatas e de comportamento psicopático abertamente, em posições de poder, com atitudes em completo desacordo com as necessidades das populações.

Os EUA [e países da Europa-Hospício Ocidental] parecem ter entrado na fase intermédia desse colapso, com muitos sociopatas e psicopatas a começarem a sentir que poderão ser capazes de pôr em prática os seus piores impulsos e planos sem sofrer as consequências. Eles estão começando a testar as águas para ver o que conseguem fazer, cada vez mais aberta e descaradamente.

Nos últimos dez anos, houve um aumento dramático na violência e nos roubos em massa. Com o advento das redes sociais, é agora mais fácil do que nunca que se formem motins espontaneamente planejados sem aviso prévio e, na maioria dos casos, estas multidões são aleatórias em quem e o que atacam. Podem organizar-se em nome da política ou do ativismo, mas tendem a atacar os alvos mais próximos ou mais fáceis, em vez das pessoas que culpam pelas suas pseudo dificuldades.

Na maioria dos casos, estes acontecimentos resultam na simples destruição de propriedades em áreas urbanas, mas tem havido cada vez mais um impulso subjacente e agressivo para ferir as pessoas. Muito em breve chegará um momento em que o objetivo não será apenas roubar, incendiar ou vandalizar, mas usar a instabilidade como cortina de fumaça; uma distração que oferece oportunidades para prejudicar outras pessoas.

Os psicopatas gostam de explorar o caos da turbulência política e civil para satisfazer as suas tendências cruéis, frias e violentas ou para convencer outros a fazerem o mesmo. Se ninguém agir para eliminar a primeira onda de ações criminosas durante um colapso social, milhares de outros criminosos também se movimentarão para tirar vantagem. A primeira vaga transforma-se numa avalanche, tudo porque o sistema já não proporciona incentivos suficientes para um comportamento adequado na sociedade em colapso.

A raiz da psicologia é difícil de explicar, mas veja desta forma: imagine que uma criança mimada é controlada pelos pais nos corredores imaculados de um museu delicado. A criança pode ter ataques, gritar e berrar porque quer tocar nos muitos itens frágeis ao seu redor, mas pelo menos seus pais estão lá para segurá-la. Ele ainda não aprendeu a responsabilidade e a maturidade necessárias para ter acesso a esses tesouros. Agora imagine remover totalmente os pais e dizer à criança que não existem mais regras?

A onda de alegria que a criança experimenta é estimulante; é a sensação de poder repentino e imerecido. Ninguém está por perto para impedi-lo, portanto, ele testará seus próprios limites. Ele vê o ambiente ordenado ao seu redor e fica frustrado. Como ousa este lugar restringi-lo com limites e estrutura? Sua primeira inclinação é destruir tudo o que puder.  

Agora entenda que existe uma parcela de qualquer população adulta que tem essas mesmas tendências. Eles nunca cresceram emocionalmente e com empatia PELOS OUTROS, porque são aleijados emocionais. Querem tomar ou destruir o que não podem ter; corromper e incentivar a permissividade doentia de que podem fazer tudo, eles estão apenas esperando a oportunidade de fazê-lo sem repercussões.     

Nesta fase de colapso, quando os dominós começam a cair, a aplicação da lei geralmente cede e recua, deixando o público sem primeira linha de defesa. Gangues e saqueadores organizam-se rapidamente e tomam território em vez de apenas tomarem os bens das pessoas. O crime organizado a nível local leva a mortes em grande escala e a uma oposição mínima. As pessoas estão tão isoladas e ocupadas tentando reunir uma escassa tábua de salvação econômica que não têm tempo ou motivação para reagir.  

O ponto sem volta chega quando as pessoas comuns têm medo de sair de casa. A organização ao nível do bairro com uma postura agressiva deve ser implementada ou os ataques mais cruéis atingirão a população.  

Às vezes, porém, os psicopatas com quem temos de lidar durante um colapso estão dentro do próprio governo que deveria proteger as nossas liberdades. Esta é uma situação em que os criminosos recebem licença para usar a violência contra os cidadãos através da ilusão da lei. A população é então confrontada com a questão inevitável: vale a pena seguir as leis quando os psicopatas as escrevem?

Quando pessoas corruptas, mentalmente doentes dirigem o governo, o bem torna-se mau e o mal torna-se o bem. Consideremos os extremos padrões duplos existentes entre o tratamento das multidões de ativistas de esquerda e dos manifestantes conservadores. Veja a resposta do governo e da mídia aos tumultos do BLM versus a resposta deles ao evento de 6 de janeiro. No caso dos “motins” no Capitólio, a polícia disparou balas de borracha e gás lacrimogéneo contra a multidão pacífica e, depois, quando os manifestantes reagiram violentamente, foram acusados ​​de “insurreição”.  

Existe algum exemplo desse tipo de configuração usada contra a esquerda política? Não. Em vez disso, a mídia e as autoridades públicas descrevem as multidões destrutivas como “incendiárias, mas principalmente pacíficas”.

O duplo padrão é absurdo, mas, novamente, é para ser assim. Por que? Porque os psicopatas da esquerda política estavam a ser recompensados ​​e encorajados em sua tirania. Supõe-se que os conservadores e os moderados se sintam derrotados, o que os torna indispostos a revidar por mais tempo. Estes são os tipos de condições que alimentam pessoas desequilibradas e predatórias, libertando sua psicopatia sobre a população.  

Quando os psicopatas se sentem protegidos, a convulsão social total ocorre rápida e abruptamente. 


SEJA UM ASSINANTE DO BLOG: Para os leitores do Blog que ainda não são assinantes e desejam acessar as postagens em seus endereços de E-Mail, solicitamos, por favor, que façam a sua inscrição aqui neste LINK: https://linktr.ee/thoth3126

Convidamos também a conhecerem e seguirem nossas redes sociais:
Instagram: https://www.instagram.com/th.oth3126/
Facebook: https://www.facebook.com/thoth3126.blog
X (antigo Twitter): https://twitter.com/thoth3126_blog
Youtube: https://www.youtube.com/@thoth3126_blog

Siga o canal “Blog Thoth3126” no WhatsApp: https://www.whatsapp.com/channel/0029VaF1s8E9Gv7YevnqRB3X


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.328 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

Indicações Thoth