Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

O ‘Domínio Financeiro’ (judeu khazar) do Ocidente acabará, declara Putin

O sistema financeiro [do hospício] ocidental [um verdadeiro bordel/cassino] está tornando-se obsoleto devido às novas tecnologias e pela multipolaridade, e poderá perder a sua posição global [do dólar] dominante num futuro próximo, disse o presidente russo, Vladimir Putin, nessa quinta-feira. As sanções impostas pelo Ocidente à Rússia desencadearam um renascimento da capacidade industrial e tecnológica do país, afirmou o primeiro-ministro Mikhail Mishustin na quarta-feira. 

O ‘Domínio Financeiro’ (judeu khazar) do Ocidente acabará, declara Putin

Fonte: Rússia Today

Dirigindo-se ao Fórum de Investimento VTB em Moscou, Putin destacou que soluções tecnológicas modernas, como a blockchain, estão a ser cada vez mais utilizadas em pagamentos internacionais.

“De acordo com especialistas, nos próximos anos isso levará a uma verdadeira revolução que finalmente minará o monopólio dos grandes bancos ocidentais [em sua maioria judeus khazares]”, disse Putin, observando que algumas dessas instituições financeiras atualmente “não estão nas melhores condições”. 

O presidente russo acrescentou que o sistema de mensagens interbancárias SWIFT foi desacreditado porque isolou os bancos russos e está sendo substituído por pagamentos em moedas nacionais.

As relações financeiras e econômicas globais estão mudando e o modelo anterior de globalização [escravização pela DÍVIDA] baseado no uso do dólar está sendo substituído por um modelo multipolar, segundo Putin.

Rússia terá crescimento econômico de 3,5% em 2023

A economia russa cresceu 3,2% nos primeiros dez meses de 2023 e registrará um crescimento de 3,5% até o final do ano, além dos níveis registrados antes do conflito na Ucrânia, disse o presidente Vladimir Putin durante seu discurso no Fórum VTB Bank’s ‘Russia Calling’ nessa quinta-feira.

Putin disse que os estados ocidentais tinham como objetivo desestabilizar a economia russa “para fazer o povo russo sofrer”, com sanções financeiras impostas ao país desde fevereiro de 2022. No entanto, essas metas “estabelecidas por nossos malfeitores claramente não foram alcançadas”, acrescentou o presidente.

“Ainda há coisas em que precisamos trabalhar, claro… mas provamos que somos capazes de enfrentar os desafios mais difíceis. A economia russa está resistindo”, afirmou Putin, acrescentando que Moscou espera que o PIB do país continue a expandir-se e a crescer 3,5% até ao final do ano.

Putin salientou que a economia russa já é a maior da Europa e está muito à frente de todos os principais países da UE em termos de crescimento econômico.

Segundo o presidente russo, existem indicadores que mostram que a política económica do país está no rumo certo. Ele acrescentou que a Rússia está desenvolvendo ativamente seu mercado interno, a atividade empresarial no país está aumentando e os bancos estão operando “de forma estável e sustentável.

Putin também observou que os salários reais cresceram 7% no ano passado, enquanto o déficit orçamental caiu para 0,5% do PIB, abaixo dos 2,1% em 2022.

E se olharmos para o orçamento consolidado, há um excedente de $ 837 bilhões de rublos ( $9 bilhões de dólares). Isso significa que, em geral, o sistema financeiro russo está num estado absolutamente normal e saudável”, concluiu Putin.

As sanções ocidentais reavivaram a indústria russa – Mishustin

As sanções impostas pelo Ocidente à Rússia desencadearam um renascimento da capacidade industrial e tecnológica do país, afirmou o primeiro-ministro Mikhail Mishustin na quarta-feira.  

Discursando na exposição internacional Russia EXPO, Mishustin observou que os numerosos pacotes de sanções “bombeados pelo Ocidente não levaram ao colapso da economia russa, como seus autores esperavam”, acrescentando que o produto interno bruto do país deverá crescer cerca de 3% este ano.  

A Rússia fortaleceu sua soberania tecnológica e está em condições de “restaurar seu status de grande potência científica e tecnológica”, afirmou o primeiro ministro.  As restrições ocidentais ajudaram a acelerar o renascimento da fabricação de aeronaves russas, incluindo o desenvolvimento de trens de pouso, motores, aviônicos, componentes elétricos e peças compostas nacionais, acrescentou.  

Um protótipo da aeronave russa de curta distância SJ-100, fabricada pelo Centro de Produção de Yakovlev PJSC é visto após seu primeiro vôo, em Komsomolsk-on-Amur, região de Khabarovsk, Rússia. ©  Sputnik/United Aircraft Corporation

A Rússia tem se esforçado para desenvolver um substituto para os aviões importados desde a introdução das sanções ocidentais relacionadas à Ucrânia. Os principais fabricantes de aeronaves Boeing e Airbus foram forçados a parar de fornecer peças, manutenção e suporte técnico às companhias aéreas e empresas de manutenção na Rússia.

“Ainda restam dúvidas em relação à substituição de componentes estrangeiros. Mas podemos cuidar de tudo. E os nossos engenheiros e designers estão trabalhando arduamente nisso”, observou o primeiro-ministro.

Entre as aeronaves domésticas em desenvolvimento estão o avião comercial de corredor único MC-21, que está atualmente em testes, e o Sukhoi Superjet New, uma versão do jato regional Superjet 100 feito inteiramente com componentes produzidos na Rússia.   De acordo com estimativas do governo, levará até cinco anos para iniciar a produção em série de aviões fabricados na Rússia para substituir aeronaves estrangeiras.


“Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente.  Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932].  Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que e prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito sugerindo às pessoas que amem sua servidão ao invés de açoita-los e chutando-os até à obediência. ” – Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984”


“Precisamos do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na CEF, Agência: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)”


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nosso conteúdo

Junte-se a 4.311 outros assinantes

compartilhe

Últimas Publicações

NOSSOS PRODUTOS

Indicações Thoth

Seja um Anunciante

Divulge seu produto ou serviço em nosso portal!
Converse com a equipe comercial no WhatsApp