Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

O Início do Sistema (CBDC) Mundial de Moeda Digital ? Project Icebreaker

Houve uma extensa discussão nos últimos dois anos nos círculos da mídia alternativa sobre os perigos das Moedas Digitais de Banco Central (CBDCs); uma estrutura monetária muito semelhante a produtos baseados em blockchain, como o Bitcoin, mas diretamente controlado pelos banqueiros centrais [que são controlados pelos Rothschilds]. É uma ameaça sobre a qual alguns analistas, inclusive eu, vêm escrevendo há mais de uma década, então é bom finalmente ver o problema sendo mais abordado na mídia mainstream.

O Início de Sistema Mundial De Moeda Digital ? Project Icebreaker

Fonte: Alt-Market – Este artigo foi escrito por Brandon Smith

A natureza orwelliana dos CBDCs não pode ser exagerada. Em uma sociedade sem dinheiro, a maioria das pessoas dependeria de produtos digitais para troca de bens e trabalho, e isso significaria, obviamente, o fim de toda a privacidade no comércio. Tudo o que você comprar, vender ou trabalhar em sua vida seria registrado, o governo saberia de tudo, e essa falta de anonimato poderia ser usada para sufocar suas liberdades no futuro.

Por exemplo, digamos que você goste de comer bife regularmente, mas o governo cada vez mais autoritário decide listar a carne vermelha como um risco à saúde e um “risco de mudança climática” devido às emissões de carbono das vacas. 

Eles determinam pelo seu histórico de compras (ao qual eles têm acesso total) que você contribuiu com mais poluição de carbono do que a maioria das pessoas ao comer carne vermelha com frequência. Eles declaram que você deve pagar um imposto de carbono retroativo em suas compras anteriores de carne vermelha. Além disso, sua companhia de seguros envia uma carta indicando que você é um risco médico e eles cortam sua cobertura de saúde.

Os produtos que você consome e os serviços que usa podem ser rastreados para criar um perfil psicológico sobre você, o que pode se tornar um fator na determinação de sua pontuação de crédito social, assim como as autoridades do PCC fazem na China hoje. 

Talvez você se recuse a tomar uma injeção anual de reforço de mRNA, e o algoritmo de rastreamento anota isso. Agora você está sob suspeita de ser “anti-vax” e sua pontuação de crédito social despencou, impedindo-o de frequentar vários locais públicos. Talvez você até seja demitido do seu emprego.

No pior cenário, porém, o acesso econômico é a maior ferramenta opressiva. Com os CBDCs em vigor e sem dinheiro físico, suas economias nunca serão verdadeiramente suas e você nunca será capaz de manter seu poder de compra em suas mãos. Os meios de troca seriam bloqueados pelos bancos e os governos teriam a opção de congelar sua capacidade de transação. 

Se um dia você ficar com raiva de uma determinada política do governo e chamar abertamente o sistema de corrupto nas mídias sociais, eles podem simplesmente desligar sua opção de transferir seu dinheiro digital para outras pessoas até que você se submeta ou morra de inanição.

Os CBDCs dão aos funcionários do establishment a vantagem de matar de fome seus oponentes políticos com precisão algorítmica. Seria um novo mundo de opressão tecnocrática.

É importante entender que os banqueiros centrais estão se movendo a uma velocidade vertiginosa para desenvolver e introduzir as moedas digitais. Não é uma questão de experimentação, eles já têm esses sistemas prontos para implementar

O programa de transferência instantânea do Federal Reserve, “FedNow”, está programado para estrear em julho, o que não é um CBDC, mas é um passo intermediário para instituir CBDCs no curto prazo.

Em minhas investigações de vários programas CBDC e com que rapidez eles estão progredindo, encontrei um programa interessante chamado “Project Icebreaker” sendo executado pelo Bank for International Settlements (BIS). Para quem não sabe, o BIS é uma instituição globalista com um passado clandestino conhecido como o “banco central dos bancos centrais”. 

É o centro de formulação de políticas para a maioria dos bancos centrais do mundo. Se você já se perguntou como foi possível para tantos bancos centrais nacionais operar em conjunto uns com os outros, em vez de agir no interesse dos países em que residem, o BIS é a resposta [também criado e controlado por interesses dos Rothschilds]. Em outras palavras, organizações como o Federal Reserve não são necessariamente leais aos americanos ou às autoridades americanas, elas são leais aos ditames do BIS.

O BIS está na vanguarda do movimento em direção à adoção de CBDCs. Eles têm financiado uma vasta gama de projetos para testar e refinar a tecnologia CBDC e, a partir deste ano, estimam que pelo menos 81 bancos centrais em todo o mundo estão introduzindo sistemas de moeda digital.

O Projeto Icebreaker, em particular, chamou minha atenção por vários motivos. O BIS descreve o projeto como uma câmara de compensação de câmbio para CBDCs de varejo (CBDCs de varejo são moedas digitais usadas pelo público regular e empresas), permitindo que as moedas sejam negociadas de país para país com rapidez e eficiência. Isso é feito usando o “Icebreaker Hub”, um mecanismo controlado pelo BIS que facilita a transferência de dados para uma série de transações enquanto conecta bancos a outros bancos.

Investigando mais, percebi que o Icebreaker Hub, em teoria, funciona quase exatamente como o sistema de pagamento SWIFT usado atualmente por governos e bancos internacionais. Mais de 10.000 instituições financeiras em 212 países diferentes usam a rede SWIFT para transferir fundos para seus clientes no exterior; é um incrível gargalo de centralização que dá a seus acionistas um poder considerável.

Como ponto de referência, após o início da guerra entre a Ucrânia e a Rússia, a expulsão da Rússia da rede SWIFT foi usada como arma na tentativa de quebrar a economia russa. A Rússia encontrou maneiras de contornar o uso do SWIFT por causa de suas relações comerciais com grandes economias como China e Índia, mas alguns danos ainda foram causados ??à sua estrutura financeira.

Considere isso, no entanto – E se todas as transações monetárias fossem centralizadas por meio de CBDCs e o BIS controlasse o hub no qual todos os CBDCs de varejo são trocados globalmente? Isso é o Projeto Icebreaker.

Agora imagine que você opera um negócio que depende de transações no exterior; digamos que você precise pagar fabricantes no Vietnã ou em Taiwan para produzir seus produtos. Com os CBDCs instalados, você provavelmente dependerá completamente de um sistema semelhante ao Icebreaker Hub para mover dinheiro digital para bancos vietnamitas e para as contas de seus fabricantes. Digamos que os funcionários do BIS, por qualquer motivo, decidam que não gostam de você e iniciem sanções no estilo russo, negando seu acesso ao hub. Seu negócio agora está morto.

E se você tivesse que atender a certos padrões para poder usar o hub e o BIS ditasse os padrões? E se o BIS decidir que sua empresa precisa atender às categorias relacionadas a ESG ‘acordadas’ e de ‘emissão zero’ antes que você possa obter permissão para transações do Projeto Icebreaker? Agora o BIS tem a capacidade de manipular tendências sociais e culturais usando seu negócio e milhões de outros negócios como mensageiros forçados.

Para o consumidor médio que faz a maioria de suas transações em seu próprio país de origem, isso pode não parecer grande coisa. Mas, para o mundo dos negócios, um hub semelhante ao SWIFT para CBDCs de varejo poderia ser usado para dominar todo o comércio internacional. Dirigir qualquer tipo de organização ou empresa maior significaria se curvar aos caprichos do BIS.

Pior ainda…

Parte do processo do método de câmbio “spoke and wheel” usado pelo Icebreaker Hub inclui a exploração de uma “moeda ponte” para preencher lacunas nas taxas de câmbio e liquidez.  Superficialmente, isso parece uma maneira inteligente de acelerar as transações, evitando a escassez de moedas cruzadas nos bancos. Dito isso, quero que os leitores pensem sobre o caminho de longo prazo que esse tipo de “ponte” desencadeia no reino dos CBDCs.

Digamos que haja um evento de crise econômica em escala global que faça com que muitas moedas flutuem descontroladamente. Digamos, por exemplo, que o dólar americano perde seu status de reserva mundial e como petrodólar e isso deixa os mercados FX (câmbio) em pânico. A inflação de preços torna-se desenfreada e as instituições bancárias vacilam sob as pressões de liquidez. 

Digamos que os banqueiros centrais apresentem CBDCs como uma solução para o problema e o BIS Icebreaker Hub como intermediário para o comércio internacional. A população está tão assustada com a crise econômica que então adota a estrutura digital. Agora, digamos que o BIS afirme que ainda não conseguiu encontrar uma moeda que considere estável o suficiente para atuar como um meio de transacionar a maioria das transações globais. O que acontece depois?

Bem, “felizmente” para todos nós, o BIS e o FMI estão trabalhando em seu próprio GLOBAL CBDC . No caso do FMI, essa moeda mundial seria baseada no sistema de cesta de Direitos Especiais de Saque que eles vêm usando há décadas para intermediar transferências de moeda entre governos nacionais. O BIS então usa esse produto de cesta de moeda mundial como a ponte para o quebra-gelo daqui para frente.

Eventualmente, o BIS, o FMI e vários bancos centrais farão ao público a pergunta inevitável: “Por que estamos nos preocupando com essas trocas de moedas nacionais quando temos uma moeda ponte perfeitamente boa na forma deste CBDC mundial? Por que simplesmente não nos livramos de todos esses CBDCs nacionais supérfluos e temos uma moeda para todos?”

Assim, a centralização financeira global total seria alcançada. E uma vez que você tem uma moeda mundial, uma economia global completamente centralizada e microgerenciada e os sistemas de comércio mais vitais do mundo controlados por um pequeno punhado de burocracias não eleitas sem rosto, para que então existiriam nações? O governo global seria o próximo e último passo.

Posso ver o pesadelo acontecer quando olho para projetos como o Icebreaker. Eles são aparentemente inócuos, mas agem como o DNA pelo qual a tirania econômica nasce.

A “bolha de tudo” está chegando ao fim e os poupadores de aposentadoria devem agir! Por que? Porque a inflação está consumindo suas economias como um câncer financeiro SEM CURA! E o estouro da “Bolha de Tudo” também pode afundar sua carteira de ações quando estourar. Então, há algo que você possa fazer? SIM! Um Gold IRA é a melhor jogada para a segurança da aposentadoria. Para ver o porquê, clique aqui para obter um kit de informações GRATUITO do Birch Gold Group sobre Gold IRAs . (Isso vem sem obrigação ou amarras.)


{Nota de Thoth: A estrondosa queda da “Estátua de Nabucodonosor“, com o fim do Hospício e os psicopatas ‘acordados’ da civilização ocidental e a própria destruição da região da cidade de Roma [incluso a cloaca do Vaticano] pela QUEDA DE UM ASTEROIDE estão bem próximos de acontecer. O Hospício Ocidental, o circo do G-7, os ditosPaíses de Primeiro Mundo” vão fazer face ao seu carma “liberal” e “acordado”}


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Artigos Relacionados:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

0 resposta

  1. Num mundo onde a grande maioria não entende nada de proteção financeira… essas informações são exatamente como as outras… quando leio me pergunto… o que é isso exatamente… que se parece com mais uma promessa de salvação…???

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *