Entre ou
Cadastre-se

Compartilhe
Receba nosso conteúdo

Quais são os países que detêm mais Títulos (Dívida) do Tesouro dos EUA?

Hoje, a América deve aos investidores de países estrangeiros de sua dívida nacional cerca de US$ 7,3 trilhões. Esta dívida está na forma de títulos do Tesouro dos EUA (Bonds), alguns dos ativos mais líquidos do mundo. Os bancos centrais os usam para manter reservas de divisas e os investidores privados migram para eles durante voos para a segurança, graças ao seu baixo risco de inadimplência.

Quais são os países que detêm mais títulos (Dívida) do Tesouro dos EUA?

Fonte: Zero Hedge

Além desses motivos, investidores estrangeiros podem comprar títulos do Tesouro americano como reserva de valor. Eles são frequentemente usados ??como garantia durante certas transações comerciais internacionais, ou os países podem usá-los para ajudar a gerenciar a sua política cambial. Por exemplo, os países podem comprar títulos do Tesouro para proteger a taxa de câmbio de sua moeda da especulação.

No gráfico abaixo, Dorothy Neufeld e Joyce Ma, do Visual Capitalist, mostram os detentores estrangeiros da dívida nacional dos EUA usando dados do  Departamento do Tesouro dos EUA.

Principais Detentores Estrangeiros da Dívida dos EUA

Com  US$ 1,1 trilhão  em títulos do Tesouro, o Japão é o maior detentor estrangeiro da dívida americana.

O Japão  ultrapassou a China como o maior detentor em 2019, quando a China vendeu mais de US$ 250 bilhões, ou 30% de suas participações em quatro anos.

Essa venda de títulos pela China é um modo pela qual o país pode administrar a taxa de câmbio do yuan. Em 2013 a China chegou a ter US$ 1,314 Trilhões em títulos do Tesouro americano, tendo reduzido recentemente para US$ 849 bilhões. Isso porque, se vender dólares, poderá comprar o yuan quando a sua moeda cair no mercado internacional. 

RELACIONADO: China Despeja Títulos da dívida americana – conforme dados do Tesouro dos EUA

Ao mesmo tempo, a China não usa apenas o dólar para administrar sua moeda – o país agora usa uma cesta de moedas.

Aqui estão os países que detêm a maior dívida dos EUA:

ClassificaçãoPaísParticipações do Tesouro dos EUAParticipação no Total
1?? JapãoUS$ 1.076 bilhões14.7%
2?? ChinaUS$ 867 bilhões11.9%
3?? Reino UnidoUS$ 655 bilhões8.9%
4?? BélgicaUS$ 354 bilhões4.8%
5?? LuxemburgoUS$ 329 bilhões4.5%
6?? Ilhas CaymanUS$ 284 bilhões3.9%
7?? SuíçaUS$ 270 bilhões3.7%
8?? IrlandaUS$ 255 bilhões3.5%
9??Taiwan$ 226 bilhões3.1%
10?? ÍndiaUS$ 224 bilhões3.1%
11Hong Kong$ 221 bilhões3.0%
12?? BrasilUS$ 217 bilhões3.0%
13?? CanadáUS$ 215 bilhões2.9%
14?? FrançaUS$ 189 bilhões2.6%
15?? SingapuraUS$ 179 bilhões2.4%
16?? Arábia SauditaUS$ 120 bilhões1.6%
17?? Coreia do SulUS$ 103 bilhões1.4%
18?? AlemanhaUS$ 101 bilhões1.4%
19?? NoruegaUS$ 92 bilhões1.3%
20?? BermudasUS$ 82 bilhões1.1%
21?? HolandaUS$ 67 bilhões0.9%
22?? MéxicoUS$ 59 bilhões0.8%
23?? Emirados Árabes UnidosUS$ 59 bilhões0.8%
24?? AustráliaUS$ 57 bilhões0.8%
25?? KuwaitUS$ 49 bilhões0.7%
26?? FilipinasUS$ 48 bilhões0.7%
27?? IsraelUS$ 48 bilhões0.7%
28?? BahamasUS$ 46 bilhões0.6%
29?? TailândiaUS$ 46 bilhões0.6%
30?? SuéciaUS$ 42 bilhões0.6%
31?? IraqueUS$ 41 bilhões0.6%
32?? ColômbiaUS$ 40 bilhões0.5%
33?? ItáliaUS$ 39 bilhões0.5%
34?? PolóniaUS$ 38 bilhões0.5%
35?? EspanhaUS$ 37 bilhões0.5%
36?? VietnãUS$ 37 bilhões0.5%
37?? ChileUS$ 34 bilhões0.5%
38?? PeruUS$ 32 bilhões0.4%
 Todos os outrosUS$ 439 bilhões6.0%

Como mostra a tabela acima, o Reino Unido  é o terceiro maior detentor de títulos do Tesouro americano, com mais de US$ 655 bilhões em títulos. Em toda a Europa, 13 países são detentores notáveis ??desses títulos, com valor total de US$ 2,468 trilhões, e o grupo do G-7 incluído o valor de Japão, Austrália mais a Coreia do Sul chega a US$ 3,704 trilhões, o maior em qualquer região, seguido pela Ásia-Pacífico com 10 países detentores diferentes.

Um punhado de pequenas nações [paraísos fiscais] possui uma quantidade surpreendente de dívida dos EUA. Com uma população de 70.000 habitantes, as Ilhas Cayman  possuem uma quantidade elevada de títulos do Tesouro dos EUA no valor de US$ 284 bilhões. Há mais fundos de hedge [“cassinos” do Hospício Ocidental] domiciliados nas Ilhas Cayman per capita do que em qualquer outra nação do mundo.

Na verdade, as quatro menores nações na visualização acima – Ilhas Cayman, Bermudas, Bahamas e Luxemburgo [todos são “paraísos fiscais”] – têm uma população combinada de apenas 1,2 milhão de pessoas, mas possuem impressionantes US$ 741 bilhões em títulos do Tesouro americano.

Taxas de Juros e Dinâmica do Mercado de Tesouraria

Ao longo de todo o ano de 2022, a demanda estrangeira por títulos do Tesouro dos EUA caiu 6%, pois as taxas de juros mais altas e um dólar americano “forte” tornaram a posse desses títulos menos lucrativa. Isso ocorre porque o aumento das taxas de juros sobre a dívida dos EUA reduz o valor presente de seus pagamentos futuros de renda. Enquanto isso, seus preços também caem.

Como mostra o gráfico abaixo, essa queda na demanda é uma reversão acentuada de 2018-2020, quando a demanda saltou enquanto as taxas de juros pairavam em mínimos históricos. Uma tendência semelhante ocorreu na década após a crise financeira de 2008-09, quando os títulos de dívida dos EUA efetivamente triplicaram de US$ 2 para US$ 6 trilhões.

Impulsionando essa tendência foi a rápida compra de títulos do Tesouro pela China, que aumentou de US$ 100 bilhões em 2002 para um pico de US$ 1,3 trilhão em 2013. À medida que as exportações e a produção do país se expandiam, o país vendia yuans e comprava dólares para ajudar a aliviar a pressão cambial sobre sua moeda.

Avançando para hoje, a incerteza global da taxa de juros [e especialmente a crise de confiança no sistema financeiro dos EUA-UE, o maior cassino/bordel do planeta] – que por sua vez pode afetar as avaliações da moeda nacional e, portanto, a demanda por títulos do Tesouro – continua a ser um fator que afeta a direção futura das participações em dívidas estrangeiras dos EUA.


“Precisamos URGENTEMENTE do seu apoio para continuar nosso trabalho baseado em pesquisa independente e investigativa sobre as ameaças do Estado [Deep State] Profundo, et caterva, que a humanidade enfrenta. Sua contribuição, por menor que seja, nos ajuda a nos mantermos à tona. Considere apoiar o nosso trabalho. Disponibilizamos o mecanismo Pay Pal, nossa conta na Caixa Econômica Federal   AGENCIA: 1803 – CONTA: 000780744759-2, Operação 1288, pelo PIX-CPF 211.365.990-53 (Caixa)” para remessas do exterior via IBAN código: BR23 0036 0305 0180 3780 7447 592P 1


Mais informação adicional:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *